escola de idiomas

Abrir uma escola de idiomas pode ser extremamente benéfico para um empreendedor nos dias atuais, visto que o efeito da globalização tem ganhado espaço e demanda que as pessoas tenham aptidão em diversos idiomas para poder garantir um bom emprego.

O inglês, por exemplo, é uma das línguas mais solicitadas e ainda não possui espaço no país. Segundo dados do Índice de Proficiência em Inglês de 2014, apenas 5% dos brasileiros dominam o idioma. Desses, 36% possuem fluência na fala e escrita. Esses dados demonstram que pode haver uma demanda de público para o seu negócio, já que muitas pessoas têm procurado cada vez mais modos de aperfeiçoar o seu currículo.

Se você possui domínio nas línguas de inglês ou espanhol, abrir uma escola de idiomas pode ser uma excelente alternativa para os seus rendimentos. Não é preciso se intimidar com a crise. Como as pessoas precisam de emprego, elas precisam incrementar o seu currículo, certo? Pode não parecer fácil, mas nós vamos te mostrar que pode ser muito mais fácil do que você imagina.

O que devo saber ao abrir uma escola?

A chave fundamental ao iniciar esse tipo de negócio é escolher bem onde pretende iniciar. Deve-se analisar bem a concorrência e saber quais são as vantagens que ela oferece aos seus alunos, condições de pagamento, materiais utilizados, professores capacitados, entre outros. É preciso evitar abrir perto de outras escolas. Tente abrir em locais onde há falta de demanda de escolas que oferecem esse tipo de ensino.

Além disso, é preciso desenvolver métodos de aprendizado que sejam didáticos. O aluno escolherá a sua escola de idiomas se ela oferecer uma metodologia que faça com que ele realmente aprenda a falar e adquirir as habilidades que necessita para ter um diferencial no mercado de trabalho.

O fundamental é possuir uma escola onde os alunos aprendam e se sintam satisfeitos com o ensino. Pois, quanto mais alunos avaliarem positivamente o trabalho realizado, mais a sua escola será reconhecida no mercado e, por consequência, atrairá mais alunos. Por isso, é importante ter criatividade na metodologia e escolher bem o material que será utilizado.

É importante que o local de instalação da escola seja muito bem pensado. Escolher uma casa para servir como sala de aulas pode ser uma boa opção. As salas de aulas devem estar equipadas com o que o aluno precisa, como rádios, lousas e carteiras estruturadas. Assim, garante que o aluno se sinta confortável no local.

É essencial que os horários das aulas para os alunos sejam flexíveis. Como, por exemplo, duas aulas por semana ou duas horas-aula seguidas. Muitos alunos possuem horários de trabalho carregados, por isso, é importante oferecer aulas no período noturno ou aos sábados.

A contratação de professores é fundamental e deve ter muita cautela na escolha. Isso porque muitos alunos escolhem a escola pelo professor. O professor precisa ser didático e gerar empatia aos alunos, além, é claro, de possuir uma fluência no idioma que ensinará. Se você tem dominância na língua, é importante fiscalizar as aulas e metodologias dos professores, caso não obtenha a fluência, pode procurar por professores e profissionais de Educação e Letras para cuidar dessa avaliação.

É preciso também ser convincente a aplicar o método ao aluno. Caso isso fique em cargo das secretárias, é preciso treiná-las para oferecer um bom atendimento e explicar passo a passo como funciona a metodologia na sua escola. Lembre-se que a recepção é a porta de entrada para qualquer negócio, não apenas no sentido literal. Por isso, a montagem da equipe estruturada e adequada fará toda a diferença para o desenvolvimento dos negócios do seu empreendimento.

Ebook Crescimento Empresarial

Quanto custa abrir uma escola de idiomas?

O preço de investimento pode variar dependendo da estrutura de escola que você deseja abrir. Caso seja preferência de aderir uma franquia, as taxas de franquia variam de acordo com cada escola. Se preferir abrir a escola de maneira individual, deve ter ciência dos investimentos de instalações e funcionários.

Você precisa de pelo menos duas salas com estruturas para seis a oito alunos, área de recepção, carteiras e cadeiras, linhas de telefone e internet, dicionários, rádios e outros materiais. Se for o caso, a verba para cobrir o preço de aluguel do local escolhido e demais despesas com funcionários e manutenção. Não é preciso de muito dinheiro investido inicialmente, você pode abrir uma escola de pequena estrutura primeiramente e depois aumentar o seu negócio de acordo com o sucesso do investimento.

Dependendo da proporção da empresa que você pretende abrir, pode formalizar o seu negócio ao se cadastrar como Microempreendedor Individual ou Pequeno Empresário junto ao governo federal para obter algumas vantagens e facilidades para progredir com o seu negócio. Além disso, quando ter todas as ideias prontas, não se esqueça de solicitar o alvará de funcionamento junto a sua prefeitura, para que possa ter o seu empreendimento dentro das conformidades legais.

Você deve estar pensando que o mais complicado de abrir uma empresa pode ser a dificuldade de administrá-la. Mas você já conhece o trabalho do eGestor?

Como posso controlar as finanças da minha empresa?

Controlar as finanças é crucial para o desenvolvimento da sua empresa, independente qual seja o negócio, não é mesmo? Pode até parecer complicado, mas o eGestor é um software simples que te ajudará a controlar a sua micro e pequena empresa. É um programa totalmente on-line, fácil e acessível.

Com ele, você poderá fazer o fluxo de caixa, controle financeiro, controle de estoque, emissão de relatórios, controle de vendas de serviços e produtos e emitir nota fiscal eletrônica. Se você pretender abrir a escola de idiomas, teste gratuitamente nosso software. Você verá como ele pode ser essencial para o controle administrativo da sua empresa.

Gostou do texto? Deixe um comentário!

Ebook manual de como abrir uma empresa

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br