Valorização dos colaboradores: benefícios de investir para a equipe

No mundo corporativo, é muito comum falarmos em investimento em equipe: empresas sempre buscam os melhores colaboradores, investem em tecnologia, em softwares de gestão completos e em treinamentos que aumentem a eficiência de equipe. Mas a valorização dos colaboradores nem sempre faz parte deste processo.

Nesses esforços, é comum que investir para a equipe acabe ficando um pouco de lado. Muitas vezes, isso pode ser corrigido com ações simples, que podem começar já no café.

Pode parecer algo simples, mas estes benefícios para os colaboradores dentro da empresa fazem muita diferença em vários pontos! Por isso, elaboramos uma lista com algumas destas vantagens, e como sua empresa pode utilizá-los no dia a dia. Confira!

1. Menos tempo fora da empresa

“Todos os dias, a equipe sai da empresa para buscar lanches e café”.

Você provavelmente já ouviu falar em uma situação assim ou, até mesmo, pode ter vivenciado em sua própria empresa. Uma situação assim é bastante comum (e não é nenhum fim do mundo), mas pode gerar uma série de danos desnecessários.

Pior ainda: ela pode evitar uma série de benefícios que podem fazer toda a diferença na empresa. Ao não sair da empresa, um colaborador desenvolve laços, entende o que está acontecendo em outros setores e cria uma visão ampla, que pode ser utilizada na otimização do próprio trabalho.

Além disso, um colaborador que está por perto está mais seguro e gera mais segurança: além de reduzir riscos de acidentes, reduz a chance de informações sensíveis da empresa serem ouvidas por outras pessoas durante o cafezinho.

Dica:

Muitas empresas se preocupam com o custo que esse tipo de benefício pode gerar, considerando o número total de colaboradores. Uma boa notícia é que possível utilizar vending machines a preços mais baixos do que no mercado em geral.

Dessa forma, os colaboradores passarão a economizar, não precisarão sair da empresa e, ainda, contribuirão para a manutenção dos equipamentos. Dessa forma, todo mundo ganha!

2. Sentimento de valorização do colaborador

Hoje em dia, falar em valorização dos colaboradores é quase obrigatório em uma empresa preocupada com qualidade. Tão importante quanto isso, é entender que valorização nem sempre é aquilo que se volta diretamente para o trabalho.

Pense no exemplo de um treinamento oferecido para a equipe. Ele é absolutamente essencial, e gera benefícios para cada pessoa que o recebe. No entanto, a verdade é que o treinamento beneficia a produtividade que a empresa aproveita de forma muito mais direta.

Algumas vezes, é necessário oferecer algo mais simbólico, que diga respeito à qualidade de convívio das pessoas dentro do ambiente de trabalho. Espaços de descanso, opções de entretenimento em intervalos e boas opções de lanche no intervalo fazem com que a pessoa se sinta acolhida dentro de um ambiente. Inevitavelmente, isso afeta positivamente a produtividade, mas o foco é na qualidade de vida do colaborador.

Dica

Nem todo investimento em valorização do colaborador precisa ser alto. Hoje em dia, há opções bastante acessíveis de compra ou locação de máquinas de café de alta qualidade, que acabam tendo um baixo impacto orçamentário, mas oferecem uma grande sensação de satisfação.

Trabalhar com um café especial dentro da empresa gera a noção de sofisticação e de atenção aos detalhes, ao mesmo tempo em que não exige grandes espaços ou modificações no local.

3. Redução da rotatividade de equipe

Contratar uma pessoa, investir em seu treinamento, alocar recursos e esforços para que ela consolide suas habilidades e gere resultados e, por fim, vê-la sair da empresa com todo esse conhecimento adquirido. Esse é um ciclo que gera pesadelos constantes em muitos gestores de equipe.

A valorização do colaborador é parte essencial de uma boa estratégia para reter esse conhecimento e garantir que os investimentos em pessoal sejam aproveitados ao máximo. É claro que uma decisão de ficar ou sair da empresa não é tomada a partir dos benefícios disponíveis no ambiente de trabalho, mas estar satisfeito ou não com o convívio no local é um fator que pesa na decisão.

Dica

Quando um colaborador sente que a empresa se preocupa com seu bem-estar, há uma maior sensação de que ela está interessada em manter sua equipe, e que isso pode se refletir no futuro profissional e na carreira destas pessoas!

4. Maior sensação de pertencimento e integração

“Vestir a camisa da empresa” é algo que surge de uma relação recíproca. Para que isso ocorra, o colaborador deve sentir que faz parte daquele lugar, e que é suficientemente valorizado. Além disso, o convívio com a equipe é um fator que aumenta a sensação de pertencimento.

Um bom café, lanches à disposição e ambientes de descanso aumentam o fator de integração, geram vínculos e dão a ideia de pertencimento ao colaborador. Isso aumenta as chances de ele se sentir parte integrante, associando-se à cultura organizacional.

Dica

Esse é um dos cenários em que as ações valem muito mais do que as palavras. Uma palestra ou um alinhamento funcionam para gerar integrações com a cultura organizacional, mas demonstrar a valorização por meio de ações práticas é algo que se internaliza de forma muito mais eficiente no comportamento de uma equipe satisfeita!

Permita e estimule que a equipe faça parte das decisões de melhoras no ambiente de trabalho. Entenda quais mudanças seriam mais valorizadas e quais demandas já existem. Esse tipo de decisão gera uma participação real e, por consequência, uma enorme sensação de pertencimento.

Investir em qualidade nunca é um gasto!

Agora que já falamos de alguns dos principais benefícios de investir para a equipe, é importante ressaltar uma característica que fez parte de todo este artigo: investir na qualidade de vida e no ambiente de trabalho nunca é um gasto meramente absorvido pela empresa.

Mais tempo dentro da empresa, integração, vestir a camisa, redução de rotatividade de equipe são consequências que também refletem na qualidade do trabalho realizado no local. Ainda melhor: estes benefícios ocorrem a partir de pontos em que treinamentos e aspectos técnicos raramente consegue alcançar.

Na ponta do lápis, a valorização do colaborador é um investimento em pessoas que se reflete diretamente na forma de trabalho de uma equipe. A sua empresa já busca este tipo de qualidade?

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br