como montar uma imobiliaria

O que antes era algo que acontecia apenas após o casamento, hoje é algo extremamente comum. Sair da casa dos pais e ter sua própria casa se tornou algo natural, já que se tem mais liberdade e se tornou um processo mais fácil. Mas o que não tínhamos antes e hoje são de grande ajuda, são as imobiliárias. Por isso, resolvemos construir esse post sobre como montar uma imobiliária!

Como montar uma imobiliária

A proposta de uma imobiliária é facilitar a procura por um imóvel. Seja para comprar ou alugar, residencial ou comercial, no interior ou em um centro urbano. Ela também é responsável pela mediação entre o morador e o dono do imóvel, em caso de aluguéis; e do comprador e vendedor, como para negociações financeiras, por exemplo.

Dessa forma, as cidades contam com diversas imobiliárias. Devido a ajuda prestada na busca do imóvel e ao fato de ser algo que não precisa de muito investimento.

Exigências legais

Para montar uma imobiliária é preciso que pelo menos um dos sócios tenha registro no COFECI, o Conselho Federal de Corretores de Imóveis. Ou seja, ser um corretor de imóveis. Ele será o responsável técnico pelas atividades. Se for um negócio montado individualmente, o dono deve, obrigatoriamente, estar cadastrado no COFECI.

Além do corretor estar devidamente registrado, a empresa também deve estar. Ela deve seguir as regras do COFECI-CRECI impostas. Para saber se o negócio opera de acordo com a legislação, serão feitas visitas por fiscais do órgão.

Ademais do cadastro no órgão responsável, é preciso ter registro do contrato social na prefeitura da cidade, na receita federal e na junta comercial. Sendo assim, também é necessário seguir o CDC, Código de Defesa do Consumidor, por estar lidando diretamente com os clientes.

Imóveis

Com certeza, a parte mais importante do negócio é a captação de imóveis, já que sem eles você não conseguirá realizar nenhuma negociação. Para tal, você pode: contratar um coletor, que fará a busca nos moldes da sua empresa; utilizar a experiência do próprio corretor para que ele faça essa investigação dos imóveis; ou, até você mesmo pode fazer a análise das propriedades.

Localização

Sua imobiliária deve estar em uma localização que seja de fácil acesso e visualização. Você vende e aluga imóveis, assim, deve estar bem localizado. Mas, para determinar o que é uma boa localização para sua empresa, é preciso decidir quem será seu público alvo. E assim, fazer uma pesquisa sobre ele e entender onde deve se localizar.

Além disso, deve ser de fácil acesso, tanto dentro da cidade, quanto para estacionar e chegar de carro ou a pé. Considere também questões como segurança do local.

Interno

A parte interna da sua imobiliária não possui muitos requisitos. Ela deve ser grande se você possui uma equipe grande. Mas não necessariamente precisa ser. Isso, porque a maioria dos seus clientes não passará muito tempo dentro do estabelecimento, e sim nos imóveis que você irá mostrar. Dessa forma, a pesquisa de público e concorrência continua importante. A partir dela você pode definir o tamanho interno necessário.

Não esqueça dos móveis. O escritório é parte importante, o trabalho não será feito apenas na rua, mas também dentro do estabelecimento. E, apesar de seus clientes não passarem tanto tempo no interior, considere algumas poltronas confortáveis, ao invés de simples cadeiras. E porque não um canto como sala de espera, com café e outros? Todo diferencial é válido.

Equipe

Como especificado anteriormente, o proprietário ou algum deles, caso seja mais de um, deve estar cadastrado como corretor de imóveis. Mas não deve ser só o dono. Todo funcionário contratado para corretor deve estar devidamente registrado.

Você pode ter funcionários para todas as áreas ou fazer você mesmo. Isso irá depender do quanto estará disponível no financeiro e na movimentação que a empresa terá.

No caso de contratar novos empregados, busque:

  • corretores, que são os responsáveis pelas negociações de compra e venda;
  • coletores, que são aqueles que irão atrás dos imóveis e dos clientes que buscam alugar ou vender seu imóvel;
  • auxiliar administrativo, para manter o controle dos dados de sua empresa. De controle financeiro até marketing. (Ou até ter um funcionário para cada área)
  • recepcionista, aquele que irá dar a primeira impressão ao seu cliente, o recebendo logo na entrada ou na primeira ligação. Por isso, é importante que seja uma pessoa responsável e com habilidade de comunicação.
  • outros, como auxiliar de limpeza ou um gerente, se for necessário.

Mantenha sempre atenção a legislação que sua empresa deve seguir, para evitar surpresas no futuro. E não deixe de buscar auxílio de um contador e/ou um advogado, para manter sua empresa dentro da legislação.

Concorrência

Sempre tenha noção da sua concorrência, em qualquer ramo de atividade. Uma pesquisa dos concorrentes irá auxiliar na busca por qualquer melhoramento ou diferencial na sua empresa. Além de ajudar a ter controle de clientes e imóveis.

Procure imobiliárias que estejam próximas fisicamente e as que tenham o mesmo público e o mesmo alvo. Dessa forma você pode ter identificar os pontos que são fortes ou fracos da sua empresa, e assim, melhorar.

Marketing

Analisando o mercado, essa pode ser a parte onde as imobiliárias mais pecam. O marketing é uma parte muito importante de como montar sua imobiliária. Ele irá mostrar para seu possível cliente tudo que você tem a oferecer. Mas para isso, é preciso otimizá-lo.

O principal desacerto é em relação as fotos de sites. O meio online de marketing mais relevante da imobiliária é o site, e nele devem estar os imóveis ofertados pela empresa, com dados e fotos. Isso, para que seja possível identificar o imóvel e saber se está dentro do que o cliente procura. Dessa forma, é preciso ter fotos que realmente mostram o local. É interessante também, se possível, a planta do local. Lembre-se que seu cliente busca um lugar para ele, assim, proporcione imagens que farão com que ele se veja lá. Seja em uma casa ou um estabelecimento comercial.

Claramente, existem outros meios para divulgação do seu negócio, seja online ou offline. Online, além do site, pode-se utilizar as redes sociais; já offline, uma boa localização, com fachada e exterior que chamem a atenção e façam o público lembrar da empresa são ótimos investimentos. Mas também é possível criar panfletos e outros meios.

Controle

É extremamente difícil manter o controle de todos os dados numa empresa. Ainda mais numa de sucesso, como sabemos que a sua será. Para isso, pode ser utilizado um sistema de gestão. Assim, será possível manter controle dos clientes, dos pagamentos deles, com o módulo de recorrência, das contas a receber e a pagar, e muito mais. É importante lembrar e dar a importância devida a esta área. Negligenciá-la pode causar dividas e problemas que você não quer, por isso, atenção!

Outro fator que merece sua devida atenção é o pagamento dos funcionários. Os corretores, normalmente, trabalham com comissões por imóveis, sendo assim, é preciso estar atento ao valores pagos e cálculos.

O sistema eGestor pode lhe proporcionar o que você precisa e muito mais. Além de proporcionar todo o controle de dados, o sistema eGestor é emissor de NF-e, NFC-e e boletos. Sendo totalmente online e integrado, garante uma enorme facilidade de uso. Mas, caso exista alguma dúvida, é possível manter contato com nosso suporte através de ligações, chat e e-mail.

Teste o eGestor gratuitamente por 15 dias!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br