8 problemas das distribuidoras no Brasil

Atuar no mercado de distribuidoras no Brasil não é nada fácil. Problemas como trânsito intenso para a distribuição de mercadorias,  dificuldades em contratar mão de obra qualificada e restrição na circulação de veículos em relação a horários de carga e descarga e também em relação ao peso das cargas armazenadas são somente alguns dos principais desafios encontrados nesse ramo de atividade.

Ao longo deste artigo, vamos falar sobre estes e outros problemas que acabam comprometendo a operação das distribuidoras no país e quais as medidas devem ser tomadas pelos empresários que atuam no ramo de forma a minimizar os efeitos dessas dificuldades:

1- Falta de segurança

O constante roubo de cargas nas vias do Brasil, trazem cada vez mais insegurança para as distribuidoras e principalmente, para os motoristas responsáveis por todo o processo de entrega.

Essa insegurança acaba fazendo com que muitos motoristas não queiram se candidatar para desenvolver essas funções, causando uma grande dificuldade para as distribuidoras no processo de contratação desses profissionais.

Para amenizar esses problemas, é fundamental que as distribuidoras adotem um eficiente sistema de monitoramento de carga, além de planejar rigorosamente o processo logístico e assim estudar as rotas que podem ser mais seguras e acessíveis, para finalizar a entrega de produtos com eficiência.

Ao contratar os motoristas para a sua distribuidora, é essencial que esses profissionais passem por um processo de treinamento e orientação, para que eles possam conhecer a fundo as rotas pelas quais irão trafegar e dessa forma otimizar ao máximo o processo de entrega, de forma a se precaver e minimizar os riscos de assaltos.

A partir do conhecimento dos locais em que irão trafegar, os motoristas podem evitar horários mais recorrentes de assaltos, por exemplo.

Contratar serviços de escolta armada ou formar parcerias com empresas seguradoras de carga, apesar de apresentar custos adicionais para a sua distribuidora, são medidas que devem ser analisadas e vistas como investimentos necessários para proporcionar o máximo de segurança aos seus profissionais e assim se precaver contra prejuízos decorrentes dos roubos de cargas.

2- Más condições de tráfego

As péssimas condições das estradas brasileiras e falta de investimento do país neste sentido, também são problemas que exigem um enorme cuidado por parte dos motoristas das distribuidoras e comprometem o processo logístico.

Asfaltos inacabados, estradas esburacadas, falta de iluminação e sinalização adequada, são apenas alguns dos inúmeros fatores negativos das estradas do Brasil.

São fatores que além de atrasar os prazos de entrega, aumentam consideravelmente as chances de acidentes de trânsito, colocando em risco a vida dos motoristas e levando a grandes prejuízos com a perda de produtos.

Assim como em relação ao planejamento de rotas mais seguras e com menos ocorrências de assaltos, também é importante quando possível, estudar as estradas que apresentam as melhores condições para a entrega de cargas em relação aos aspectos citados, como qualidade do asfalto, boa sinalização, dentre outros fatores.

Neste sentido, é essencial que você tenha uma equipe de logística altamente qualificada e experiente.

3- Uso inadequado dos recursos tecnológicos

Com o avanço da tecnologia, tem surgido no mercado cada vez mais ferramentas extremamente modernas para o gerenciamento dos mais variados processos realizados pelas empresas, como controle de estoque, rastreamento dos veículos de carga e descarga, dentre outros. 

Entretanto, muitos empresários do ramo não possuem domínio total das funcionalidades dessas ferramentas, ou então ainda utilizam métodos de controle um tanto quanto ultrapassados, como planilhas e até mesmo agendas ou cadernos.

Guia de Otimização de Processos

4- Falta de renovação da frota de veículos

Em meio a operação das distribuidoras no Brasil, no que diz respeito aos veículos que participam dos processos de carga e descarga, existem muitos caminhões que estão em operação a mais de 20 anos sem manutenção, o que gera uma grande perda de qualidade nos veículos e aumenta as chances de acidentes, além do tempo gasto para concluir os processos de entrega. 

Neste caso, é importante avaliar se a sua empresa realmente possui condições financeiras para manter uma frota veicular eficiente e com ótimas condições de trafegar. Em caso contrário, a melhor opção é buscar empresas terceirizadas.

5- Informalidade

Fatores como falta de qualificação dos motoristas, caminhões em mau estado e jornadas de trabalho exaustivas, acontecem principalmente devido a falta de formalização de muitos profissionais que atuam neste meio.

A informalidade nestes casos, se da principalmente devido a uma fiscalização ineficaz por parte das autoridades e por um grande descuido dos gestores das distribuidoras, que muitas vezes preferem deixar de lado todo o processo burocrático que envolve a formalização de seus profissionais.

6- Alta carga tributária

Os altos valores de taxas que envolvem a tributação para a atividade das distribuidoras no Brasil, também são problemas que dificultam o serviço logístico, a medida em que os custos de frete acabam sendo elevados.

Sendo assim, é essencial que essas empresas contratem o serviço de um contador para que fiquem totalmente de acordo com todas as obrigações tributárias e fiscais que envolvem o negócio.

Guia de Impostos e Tributos

7- Falta de controle de estoque

Em muitas situações, as distribuidoras não possuem um rigoroso controle de suas mercadorias, e por vezes acabam surpreendidas com o aumento da demanda e se dão conta de que o seu estoque não consegue atender a todos os pedidos.

Sendo assim, é essencial utilizar um bom software para controle de estoque, que analise quais os produtos que possuem uma maior demanda no mercado e atualizem a quantidade de estoque a cada nova movimentação de compra ou venda por parte das distribuidoras.

8- Falta de preocupação com o meio ambiente

Segundo a lei nº 12.305, referente a Política Nacional de Resíduos Sólidos, as empresas produtoras de materiais recicláveis, devem ser totalmente responsáveis pelo descarte final destes produtos. É essencial que as distribuidoras fiquem completamente atentas as questões ambientais!

eGestor

O eGestor é um software de gestão empresarial totalmente online, ideal para gerenciar os processos de sua distribuidora. A partir do sistema, você pode emitir ordens de serviço, cadastrando todos os processos de entrega e atribuindo as tarefas aos seus funcionários, que a partir da ordem de serviço terão bastante clareza a respeito do procedimento de cada atividade.

Além destas funções, o eGestor permite o cadastro de toda a sua rede de clientes, e o controle dos produtos que entram e saem de seu estoque, dentre muitas outras funcionalidades.

Ficou interessado? Os primeiros 15 dias de testes no sistema são totalmente gratuitos. Basta acessar o site e começar agora mesmo!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br