fachada de lojas

Apesar de as lojas virtuais estarem se multiplicando progressivamente, ainda há quem goste de apostar nas lojas físicas. O importante desta está totalmente relacionado à fachada. Isso porque ela será a grande exposição do comércio. É a primeira forma de atração.Assim, acertar na fachada da loja é acertar em cheio nos clientes. Por esse motivo, investir no cartão-postal da loja é de suma importância.

Com algumas dicas pontuais, e pensando em conjunto, poderemos criar uma bela fachada para seu novo negócio. Um negócio que tem tudo para ser próspero graças a um bom acabamento. O design é fundamental para o marketing de uma empresa. Numa loja nova, o fundamental é dar uma face única ao empreendimento.

Um acabamento bem realizado, um posicionamento chamativo da marca e a criação consequente de uma identidade para o negócio. Uma fachada assume todas estas responsabilidades. Ela abordará, naquele pequeno espaço que dá de frente com os clientes, toda a representação de ícones e imagens que identificam a loja. Portanto, não é tarefa fácil criar uma fachada de loja atrativa.

Afinal, uma fachada não se insere o logo, os telefones e demais informações distribuídas de qualquer forma. Jamais! É preciso criar um equilíbrio para que a identidade visual se sobressaia, uma representação seja criada e o contexto da disposição dite a mensagem instruída àquela fachada.

Dicas pontuais de como criar uma fachada de loja atrativa

Há muitos pontos a se ater antes mesmo de começar a desenhar a fachada para sua loja. Uma delas, inclusive, diz respeito à criação da marca e de toda a identidade visual da empresa. Essa etapa já fora concluída? Então vamos para as dicas de como criar uma fachada de loja atrativa:

1) Elaborando um estudo do local

Esta etapa dará todo o início ao projeto. Estudar todo o raio que cerca a nova loja será imprescindível para a criação de uma fachada extremamente atrativa. Além do estudo da concorrência, poderá ser elaborada uma forma de destacar o empreendimento em relação aos demais. Por isso, fotografar todo o quadrilátero, estudar a arquitetura das demais fachadas e, assim, implementar uma nova filosofia de destaque é o ponto-chave para o começo do projeto de uma fachada criativa.

2) Procure descobrir tudo o que é proibido e/ou permitido

Esse ponto é uma questão mais regionalizada, mas importante a se ater. Existem específicas cidades ou até mesmo ruas que limitam cores, propagandas ou específicos estilos de construção. Por isso, é fundamental ter o conhecimento do que é permitido e o que não é. Afinal, ninguém quer perder uma rica oportunidade como uma loja física bem localizada por causa de uma propaganda ou uso de cor indevida, certo?

3) Entenda o público e seu comportamento

Apesar do alavanque e surgimento de lojas online, grande parte das receitas providas de vendas são correspondentes às lojas físicas. Além disso, segundo compradores, a maior motivação para conhecer uma nova loja está totalmente ligada a sua fachada. A primeira impressão é a que fica. Caso agrade, o potencial cliente desejará conhecer. Por isso, entender o público, o que ele gosta, do que se agrada e seu comportamento são elementos a se ater no momento em que a fachada da loja física estiver se formando. A pitada do público é sempre necessária.

4) Atenção à poluição visual

Um dos grandes problemas na constituição de uma fachada diz respeito à poluição visual. A adoção de elementos em demasia, cores muito vivas como composição ou propagandas em excesso podem atrapalhar o negócio. Menos é mais! Por esse motivo, guie-se em estabelecer um conceito, uma paleta de cores e elementos-chave que serão a composição e darão o ritmo necessário para a constituição de uma identidade visual condizente.

Guia de Gestão Estratégia

5) Fachada é extensão da identidade visual

A fachada da loja física deve dialogar com a identidade visual da empresa. Seguir a linha do conceito estabelecido com a marca e harmonizar com os produtos. A fachada deve exprimir para o futuro cliente com o que a empresa trabalha. Por meio de uma construção que siga a linha da identidade visual, como também que valorize o que se comercializa, a fachada terá um alinhamento com a marca. Esta mensagem é chegada ao cliente e o poder de prospecção aumenta significativamente.

6) Explore elementos

Uma fachada não é apenas um muro pintado. É a adoção de elementos, novidades e incrementos de destaque. Contudo, lembre-se sempre do Item 4! Há uma linha tênue entre a adoção de elementos visuais numa fachada e um possível exagero. Portanto, busque algo de destaque para compor, mas jamais se empolgue. Use um específico recurso para destaque (um painel eletrônico, por exemplo), e complemente com simples toques de refinamento. Este é ponto!

7) Siga as tendências atuais

Adequar-se ao presente é um ponto a se tratar. Atualmente, as fachadas buscam por um conceito minimalista, prezando por cores de menos intensidade, e apostando num tom pastel com composição de elementos que redobrem a atenção do potencial cliente às vitrines. É uma ideia, mas não precisa ser uma regra. Isso porque não será todo o nicho que conseguirá equilibrar minimalismo em tons pastéis, por exemplo, com o que se comercializa. É necessário entender todos os elementos que compõem a identidade visual e a marca.

8) Sempre atento à fala do povo

“A voz do povo é a voz de Deus!” Se esse clichê não dissesse a verdade, jamais se tornaria um clichê. Atentar-se ao que o público está falando é fundamental. Há recursos que permitem este contato com o cliente, para saber o que ele está dizendo sobre o seu empreendimento. Além de ser uma forma de diálogo e feedback com o público-alvo, adotar as redes sociais também diz respeito a uma divulgação mais direta. Portanto, elas serão a ponte do contato entre loja e cliente longe do ambiente físico.

Criar uma fachada de loja atrativa

Elementos fundamentais, elementos secundários. Uma composição em tinta. A adoção do minimalismo. Os recursos eletrônicos. Os destaques para as vitrines. Uma composição gigantesca do que a uma fachada de loja física deve compor. Não é uma tarefa simples, pois uma fachada é a face de um empreendimento. Dedicar um bom tempo de planejamento e execução poderá ser o ponto-chave que promoverá o tão sonhado sucesso de um empreendimento que surgiu do zero.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br