funil de vendas

O Funil de Vendas é uma estratégia que se popularizou com as ações de marketing no ambiente digital. Esse processo é baseado na jornada de compras de uma persona. Vamos ver juntos em alguns tópicos como funciona o funil e quais resultados ele pode trazer para a sua empresa.

Descobrindo o que é uma Persona

Para que as ações dentro do funil sejam efetivas, antes é preciso fazer um mapeamento de Público-Alvo. Com pesquisas dentro e fora da empresa. Depois que esse público for descoberto, ele deve virar uma única pessoa, que será chamada de persona. A empresa deve analisar todos os interesses do público e com a média criar um personagem que vá responder ás suas ações de marketing que virão a seguir.

Como funciona o Funil de Vendas

Como o próprio nome já diz, o Funil de Vendas tem várias etapas para ir filtrando os possíveis clientes e deixando para o seu final (fundo do funil) apenas os que se mostram mais interessados pela empresa e suas ofertas.

Etapas do Funil

Existem diferentes maneiras de ver as etapas dentro de um Funil de vendas e vamos falar um pouco de cada uma delas. Um Funil atrelado a um site de vendas tem as seguintes etapas:

Visitantes – pessoas que estiveram no seu site. Mas que não se engajaram em materiais ou deixando seus dados em cadastros;

Leads – pessoas que se cadastraram para saber mais sobre o seu produto ou serviço;

Leads qualificados – uma parcela de leads que foram selecionados por terem maiores chances de se tornarem clientes. Por estarem dentro das especificações da empresa;

Oportunidades – são pessoas que se interessaram diretamente por serviços ou produtos. Podem ser identificadas por sempre converterem em cadastros, ou por fazerem cotações ou pedidos;

Clientes/ Vendas – são pessoas que percorreram todo o funil e realizaram uma compra em seu site, se tornando um cliente. Após todo o processo.

Guia de Gestão Estratégia

Materiais de Valor

Para fazer um Funil de Vendas funcionar é preciso ter uma estratégia de Inbound Marketing, onde o conteúdo oferecido ao seu público seja de extrema relevância a ele. Só assim você conseguirá: atrair – converter – relacionar – vender – analisar. Mas o que isso significa? Cada etapa descrita um pouco mais acima, tem relação com o tipo de conteúdo que você fará nas etapas do Funil. Vamos acompanhar.

Atração

A atração fala sobre o topo do funil, a entrada onde a boca é mais larga. Nesse período as estratégias para o seu site devem ser grandes. Você deve em todos os meios e canais, tentar angariar pessoas para visitar seu ambiente virtual. Coloque nessa lista: redes sociais, ações com o Google e as ferramentas de buscas, postagens em blogs e tudo o que for possível como atrativo para um público específico. Nesse cenário você conseguiu seus visitantes.

Conversão

Nesta etapa você já conseguiu um bom fluxo de pessoas no seu site. Agora é hora de criar materiais do interesse do seu público, que os faça deixar seus dados, que serão importantíssimos para uma próxima etapa. Nesse momento a sua isca precisa ser muito interessante. Deve ter algo em comum com seu produto e empresa, mas não deve indicar nada com relação a venda. Nesta etapa você deve apenas oferecer um conteúdo agradável ao lead.

Relacionamento

Nesta etapa chegamos ao meio do funil, as ações não são mais voltadas para angariar pessoas e sim para qualifica-las e mantê-las em nosso banco de dados. Estamos em busca de leads qualificados. O que deve ser feito é uma interação personalizada. Você deve mostrar que a sua empresa pode ajudar o seu público-alvo a resolver seus problemas. Seu produto passa a ser de grande valor a ele, quando você mostra isso com conteúdos inteligentes, o cliente terá sua marca mais presente em sua mente.

Venda

Quando o lead está aquecido e passou por toda a sua jornada, ele chega até a etapa da venda, se tornando um cliente. Aqui o material enviado aos clientes pode ser comercial, com novas promoções ligadas ao tipo de produto que ele comprou e que mais o interessa.

Análise

Após todas essas etapas é preciso realinhar seu funil, saber quantas pessoas estão em cada etapa e como você pode criar suas metas. Isso porque esse tipo de estratégia é escalável. Podemos fazer estatisticamente quantas vendas queremos aumentar, apenas sabendo os números de pessoas em cada etapa.

Tipos de Conteúdo para Funil de Vendas

Como dissemos o Funil tem várias etapas, e para cada uma delas é preciso criar um material diferenciado, isso claro, para garantir o bom funcionamento do processo.

Topo do Funil

Para o topo do funil é preciso um conteúdo de apresentação e que chame a atenção, não adianta falar de grandes soluções se o potencial cliente nem souber quais são suas dores. O material para esse momento são os posts em redes sociais e em blogs, com artigos leves e infográficos que envolvam o setor e seu público.

Meio do Funil

Neste momento o lead já está engajado com a sua marca e você já pode oferecer materiais de maior valor como artigos em landing pages (páginas de captura), E-books, guias, tutoriais e afins. Isso porque nesse momento o que você mais quer é se relacionar com seu cliente em potencial.

Fundo do Funil

Nesse momento você pode sim exaltar seu produto, mas sempre mostrando como ele poderá ajudar a resolver o problema de seus leads. Aqui o material pode ser mais comercial, com estudos de caso, pesquisas de mercado, promoções especiais e oportunidades para o cliente.

Além disso, nesse momento, caso a sua empresa tenha um departamento de vendas, ele deve agir, entrar em contato, conversar com o lead de igual para igual, já que ele terá as informações sobre ele e saberá quais materiais ele baixou, criando assim argumentos de vendas e facilitando esse momento.

Concluindo

Neste artigo, de forma resumida, conseguimos falar sobre o que é o Funil de Vendas e como ele é eficaz nas vendas online, criando, não apenas, uma base de dados, mas sim uma lista de relacionamento, aumentando as vendas online e fidelizando os clientes feitos por esse por esse processo.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br