checkout ecommerce

Umas das principais causas de abandono de usuários durante o processo de compra em uma loja virtual, são problemas no checkout.

Poucas opções de pagamento, excesso de dados cadastrais e lentidão na parte operacional do site são alguns dos fatores que causam uma péssima experiência de acesso aos usuários, fazendo com que eles abandonem a sua plataforma de e-commerce e desistam de comprar seus produtos.

Se você possui uma loja virtual, não ter estes cuidados na parte de checkout pode comprometer consideravelmente as suas vendas e pode ser decisivo para a perda de novos clientes. Outros fatores como um site agradável e clareza nas informações também contribuem para uma boa experiência no processo final de seu site.

Se você consegue perceber alguns destes problemas no processo de checkout de seu e-ecommerce e verifica que a taxa de abandono de sua plataforma tem aumentado devido a isso, selecionamos 11 dicas que podem te ajudar a solucionar este problema em sua loja virtual. Confira!

1- Evite cadastros excessivos

Ao realizar uma compra online, ninguém gosta de preencher uma quantidade excessiva de dados, que consomem muito tempo até efetivamente finalizar a compra.

É importante se colocar no lugar de seu cliente. Pense em como você iria se sentir ao ter que efetuar uma compra em sua plataforma de e-commerce, preenchendo diversas informações desnecessárias até efetivamente concluir todo o processo.

Uma alternativa para evitar estes cadastros, é ativar a opção social login em seu processo de checkout. Dessa forma, os usuários poderão acessar a sua loja virtual utilizando o mesmo login de suas contas no Facebook ou Twitter, por exemplo, fazendo com que você tenha acesso a seus dados sem a necessidade de um novo cadastro.

Outra alternativa é oferecer a opção “compra com um clique”, na qual os clientes tem a possibilidade de armazenar informações referentes a seus cartões de crédito de uma forma totalmente segura em sua plataforma, podendo assim efetuar a compra sem cadastrar nenhuma informação adicional.

Outra dica para agilizar o processo de cadastro de seus usuários é utilizar o alto preenchimento, isto é, os campos que completam determinadas informações de uma forma automática, agilizando todo o processo.

Guia de Otimização de Processos

2- Mostre com clareza todos os custos de compra

Muitas lojas virtuais “escondem” todos os custos que envolvem a aquisição de um novo produto. Valores referentes ao frete por exemplo, em muitas situações não são especificados. Outro aspecto que acaba deixando dúvidas nos consumidores de lojas virtuais é em relação a personalização de produtos.

Muitas plataformas de e-commerce também não especificam que qualquer personalização pode apresentar custos adicionais, fazendo com que os clientes se surpreendam com a alteração no valor do produto em questão.

Qualquer valor adicional que constar na etapa final de compra e não for especificado anteriormente, pode causar uma grande insatisfação por parte do cliente, fazendo com que ele desista da compra e fique com uma imagem bastante negativa de sua loja virtual.

3- Passe credibilidade e segurança aos usuários

Realizar compras online é um processo que sempre pode gerar um certo receio por parte dos consumidores. Seja por não saber a real origem dos produtos em algumas situações ou em relação a falta de segurança no processo de pagamento, por envolver dados de cartão de crédito em muitas situações.

Sendo assim, é absolutamente essencial que você disponibilize em seu e-commerce todos os protocolos de segurança. É importante que estes protocolos estejam presentes em todas as abas de sua plataforma, mas sobretudo na parte de checkout, para que os clientes sintam-se seguros ao realizar os pagamentos e inserir os seus respectivos dados bancários.

Chegar no processo final de compra e perceber que não há absolutamente nada que garanta a segurança de seus dados, pode ser outro fator determinante para o abandono de sua plataforma em pleno processo de checkout.

Outra ação que pode parecer bastante simples, mas que ajuda a passar confiança para o usuário é manter o design e a logomarca de sua loja virtual mesmo no processo de checkout. Um site padronizado em todas as suas áreas faz com que o usuário perceba que se encontra no mesmo local, de uma forma segura, sem achar que foi direcionado para uma página falsa.

É um detalhe simples, mas que é deixado de lado por muitos empreendedores de e-commerce.

4- Possua uma plataforma responsiva

É preciso proporcionar agilidade de pagamento a seus clientes. Investir em uma plataforma que possa ser acessada em tablets ou smartphones, possibilitando com que os clientes possam comprar os seus produtos de qualquer lugar em que estiverem, torna a experiência de compra muito mais fácil e pode ser uma vantagem competitiva para a sua loja virtual.

5- Exponha os códigos de desconto

Liberando os códigos de descontos em determinados produtos pode ser importante para aumentar a taxa de conversão de seus usuários em clientes.

Da mesma forma que uma taxa adicional pode ter um efeito amplamente negativo na experiência de compra por parte de seus usuários, surpreendê-los positivamente com códigos de descontos em determinados produtos pode ter um efeito bastante positivo.

Mas é preciso ter cuidado no momento de selecionar os produtos que terão esses descontos. Dê prioridade aos produtos que possuem uma menor demanda e estão a mais tempo parados no estoque de sua loja virtual.

Planilha de controle de estoque gratuita para download

6- Permita a redefinição de senha através do e-mail

É bastante comum que os usuários esqueçam suas respectivas senhas nas mais variadas plataformas digitais. Também é comum que vários sites realizem o processo de redefinição de senha por meio de perguntas secretas as quais os usuários precisam responder no momento de cadastro no site.

O problema é que essas perguntas secretas podem ser facilmente esquecidas, tornando a redefinição de senha um processo nada prático. O ideal é que esta redefinição seja feita por meio do endereço de e-mail, de uma forma extremamente simplificada.

7- Possibilite mais formas de pagamento

Segundo dados da Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), 40% dos brasileiros não possuem conta bancária e uma porcentagem ainda maior de pessoas não possui cartão de crédito. O que significa que muitas pessoas estão impossibilitadas de realizar pagamentos por cartões de créditos ou através de débitos diretamente da conta bancária.

Sendo assim, é importante que seu checkout ofereça mais opções de pagamento, como boletos bancários, carteiras digitais, dinheiro vivo na entrega dos produtos e possibilidade de pagamentos em casas lotéricas, dentre outras opções.

8- Faça uma descrição adequada de todo o processo de compra

Outro motivo que leva o abandono de usuários no momento de check-out é a falta de clareza a respeito das etapas que envolvem o processo de compra. Sendo assim, é essencial que a sua página destinada ao check-out contenha todas as informações referentes as diferentes etapas de compra, como cadastro, opções de pagamento e finalização.

Com as informações bem detalhadas, o usuário vai se sentir muito mais a vontade e seguro para finalizar a compra. 

9- Não redirecione o usuário para outras páginas

Outra situação que contribui para a experiência negativa dos usuários em lojas virtuais é o fato de serem redirecionados para outra página durante o processo de checkout. Para manter o usuário o tempo todo em seu e-commerce, é preciso utilizar ferramentas que possuam integração com estas plataformas e que permitam o pagamento sem sair de sua página.

10- Evite o excesso de etapas no checkout

Bem como descrever detalhadamente o funcionamento de cada uma das etapas de checkout, também é necessário que você não torne este processo tão complexo. É preciso estruturar o seu checkout com no máximo três etapas, de forma a não cansar o usuário durante a compra. Um checkout bem estruturado deve conter basicamente:

  • Uma página voltada para as características dos produtos;
  • Escolha da forma de pagamento;
  • Uma página destinada a informações de entrega, políticas de troca e entregas de boletos, dentre outras;

11- Realize testes

Como falamos em uma das primeiras dicas, ao estruturar o processo de checkout de seu e-commerce, é importante que você se coloque no lugar do usuário. Para fazer isso, nada melhor do que testar cada ferramenta contida no checkout de sua loja virtual e a partir de então, você próprio avaliar a navegabilidade, a segurança, a variedade de pagamentos, etc…

Ao realizar os testes em sua plataforma é essencial que você possua um bom senso crítico, de forma que consiga identificar os problemas que podem levar ao abandono de sua plataforma por parte dos usuários e assim conseguir otimizar ao máximo o seu e-commerce de uma forma geral.

Você já possui um software de gestão para o seu e-commerce?

Gerenciar uma loja virtual envolve uma série de processos, como o controle financeiro, de estoque, gerenciamento de toda a sua rede de clientes e fornecedores, dentre outros.

A partir de um software de gestão empresarial totalmente online como o eGestor, você pode gerenciar todos estes aspectos e obter dados precisos para lhe auxiliar nos processos de tomada de decisão para a sua loja, através dos mais variados relatórios gerenciais do sistema!

O eGestor é o sistema de gestão empresarial que integra com diversas lojas virtuais de forma simples e prática. Esta integração permite maior facilidade no controle de suas vendas, financeiro, emissão de boletos bancários e muito mais. Realize seu cadastro e teste gratuitamente por 15 dias clicando neste link!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Por Gabriel Pfeifer, em 12/03/2018

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br