Por que fazer um controle financeiro é fundamental?

Você sabe o que diferencia uma empresa sustentável das outras? Certamente, é a aplicação de um bom planejamento financeiro. Se você não sabe como fazer isso de forma eficaz, fique tranquilo! Continue lendo esse artigo que explicaremos como é possível alcançar esse patamar.

Quando um negócio se inicia, depois de tanto investimento e expectativas para que tudo ocorra da melhor maneira, todo empreendedor deseja que ele perdure. Dentre muitas variáveis, talvez a mais importante, que vai garantir a solidez da vida da sua empresa, é o controle das finanças.

Uma boa gestão nesse sentido pode permitir, inclusive, a sobrevivência em momentos de crises – em que a maioria dos concorrentes não consegue se sustentar. Conheça algumas dicas para que você consiga executar isso com excelência.

Entenda a situação da sua empresa

Antes de iniciar um planejamento financeiro é preciso, em primeiro lugar, se inteirar sobre a atual situação da sua empresa. Qual é o seu faturamento? Quais são suas despesas? Essas são algumas perguntas que devem ser respondidas para entender mais sobre a saúde de seu negócio.

A partir disso, você será capaz de visualizar onde está seu equilíbrio financeiro. Se a sua empresa estiver há meses ganhando menos do que gasta, seu planejamento deverá constar essa informação para que seja possível traçar metas que lhe ajudem a alinhar esses números. Contudo, se isso não for solucionado, a empresa corre risco de quebrar.

Para saber quantos meses restantes seu negócio poderá sobreviver se mantiver no vermelho, é preciso identificar o capital da empresa e dividir pela “Taxa de Queima”. Esta nada mais é do que o quanto está tendo de sair do caixa, além das receitas, para pagamento das despesas.

Guia de Gestão Estratégia

Consiga fazer projeções

Uma das grandes vantagens de possuir um maior controle de suas finanças, é a possibilidade de fazer projeções e antever problemas. Isso é um grande diferencial competitivo, pois, ao conseguir perceber os prováveis cenários que se desenrolarão, é mais fácil se preparar e manter as contas sob controle.

Melhore o gerenciamento do seu estoque

Tendo as finanças na ponta do lápis, você será capaz também de identificar se o seu estoque está adequado para as suas demandas. Não é interessante, de maneira alguma, mantê-los cheios e parados, pois isso é sinal de que o dinheiro não está circulando.

Uma boa maneira de entender trazer resultados mais satisfatórios é entendendo o fluxo de caixa para que questões como estas possam ser facilmente solucionadas.

Diferencie as contas pessoais com a da empresa

Esse é um erro muito comum cometido por empresários, principalmente aqui no Brasil, em que a maioria dos negócios são de pequeno e médio porte. Quando isso acontece, fica muito difícil ter um controle financeiro adequado.

A melhor saída é definir um pró-labore para os sócios para que isso seja computado como uma movimentação do caixa empresarial. Dessa forma, é possível visualizar o quanto está saindo da conta jurídica para as contas físicas.

Esteja alinhado com sua rede de parceiros

Os parceiros são essenciais para qualquer tipo de negócio. E, como o próprio nome sugere, eles existem para que haja troca de determinados valores como experiência, colaboração, confiança.

Portanto, manter um alinhamento com seus parceiros, sejam eles fornecedores ou colaboradores, é um passo essencial para adquirir credibilidade e conseguir manter os gastos sob controle. Se você não pode pagar determinado valor no início do mês, seja claro e tente ver como eles podem te ajudar.

Nenhum negócio se mantém sustentável sem uma rede forte de contatos e parceiros, por isso, não hesite em construir e fortalecer a sua!

Atente-se aos juros

Como resultado de uma má gestão anterior, algumas vezes será preciso pedir empréstimos para garantir que a sua empresa continue funcionando. O grande risco disso é que, no momento de desespero para conseguir um dinheiro de forma rápida, os juros podem ser muito altos e acabar complicando mais a sua situação.

O cenário desejável é que você possa se programar, não somente para alcançar seus objetivos estratégicos, mas também consiga poupar e fazer um fundo de segurança para eventuais necessidades.

Encontre o preço certo para o seu produto

Uma das grandes dúvidas dos empreendedores, principalmente para quem está começando é: qual preço colocar no meu produto ou serviço? É provável que essa pergunta seja feita com frequência porque, na realidade, não existe uma fórmula pronta.

Vários são os fatores que influenciam na precificação como custo, concorrência, marca etc. Com o controle financeiro ideal, será possível fazer isso de maneira mais assertiva.

Calcule o ROI regularmente

O Retorno sobre Investimento (ROI) é uma das métricas financeiras mais importantes e deve ser calculado regularmente, caso você queira realmente atingir um estágio considerável de sustentabilidade em sua empresa.

Ele mede o quanto de retorno algum investimento está proporcionando e é muito utilizado na busca da saúde financeira, pois a partir dele é possível facilmente identificar se uma ação está sendo vantajosa ou não. Desta forma, fica mais fácil modelar os processos para que eles atinjam os resultados esperados.

O ROI pode ser calculado pela fórmula:

(lucro do investimento – custo do investimento) / custo do investimento

Analise entradas e saídas

Para que o trabalho se desenvolva da melhor maneira, o controle de entradas e saídas deverá ser feito com frequência. Ele pode ser semanal ou mensal, vai depender do tipo de negócio que você possui. Como podemos perceber, o planejamento financeiro não é algo que depois de feito está pronto.

Ele exige um acompanhamento constante para que seja possível medir se as estratégias pensadas estão sendo realmente positivas e também para que o que não está funcionando seja revisto e aprimorado.

Planilha de controle Financeiro gratuita

Evite desperdício de recursos

A dica aqui diz respeito aos gastos supérfluos. Muitas vezes acreditamos que determinado investimento traz resultado, quando na realidade não é isso que acontece. Em um planejamento financeiro, deve-se considerar a redução de despesas desnecessárias, pois isso pode gerar grandes frutos no futuro.

Atenção! É imprescindível que se tenha em mente a diferença entre despesas, gastos e custos. Se você não tem isso claro, clique aqui antes de continuar.

Procure automatizar processos

Falamos sobre o corte de gastos desnecessários no ponto anterior. Uma das formas de enxugar ainda mais os custos e evitar desperdício de recursos é investindo na automatização de processos. Por meio disso, você seja capaz de dinamizar seu empreendimento e também de conquistar resultados mais eficientes.

Alcance metas mais facilmente

Já tentou estabelecer metas, mas sempre teve que adiá-las por falta de uma boa gestão? Esse é um erro muito comum dos empreendedores que não possuem um controle financeiro e acabam por causar bastante frustração. Para acabar com essa dor de cabeça e conseguir realizar os seus objetivos é necessário que o seu planejamento esteja sendo bem executado.

Pense bem: não tem como olhar para o futuro sem possuir uma boa gestão do presente, não é verdade!?

Tenha um plano B

Todo mundo que se aventura a empreender está consciente de que esse ofício implica um cenário de incertezas. Portanto, não é válido contar com a sorte e apostar todas as suas fichas em uma estratégia apenas.

No momento de realizar seu plano, já que será possível antever circunstâncias, procure investir também em traçar mais de um caminho possível para seus objetivos.

Contrate um software online

Uma ótima forma de realizar todas essas dicas de forma prática é contratando o serviço de um software online especializado em finanças. Com ele será possível centralizar as demandas além de tomar decisões mais assertivas, já que a maioria dos serviços possuem métricas em tempo real do andamento do seu negócio.

O fato de ser online também contribui, pois, desta forma, é possível acessar os dados de qualquer lugar e à qualquer hora.

Dica: essa ação representa uma mudança de cultura e deve ser implementada aos poucos para que funcione.

Post escrito pelo blog Saia do Lugar.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br