marca

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, ter uma empresa vai muito além de apenas registrá-la de forma legal, abrir suas portas e começar a exercer suas atividades. O logotipo tem um papel fundamental em todos os negócios. Ele é o principal responsável por levar a “mensagem” de uma empresa ao seu público alvo. Isto é, além de todas as providências da abertura de um negócio, é preciso se dedicar à criação de um bom logotipo para que o seu negócio tenha os resultados esperados e seja lucrativo.

O logotipo, que se trata de uma competência do design gráfico, é a identidade visual da empresa. Quando você vê os produtos do Mc Donalds, por exemplo, você sabe que esses produtos pertencem à marca, não é mesmo? Isso porque o Mc Donalds, assim como todas as grandes empresas do mercado, possui um logotipo de fácil identificação para seu público. Dessa forma, assim que você vê um copo da marca, por exemplo, você sabe que esse copo pertence à maior e mais conhecida rede de fast food do planeta.

Mas como construir um bom logotipo para uma empresa? Confira nesse artigo todas as dicas e informações que temos para você sobre o tema! Veja abaixo:

Logotipo: quem contratar para criá-lo?

Para que a sua empresa tenha um logotipo profissional e de qualidade, será essencial contratar um profissional de design gráfico para a missão. A logo do seu negócio é, basicamente, um elemento de identidade, que serve para que os clientes facilmente reconheçam a marca da sua empresa quando têm acesso aos seus produtos, materiais promocionais e ao próprio ambiente da empresa. Portanto, o primeiro passo é entrar em contato com um designer gráfico qualificado para a criação do logotipo do seu negócio.

Para a contratação do profissional, você pode optar por uma agência de publicidade ou de marketing. Estas agências contam com designers que trabalham na criação de logotipos para empresas, ou contratar os serviços de um designer autônomo. De forma geral, as grandes empresas costumam confiar essa tarefa às agências renomadas. No entanto, se o objetivo é gastar (bem) menos e ter acesso a um logo de qualidade, contratar um designer autônomo é uma solução mais em conta.

Na internet, com uma rápida pesquisa no Google, é possível encontrar diversas agências online e profissionais de design que oferecem os seus serviços em diversas plataformas. Nesse sentido, vale a pena pesquisar o portfólio do profissional e analisar os logotipos que ele já criou para outras empresas. Afinal, essa ainda é a melhor forma de ter a certeza de que você está investindo o seu dinheiro em um designer que está habilitado para criar um bom logotipo.

Manter contato entre empresa e designer

Ainda, é preciso que você tenha em mente que o designer irá trabalhar segundo as suas especificações. Portanto, ao contratar esse profissional, será necessário que você faça um “briefing”, informando qual mensagem a sua empresa deseja passar aos clientes. Definir quem é o seu público alvo e de que forma você deseja impactar essas pessoas através da sua marca. O briefing é nada mais, nada menos, que um resumo no qual você informa tudo o que designer precisa saber para criar o logo ideal para o seu tipo de empresa.

Sobretudo, é recomendado que você faça um contrato com o profissional responsável pela criação do logotipo do seu negócio. Essa ainda é a melhor forma de obter os serviços que solicitou dentro do prazo, estabelecido em comum acordo, e conforme as expectativas que você tem em relação à criação do material gráfico.

Realizar um briefing

Como dito anteriormente nesse artigo, o logotipo é a identidade visual da sua empresa. Portanto, trata-se do elemento responsável por causar as primeiras impressões nos clientes, lembrando que, em muitas situações, “a primeira impressão é a que fica”. Dessa forma, para definir como deve ser o logo do seu negócio, antes será preciso estabelecer quais são os objetivos, expectativas, missão e valores da sua empresa, pois estes são aspectos fundamentais para a criação do material.

Assim sendo, é recomendado que você contrate um profissional que está aberto a escutar as suas ideias e que possa sentar e conversar com você, a fim de entender o que a sua empresa espera do logotipo. O elemento visual, por sua vez, é definido a partir do briefing que você apresentará ao designer, que por sua vez, é o profissional responsável por criar os primeiros esboços do que será o futuro logotipo da sua marca.

Guia de Gestão Estratégia

Como definir as cores?

O logotipo utiliza-se de cores, desenhos e fontes para causar impacto no seu público alvo. Isto é, o designer gráfico vai pesquisar pelas cores que mais têm a ver com a filosofia da sua empresa (exemplo: segundo a teoria da cor, o vermelho é uma cor que instiga a fome e o desejo e, por isso, é amplamente explorada por empresas de fast food, como o Mc Donald’s). Da mesma forma, esse profissional irá criar o desenho mais apropriado para o seu tipo de negócio e procurar pelas fontes (letras) legíveis e capazes de sustentar o logo.

Ou seja, o logotipo da sua empresa é definido a partir de uma série de critérios. Cabe ao designer verificar se, para o seu tipo de negócio, vale a pena criar um logo tipográfico (que se utiliza apenas de letras, com um toque de design), uma logo representativa (que se utiliza de um desenho representativo para mostrar o que é a sua empresa) ou um logo abstrato (que se utiliza da criação de um símbolo abstrato, construído a partir do significado de valor pertinente à sua empresa).

Usar cores que tenham relação com a empresa

Podemos dizer que um bom logotipo deve conter cores adequadas. Deve ter um  formato pertinente e equilibrado (entre cores, tipografia e desenho). Isto é, depois de definido o modelo de logotipo será preciso analisar quais os elementos que combinam com esse molde. Um logotipo de excelência, em suma, é aquele que permite ao público identificar rapidamente a sua empresa.

Um bom logotipo jamais terá fontes (letras) que tornem difícil a compreensão por parte do público alvo. Não pode ter cores que não têm nada a ver com a filosofia de sua empresa (exemplo: utilizar o roxo, que significa espiritualidade e intuição, no logotipo para uma instituição bancária) ou um desenho que não se refere ao que a sua empresa faz no mercado (exemplo: uma logo em formato de hambúrguer, quando a sua empresa atua no segmento de imóveis).

Não usar mais de duas cores

Outra característica do logotipo profissional é evitar o uso de mais de duas cores (no máximo) ou mais de um tipo de letra. Nesse aspecto, é fundamental lembrar que, na maioria das vezes, “menos é mais”. Portanto, o logotipo é um símbolo simples e, ao mesmo tempo, suficiente para que os clientes entendam do que se trata a sua empresa. Para isso, quando o designer enviar os primeiros esboços, tente se colocar no lugar do seu público e veja se você compreende do que se trata o logotipo.

O equilíbrio é essencial na criação de um bom logotipo. É esse equilíbrio que confere clareza na mensagem passada pelo elemento de identidade visual. Nesse sentido, também é importante lembrar que o tamanho do logotipo é uma característica que não deve passar despercebida, pois uma logo grande demais, ou pequena demais, certamente irá atrapalhar em relação aos objetivos que a sua empresa tem.

Ou seja, para revisar: um bom logotipo possui uma cor (ou duas, no máximo) que remete à filosofia da sua empresa, uma fonte tipográfica que permita a fácil leitura (caso você opte por uma logo tipográfica) e um desenho que se refere ao ramo em que o seu negócio atua. No caso do logotipo abstrato, será preciso criar um conceito para o desenvolvimento de um símbolo que seja fácil de identificar e que será propriedade exclusiva da sua marca (exemplo: o símbolo da Nike e o da Adidas).

Guia de Otimização de Processos

Como o logotipo da empresa pode ser útil na captação de clientes e promover a marca da empresa?

Quando a sua empresa tem um bom logotipo, ela consegue se comunicar através de um elemento visual com os clientes. Ou seja, toda vez que o seu público alvo receber materiais, ou comprar mercadorias, que levam esse “símbolo”, rapidamente ele será capaz de perceber que se trata de produtos da sua marca. Dessa forma, é possível dizer que, com uma logo de excelência, o seu negócio consegue se comunicar melhor e, assim, é possível captar mais clientes.

Para entender melhor a questão, vamos citar o exemplo do logotipo criado pela Adidas. Todos os clientes e fãs da marca sabem que os produtos que apresentam os três riscos característicos pertencem à empresa alemã e, automaticamente, relacionam essa logo à qualidade e excelência da Adidas em seus produtos desportivos. O logotipo da marca faz tanto sucesso que muitas pessoas compram os produtos da empresa apenas para ter uma camiseta com o símbolo da Adidas.

Padronização da marca

Isto é, o logotipo de sua empresa é o que permite, também, criar a padronização da sua marca. Com uma logo de qualidade, é muito mais provável que os clientes se interessem por sua empresa e queiram comprar os seus produtos e/ou contratar os seus serviços. Isso porque o logotipo é o que permite que o público alvo tenha confiança na forma como o seu negócio atua no mercado. Se você vê um logo mal feito, que não passa a mensagem adequada, rapidamente você ficará com um “pé atrás” em relação à empresa.

Portanto, o bom logotipo ajuda na captação de clientes e promove a marca da sua empresa porque se trata de um elemento de identidade visual criado para causar impacto no público alvo. Quando o logo é criado de forma inteligente, ela serve não apenas para que o seu negócio consiga mais clientes, mas também para que esse público leve a sua marca para diversos lugares. Dessa forma, torne os seus produtos mais populares no mercado.

Mais uma vez, vamos citar o exemplo da Adidas para compreender a questão. Quando um cliente da empresa compra uma camiseta com o logotipo da marca alemã, esse cliente não apenas está proporcionando lucratividade a Adidas, como também está levando a marca adiante. Todas as pessoas que o virem usando esta camiseta saberão que se trata da Adidas. Não é à toa que a empresa patrocina tantos artistas e atletas para circularem por aí com os produtos que levam o seu símbolo.

Conceito e objetivos

O logotipo não é apenas um desenho para a identidade da sua empresa ou uma letra com um toque de design. Ele trata justamente do elemento visual que carrega o conceito da sua marca e os objetivos do seu negócio. Criar um conceito para o logo, portanto, está longe de ser uma tarefa fácil para o designer. É preciso pensar em mil e um aspectos antes se chegar a um “símbolo” que realmente passa a mensagem desejada pelo negócio.

O conceito, como dizem os bons designers, é tudo! Atender às regras de design e criar um logotipo certinho não é a tarefa mais difícil do mundo. O difícil, mesmo, é criar um logotipo genial, que irá surpreender os clientes de forma positiva e será capaz de chamar a atenção do público alvo. O logotipo é nada mais, nada menos, do que uma grande sacada do designer. E, por isso, o objetivo principal é o de impactar os clientes de uma empresa.

Diferencial

Outro grande objetivo que você deve ter em mente, no momento de criar o logo para uma empresa, é fugir do óbvio e do lugar comum. Existem milhares de símbolos visuais por aí, mas você deve investir na criação de um símbolo visual original e autêntico, pois são essas características que vão impressionar os clientes de uma marca. Daí vem a importância de o designer e o proprietário da empresa estarem sempre conversando, pois a troca de ideias é fundamental para obter um resultado final positivo.

Em termos técnicos, o conceito de logotipo é: o distintivo, ou emblema, utilizado por uma empresa, ou instituição, para expressar o seu discurso aos clientes. O termo logotipo vem da junção das palavras gregas “logos”, que significa “palavra”, e “typos”, que significa “marca”. Assim, podemos dizer que a palavra logotipo possui o seguinte significado: é uma representação gráfica capaz de identificar uma empresa ou marca.

Já os objetivos do logotipo referem-se ao tópico anterior deste artigo. Pois, os objetivos, com o logo, são justamente captar mais clientes e promover a marca de uma empresa. Isto é, cria-se um símbolo de identidade visual para que uma empresa se torne única no mercado; para que esse negócio chame a atenção de seu público alvo; e, principalmente, para que essa instituição possa ter a sua qualidade reconhecida pelo seu público através do logo.

Quais ferramentas usar para a criação de um logotipo?

Se você está pensando em criar você mesmo um logotipo para empresa, há diversas ferramentas que podem ser utilizadas para essa finalidade. Sem dúvidas, o programa que, atualmente, proporciona os melhores recursos para criar um logo de qualidade é o Adobe Photoshop. No entanto, trata-se de um software que exige conhecimentos por parte do usuário, que deve dominar as ferramentas do programa para poder explorar todas as funcionalidades.

Outro programa que é ideal para a criação de logotipo de qualidade é o Adobe InDesign. Este programa dispõe de diversas funções para enriquecer o símbolo visual e criar um elemento gráfico bacana para a empresa. No entanto, para os inexperientes, o InDesign pode ser uma ferramenta difícil de lidar. Portanto, se você não domina esses softwares da Adobe, talvez o programa mais recomendado seja o Corel Draw. Por ser mais fácil de usar e também dispõe de botões eficientes para a criação de um bom logotipo.

Programas alternativos

Para além do Adobe Photoshop, Adobe InDesign e Corel Draw, que são ferramentas, normalmente, utilizadas pelos profissionais de design gráfico, há, também, programas alternativos. Existem programas que dispõem de templates prontos para a criação de logotipos. Entre esses programas, estão o LogoMaker, o LogoSmartz e o AAA Logo. Nos três softwares, é possível utilizar os recursos para o desenvolvimento de logo de forma gratuita por um tempo limitado. Depois do período de “teste”, é preciso pagar para poder utilizar qualquer um dos três programas.

Ainda, outras ferramentas que podem ser de seu interesse são os seguintes programas: o Power Draw, que dispõe de ferramentas específicas para a criação de logo e desenho 2D; o Logo Maker for Chrome, que é exclusivo para o navegador Google Chrome e permite a criação de logotipos e cartão de visita totalmente grátis; o Logo Design Shop, que também é gratuito e possui funções próprias para o desenvolvimento de logo; e MyLogoMaker, que é uma ferramenta bem completa. Entretanto, assim como o Photoshop e o InDesign, exige certo conhecimento técnico por parte do usuário.

Esse artigo sobre como criar um bom logotipo para empresa foi útil para você? Então, conte-nos qual é a sua opinião sobre esse artigo e deixe o seu comentário!

Gostou do texto? Deixe um comentário!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br