marcenaria

Habilidades manuais e visão empreendedora podem render bons frutos econômicos

Com este texto pretendemos a ajudar você, potencial empreendedor, a abrir a sua marcenaria. Aqui você vai aprender detalhes burocráticos, história, detalhes do mercado e especificidades desta atividade que há milênios acompanha a humanidade.

O que é marcenaria? 

Não muito tempo atrás, o profissional que fizesse trabalhos em madeira, seja para a construção de móveis ou outras peças era conhecido por “carpinteiro”. Mas com o passar dos anos e o aumento da variedade das atividades e das obras, os profissionais que executam estes trabalhos com madeira passaram a se chamar “marceneiros”.

Um marceneiro pode desempenhar uma infinidade de trabalhos na madeira. Pode fazer móveis, objetos de uso cotidiano, equipamentos de trabalho, estruturas para casas e até mesmo objeto de decoração. É indispensável para o marceneiro que possua criatividade e habilidade no que faz. Para que assim possa plenamente satisfazer o consumidor que encomendou a manufatura do produto.

Apesar de ser uma das profissões mais antigas da história do homem, a marcenaria também se modernizou. Hoje em dia, os profissionais utilizam em grande parte laminados de madeira homogêneos e industrializados na produção de suas peças, otimizando e agilizando o processo de criação. O marceneiro também desempenha função importante dentro da construção civil.

O mercado da marcenaria 

O mercado dos marceneiros tem crescido consideravelmente nos últimos tempos. Cada vez mais pessoas têm vindo morar nas cidades, o que também amplia o número de moradores que têm interesse em construir móveis personalizados ou sob medida para sua casa. Além do fator “customização” que um móvel feito por um marceneiro carrega, não é sempre que móveis adequados a casa ou que agradem ao gosto dos clientes são encontrados nas lojas do ramo.

Contudo, é importante destacar: a concorrência no mercado da marcenaria não é pequena. Como profissão tradicional e com expansão do mercado consumidor, cada vez mais empreendedores e profissionais estão se lançando neste setor, o que demanda dos principiantes uma profunda análise de mercado específica para a região e/ou o público-alvo, além da necessidade de se reinventar e demonstrar um serviço diferenciado para não ser engolido pela concorrência.

Portanto, ao abrir a sua empresa, reflita: há espaço para a abertura de novos empreendimentos na área, mas vai sobreviver apenas quem contar com profissionais capacitados e que atendam aos seus clientes com responsabilidade e eficiência.

Ebook manual de como abrir uma empresa

A estrutura da empresa 

É recomendável que uma marcenaria (fábrica) fique distante de zonas residenciais. Uma empresa deste setor, mesmo que de pequeno porte, emite potentes ruídos que podem incomodar a vizinhança e trazer prejuízos para a reputação do empreendimento. Prefira zonas industriais ou comerciais para escolher seu imóvel.

No entanto, para a exposição e a venda de seus produtos, a lógica é completamente contrária. Instale o showroom e a sua loja de fábrica em uma zona comercial para chamar a atenção dos possíveis clientes e impulsionar suas vendas. Na impossibilidade de utilizar duas instalações diferentes, procure áreas industriais não distantes da cidade, e invista na divulgação dos produtos para que os clientes tenham o interesse de se deslocar até o seu ponto comercial.

Na dúvida, consulte a Prefeitura de sua cidade para saber o melhor lugar para a instalação de sua empresa. Normalmente, as cidades possuem o Plano Diretor Urbano (PDU), que faz o zoneamento dos setores industrial, comercial e residencial dos municípios.

Com relação às exigências legais e burocráticas, primeiro realize o cadastro nos seguintes órgãos: Junta Comercial, Receita Federal (CNPJ), Receita Estadual, Prefeitura Municipal (alvará de funcionamento), Entidade Sindical Patronal, INSS/FGTS e Corpo de Bombeiros Militar.

Solicite a visita da Prefeitura no local onde instalará sua empresa para a emissão da Certidão do Uso do Solo e do Número Oficial. Lembre-se também que, por lidar com recursos ecológicos, sua empresa precisará também estar em dia com o cadastro do IBAMA e obter também alvará de funcionamento com a Secretaria de Vigilância Sanitária.

Estrutura da empresa 

Estamos aqui considerando os dois ambientes de sua empresa. Para o Showroom e a loja, reserve uma área de cerca de 70m². Neste local, monte todos os seus produtos como se lá fosse uma residência, exponha as mercadorias em situações reais de uso e se permita fazer sugestões mobiliárias para inspirar e atrair clientes.

Para este espaço, contrate pelo menos três profissionais: um para a recepção, que cuidará dos telefones e fará o primeiro contato com o cliente e mais dois vendedores. Deste, é recomendável que ao menos um tenha conhecimentos em desenho técnico.

Para a indústria, 300m² devem ser suficientes. Destes, reserve em média 50m² para a área administrativa, se esta já não tiver sido posicionada no Showroom. Neste ambiente, contrate quatro funcionários para a área de produção, sendo dois marceneiros especializados e dois auxiliares. Contrate também pelo menos mais dois para lidar com a área administrativa.

Os equipamentos de produção não demandam tanta tecnologia, visto que o trabalho do marceneiro é majoritariamente manual. Você vai precisar de: serra fixa de mesa; serra portátil; serra tico-tico; lixadeira; desempenadeira; régua; compasso; plaina; formão; graminho; martelo, serrote, ferramentas diversas; metro; trena e esquadro metálico.

Para o escritório, móveis e equipamentos típicos deste trabalho (computador, fax, impressora, papeis e etc). Sugestão: já que o negócio é uma marcenaria, por que não projetar a própria movelaria empregada na empresa?

Invista também no software gestor de sua empresa, o que pode fazer a diferença em seu rendimento para além das madeiras e dos móveis. Escolha o eGestor, um aplicativo ágil, online, que não congestiona seus servidores e que permite ações administrativas a poucos cliques e em pouquíssimo tempo. Cuide de todos os módulos de sua gestão e ainda da emissão de Notas Fiscais Eletrônicas.

Conclusão

Atividade bastante antiga, a marcenaria ainda é um ramo que tem crescido consideravelmente no mercado nos últimos anos. As pessoas cada vez mais tem interesse em construir móveis personalizados ou sob medida para sua casa. Então, devido a esta alta demanda é preciso ter criatividade para criar um fator diferencial e superar a concorrência neste mercado. Para isto é fundamental contar com profissionais extremamente capacitados e que realizem o melhor atendimento possível aos clientes.

Gostou do texto? Deixe um comentário !

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br