Como encontrar investidores para seu negócio

Possuir capital é um dos grandes diferenciais entre empresários que conseguem fazer suas empresas decolarem no mercado e pessoas que não conseguem tirar o seu negócio do papel. Diante desta situação, muitas pessoas acabam recorrendo aos empréstimos bancários para abrir o seu próprio negócio, mas precisam fechar as portas da empresa meses depois, pois não conseguem arcar com os juros advindos destes empréstimos.

Por isso, a melhor alternativa para tirar a sua ideia do papel e fazer o seu negócio realmente decolar, em caso de não possuir capital próprio para isso, é buscar o auxílio financeiro de um investidor. Além de adquirir recursos para investir em seu negócio, conseguir a ajuda de um investidor e envolver a sua participação nos lucros da empresa, faz com que você não tenha a necessidade de devolver o capital recebido em caso de fracasso da empresa. Além de injetar capital para o desenvolvimento da empresa, os investidores de uma forma geral também costumam se envolver no processo de gestão do empreendimento.

Portanto, se você ainda não conseguiu tirar o seu negócio do papel, se encontra com o mesmo em uma fase completamente inicial, com o status de uma micro empresa, ou até já possui uma empresa estável no mercado, mas deseja crescer ainda mais, selecionamos algumas dicas que podem de ajudar neste processo de busca por um investidor para o seu negócio:

Saiba o momento certo de buscar um investidor

Procure a ajuda de um investidor somente quando for extremamente necessário, e você perceber que não possui capital para abrir o seu negócio, ou então não tem mais nenhuma possibilidade de crescer por conta própria. Pois apesar de receber orçamento para investir em sua empresa, você terá que arcar com a divisão de lucros futuramente. Por isso, analise a viabilidade de abertura ou crescimento do negócio por conta própria antes de recorrer a um investidor.

Conheça os perfis de investidores

Existem diferentes tipos de investidores, que são classificados de acordo com o seu nível de capital de risco. Os chamados investidores-anjo, por exemplo, possuem a característica de apostar em empresas em um estágio muito inicial e costumam investir entre R$ 50 mil e R$ 500 mil. Os investidores anjo exigem alguns requisitos para investir nas empresas, que precisam ser negócios inovadores e possuírem  potencial de crescimento e alta rentabilidade. 

Ainda existem os investidores de seed capital, que costumam injetar entre R$ 500 mil até R$ 2 milhões em empresas que estão mais estabilizadas no mercado. Os investidores de venture capital, por sua vez, realizam investimentos de até R$ 10 milhões, em empresas que já possuem alguns milhões de faturamento. Feito este processo de pesquisa, analise a situação de sua empresa e escolha o investidor que mais se adéqua a situação de seu empreendimento.

Como os investidores são pessoas que possuem capital e estão em busca de boas oportunidades de negócio para investir, a tendência é que você encontre-os facilmente por meio de networking, para entrar em contato e apresentar a sua empresa. Mas antes de buscar um investidor, é preciso certificar-se de que a sua empresa realmente tem condições de trazer lucro em um curto período de tempo, o que é um fator requisito para os investidores ingressarem em determinado negócio. Lembrando que pessoas jurídicas também podem se tornar investidores de seu empreendimento.

Ebook Crescimento Empresarial

Realize uma apresentação breve e objetiva do seu negócio

Ao apresentar a ideia de sua empresa para o investidor escolhido, o recomendável é que você não ultrapasse o tempo de 15 minutos. Seja objetivo e fale sobre as principais características do seu negócio, e a participação que o investidor terá nos lucros da empresa.

Criando certo engajamento com o investidor nestes 15 minutos fará com quele ele queira saber mais e se aprofundar sobre o negócio, para então começar a se envolver em todos os detalhes burocráticos que envolvem o processo de negociação. Apesar de ser breve e objetiva, a apresentação inicial deve ser bastante completa, contendo todas as informações referentes as atividades da empresa, de onde serão gerados os retornos financeiros ao investidor e o total que terá que ser investido no negócio.

Esta descrição breve, mas completa e objetiva, é o que chamamos de Pitch, que nada mais é do que a apresentação de uma historia sobre o seu negócio, como ele pode solucionar determinado problema, e é claro, como ele pode ser motivador em termos financeiros para o potencial investidor.

É fundamental que você apresente perspectivas que sejam definitivamente realistas e exequíveis de acordo com as possibilidades de seu negócio, incluindo não só o que a empresa pode lucrar, mas também os possíveis riscos em caso de o negócio não obter sucesso.

Mas não se esqueça: você também deve avaliar as ideias do investidor e procurar identificar se é realmente confiável para a sua empresa. Para isso, é recomendável com que você busque referências sobre o investidor em potencial, procurar entrar em contato com empresas as quais este investidor já realizou investimento, verificando se ele de fato contribuiu para o crescimento das mesmas e agiu com ética nos negócios.

Elabore um plano de negócios

Com um plano de negócios completo e bem elaborado, você passará muito mais credibilidade e tornará o seu negócio muito mais atrativo para um possível investidor. Com o plano de negócios, o investidor verá com muita mais clareza o planejamento da empresa, tanto em relação ao seu funcionamento e processo organizacional após o negócio sair definitivamente do papel, quanto em relação as ações que serão tomadas visando o crescimento da empresa a um médio ou longo prazo. 

Participe de eventos

Aproveite todas as oportunidades de eventos que são destinados a encontros entre empreendedores e investidores. Esses locais são excelentes para ampliar a sua rede de contatos, e não só encontrar um possível investidor, mas também formar parcerias para o seu negócio futuramente.

Tenha persistência

Por mais que você encontre um investidor que esteja totalmente de acordo com o perfil do seu negócio, apresente um pitch e um plano de negócios bem elaborado, e ofereça um retorno financeiro extremamente atrativo para um potencial investidor, o mesmo pode não aceitar investir em sua empresa, por uma série de razões.

Mas é importante com que você não desista, e esteja sempre atento as oportunidades de networking e com a participação em eventos. Uma negativa de um investidor não deve ser motivo para a desistência nesta procura!

Por Gabriel Pfeifer, em 18/09/2017

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br