5 lições que todo empreendedor deve saber

O sonho do negócio próprio move o brasileiro. Entre as principais economias do mundo, o Brasil é o país onde mais empresas abrem todos os anos – a taxa de crescimento desse setor chega a bater em 10%.

Muitos desses novos empreendedores fecharão as portas antes de completar dois anos de atividade. Na maioria das vezes, porque esses empreendedores não se prepararam. Muitos superestimam a sua capacidade de gestão; outros abrem uma empresa sem muito conhecimento de mercado. Por isso é tão importante pesquisar muito antes, aprender sobre administração e planejar muito bem a abertura do negócio, para não ver o sonho naufragar na primeira dificuldade.

Compilamos neste artigo algumas lições que todo candidato a empreendedor deve conhecer. Confira!

Não basta apenas ter uma ideia genial

Apenas uma ideia não sustenta todo um negócio. Você está preparado para quando a sua solução ou produto deixar de ser inovador? Sem um planejamento a longo prazo, a empresa fica sem fôlego para sobreviver. Um plano de negócios bem definido é muito importante para guiar a empresa nos próximos passos após a abertura das portas.

Todo empreendedor deve conhecer muito bem o seu mercado

Aventurar-se por um mercado desconhecido é um dos caminhos mais rápidos para o fracasso. O ideal mesmo é abrir o seu negócio em uma área que você conhece bem, e que tenha experiência. No caso de querer arriscar-se em uma nova área, a lição é: pesquise, pesquise, pesquise. Aliás, essa lição vale para quem conhece o mercado também. Munir-se de informação nunca é demais!

Guia de Gestão Estratégia

Ser dono do próprio negócio significa ter muito mais trabalho

Para grande parte dos candidatos a empreendedor, o sonho do negócio próprio inclui o sonho de ser o próprio patrão. Porém, engana-se quem acha que esse é um caminho mais fácil que o de empregado: é preciso muito trabalho para um negócio dar certo, e isso inclui, em um primeiro momento, sacrificar noites, fins de semana e férias em prol de um objetivo maior. É claro que você estará construindo o seu próprio patrimônio, mas a carga de trabalho aumenta – e muito!

É importante definir objetivos e metas

É difícil definir sucessos e fracassos se você não sabe exatamente onde quer chegar. É pra isso que serve o plano de negócios: definir objetivos (onde se quer chegar), metas (o que é preciso conseguir para chegar lá) e planos de ação (o que fazer para atingir os objetivos). A partir desse plano, fica fácil mensurar se a empresa está no caminho correto ou se é preciso fazer uma correção de rota.

É preciso respeitar as próprias limitações

Não é porque a sua empresa é pequena que você precisa jogar em todas as posições – cuidar do gerenciamento financeiro, das estratégias de vendas, do atendimento ao cliente e da divulgação. Dificilmente alguém se sai bem em todas as tarefas. Analise o que você faz de melhor; já para aquelas funções estratégicas em que você não se vira tão bem, contrate bons profissionais. A diferença entre uma gestão profissional e uma solução mediana pode ser a sobrevivência da sua empresa.

Para ter sucesso com o negócio próprio, a principal lição é: informação nunca é demais! Pesquise, converse com outros empreendedores, leia artigos e blogs da área. O conhecimento é vital para que você tenha jogo de cintura para lidar com os imprevistos do mercado.

O que achou desse artigo? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe o seu comentário!

Conheça o eGestor, o sistema de gestão fácil e online.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br