Para que um negócio tenha boas possibilidades e consiga prosperar, é fundamental planejamento. E isso diz respeito à pensar, pesquisar e registrar os objetivos e as informações relacionadas ao empreendimento para ter mais segurança ao dar os próximos passos. Fazer planos da maneira correta não só facilita tomadas de decisão, mas também oferece a diretriz a ser seguida.

Não planejar aumenta as chances de erro e dor de cabeça. Muitas empresas que fazem parte das estatísticas de fechamento não fizeram de maneira detalhada o plano de negócios, seja no começo da atividade, seja em momentos nos quais o planejamento já estava ultrapassado. Portanto, o “business plan” é importante para quem está começando e para quem já está em funcionamento.

Veja a seguir 3 dicas que mostram a importância do plano de negócios, e ajudarão você a montar ou melhorar o seu.

Definindo o que será a empresa

Uma boa ideia pode dar origem à um empreendimento, mas antes de tomar qualquer ação prática é necessário registrar e planejar tudo que se pensa sobre a futura empresa. Em uma primeira etapa, deverão constar informações como o mercado de atuação, o produto ou serviço que será oferecido, o público consumidor, a localização, a forma de sociedade, e qualquer outra informação que seja obrigatória não apenas para a abertura da empresa, mas também para definir as medidas tomadas no começo do negócio, como definição de preço e formas de promoção do negócio.

Em resumo, o princípio é colocar no papel tudo que se imagina que a empresa deve ser e como deverá ser. Essas informações podem e devem ser alteradas de acordo com novas necessidades que se apresentem ao longo da vida da empresa, mas elas têm a função de dar base ao empreendimento e definir quais os objetivos a serem alcançados.

Como o negócio continuará?

Após definir como a empresa será, antes do seu relacionamento direto com clientes e fornecedores, é hora de checar essas relações. Depois de aberta, a empresa deve obter matéria-prima, colaboradores, e vender. Assim, é importante verificar qual a influência de todos os que interagem com a empresa para adaptar ou mesmo apresentar soluções de acordo com esse cenário.

Isso significa planejar, com base em informações atualizadas, quais as ações que o empreendedor deve tomar para que a empresa comece a crescer, seja aumentando a base de clientes, inovando, oferecendo mais produtos etc. O negócio depois de aberto deve se manter, e planejar a forma com a qual ele irá continuar é importante para evitar desvios de foco e prejuízos.

Ebook Crescimento Empresarial

Alçando novos voos

Após a empresa ultrapassar a decisiva barreira dos primeiros 5 anos e alcançar certa tranquilidade, com uma boa base de clientes, com dívidas quitadas e equipe definida, é hora de buscar novos caminhos para o negócio crescer. Para isso, também é fundamental planejar. Esse plano deve levar em consideração a situação do mercado e oferecer uma projeção de como a empresa irá funcionar após as alterações que se pensa em fazer. Antes de fazer, projete, assim se ganha alguma noção do que acontecerá e, portanto, evita imprevistos.

Como está o planejamento do seu negócio? O que você aconselha para quem quer construir o seu plano de negócios? Conte para nós! Buscando um software para gestão da sua empresa? Conheça o eGestor.

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br