adwords

Quando alguém precisa encontrar uma informação na internet, o que vem primeiro à mente? O Google, não é mesmo? O Google é o principal e mais popular site de buscas na web. Mais de 95% dos usuários brasileiros utilizam a plataforma para localizar empresas, organizações públicas, personalidades, entre outros dados. Todos os endereços eletrônicos indexados ao Google são encontrados de duas maneiras: resultados orgânicos da busca e links patrocinados.

Os resultados orgânicos refletem a busca realizada através de palavras-chave digitada pelo usuário. O Google, por meio de um algoritmo que abrange mais de 250 fatores, retorna os resultados, classificados de acordo com a relevância das páginas catalogadas. O problema é que a maioria dos usuários não costuma pesquisar além da terceira página.

Portanto, se a empresa não estiver classificada na primeira página, terá menos chance de ser encontrada. Isto acontece por vários motivos: site novo ainda não indexado pelo Google; baixa relevância de conteúdo e palavras-chave; ausência de link externo que facilite o rastreamento pelos robôs do Google; construção do site em linguagem que dificulta a indexação, como Java e Flash, entre outros fatores.

O link patrocinado é o anúncio pago, que coloca a página da empresa em destaque na primeira página de resultados da pesquisa, realizada através do Google. O anúncio aparece no topo da página. Além disso, a propaganda poderá ser exibida em redes de pesquisa e redes de display relacionadas ao Google ou aparecer em outros sites e blogs que fazem parte do programa de afiliados através do Google Adsenses.

Como criar esses anúncios? Simples. Utilizando o Google Adwords!

O Google Adwords é uma ferramenta que permite a criação de anúncios para divulgar a empresa, produtos ou serviços. O sucesso das campanhas publicitárias depende das palavras-chave escolhidas, qualidade do anúncio, qualidade do site e o valor do lance para as palavras-chave.

O Google Adwords funciona como um leilão, só que é um leilão de palavras-chave. Por isso, é necessário compreender como funciona o sistema de lances do Google Adwords para definir o planejamento das campanhas publicitárias. O próprio sistema oferece os recursos necessários para o anunciante escolher palavras-chave e simular lances, antes de publicar seus anúncios. A empresa decide quanto quer pagar por cada clique na propaganda.

Detalhe: não é somente o valor do lance que coloca o anúncio da empresa em destaque na página do Google ou em sites da rede de pesquisa e display. As extensões do anúncio (número de telefone e links) também contam pontos para o posicionamento do anúncio. Ou seja, o seu concorrente pode dar lances maiores, mas não consegue melhor posição porque o anúncio não possui a mesma qualidade que o da sua empresa.

As mudanças recentes tornaram a competição mais acirrada. Antes, o Google Adwords possibilitava a inclusão de propagandas na barra lateral. Hoje, os espaços publicitários com maior destaque ficam no topo da página, acima dos resultados da busca orgânica. Anúncios na página do Google aparecem identificados com uma tarja verde.

Imagine a seguinte situação. Uma pessoa procura um hotel na cidade de Itanhaém. Acessa o Google e digita “hotel em Itanhaém”. Os robôs do Google fazem uma varredura e, em menos de 40 segundos, retornam com uma lista de 450 mil informações. Naturalmente, o usuário acessará os sites que aparecem na primeira página, não é?

E quais sites aparecem na primeira página? Aqueles melhor classificados pelo Google, ou seja, os sites melhor estruturados, com uma boa lista de palavras-chave, com anúncio de qualidade, além do valor do lance que o anunciante pagará para cada clique sobre a propaganda.

Como planejar o orçamento para anúncios no Google Adwords

Para planejar o orçamento da campanha, a empresa poderá escolher entre as opções: custo por cliente, custo por mil impressões e custo por aquisições.

Custo por Cliente (CPC): a empresa anunciante pagará por cada clique registrado no anúncio.

Custo por mil impressões(CPM): o custo será calculado a cada mil visualizações do anúncio. Neste formato, a empresa poderá escolher os canais para a publicação do anúncio, segmentada através da rede de display.

Custo por aquisições (CPA): o orçamento é baseado nas conversões, ou seja, quando gera downloads de e-books e outros produtos digitais; preenchimento de formulários; cadastramento para receber newsletter e vendas diretas.

Guia de Otimização de Processos

Google Adwords: importância da palavra-chave

A palavra-chave, como o próprio nome diz, é essencial para o desempenho positivo da campanha publicitária no Google Adwords. A plataforma disponibiliza vários recursos para ajudar o usuário a definir quais palavras-chave irão impulsionar os anúncios, gerando mais ou menos cliques, conforme a disponibilidade orçamentária do anunciante.

Através do Simulador de Lances, é possível avaliar os custos de uma campanha. Basta informar um valor de lance para estimar a quantidade de visualizações que o anúncio poderá ter. Depois, aumente ou diminua o valor do lance para analisar as variações de custos. Dessa forma, a empresa define a meta da campanha aliada ao seu orçamento.

Ao fazer a simulação, a empresa terá condições para decidir quanto planeja investir para que o anúncio seja mostrado na primeira página do Google e demais sites parceiros (redes de pesquisa, displays e portais mais acessados, como UOL e Terra, por exemplo). O sistema informa quanto é necessário investir para obter uma posição de destaque na página inicial do principal site de busca da web.

Para localizar os melhores leilões de anúncios, a empresa poderá optar pelo CPC otimizado, o qual possibilita aumentar em até 30% o valor do lance máximo. O mais interessante é que este método permite diminuir em até 100% o valor de lances em leilões desqualificados. O anunciante também poderá acompanhar as conversões, observando as palavras-chave com melhores resultados. Assim, a empresa decide se aumenta ou reduz o CPC, conforme o grau de desempenho das campanhas.

Estratégia da campanha no Google Adwords

Não faça uma campanha improvisada! Defina seus objetivos. Se a ideia é ampliar o fluxo de acessos no site da empresa, simule uma campanha baseada no Custo por Clique (CPC). Neste caso, quanto maior o número de acessos melhor será o resultado da publicidade.
Caso o objetivo seja divulgar a marca, sem necessariamente direcionar o usuário ao site, o orçamento da campanha pode ser elaborado com base no custo por mil visualizações (CPM). Agora, se a empresa quer motivar uma ação, como o download de um e-book ou preenchimento de formulário, o valor do lance deve ser calculado através do custo por aquisição (CPA). Leve em conta também as extensões do anúncio (número de telefone e links) e a lista de palavras-chave. Antes de publicar o anúncio, faça a simulação para corrigir eventuais falhas. E, claro, monitore os resultados da campanha.

Quais as vantagens do Google Adwords?

Com o Google Adwords, a campanha publicitária poderá ser direcionada ao público-alvo. Além da segmentação, é possível programar a publicação dos anúncios para os horários com maior audiência, ou seja, períodos com maior concentração de pessoas realizando buscas na internet através do Google.

A plataforma dispõe de uma ferramenta que auxilia o anunciante a analisar fatores que influem no posicionamento da propaganda. Estamos falando sobre o Índice de Qualidade do Google Adwords. Veja quais são os principais fatores:

Desempenho gráfico: o Google analisa o resultado da campanha em cada localidade identificada na segmentação de público.

Dispositivos segmentados: a campanha é avaliada com base no uso de dispositivos móveis (smartphone, tablet, notebook) relacionados ao público-alvo.

Página de destino: a promoção do anúncio leva em conta a relevância do conteúdo da página.

Palavra-chave: a escolha certa proporciona melhores resultados em buscas feitas através do Google.

Taxas de Cliques (CTR): número de cliques que o anúncio recebe em comparação com a taxa de visualização. Taxa de cliques elevada em relação à quantidade de visualizações indica que o desempenho da campanha é positivo.

Localização de anúncios na página do Google

O posicionamento do anúncio na página inicial do Google depende do lance e da qualidade da propaganda. No topo da página, ficam os anúncios com melhor classificação, ou seja, aqueles que têm melhor qualidade e maiores lances. Há espaço para quatro propagandas, acima dos resultados da busca orgânica. Além disso, é possível ranquear para as próximas três posições anúncios com as palavras-chave mais concorridas.

É possível veicular uma campanha em dois ou mais grupos de anúncios, cada um com várias palavras-chave. Veja quais opções o Google Adwords disponibiliza:

Anúncios de textos: mais frequentes em redes de conteúdo.

Anúncios em vídeos: utilizados em campanhas de branding (gestão de marcas)

Anúncios gráficos: veiculados em sites parceiros do Google

Anúncios mobile: anúncios desenvolvidos para visualização em telefones celulares e tablets.

Rede de display: através do Google Adsenses, programa de afiliados, os sites parceiros do Google abrem espaço para a veiculação de anúncios desenvolvidos através do Google Adwords. Exemplos: Youtube, Gmail, Blogger, etc.

• Rede de pesquisa: outros sites de pesquisa do Google, como Google Maps, Google Shopping e o Google Play, divulgam anúncios criados no Google Adwords.

Remarketing amplia exposição do anúncio

Você já ouvir falar em remarketing? Funciona assim: quando uma pessoa acessa o site da empresa, o Google Adwords registra o usuário com a criação de um cookie. Portanto, quando esta pessoa acessar outras páginas (site ou blog), o anúncio de sua empresa será mostrado nestes endereços.

Ou seja, o anúncio será exibido inúmeras vezes, em diferentes páginas (e não apenas no Google), o que ajuda a fixar a marca da empresa na mente do internauta. Quando precisar adquirir um produto ou contratar um serviço similar ao que a sua empresa oferece, a sua marca certamente será lembrada.

Google Adwords passo a passo

Após compreender o funcionamento básico do Google Adwords, é só planejar uma “campanha piloto” para colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

Criação da conta: Acesse https://adwords.google.com para criar uma conta. É necessário usar um e-mail do Google para utilizar o Google Adwords.

Criação da campanha: Preencha os campos conforme os objetivos da campanha. Identifique o tema da campanha (Dia das Mães, por exemplo); se o anúncio deve ser exposto em redes de pesquisa ou de displays; área geográfica do público-alvo, perfil do público-alvo, idioma, em quais dispositivos a campanha poderá ser visualizada (celular, tablet, notebook, PC), entre outras informações requisitadas pela plataforma.

• Lances: o sistema oferece duas opções, a básica e a avançada. O valor do lance pode ser configurado manualmente ou de forma automática, sendo que, neste caso, o Google estipula os valores, baseando-se em referências do mercado.

• Formato do anúncio: existe um novo padrão para a estrutura do anúncio, ou seja, duas linhas para o título, que deve ser objetivo, usar palavra-chave e ter no máximo 30 caracteres; e para a descrição, cujo conteúdo tem que despertar o interesse do público-alvo, sendo especificado em 80 caracteres. Além disso, há espaço para incluir a URL para visualização (use o domínio da empresa) e a URL da página para a qual o usuário, ao clicar no anúncio, será direcionado.

• Grupo de anúncios: cada campanha pode ter diversos grupos de anúncios, por isso é necessário nomear cada grupo para facilitar o gerenciamento. Exemplos de grupos de anúncios: cosméticos para a terceira idade; cosméticos para pele negra, etc.

• Palavras-chave: no painel do Google Adwords existe uma ferramenta chamada Planejador de Palavras-Chave para auxiliar na definição das palavras-chave mais adequadas para impulsionar as campanhas. Geralmente, usa-se de 10 a 20 palavras-chave em anúncios criados através do Adwords.

• Orçamento da campanha: definir o valor do investimento diário, sendo que este será o limite da campanha.

• Gerenciamento de anúncios: como qualquer ação empresarial, campanhas publicitárias devem ser monitoradas. Com isso, é possível avaliar os resultados, comparando quantidade de cliques, visualizações, conversões e vendas efetuadas.

O ambiente virtual proporcionar diversas oportunidades para divulgar a marca, produtos, serviços, ofertas entre outras ações para consolidar o posicionamento da empresa no mercado consumidor. Com planejamento é possível criar campanhas bem sucedidas, aproveitando os recursos oferecidos pelo Google Adwords.

O Google Adwords é uma poderosa ferramenta para aplicar em estratégias de marketing digital. Acesse a plataforma e experimente os recursos que ela oferece para ampliar a divulgação de seus negócios.

Gostou desse post? Compartilhe e leia outros artigos em nosso blog!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br