Growth Hacking - Aprenda o que é

Você já ouviu falar do termo Growth Hacking? Este estranho nome tem se tornado uma cultura cada vez mais presente em empresas das mais variadas áreas de atuação e tem sido cada vez mais colocado em prática no mercado. Mas afinal, o que realmente significa este conceito? Como coloca-lo em prática no ambiente empresarial? É o que nós vamos responder neste artigo!

O que é Growth Hacking?

Antes de falar sobre Growth Hacinking e sua aplicação nas empresas é preciso entender sobre o que se trata este conceito e conhecer a sua origem. Criado pelo empresário Sean Ellis, o termo Growth Hacking consiste na execução de estratégias de marketing voltados para testes e experimentações, com o objetivo de verificar o nível de aceitação pelo público para posteriormente obter resultados que levem ao crescimento da empresa em um curto período de tempo.

Growth Hacking nada mais é do que Sean Ellis colocou em prática ao longo de toda a sua carreira. Conhecido por promover um grande desenvolvimento nas empresas pelas quais passava, o empresário passou a realizar serviços de consultoria em que pudesse aplicar os seus conceitos e teorias nas mais variadas empresas, como o LogMeIn, que é um dos principais softwares de acesso remoto do mundo e o Dropbox, que é um serviço de compartilhamento de arquivos na nuvem.

Sean Ellis também criou o Growht Hackers.com, que é o maior portal do mundo referente ao assunto!

Como aplicar o Growth Hacking nas empresas?

Se você se interessou em usar este método na sua empresa, mas ainda não sabe como implementa-lo, selecionamos os passos que devem ser seguidos de forma a realizar as melhores estratégias possíveis de Growth Hacking:

Assim como ocorre no Funil de Vendas, o Growht Hacking também apresenta diferentes estágios em suas estratégias. Neste caso, é o Funil do Pirata, termo utilizado por Dave McClure, que segundo ele, a interjeição resultante das letras iniciais de cada etapa deste funil, pode emitir o som dos piratas: AARRR. Confira como funciona cada uma destas etapas:

  1.  Aquisição (Aquisition): este processo reúne práticas que devem ser voltadas primeiramente para atrair o interesse inicial de potenciais clientes, como ocorre semelhante na fase de topo de funil de vendas, por exemplo.
  2.  Ativação (Activation): com o cliente já interessado no seu negócio, realize uma ação para causar uma boa primeira impressão. Ofereça algum brinde, por exemplo.
  3.  Retenção (Retention): se você causou uma boa primeira impressão, você deixou o seu cliente satisfeito, para ele seguir interessado em seu produto.
  4.  Receita (Revenue): nesta fase, os clientes já irão passar do estagio de testes e vão de fato comprar os seus produtos.
  5.  Indicações (Referral): além de consumirem os seus produtos, os seus clientes estão expandindo o seu trabalho para pessoas conhecidas, divulgando sua empresa no mercado.

Portanto todas as estratégias de Growth Hacking devem ser pensadas sempre para gerar evolução dentro dos estágios do funil. Mas ao contrário do que acontece em um funil de vendas, por exemplo, no funil do Growth Hacking estes estágios não precisam necessariamente ocorrer de uma forma linear.

Se o seu cliente testou o produto e se sentiu satisfeito com ele, a fase de indicação pode ocorrer antes mesmo da fase de receita, por exemplo. Agora que você já sabe os objetivos que devem ser atingidos a partir das estratégias de Growth Hacking, veja alguns passos que você deve seguir para colocar este processo em prática:

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Delimite o seu público

Nunca venda o seu produto “para todo mundo”. Saiba qual é o perfil do seu cliente e suas características mais específicas. Descreve uma pessoa real, a sua “persona” da melhor maneira possível. Você nunca vai conseguir um crescimento considerável sem cativar o seu público inicial.

Criação de ideias

Procure ficar por dentro do que as empresas estão fazendo no mercado. Se espelhe em exemplos de empresas bem sucedidas a partir de estratégias de Growth Hacking e sugira ideias para a aplicar em sua empresa. Mas lembre-se, você precisa lançar algo que seja realmente inovador e que satisfaça as necessidades dos seus consumidores. No decorrer deste artigo, falaremos de alguns casos de sucesso de estratégias de Growth Hacking que levaram algumas empresas ao crescimento!

Reúna a sua equipe

Feito o levantamento de ideias, reúna-se com sua equipe e discuta a viabilidade de execução de cada uma delas. A partir dai, escolha as ideias que serão colocadas em prática. Alguns fatores são importantes para verificar a viabilidade e executa-las: gastos, chance de sucesso, se vai ter impactos significativos nos resultados da empresa e também se a sua equipe tem capacidade. 

Hipótese

Como falamos anteriormente, Growth Hacking é o marketing voltado para experimentações com o objetivo de levar ao crescimento. Portanto, todas as estratégias de Growth Hacking devem ser pensadas para testar uma hipótese. Sendo assim, a partir da reunião com a sua equipe e das ideias pensadas, formule uma hipótese.

Por exemplo, você está pensando em reduzir a quantidade de dados para serem preenchidos em um formulário de cadastro no seu site. Será que esta ação resulta em um aumento de 50% na taxa de conversão de leads para o seu negócio? Esta é a hipótese que deve ser testada e verificada com essa estratégia.

Este é o objetivo de uma estratégia de experimentação Growth Hacking: buscar comprovar uma hipótese. Para isso, é extremamente necessário realizar o acompanhamento frequente dos resultados de determinada ação.  Para a mensuração de resultados é imprescindível contar com algumas ferramentas analíticas específicas de baixo custo, como o Semrush, por exemplo.

Buque Feedback de seus clientes

Procurar saber qual a visão de seus clientes sobre a sua empresa e os seus produtos ou serviços é fundamental para mensurar os seus resultados e a partir dai pensar em novas estratégias que possam alavancar o crescimento de seu negócio. Só a partir da opinião de seus clientes, é que se chegará a um produto/serviço que chegue a excelência.

Paciência

Mantenha a sua ideia para verificar os resultados durante certo tempo. Desenvolver o seu projeto por pelo menos 6 meses é um tempo em que ao mesmo tempo que é suficiente para uma mensuração adequada, é um período não tão longo para esperar resultados. Só desista em caso de verificar decréscimo nos resultados, e então foque em novas estratégias.

O papel do Growth Hacker nas empresas

O Growth Hacker é portanto, o profissional responsável por conectar os produtos de uma empresa com o seu público alvo, visando sempre o crescimento do negócio de uma forma escalável, sem que o uso de recursos para tal não aumente na mesma proporção.

Logo, este profissional deve possuir um amplo conhecimento de todos os fatores que envolvem o mercado, desde a empresa e seu produto, das empresas concorrentes e do perfil de consumo do seu público alvo. Também deve ser um profissional que tenha um conhecimento profundo de ferramentas analíticas, e que obviamente pense “fora da caixa” que esteja sempre em busca de ideias inovadoras.

Qual a importância do Growth Hacking nas empresas?

Com os resultados obtidos em um curto período de tempo a partir das estratégias de Growht Hacking, empresas de menor porte ganham mais capacidade para competir com empresas maiores no mercado, aumentando assim a sua competitividade. As ferramentas para a aplicação de Growth Hacking são extremamente acessíveis, podendo ser usadas por qualquer empresa, independente do seu tamanho e da sua relevância no mercado.

A partir dos experimentos realizados pelo Growth Hacker de uma empresa, há uma evolução progressiva dos serviços prestados ou então dos produtos vendidos, aumentando assim a credibilidade, a fidelização e retenção da clientela. Os experimentos permitem a identificação de acertos e erros cometidos pelas empresas, e ajuda na formulação de novas hipóteses para resolver determinado problema e crescer no mercado. Todas as empresas estão a procura de growth hackers, pois desejam crescer rapidamente e adquirir um número cada vez maior de usuários.

Casos de sucesso

Agora que você já sabe alguns passos para começar a realizar estratégias de Growth Hacking em sua empresa e a importância deste tipo de marketing, selecionamos algumas empresas que obtiveram um grande crescimento a partir destas estratégias:

Instagram

Os fundadores desta rede social perceberam que sem dúvidas a ferramenta mais usada pelos usuários do Instagram era o compartilhamento de fotos. E viram ai uma oportunidade de negócio, passaram a investir em aplicativos voltados exclusivamente para a edição de fotos como filtros, dentre outros, o que teve uma grande adesão do público e trouxe algo que muitos usuários já buscavam. O Instagram conseguiu identificar uma necessidade.

Paypal

O site de compras e pagamentos online Pay Pal adotou uma estratégia inovadora. Com o pagamento de R$ 10,00 para cada novo cliente e R$ 10,00 para cada cliente que fizesse uma recomendação do sistema, o site verificou um grande crescimento e chegou perto da casa dos 10 milhões de usuários até encerrar o oferecimento desta vantagem.

Hotmail

O Hotmail criou um recurso em que sempre que determinada pessoa enviava um e-mail para uma pessoa que não possui uma conta Hotmail, esta pessoa recebia as seguintes mensagens “Esse e-mail foi enviado via Hotmail, cadastre-se no Hotmail agora” e “Faça sua conta gratuita no Hotmail”, incentivando a pessoa a abrir uma conta no Hotmail. Estas simples chamadas de ação fizeram com que o Hotmail alavancasse a sua base de usuários do zero a 12 milhões durante um período de 18 meses, se tornando o maior provedor de e-mails em alguns países como Suécia e Índia, por exemplo.

Linkedin

A rede social Linkedin fez crescer a sua rede de usuários ativos de 2 milhões para 200 milhões. Como? O Linkedin resolveu criar a possibilidade de as pessoas fazerem um perfil que fosse totalmente público , visível inclusive para pessoas que não façam parte do Linkedin. Ou seja, quando alguém realiza uma busca por um nome no Google, o perfil público do Linkedin era um dos primeiros colocados no ranking, já que os perfis públicos do Linkedin apresentam ótimo SEO.

Os Growth Hackers neste caso identificaram a grande força do Google entre os mecanismos de busca e a partir de então encontraram um atalho para direcionar os usuários ao Linkedin para que então se tornassem usuários, já que perceberam a grande visibilidade proporcionada por esta rede social devido ao ótimo posicionamento dos perfis públicos no Google.

Ebook Crescimento Empresarial

Conheça o eGestor, o sistema de gestão empresarial fácil e online que vai auxiliar no crescimento de sua micro ou pequena empresa!

Por Gabriel Pfeifer, em 01/08/2017

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br