Todo negócio nasce com o mesmo objetivo: gerar lucro. Seja para reinvestir no próprio negócio, para se manter ativo no mercado ou, ainda, para ampliar as operações, o lucro é fundamental e precisa ser frequentemente acompanhado, visando manter a sustentabilidade da empresa.

Mesmo sendo um objetivo bastante claro para as organizações, nem todas sabem analisar verdadeiramente se o negócio está sendo lucrativo ou não. Essa falta de planejamento e de organização financeira acabam levando muitos empreendimentos a fecharem as portas em pouco tempo.

Para saber se seu negócio está mesmo sendo lucrativo, é preciso, antes de mais nada, resgatar alguns conceitos básicos do mundo das finanças. Então vamos lá?

lucro

Resgatando conceitos financeiros

A lucratividade de uma empresa, que indica sua eficiência, é calculada por meio da seguinte fórmula: Lucratividade = (Lucro Líquido / Receita Total) x 100

Mas o que é lucro líquido mesmo? Relembrando também esse conceito, tem-se que o lucro líquido é sua receita total deduzida de todas as despesas da sua empresa, incluindo os impostos, ou seja: Lucro Líquido = Receitas – Despesas.

Quando se tem como resultado da equação da lucratividade uma taxa acima de 0, significa que sua empresa é, de fato, lucrativa. Mas será que ela gera o lucro necessário para se manter competitiva?

Analisando os números do mercado

Para determinar se a lucratividade da sua empresa está de acordo com o esperado pelo mercado, você pode pesquisar a média de lucratividade das empresas do mesmo setor de atuação e verificar se sua organização se enquadra nesses valores.

Mesmo que você esteja dentro da média relativa ao seu segmento, pode ser que o planejamento estratégico vislumbre taxas mais altas de lucratividade, sendo, assim, necessário rever alguns conceitos e processos para melhorar a eficiência do seu negócio.

De qualquer maneira, de acordo com o Sebrae, a lucratividade de uma micro ou pequena empresa de comércio deve ficar entre 5% e 10%, enquanto a lucratividade de uma empresa do setor de serviços deve ficar entre 15% e 20%. Ou seja, se você consegue números melhores do que esses, significa que está no caminho certo!

Tornando sua empresa mais lucrativa

Existem algumas pequenas ações capazes de transformar sua empresa em um negócio mais lucrativo. Quer saber quais ações são essas? Então confira:

Otimizar processos

Analisar o gasto dos processos internos e promover readequações que possam otimizá-los e, dessa maneira, reduzir os custos envolvidos é uma maneira de tornar seu negócio mais lucrativo sem alterar o preço final para o consumidor.

Implementar um sistema de gestão

Ao implementar um sistema de gestão, como o eGestor, no seu negócio, você profissionaliza ainda mais esse vital setor e libera os profissionais previamente responsáveis por essa área para focarem em outras ações, reduzindo duplamente a possibilidade de erro e, com isso, aumentando a lucratividade com o decorrer do tempo.

Reduzir custos

Os custos administrativos de uma empresa podem ser enxugados se você promover ações de conscientização em relação ao bom uso de materiais e de recursos — como água, luz, telefone e insumos de escritório, por exemplo.

Adequar o regime tributário

Muitas empresas ingressam equivocadamente no mercado, optando por regimes tributários que acabam onerando desnecessariamente o empreendimento. Dessa maneira, trate de consultar um profissional para verificar se sua empresa está no regime tributário certo.

Fidelizar clientes

Clientes fiéis compram mais e melhor, gastando valores acima da média dos novos clientes. Investir em ações de fidelização de clientes é uma boa maneira de mantê-los ativos, e, assim, aumentar a lucratividade da sua empresa.

Prolongar o lifetime value

Quanto tempo em média um cliente fica com a sua empresa? O lifetime value é importante para que você saiba o momento exato em que o cliente pretende deixar sua empresa, possibilitando que se aja, por meio de ações de retenção, visando prolongar esse relacionamento com a sua marca. Quanto mais tempo seu cliente permanecer com você, mais compras fará, proporcionando uma maior lucratividade ao longo do tempo.

Vìdeo do Sebrae sobre ‘Como saber se a empresa tem lucro?’

E então, já conseguiu calcular a lucratividade da sua empresa? Ela está dentro dos padrões estabelecidos pelo Sebrae ou do seu setor de atuação? Que medidas pretende tomar para aumentar esse índice? Comente aqui e compartilhe suas impressões e experiências conosco!

Conheça o eGestor, um software online para gestão de micro e pequenas empresas.

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br