Redes sociais para empresas: Como e quais utilizar?

Com a internet se inserindo cada vez mais em nossas vidas, é quase impossível se fazer indiferente. Dessa forma, para estar em contato com amigos e familiares, o uso de redes sociais é praticamente inevitável. O que faz com que plataformas que antes tinham uma utilidade, tenham diversas outras. Com a quantidade de usuários aumentando cada vez mais, empresários viram uma oportunidade e começaram a utilizar as redes sociais para empresas. De forma a divulgar seus produtos e serviços facilmente, e até gratuitamente.

Mas como utilizar tais ferramentas? Como, quando e o que publicar? É sobre isto que iremos falar nesse post!

Como utilizar as redes sociais na sua empresa

Antes de começar a utilizar esses recursos, é preciso estar atento a sua disponibilidade. Essas redes sociais são úteis e fáceis de manter, mas é necessário ter planejamento para tal. 

Defina seu público

Para começar, você deve identificar seu público-alvo. Isso, porque dessa forma é possível definir onde fazer a divulgação do seu produto e de que forma. 

Esse é um passo essencial, ao escolher seu público-alvo e persona, você pode realizar uma pesquisa e analisar quais as redes usadas por ele, quais métodos irão chamar mais a atenção, entre outros benefícios.

Descubra e responda as dúvidas desse público para que você saiba como criar um conteúdo relevante. E assim priorizar o que servirá para ele. Sabendo o que sua persona procura, é possível desenvolver uma solução que se encaixe com ela.

Esteja atento

Apesar de ser algo fácil, o uso das redes sociais para empresas como meio de comunicação para divulgar o produto, demanda tempo e atenção. A principal vantagem desse meio é a proximidade com seu público. Por isso, as redes sociais disponibilizam recursos para facilitar o diálogo entre a empresa e o cliente.

Portanto, é preciso estar atento a questionamentos. Um consumidor que não é respondido pode desistir da compra na sua empresa.

Outro meio de diálogo é através de comentários. Independente de não ser uma pergunta, é importante respondê-los, e assim, fazer com que ele e sua opinião sejam estimados e valorizados pela sua empresa. 

Inclusive comentários negativos. Em algumas redes é possível fazer uma avaliação da empresa, caso a sua tenha alguma ruim, questione a razão para tal e busque melhorar.

Informações

Ao utilizar uma rede social para empresa divulgar o produto ou serviço, é preciso indicar qual sua função dele, como funciona, onde se localiza sua empresa, entre outros dados. Procure responder todas as perguntas do seu consumidor sem que ele precise perguntar.

Se você usa algum canal para divulgar uma loja que possui em e-commerce, por exemplo, coloque seu endereço online na área destinada para informações do perfil. Caso não possua uma loja virtual, insira o endereço físico.

Se houver algum número de telefone específico, para ligações ou troca de mensagens, pode facilitar muito seu trabalho adicioná-lo nessa mesma área.

Algumas redes sociais proporcionam a inserção de valores juntamente a fotos. O que pode ser válido, considerando métodos de venda e facilidade na parte de comunicação.

Otimize a experiência

Cuide das plataformas. Não apenas crie perfis porque é algo que “está na moda”. Como já dito, cuide dos clientes, responda mensagens e comentários, esteja atento aos clientes. 

Mas não esqueça de se manter sempre atualizado. A maioria das redes aceita a inserção de imagens, algumas são apenas para isso. Portanto, disponha fotos dos seus produtos e faça com que elas sejam atrativas. Fotos sem foco, de ângulos que não favorecem a mercadoria ou que não chamam a atenção, serão passadas despercebidas.

Aproveite os recursos

Cada plataforma tem diversos recursos, e alguns são únicos. Descubra como otimizá-los de forma a melhorar a sua experiência. Busque artigos que falem sobre elas e quais as melhores formas de inserir sua empresa.

Algumas possuem meios de propaganda especializados, outras não. Mas isso não impede você de impulsionar seu negócio. Algumas permitem o uso de hashtags, que funcionam como tags, assim, o público pode apenas pesquisar o termo e encontrar seu perfil.

Crie um planejamento e analise resultados

Como já citado, o uso de redes sociais para empresas é algo relativamente fácil. Mas ainda assim é preciso definir um objetivo. Isto é, o que você pretende com o uso dessas plataformas? Mais vendas? Reconhecimento da marca?

A partir do momento em que é decidido esse propósito, é possível criar um planejamento. Esse planejamento será criado de acordo com seu objetivo, público-alvo e outras variáveis. Nele se encontrará quais redes sociais serão usadas, se haverá algum capital para investir, quais mercadorias serão anunciadas, e assim, todos os dados relacionados a esse tipo de propaganda.

Por ser de fácil acesso, é possível a realização de testes, para definir quais métodos e técnicas geram mais resultado. Sendo uma informação de consumo fácil, é possível testar com tipos de público diferentes, em redes diferentes, com outros itens, o que se adequar melhor. 

E ao final de tudo isso analise os resultados gerados pela campanha. Se o seu objetivo era ter mais vendas, o método de divulgação funcionou? Acompanhe os resultados alcançados após determinado período e veja se o rendimento foi o esperado.

Principais redes sociais para empresas

O uso das plataformas online para divulgação do seu negócio é extremamente vantajoso. Cada uma possui seu próprio algoritmo, sendo úteis em suas formas particulares. Por isso, selecionamos algumas redes sociais para empresas que podem ser úteis para seu negócio:

Facebook

O Facebook é a maior rede social virtual do mundo. Lançada em fevereiro de 2004, atingiu 1 bilhão de usuários ativos, e hoje conta com 2,13 bilhões. Sendo assim um ótimo meio de marketing virtual. Por conter usuários de 13 até mais de 65, é uma plataforma ampla, podendo ser utilizada por qualquer empresa de qualquer meio.

Por dispor de recursos, de certa forma, voltados para empresas, é uma ótima ferramenta de propagandas. Alguns desses recursos citados são:

Possibilidade de criação de página

Não é possível criar um perfil para sua empresa no Facebook. Pelo menos não aqueles pessoais em que se pode adicionar amigos. Mas, em contraponto, é criada uma página. Nela, é possível adicionar dados sobre sua empresa, o que ela é, quais tipos de produtos ou serviços, número de telefone, endereço, horários, entre tantas outras coisas.

Algumas ferramentas são utilizadas tanto pelas páginas como pelos perfis. Como a possibilidade de curtir uma publicação, compartilhar, comentar, postar, entre outros. Nessa página, também é possível inserir fotos da sua empresa. No perfil pessoal, é inserida a foto de perfil, na página, é inserida a foto da página, podendo ser um logo, o nome, a fachada, o que for mais adequado. E, além disso, existe a foto de capa, ela é maior que a foto de perfil, e pode ser uma foto do seu estabelecimento, da sua equipe ou uma promoção.

Maior facilidade de comunicação

O Messenger é uma plataforma criada pelo Facebook para melhorar a conversação entre seus usuários. O que acaba facilitando também o diálogo entre sua empresa e o consumidor. Caso seu cliente busque alguma informação que não esteja disponível, ele pode realizar essa comunicação através do Messenger. 

Mais facilidade na criação de conteúdo

O Facebook permite a inserção de textos, imagens, vídeos, links, listas, enquetes, marcação de produtos e pessoas, check in, e outros tantos recursos na sua publicação. Além disso, é possível programar uma publicação. Ou seja, criar a publicação completa, mas definir a data de postagem para até 6 meses depois. Ou, também, usar uma data retroativa, isto é, publicar algo hoje, com uma data de até 6 anos atrás.

Também é possível definir quem verá a publicação e impulsionar, que é a criação de uma propaganda paga, com público-alvo e valor determinado. Para isso, existe o Facebook Ads, que te auxilia na publicação da sua propaganda. Podendo escolher o tipo de anúncio, público, localização e outras tantas possibilidades. 

Análise de resultados

Outra ferramenta disponibilizada pelo Facebook é a geração de gráficos e dados. Elas servem para auxiliar sua empresa na hora de avaliar as informações da campanha. Assim, podendo identificar ações na página, visualizações, curtidas, alcance da publicação, envolvimento, entre outros. Inclusive com o auxílio de gráficos, para facilitar o entendimento e idealização de novos conteúdos.

Melhor horário

Um recurso que pode ser analisado, mas não diretamente pelo Facebook, é quando sua publicação terá mais engajamento, ou seja, mais participação do público. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Sprout Social, o melhor horário para postagem de conteúdo é das 9h às 15h de quarta a domingo; sendo quinta-feira às 13h o dia com mais atividade.

Transmissão ao vivo e Facebook Stories

A função criada primeiro para o Instagram, com inspiração no Snapchat, é o Facebook Stories. Ele consiste em vídeos curtos ou fotos postadas que duram até 24 horas e depois são apagadas. Elas contêm, inclusive, filtros inspirados em filmes ou personagens, para criação de vídeos.

Além disso, também é possível fazer uma transmissão de vídeo ao vivo. Nela, os perfis podem reagir ao vídeo, comentar e assim, interagir plenamente em tempo real com quem está fazendo a transmissão.

Instagram

O Instagram é uma rede social online criada em 2010. Inicialmente voltada para usuários do sistema IOS, foi se popularizando e hoje alcança 50 milhões de usuários no Brasil. Comprada pelo Facebook em 2012 por cerca de 1 bilhão de dólares, é amplamente utilizada para anúncios e propagandas. Sua função é voltada para o compartilhamento de fotos e vídeos, sejam momentâneos, durando apenas 24 horas, que são os ‘stories’; ou postando o conteúdo no próprio ‘feed’, que é onde estão as suas fotos. 

Até o ano de 2016, a plataforma não contava com um algoritmo, fazendo com que as publicações aparecessem de forma cronológica. A partir deste ano, a rede passa a ter seu próprio algoritmo, que assim como o Facebook, não se sabe como funciona. Mas, é possível chegar a algumas conclusões de quais fatores mais afetam a ordem das postagens. Que são a temporalidade, o engajamento e o relacionamento. O que se pode concluir é que quanto maior o engajamento e o relacionamento entre as contas, mais ela irá aparecer e primeiro. Claro, desde que você esteja seguindo a conta.

  • temporalidade; mesmo não sendo um fator de tanta importância, ainda é levado em conta as datas das postagens. Isto é, as imagens mais novas são analisadas em relação a engajamento e relacionamento. O que faz com que as fotos que aparecem primeiro não sejam mais antigas que 5 dias, por exemplo. É um fator variável, dependerá de quantas pessoas a conta segue e sua interação.
  • engajamento; quanto mais comentários e curtidas, mais chances ela tem de aparecer primeiro. 
  • relacionamento; quanto maior o relacionamento da sua conta com a outra, mais ela irá aparecer primeiro. Isso inclui curtidas, comentários e troca de mensagens.

Alguns recursos que podemos citar do Instagram como rede social para empresa são:

Edição de fotos

Mantendo sua proposta inicial, o Instagram ainda possui suas opções de edição de imagens. Contando com filtros e outras formas de edição. Assim, não sendo necessária a utilização de outro meio para compor a foto.

Comentários e curtidas

Assim como o Facebook, a plataforma também traz a possibilidade de realizar comentários. Tal como as curtidas. Melhorando assim o relacionamento da empresa com o consumidor. Com a possibilidade de visualizar quem curte as fotos, é possível confirmar os interesses de futuros clientes do seu negócio. Além de avaliar que tipo de conteúdo gera mais resultados.

Insta Stories

Uma das mais novas ferramentas do Instagram é o ‘Insta Stories’. Nela, o usuário pode enviar vídeos ou fotos que ficarão disponíveis no perfil por até 24 horas, sendo apagadas após este período. O novo recurso do Insta Stories é o ‘Destaques’. Assim, é possível salvar um vídeo ou foto no seu perfil, ficando disponível até o usuário apagá-lo. Podendo ser encontrado abaixo das informações do perfil e antes do feed de fotos.

Anúncios

Por contar com um grande número de usuários e onde o acesso a personalidades mais conhecidas se torna mais fácil, os anúncios também foram facilitados. Explico: devido a esse contato mais próximo, empresas pagam personalidades para que estas façam propagandas de seus produtos e serviços para seus seguidores. Algumas figuras populares chegam a cobrar valores milionários por apenas uma foto. Mas é possível encontrar figuras locais, que atingem seu público-alvo e que cobram valores acessíveis.

Página

Assim como no Facebook, é possível criar uma página para seu perfil. A diferença se dá pelo fato de o layout da página e o perfil do Facebook serem diferentes. No Instagram, elas são a mesma. Assim, podendo identificar a página pelos dados e informações dispostas na parte direcionada para a inserção de tais.

Hashtag

Como citado anteriormente, o uso de hashtags (#) é de grande auxílio na hora de realizar o marketing nas redes sociais. Elas funcionam como uma espécie de tag, separando o conteúdo por suas características. Ou seja, quando é postada uma foto com a hashtag flor (#flor), ela estará exposta juntamente com todas as outras fotos com essa mesma tag. O que pode ser de grande valia para sua empresa. Utilizando uma hashtag você pode impulsionar sua empresa para que ela seja vista na pesquisa pela tag.

Horário de postagem

Na mesma pesquisa realizada pela Sprout Social, é possível analisar os melhores horários para postagem na rede social. Os horários mais recomendados para postar são às 2h, 8h e 17h. Sendo de segunda-feira a sexta-feira os melhores dias, e a segunda-feira o dia com o maior volume de engajamento.

Transmissão ao vivo e IGTV

Assim como o Facebook, o Instagram também conta a ferramenta de transmissão ao vivo. Nela, os outros usuários podem reagir com corações e fazer comentários. Antes, ela se encerrava assim que a transmissão fosse encerrada também. Agora é possível deixar salvo durante 24 horas.

Outra ferramenta criada exclusivamente para o Instagram é o IGTV, ou InstaGram TV. Nela, é possível adicionar vídeos verticais de até 10 minutos para contas normais ou até 60 minutos para contas verificadas. 

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social de negócios virtual. Foi fundada em 2002 e lançada em 2003. Sua principal função é conectar empresas com profissionais, ou empresas com empresas. A rede conta hoje com 500 milhões de usuários, sendo 45 milhões no Brasil. Esses usuários podem inserir todos os dados profissionais, como escolaridade, experiência de trabalho, cursos, entre outros. E, assim como nas outras redes é possível realizar postagens, ou seja, publicar algo, como um texto, imagem ou vídeo.,

O algoritmo da plataforma é diferente dos citados acima. A análise para concluir se o conteúdo deve aparecer para sua rede de contatos é mais ampla. Assim, é selecionado o tipo de post e avaliado, podendo ser considerado spam, baixa qualidade e bom. Após a exclusão de conteúdos considerados spam, as postagens de baixa qualidade ou boas, são utilizadas para realização de testes, para assim, avaliar o engajamento. Esse nível de engajamento também é considerado. Quanto mais engajamento de perfis completos, que tenham todas as informações; perfis com grande atividade; e com área de atuação profissional relacionada, mais o post irá crescer.

Entenda como criar o conteúdo

Por ser uma rede social para empresas, isto é, voltada para uma melhor comunicação entre elas e possíveis funcionários e clientes, seu conteúdo não pode ser tão informal como as outras. Dessa forma, busque sempre utilizar uma linguagem mais profissional. Mas não necessariamente formal! No caso de criação de imagens, procure algo que chame a atenção, mas que se encaixe com a proposta da sua empresa e da plataforma.

Busque engajamento

Algo levado em conta pelo algoritmo é o engajamento em suas postagens. Isso significa que quanto mais atividade, mais perfis gostando de suas postagens e comentando, mais apreço a rede terá pelo seu perfil. E, para isso, é preciso construir material substancial, que possa ser facilmente consumido por suas conexões.

Perfil empresarial e pessoal

Assim como as outras redes, é possível criar um perfil próprio para sua empresa. A diferença é que no LinkedIn você terá algumas diversidade entre o perfil empresarial e pessoal. No perfil pessoal é possível inserir dados como cargo atual, escolaridade, cursos, preferências, idiomas, localização, experiência profissional, competências, entre diversos outros. Já no perfil empresarial, você pode inserir dados do negócio, como ano de fundação, tamanho, especializações, site, entre diversas outras informações. 

Vagas de emprego

Uma das maiores vantagens dessa rede é a aba de vagas de emprego. Nela, empresas podem disponibilizar oportunidades de emprego e perfis pessoais podem buscar por elas. Basta inserir a área do cargo pretendido e a localidade. Assim, serão mostradas vagas de acordo com o que você procura e seu perfil.

Ao encontrar algo que lhe interessa, apenas selecione a vaga e haverá a opção de ‘Candidate-se” e pronto. Extremamente simples para o candidato e para a empresa.

Melhor horário para postar no LinkedIn

Como empresa que quer ter a devida atenção na plataforma do LinkedIn, é preciso saber quais horários terão mais engajamento. Sendo os dias mais recomendados de terça-feira a quinta-feira e os horários das 12h e 17h. O período das 19h às 6h não é o ideal, assim como finais de semana.

Twitter

O Twitter é uma rede social virtual que possibilita atualizações ou postagens instantâneas de até 280 caracteres. Podendo ser um texto, imagem ou vídeo. O serviço lançado em 2006 tem um total de 336 milhões de usuários, retomando o crescimento da sua rede de usuários.

O algoritmo da plataforma é completamente distinto das outras redes. Por ser considerado um microblog, a plataforma deve atualizar a linha do tempo a todo momento. A ordem é cronológica, mas ainda assim possui outros recursos para lembrar o usuário de postagens anteriores.

Ainda nas diferenças das outras redes sociais para empresas, o Twitter não possui diferenciação de contas empresariais ou pessoais. Isto é, todas as contas possuem as mesmas vantagens e layouts. Assim, o Twitter funciona com a mesma ideia do Instagram, perfis que seguem outros perfis e recebem seu conteúdo. Dessa forma, é preciso um planejamento para ganhar seguidores e publicar conteúdos relevantes.

Recursos

Conforme a plataforma pode analisar seu comportamento na rede, ela irá selecionar algumas funções que podem ser úteis para seu perfil. Alguns são os:

  • Tweets rankeados: O próprio algoritmo do Twitter define alguns tweets (como não chamadas as postagens do Twitter) selecionados para que apareçam no início da sua linha do tempo. Eles indicam pessoas que você poderia gostar de seguir e que possam ter o mesmo interesse.
  • Caso você tenha perdido: Essa seção traz tweets de perfis que você segue que tiveram uma grande quantidade de engajamento e pode ser que você não tenha visto. É uma forma de trazer essa postagem novamente para gerar mais atividade.

Como realizar uma boa performance no Twitter?

  • Utilize hashtags: Assim como no Instagram o uso das hashtags ajuda a criar uma categoria, a diferença é a que no Twitter elas criam um segmento, que pode ser utilizado inclusive em campanhas ao vivo.
  • Responda tweets: As redes sociais trazem uma aproximação entre pessoas. E no meio empresarial não é diferente. A conversação melhora devido a todos os meios de comunicação disponíveis. A facilidade de se comunicar acontece devido a fácil maneira de responder os tweets imediatamente, mas também podendo ser uma conversa particular, utilizando as mensagens diretas.
  • Trending Topics: Essa é a área onde estão os assuntos mais comentados no momento. O que pode auxiliar gerando mais discussão, visualização da sua página e mais possibilidade de temas para criação de conteúdo.

Melhores horários

Os melhores horários para realizar uma postagem no Twitter são de segunda-feira a quinta-feira, entre às 12h e 15h. Sendo a quinta-feira às 12h o dia e horário mais indicado para postagem.

Youtube

O Youtube foi lançado em 2005 e desde então vem crescendo. O que talvez não se esperava é o grande crescimento nos últimos anos. Com a facilidade de gravar e editar vídeos, qualquer pessoa pode gravar seu próprio vídeo e postar na plataforma. Com 1,8 bilhões de usuários mensais, o Youtube é uma rede social para empresas divulgarem seu trabalho de forma mais didática e diferenciada. A rede foi comprada pelo Google no ano de 2006 por US $ 1,5 bilhão.

O algoritmo do Youtube não tem como principal fundamento o engajamento com o vídeo. Os canais e vídeos que aparecem indicados para o perfil, pagina inicial ou nas pesquisas, aparecem em primeiro devido:

  • ao tempo de visualização de cada vídeo; é o tempo que um usuário assiste seu vídeo. Como algumas pessoas devem saber, o Youtube apenas conta 1 visualização quando todo o vídeo é assistido. Ou seja, se quem está assistindo fecha a janela ou sai do vídeo antes de ele terminar, ele não é bom, ou não responde sua pergunta e assim não se classifica bem nesse quesito.
  • consistência; relacionado ao uso do seu canal. De quanto tem quanto tempo você posta um vídeo? A rede leva em consideração a quantidade de vídeos postados e assim, considera que você tem uma consistência de vídeos. 
  • tempo de sessão; é o tempo que um usuário permanece no site. Esse período conta desde o momento que você entra no site até o momento em que você sai da plataforma.

Interação

Por ser uma plataforma exclusiva para compartilhamento de vídeos, as principais formas de interação são os comentários. Além disso, é possível marcar um vídeo como ‘gostei’ ou ‘não gostei’. Ainda nos comentários, é possível responder um comentário e ‘gostar’ ou ‘não gostar’.

Transmissão

Além de enviar vídeos para seu canal, também é possível fazer uma transmissão ao vivo. Estas transmissões ao vivo também contam com a ferramenta de comentar. Dessa forma você pode interagir com seu público e ter uma comunicação mais aberta.

Considerações

A utilização das redes sociais como forma de marketing pode trazer inúmeros benefícios para a empresa que souber utilizá-los de forma correta. Lembre-se sempre do planejamento feito e que ele deve ser seguido. Busque entender que um grande número de seguidores não quer dizer uma grande receita. Tenha consciência que utilizar redes sociais não é uma solução, e sim, uma outra alternativa. 

Em caso de dispor de capital para investir em propagandas nessas redes, e se a rede social estiver de acordo com o perfil da empresa, será um ótimo investimento.

É importante enfatizar que as redes sociais para empresas devem ser muito bem analisadas. O Facebook pode ser extremamente útil para qualquer tipo de negócio, já o Instagram e o Youtube, por serem mais visuais, não servem para todas. O Twitter possui um máximo de palavras por publicação, se você deseja publicar um artigo, a rede social para sua empresa é o LinkedIn. E a partir do conhecimento adquirido sobre ela, você pode identificar qual se encaixa mais com o seu planejamento.

E não esqueça de sempre analisar os resultados gerados por elas! De nada adianta investir tempo e/ou dinheiro em algo que não traz retorno nenhum. 

Teste gratuitamente o eGestor por 15 dias!

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br