Quais são os tipos de líderes + 7 dicas para melhorar a liderança

Liderar significa saber lidar com diferentes pessoas e situações. Um empreendedor ou mesmo um colaborador com esse tipo de perfil é fundamental em toda e qualquer equipe, para ajudá-la a crescer e atingir objetivos de forma saudável.

Um líder é visto como um grande exemplo pelos seus liderados e, dessa forma, adquire a confiança e o respeito de todos ao redor. Mas ser um bom líder não é um talento inato ou uma característica designada para apenas um número seleto de pessoas.

Pelo contrário: a liderança é uma característica que precisa ser constantemente aprimorada. Pensando nisso, escrevemos este artigo com algumas das informações mais importantes sobre liderança que você precisa ter como base para desenvolver a sua própria. Vamos lá?

Qual é a diferença entre um chefe e um líder?

Muitas vezes, os dois termos são utilizados como sinônimos. Mas esta é uma concepção precipitada a respeito do significado da liderança. Para começar, ela não tem, estritamente, uma ligação direta com cargos mais elevados. Mas como assim?

É simples. Uma pessoa não precisa ser um chefe para ser um líder e nem todo chefe é, necessariamente, um líder. Por exemplo, suponha que você tenha um colega de equipe que é muito engajado, motivado, que sempre está empenhado em dar boas ideias e ajudar os outros colegas.

Ele não é seu chefe e talvez não esteja em um cargo acima do seu, mas, mesmo assim, pode ser que você o considere um líder. E, ao mesmo tempo, a pessoa a qual você responde diretamente de acordo com a hierarquia da empresa não possui tais características. Dessa forma, você é subordinada a ela, mas não a vê como uma liderança.

Para fixar melhor, veja abaixo algumas das características mais marcantes de cada um deles:

Características de um chefe:

  • Fala “eu” ao invés de “nós”;
  • Gerência pelo medo e não pela admiração;
  • Impõe ordens e se mostra autoritário;
  • Não é acessível;
  • Joga as responsabilidades para o time;
  • Se vangloria dos resultados sem considerar o trabalho alheio;
  • Não prepara a equipe para liderar;
  • Microgerencia cada tarefa dos seus funcionários;
  • É impessoal e indiferente aos desejos e necessidades das pessoas;
  • Não possui autocontrole e se irrita com facilidade;
  • Não aceita ideias que divergem das suas;
  • Toma decisões se baseando em emoções.

Características de um líder:

  • Inspira as pessoas;
  • É respeitado por suas atitudes exemplares;
  • Divide as responsabilidades igualmente;
  • É um bom ouvinte e faz questão de ser acessível;
  • Possui inteligência emocional;
  • É visionário mas não deseja alcançar os objetivos a qualquer custo;
  • É flexível e vê o lado bom de cada mudança;
  • Corrige falhas sem culpabilizar os responsáveis;
  • Passa seu conhecimento para a equipe;
  • Está ao lado de todos e não acima;
  • Toma decisões de maneira racional;
  • Valoriza e reconhece os esforços de cada um;
  • Se responsabiliza pelos erros e divide o mérito dos sucessos.

Quais são os tipos de liderança?

Agora que você já sabe reconhecer e diferenciar um chefe de um verdadeiro líder, vamos te apresentar 4 dos tipos mais comuns de liderança presentes nas empresas:

Liderança liberal – foco na equipe

É o oposto da gestão de um chefe. Nesse tipo de liderança, o líder dá liberdade para a equipe se autogerir e criar.

Dessa forma, o líder não se faz completamente necessário para o desenvolvimento das atividades. Ele está lá apenas como uma figura de apoio para uma equipe autossustentável.

Esse tipo de liderança não é tão usual por exigir extrema confiança nos profissionais. Eles devem ser responsáveis, conscientes e capacitados para tal.

Liderança democrática – foco no líder e na equipe

Assim como em um regime político democrático, esse tipo de liderança compartilha dos princípios da democracia. Ou seja, a opinião de todos é relevante e sua participação é ativa.

As decisões são tomadas por meio do consenso e prezam pelo bem comum. Ela é interessante por colocar em harmonia o papel do líder como alguém que impulsiona e motiva e o papel ativo da equipe, que cria e se desenvolve em prol da organização.

Liderança coaching – foco na performance

Nesse tipo de liderança, o líder age como um coach, trabalhando em cima do desenvolvimento dos talentos e habilidades dos membros da equipe.

Dessa forma, ele investe na performance individual e coletiva dos colaboradores, o que reflete na melhoria do desempenho de toda a organização.

O líder trabalha com feedbacks, planos de ação e treinamentos visando o crescimento pessoal e profissional de cada indivíduo. Seu objetivo é aumentar a confiança e capacidade de as pessoas darem sempre seu melhor.

Liderança situacional – foco na maturidade dos profissionais e nas situações

Este líder é focado na adaptação de situações que costumam ser difíceis para as equipes. Ele se dá bem, por exemplo, atuando na gestão de mudanças, na qual várias pessoas tendem a se mostrar resistentes.

Ele ajuda esses profissionais a se adequarem às necessidades e entenderem as vantagens das mudanças inevitáveis a toda organização que deseja se desenvolver.

Por ser um profissional volátil, ele consegue se dar bem com profissionais de todos os níveis – desde os estagiários até os seniores.

Como ser um líder melhor para sua equipe?

Agora que você já conhece alguns dos tipos mais comuns de liderança existentes nas empresas, chegou a hora de colocar ações positivas em prática!

Independentemente do tipo de líder que você deseja ser, existem alguns passos para ser uma pessoa mais influente e querida pela sua equipe.

Você pode adaptá-las da maneira que achar necessário, de acordo com sua personalidade e o tipo de organização na qual você está inserido.

  1. Dê o exemplo: não espere dos outros o que você mesmo não é capaz de fazer. Por exemplo, se você quer que sua equipe seja pontual, não chegue atrasado sem dar explicações plausíveis. Mostre que a regra que vale para eles também vale para você!
  2. Não assuma que eles sabem o “óbvio”: o que é óbvio para uma pessoa, com certeza não é óbvio para todas. Para você ter chegado em um patamar de liderança, seu entendimento sobre o que é óbvio ou não provavelmente é mais avançado do que o de outras pessoas. Ou seja: na dúvida, fale!
  3. Reconheça o esforço: nem só de resultados e sucessos vive uma equipe, o que não significa que ela não está tentando. Seus colaboradores colocam bastante esforço em cada uma de suas ações e, às vezes, nem todas serão um grande sucesso. Mas isso não impede que você se atente a elas e dê o devido reconhecimento.
  4. Desenvolva inteligência emocional: tenha a capacidade de reconhecer e lidar tanto com seus próprios sentimentos quanto com os dos outros. Dessa maneira, você se mostrará uma pessoa equilibrada, que não toma decisões por impulso.
  5. Seja autêntico: não tente usar fórmulas de bolo para ser um bom líder. Não existem fórmulas perfeitas. Seu desempenho irá depender da sua personalidade, da sua equipe e da sua organização. Claro, é importante seguir algumas regras básicas, mas nunca deixe de ser você. (e de admitir seus erros e defeitos!)

A Siteware desenvolve o STRATWs One, um software de gestão da performance corporativa que permite aos líderes acompanhar a performance individual de seus colaboradores, gerenciar o portfólio de projetos, organizar reuniões e muito mais!

Texto escrito por Luiza Andrade, redatora da Siteware.

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br