O gerenciamento ineficiente de estoque pode arruinar o seu negócio. Por isso, o controle de acervo é um dos processos mais relevantes para a maioria das empresas que lidam com venda, logística e distribuição de mercadorias. Afinal, é isso que vai permitir ao empreendedor ter o produto certo que é buscado pelo cliente, na hora em que isso ocorre, sem ter o capital imobilizado em excesso ou perder capital de giro. Que tal conhecer os 7 maiores erros de quem precisa investir em um controle de estoque de alto nível e como evitá-los? Confira:

Não realizar um planejamento de longo prazo

Quando o gestor não planeja seu estoque com boa visão de futuro, podem incidir, pelo menos, duas graves adversidades: a falta de produtos em momentos de grande procura ou o encalhe enorme de artigos em períodos de pouca saída.

No primeiro caso, a empresa frustra o cliente, que pode buscar na concorrência a solução para seus ímpetos de consumo. Depois, pode ficar muito mais caro recuperar esses compradores que trocaram sua empresa em sua preferência de compra.

O outro caso representa um erro de avaliação de cenário ou falta de preocupação com os gastos excessivos, de modo a deixar muito capital investido e parado no acervo. O fato é um grande problema porque restringe o capital de giro e pode acarretar riscos da estragar as mercadorias com prazo de validade ou perecíveis.

Deve-se ter um planejamento que considere as sazonalidades do mercado e os históricos de compras anteriores dos clientes, de sorte que o gestor seja capaz de entender melhor os ciclos de consumo de cada época do ano e tendências do período.

Não falar ou saber quem são seus clientes

Saber o que os clientes querem é um conjunto de informações altamente relevantes para não gastar demais na reposição do estoque, mas investir perfeitamente nas ordens de pedido para seus fornecedores. Usar recursos não planejados para repor o acervo de surpresa vai pôr mais pressão sobre seu sistema, matar sua margem de lucro e pode até ocasionar prejuízos.

Se você busca a satisfação geral do cliente, pesquise justamente com ele sobre o que poderá trazer mais contentamento. Faça pesquisas de mercado, planeje suas ações de acordo com o que os clientes-chave de seu negócio esperam. Crie processos internos que correspondem à cadência dos altos e baixos de consumo de seu público e execute programas de reabastecimento que seja colaborativo com seus fornecedores, em que eles assumem ao menos parte da gestão ou da responsabilidade para repor o acervo diretamente.

Não ter uma boa comunicação interna

Surpresas e iniciativas que nem todos os funcionários estavam sabendo, como promoções dos produtos encalhados e informações sobre a chegada de novas mercadorias, podem gerar um enorme volume de problemas entre os departamentos. Os gerentes e os colaboradores-chave de cada área precisam ser atualizados sempre sobre o que acontece na empresa, para que ocorra a adequada previsão e o melhor planejamento de estoque.

Os dados devem seguir para todos os departamentos pertinentes. Prepare reuniões quando houver mudanças nas demandas dos itens importantes no acervo e com o objetivo de chegar a um consenso sobre o planejamento para o mês.

Ter empregados não qualificados gerenciar seu estoque

A falta de um programa adequado de treinamento de sua equipe impede que padrões mais bem definidos e condutas estratégicas sejam aproveitados dentro dos processos da empresa. É essencial reconhecer que a gestão de inventário requer aptidões de trabalho profissional, bem como a contratação de pessoal apropriado e treinamento em conformidade. Apenas assim vai ser possível atribuir responsabilidades pela gestão de inventário e metas de planejamento.

Falta de automação

Se você ainda faz o controle de estoque com planilhas manuais ou programas como o Excel, talvez a empresa esteja perdendo dinheiro. E sua equipe, com certeza, muito tempo. Fazer todos os lançamentos manualmente leva muitas horas e não vai lhe dar a oportunidade de conseguir os resultados que um software projetado especificamente para o controle de estoque poderia lhe proporcionar.

Você está desperdiçando recursos, o que o impede de aplicar sua energia em outras áreas que poderiam ajudar seu negócio a crescer muito mais. Utilizar um software para o gerenciamento de inventário vai ajudar a automatizar tarefas, evitar as falhas humanas mais comuns e acelerar os processos de monitoramento. Além disso, pode diminuir bastante os custos trabalhistas desnecessários.

Ter um sistema de organização ineficiente implementado dentro dos armazéns

Quando há forte desorganização dentro dos armazéns, ainda que haja um excelente software em sua empresa, haverá perda de tempo na circulação de retirada, recolocação e acomodação dos itens no acervo. Se houver um planejamento para organizar as mercadorias, elas poderão ser facilmente retiradas para embarque aos destinos dos consumidores, poupando-lhe tempo e dinheiro quando os funcionários atravessam aqueles espaços à procura de um item.

Observe os produtos que mais vendem e coloque-os mais próximos das áreas de transporte, a fim de que eles possam ser mais rapidamente retirados das prateleiras e enviados. E não coloque as coisas aleatoriamente onde houver espaço disponível: aloque os produtos com base nos tipos, categorias, tamanhos, cores, entre outros fatores que possam ser relevantes na sua indústria.

Praticar controles do inventário com pouca frequência

Muitas empresas têm que cessar as operações por um dia para verificar o inventário. Isso pode resultar em perdas de vendas e muito menos lucros. Saiba que esse é um método ultrapassado, e é muito melhor agendar controles regulares de inventário, sem que a empresa precise fechar as portas para cumprir uma enorme checagem de uma vez só. Novamente ter um software de gestão de estoque será conveniente: um sistema confiável vai mantê-lo a par da situação de seu acervo em tempo real, atualizando as informações de que precisa.

Fazer a gestão de inventário ou controle de estoque pode ser trabalhoso, mas por meio de um processo simplificado, de preferência com uma ferramenta confiável, você será capaz de reduzir significativamente os erros e melhorar as operações que podem levar a mais vendas. Como você tem cuidado do controle do estoque de sua empresa? Conte para nós nos comentários!

 

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br