Como fazer uma newsletter eficiente

Produzir uma newsletter é uma das melhores formas de estabelecer uma relação com o seu público, e deixa-lo sempre informado sobre as novidades de sua empresa. Também conhecida como “boletim informativo”, a newsletter é uma forma de email-marketing, enviada para leads e clientes que concordarem em fornecer o seu endereço de e-mail para receber tal boletim.

A partir de então, a empresa passa a enviar informações relevantes para o consumidor a respeito da área de atividade da empresa, assim como novas promoções e benefícios para este público.

As vantagens de utilizar este tipo de estratégia são muitas: se o cliente disponibilizou o e-mail para receber informações, quer dizer que ele ficou interessado pelo seu conteúdo, e mantendo-o informado através de informações de qualidade, a tendência é que a confiança e a credibilidade de sua marca junto a este usuário só aumentem, fazendo com que ele busque as soluções de sua empresa e também indique a outras pessoas, pois com as newsletters, ele terá conhecimento e embasamento para divulgar o seu produto ou serviço.

Com o envio de newsletter sua empresa mantém um vínculo e uma relação a longo prazo com o cliente, sendo uma ótima alternativa para criar uma fidelização, além de é claro transformar seus leads em futuros clientes. Outra vantagem dessa estratégia é no que diz respeito ao custo, já que exige uma parte muito pequena do orçamento de sua empresa.

Como fazer uma newsletter eficiente?

Mas para fazer uma newsletter que crie um engajamento com o seu público e atraia novos clientes é preciso entender especificamente os tipos de informações que o receptor deseja saber, com que frequência devem ser enviadas, dentre outros cuidados que podem fazer toda a diferença na eficácia deste processo.

É preciso ficar atento a diversos fatores, pois a newsletter reflete a imagem que sua empresa quer passar para o público. Por isso, elencamos algumas dicas que podem ajudar na produção e otimizar a qualidade de sua newsletter:

Mantenha uma frequência de envios

Se você começar o processo de envios de newsletters de uma forma semanal para seus contatos e de uma hora pra outra começar a enviar mensalmente, ou vice-versa, sem sequer consultar o usuário, certamente as suas newsletter perderão a credibilidade.

A mesma regra vale se você envia uma vez por semana e passa a enviar somente uma vez por mês. Esta mudança pode passar uma imagem de estar despreocupado em abastecer o cliente com informações e que ele acabou caindo no esquecimento. No momento que a pessoa aceitou fornecer o e-mail para receber conteúdo de sua empresa, ela espera uma certa frequência, e não só lá de vez em quando.

Da mesma forma que reduzir a frequência de newsletters pode ser prejudicial, passar a envia-las mais vezes sem a autorização do receptor pode ser uma atitude invasiva e fazer com que ele não queira mais receber o seu conteúdo. Por isso, nada melhor do que fazer testes e começar com uma frequência bastante definida.

Por exemplo, se você ainda não usa esse tipo de estratégia, comece a enviar uma vez por semana ou uma vez por mês durante um determinado período. A partir dai, busque um feedback de seu público, procure verificar a aceitação e o acesso a suas newsletters. Se você perceber que o público está lhe dando retorno e está engajado com os seus e-mails, pergunte sobre a possibilidade de aumentar a frequência destes e-mails.

Mas não se esqueça, quanto mais e-mails você enviar, mais diversificado terá que ser o seu conteúdo. Afinal, ninguém gosta de ter a sua caixa de e-mail poluída com informações repetitivas e que não possuam mais a mesma relevância.

Guia de Gestão Estratégia

Envie conteúdo de qualidade

Como falamos anteriormente, ninguém quer receber conteúdo repetitivo e irrelevante. Por isso procure identificar realmente quais os interesses de seus destinatários. O que fez com que eles disponibilizassem os seus e-mails para receber suas newsletters? Que tipo de informação eles querem receber? 

Por isso é importante que você procure informações sempre atualizadas referentes a área de atividade da sua empresa, e que podem ser do interesse destes usuários. Se você tem um novo produto no estoque, por exemplo, por melhor que ele seja, as pessoas precisam saber os reais benefícios que ele pode trazer.

Não esqueça sempre de preencher o espaço destinado ao assunto, que é o primeiro contato do usuário com o e-mail. Portanto, este espaço deve ter um título chamativo, que instigue o usuário a ler a sua newsletter. Outras formas de interagir com o seus destinatários é oferecer seus e-books e também disponibilizar cursos online que complementem o assunto da newsletter.

Além de aumentar os cliques, vai mostrar que você está preocupado em realmente agregar informação e conhecimento ao seu receptor, fazendo com que sua newsletter possua mais credibilidade.

Outro aspecto que você deve levar em conta ao produzir a sua newsletter é a linguagem. Por ser uma ferramenta de comunicação totalmente privada e pessoal, busque uma proximidade com o usuário através do seu discurso. Não existe a necessidade de utilizar uma linguagem completamente formal e prolixa.

Uma newsletter deve ser uma conversa com o usuário, de uma forma que o conteúdo seja agradável de ler e de fácil entendimento. Mas não confunda uma linguagem mais informal com desleixo. Erros de escrita e de português obviamente são inaceitáveis. Um discurso agradável e ao mesmo tempo correto é fundamental para manter o usuário interessado em receber o seu conteúdo.

Personalize sua newsletter

Em caso de você estar enviando uma newsletter pela primeira vez para determinada pessoa, relembre-o através de como você obteve o seu endereço de e-mail, pois muitos usuários por vezes acabam não lembrando que se cadastraram em determinado site para receber informações.

Deixar bem claro de que forma você conseguiu o o e-mail do usuário pode impedir com que ele efetue o descadastramento, ou então coloque os seus e-mails na caixa de SPAM.

Tenha atenção ao usar imagens

É preciso ter muito cuidado ao utilizar imagens em sua newsletter. Alguns provedores de e-mail acabam marcando esse tipo de conteúdo como spam, fazendo com que você perca a oportunidade de se relacionar com o usuário a partir de sua newsletter.

Por este motivo o mais recomendado e garantido é usar textos, que sejam objetivos e claros quanto a ideia que você quer passar em detrimento de imagens. Se você deseja também enviar uma imagem, o ideal é que seja feito um envio teste para alguma conta do provedor destinatário!

Agora que você conhece algumas estratégias para fazer uma newsletter eficiente de uma forma geral, é preciso conhecer e entender alguns dos diferentes perfis de newsletter que podem ser produzidos:

Newsletter promocional ou de vendas

Esse tipo de newsletter é um dos mais utilizados devido a necessidade das empresas de venderem seus produtos ou serviços através das mais variadas promoções e ofertas de novos produtos. Essas newsletters podem incluir um ou mais produtos.

Entretanto, é preciso ter cuidado com o envio de newsletter de promoções, que se enviados de forma exagerada podem cansar o usuário. Antes de pensar somente em usar as promoções com o intuito de vender com mais facilidade, procure identificar se ela de fato poderá suprir as necessidades de seus clientes!

Newsletter informativa

As newsletters informativas são muito úteis para trazer resultados a um longo prazo. Esse tipo de estratégia pode ser uma excelente maneira de criar uma fidelização de seus clientes. Por exemplo, se você possui uma empresa de produção de eventos, sua newsletter informativa deve conter informações de eventos já realizados pela sua produtora, ou os que estão prestes a ocorrer. Isso certamente passará uma imagem de credibilidade em relação as atividades de sua empresa.

Newsletter educativa

Através de uma newsletter educativa, você pode ensinar o seu usuário sobre a área de atuação de sua empresa e sobre seus produtos ou serviços.

Esse tipo de newsletter é mais recomendada o envio para leads que ainda não se tornaram clientes. Usuários que somente se cadastraram em seu site e disponibilizaram o seu e-mail porque desejam saber mais sobre o seu negócio, para quem sabe futuramente alterar o seu status para cliente.

Mas também serve para clientes recentes, que consomem o seu produto a pouco tempo e estão aos poucos aprimorando a sua utilização.

Newsletter exclusiva

Como o nome já diz, esse tipo de newsletter tem o intuito de ser enviada a um usuário em especial, especialmente na data de aniversário, por exemplo, como uma forma de lembrança e para criar empatia. É uma atitude simples, mas que ajuda a sua marca a criar certo engajamento com este usuário.

Outra forma de enviar uma newsletter exclusiva é privar um conteúdo com uma nova linha de produtos de sua empresa para um cliente antigo e que já está fidelizado com o seu negócio. Use esta estratégia para pedir um feedback de seus novos produtos, para depois expandi-los e divulga-los para um público mais abrangente, já que os clientes mais antigos costumam ser uma boa referência para os seus produtos.

Newsletter segmentada

É uma newsletter enviada somente para um público muito específico, que você agrupou por seus interesses comuns. Assim é menor a possibilidade de enviar um conteúdo que seja irrelevante!

Gostou das nossas dicas? Começe a aplicar em suas newsletters e conte pra gente os resultados!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Por Gabriel Pfeifer, em 8/08/2017

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br