fbpx
6 dicas de marketing digital para pequenas empresas

6 dicas de marketing digital para pequenas empresas

A mentalidade dos consumidores mudou, e com isso a forma de vender também teve de se atualizar. Foi assim que o marketing digital para pequenas empresas surgiu, atraindo cada vez mais as marcas que almejam crescer no mercado digital.

Principalmente para as pequenas empresas, o marketing digital é uma ótima solução, trazendo benefícios como, por exemplo, o poder de mensuração dos resultados, o engajamento com os clientes, a concorrência com grandes organizações, a autoridade da marca etc.

Você não quer que a sua empresa fique de fora desse crescimento, não é? Fique tranquilo! Criamos este conteúdo para apresentar algumas dicas e estratégias de marketing digital para o seu negócio ter mais sucesso na web. Confira!

Estratégias de marketing digital para pequenas empresas

Quando falamos em marketing digital, precisamos entender que existem diferentes estratégias. Logicamente, cada uma tem a sua técnica, porém todas elas possuem um único propósito: aumentar os resultados da marca no ambiente digital. Então, veja quais são as quatro principais!

1. Blog

Sabe o marketing de conteúdo? Aquela técnica que você produz materiais ricos para publicar na internet e posicionar sua marca estrategicamente no Google, por exemplo? Pois então, o blog é a ferramenta ideal para colocar no ar uma estratégia como essa.

Por meio dele, você pode publicar conteúdos relevantes com certa recorrência, para atrair as pessoas que se interessam pelos assuntos que envolvem a sua marca.

Vamos supor que a sua empresa trabalha com entrega a domicílio de frutas, verduras e legumes na internet, ok? Nos conteúdos do blog, você poderá abordar assuntos para fisgar seu público-alvo, como, por exemplo, os benefícios das frutas para a saúde, as vantagens em comprar frutas, verduras e legumes sem sair de casa, entre outros temas.

Ebook Crescimento Empresarial

2. Redes sociais

Se você quer construir uma boa presença online para o seu negócio, não se esqueça das redes sociais. Por meio do Facebook, por exemplo, é possível criar um engajamento dos consumidores com a marca; basta responder todas as perguntas, receber positivamente os feedbacks e ajudar os clientes que estão com problemas.

É preciso entender que as redes sociais corporativas são diferentes das pessoais e, por conta disso, é necessário tomar um cuidado maior com todas as publicações. Isso porque a imagem da sua marca está ali, e qualquer descuido pode prejudicá-la.

Então, se organize, estabeleça objetivos, crie um plano de conteúdos para o mês, atualize as redes constantemente, escute os feedbacks e procure solucioná-los sempre. Assim, com certeza as redes sociais trarão os resultados esperados para a sua organização.

3. E-mail marketing

Sua empresa precisa manter contato com os clientes, você concorda? Por conta disso, o e-mail marketing é uma estratégia muito utilizada por empreendedores que investem em marketing digital para pequenas empresas.

Por meio dessa ferramenta, é possível oferecer promoções, enviar as atualizações do blog e criar campanhas para engajar ainda mais os leads com a sua marca. Gostou da estratégia? Então, ao aplicá-la no seu negócio, você deve tomar os seguintes cuidados:

  • dê bastante atenção ao campo “Assunto”, pois ele é um dos mais importantes;
  • crie e-mails curtos e concisos;
  • tenha a permissão de todos os leads da sua base de contatos e em hipótese alguma compre uma lista de e-mails.

4. Anúncios online

Os Ads, também conhecidos como “links patrocinados”, são anúncios online que você pode fazer em diferentes plataformas para chegar até as pessoas que se interessam pelos produtos que a sua empresa disponibiliza na internet.

Muito interessante, não é mesmo? Porém, é preciso ter bastante cuidado, pois esses anúncios online são totalmente diferentes dos que eram feitos em emissoras de TV, rádios e jornais — meios offline.

Nos anúncios feitos anteriormente nesses canais, você oferecia apenas os produtos. Agora, nas mensagens online, sua empresa pode oferecer conteúdos relevantes, produtos, pesquisas e todas as informações que sejam relevantes para os potenciais clientes.

Os canais mais utilizados para criar anúncios online são: Google Adwords, Facebook Ads, LinkedIn Ads e Twitter Ads. Sabendo disso, agora basta você definir qual canal o seu público-alvo mais acessa para iniciar a criação de mensagens para conquistar novos clientes.

Dicas práticas

Agora que já listamos as quatro principais estratégias do marketing digital para pequenas empresas, vamos apresentar duas dicas que são indispensáveis para o sucesso do seu negócio no ambiente digital. Vamos lá?

1. Venda benefícios, não apenas produtos

Vender produtos, qualquer estabelecimento vende. Porém, além de mercadorias, vender os benefícios que elas trazem para a vida das pessoas, isso pouquíssimas fazem.

Então, se o seu objetivo é sempre estar à frente da concorrência, comece a fazer isso hoje mesmo — você não vai se arrepender. A Apple é um ótimo exemplo para citarmos, pois essa empresa, conhecida mundialmente, não vende apenas seus iPhones, MacBooks e iPads; ela vende sonhos e os benefícios que esses produtos trazem à vida das pessoas.

Então, veja e reveja os itens que a sua marca oferece no mercado, defina quais os benefícios que eles trazem para a vida das pessoas e faça o marketing digital focado nisso. Com certeza, seus resultados passarão a ser maiores, e o engajamento dos clientes com a sua marca também.

2. Consolide sua marca no mercado

Não estamos falando em consolidação da marca mundialmente, como é o caso da Apple, que citamos na dica anterior. O que queremos dizer é que você precisa estar consolidado no mercado potencial que está atuando.

Por exemplo: se o seu empreendimento vende pastas de dente, que ele seja conhecido por todas as pessoas da sua região. Se você entrega em todo Brasil, que ele seja conhecido pelo menos por 30% da população.

Para isso, sua marca precisa estar ligada a outras páginas que abordam assuntos que possuem uma relação com os seus produtos. Nesse caso, o ideal seria fazer parcerias com blogs e sites de clínicas dentárias e dentistas, para conseguir alcançar os potenciais clientes do seu negócio.

E aí, gostou do nosso conteúdo sobre marketing digital para pequenas empresas? Então, o que acha de continuar se aprofundando no tema? Confira agora outro post que selecionamos para você e entenda tudo sobre marketing para micro e pequenas empresas!

Como montar um negócio de exploração e comércio de areia

Como montar um negócio de exploração e comércio de areia

Segundo dados divulgados pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), há pelo menos 55 minerais diferentes explorados em nosso país, o que é uma informação importante para compreender porque ter um negócio de exploração e comércio de areia é uma atividade lucrativa. A indústria, como informa o DNPM, é diversificada e entre os minerais mais importantes está a areia, amplamente utilizada na indústria da construção civil.

Obtida de rochas sedimentares, depósitos de rios e planícies, entre outras formas, a areia é extremamente consumida no Brasil, em construções de prédios, residências, rodovias, estradas e muito mais. Por isso mesmo, é um produto lucrativo e montar uma empresa que explora e comercializa areia é uma excelente opção de empreendimento para quem deseja ter sucesso financeiro. No entanto, é comum que existam muitas dúvidas quando o assunto é abrir um negócio desse segmento.

Você sabe como montar um negócio de exploração e comércio de areia? Confira todas as informações e dicas que temos para você neste artigo!

Como abrir uma empresa de exploração e comércio de areia?

Em primeiro lugar, será preciso adquirir conhecimentos sobre esse mercado, caso você ainda não atue no ramo. Isto é, aprender quais são as formas e métodos de exploração de areia e, também, quais são as especificações e normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e Normas Brasileiras (NBR), haja vista que a areia é um tipo de produto que precisa atender ao padrão de qualidade inspecionado por esses órgãos.

Depois, é o momento de abrir uma empresa (fazer o CNPJ) para atuar de forma regular no mercado. Com isso, você também pode passar a contar com uma série de benefícios exclusivos das empresas regularizadas, como empréstimos e incentivos fiscais. Sair da informalidade é essencial para que você tenha um negócio lucrativo e com grande alcance de clientes.

Ebook Crescimento Empresarial

Quais são os tipos de areias comercializáveis?

De acordo com a ABNT, são:

  • A areia fina, que possui de 0,15 até 0,6 mm;
  • Areia média, que possui de 0,6 até 2,4 mm;
  • Areia grossa, que possui de 2,4 até 4,8 mm;
  • Areia mista, que pode mesclar fina, média e grossa;
  • Areia de britagem, que pode ter até 4,8 mm.

Cada tipo de areia serve para aplicações diferentes e, se o objetivo é ter um negócio lucrativo, é primordial saber tudo sobre o assunto para bem atender o seu público-alvo. A areia fina é utilizada para fazer argamassa, rebocos e preparação de concreto, entre outras aplicações, da mesma forma que a areia média; enquanto a areia grossa, por sua vez, pode ser utilizada nas massas de cimento e assentamento de tijolos, entre outros; e a areia britada na construção de concreto estrutural.

Como funciona a exploração de areia?

Atualmente, cerca de 90% da areia comercializada no Brasil é obtida por meio das explorações de leitos de rios, enquanto apenas 10% é proveniente de depósitos lacustres, rochas, várzeas e arenitos. A demanda nacional, por sua vez, é de aproximadamente 400 milhões de toneladas e, por isso, é possível dizer que vale a pena montar um negócio de exploração e comercialização de areia. Nesse sentido, o estado que mais se destaca na exploração de areia é São Paulo, que produz mais de 80% da areia natural nacional.

Você pode comprar areia para revender ou trabalhar diretamente com exploração do material em seu negócio. Há uma série de cursos simples e rápidos que te ensinam tudo sobre como explorar areia e lucrar muito com isso.

Marketing e propaganda: qual é a importância?

Para que o seu negócio tenha clientes e seja absolutamente rentável, é preciso que os seus clientes conheçam a sua empresa e daí vem a importância das ações de marketing. Dessa forma, vale a pena investir em anúncios em redes sociais, como Facebook e LinkedIn, entre outras, além de desenvolver estratégias (SEO) para que o seu negócio seja facilmente encontrado pelo público-alvo, através de sites de buscas, como o Google.

Com o auxílio da tecnologia, é possível ter acesso ao marketing eficiente, barato e de alta qualidade para obter retorno financeiro. Por isso mesmo, você não deve deixar de investir nas propagandas que conversam com o seu público. Outro modelo que pode valer a pena é investir em propagandas pagas no jornal da sua cidade ou na rádio. Mostre a todos os seus potenciais clientes quais são os diferenciais do seu negócio de exploração e comercialização de areia.

Sistema de gestão: por que é fundamental no seu negócio?

A sua empresa pode ter um excelente produto, apresentar ótimo atendimento ao consumidor e, ainda assim, não dar certo. O mercado de exploração e venda de areia é competitivo e sai na frente os negócios que investem em um sistema de gestão equilibrada e organizada. Nesse sentido, mais uma vez é possível contar com o auxílio da tecnologia, haja vista que hoje já existem diversos programas e sistemas de gestão automatizada que facilitam, e muito, no controle financeiro e administrativo da empresa.

Sem uma boa gestão, é impossível ter um negócio lucrativo, já que as confusões e mal entendidos vão ser problemas recorrentes e você pode perder muito tempo com isso. Investir em um sistema online, como o eGestor-ERP Online, é uma solução para que você possa ter o controle total da sua empresa de exploração e comercialização de areia, uma vez que o programa é simples, rápido e apresenta recursos, como: Controle Financeiro, Controle de Estoque, Fluxo de Caixa, Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e muito mais.

Esse artigo foi útil para você? Então, envie-nos um feedback com a sua opinião, sugestão ou crítica!

Ebook manual de como abrir uma empresa