9 coisas que os bem-sucedidos fazem diferente

Sempre ouvimos que para se obter sucesso, seja na área que for, não existe uma fórmula pronta. Mas, um estudo da psicóloga americana Heidi Grant Halvorson, autora do livro Succeed: How We Can Reach Our Goals (Seja bem sucedido: Como Podemos Atingir Nossos Objetivos), aponta que existem padrões comportamentais e psicológicos que podemos perceber e aprender para nos tornarmos pessoas mais bem sucedidas.

Heidi, em um texto publicado na Harvard Business Review, apontou nove coisas que as pessoas bem-sucedidas fazem diferente das demais. E, acredite: não são tarefas impossíveis ou desumanas. São hábitos simples que os bem-sucedidos têm, que incluem processos adequados para executar suas obrigações e reflexões sobre a sua condição, além de formas de melhorar e obter mais eficiência.  Leia a lista e pergunte a si mesmo: o que você faz diferente dos outros?

Seja específico

Ao impor metas a si mesmo, seja o mais específico possível. Saber exatamente o que você quer alcançar torna “o que é sucesso” mais claro e mantém você motivado. Além disso, a precisão em suas metas ajuda a pensar ações mais específicas – que tornam o processo mais claro e palpável para você. É muito mais esclarecedor “perder 5kg” do que “perder algum peso”, não é mesmo?

Não desperdice oportunidades

Com o cotidiano cada vez mais rápido e multitarefa, o ser humano é um malabarista com as oportunidades: pega uma, trabalha nela um pouco e a joga para o alto, ao mesmo tempo em que pega outra oportunidade, trabalha nela outro tanto e a joga para o alto… Nesse processo, acabamos perdendo chances de agir simplesmente porque não conseguimos dar a devida atenção ao que estava em nossas mãos. Dedique-se aquilo que você tem hoje e agarre as oportunidades – grandes e pequenas – antes que elas escorram pelos dedos.

Saiba exatamente o quanto falta no caminho

É necessário que você faça um monitoramento regular e honesto do seu processo – se ninguém puder fazer isso por você, encare o desafio e faça você mesmo. Esse é o momento para avaliar o seu desempenho e ajustar suas estratégias, avaliando quão bem você está indo nesse processo. Seja sincero e tenha olhos rigorosos, além de estabelecer a frequência dessa avaliação – se for um objetivo grande e muito desejado, dedique-se diariamente.

Seja otimista e realista

Ao determinarmos nossos objetivos, temos que pensar positivo: precisamos acreditar em nosso potencial para criar e manter a motivação. Mas, ao mesmo tempo, não devemos subestimar as dificuldades: a maioria das metas que precisamos atingir envolvem tempo, planejamento, esforço e persistência. Acreditar em si mesmo é o primeiro passo, e duvidar de todo o resto mantém você bem preparado.

Seja melhor a cada dia

Mais do que acreditar em si mesmo e nas suas habilidades, também é necessário que você veja que é possível aprender e adquirir as habilidades necessárias para atingir suas metas. Muitos acreditam que inteligência, personalidade e aptidões são coisas fixas, que nascemos e morremos com (ou sem). Mas isso não é verdade! As habilidades que temos não são determinadas pela natureza e imutáveis, mas sim uma construção diária – baseada na crença de que podemos mudar e fazermos escolhas melhores. Lembre-se sempre de que o que importa é nosso crescimento durante a jornada, e não somente o destino final.

Mantenha-se firme

Persistir diante das dificuldades e comprometer-se com objetivos de longo prazo: é isso que distingue os bem-sucedidos. As pessoas firmes são capazes de transformar seu esforço em bons resultados. Mas, se você não se encaixa nessa descrição, existem maneiras de se aprimorar! Cabe a você se esforçar, planejar e persistir em suas ideias, pois a firmeza é chave para o sucesso.

Exercite a força de vontade

Assim como qualquer outro músculo de seu corpo, os músculos de autocontrole também precisam ser exercitados. Quando usados com frequência e corretamente, crescem, tornam-se mais fortes e auxiliam você a atingir seus objetivos. Para exercitar sua força de vontade, tome como desafio a solução de tarefas que você prefira não fazer: se você não gosta da tarefa ou ela exige muito esforço, faça.

Evite as tentações

Manter sua força de vontade sólida é ainda mais desafiador. Tenha em mente que ela é limitada, e se você se sobrecarregar, sua energia se esvairá. Não tome duas tarefas desafiadoras ao mesmo tempo, e não torne-as mais difíceis do que já são.

Foco no que deve ser feito

Planeje-se e substitua hábitos ruins por outros bons. É bem melhor focar-se no lado positivo do que se debruçar sobre suas falhas e erros. Tentar evitar um pensamento só faz com que ele persista ainda mais na mente, e o mesmo serve para os comportamentos. Ao invés de focar-se no comportamento negativo, pense no que você pode fazer.

Fonte: Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br