Como ampliar a escalabilidade no seu negócio

Faturar mais do que gastar é a receita simples para o sucesso financeiro de uma empresa. Mas chegar nesse estágio é uma tarefa dura, e boa parte dos empreendedores falham por não entender um conceito tão – ou mais – simples ainda: o de escalabilidade.

Não é incomum que muitas pequenas empresas desenvolvam modelos de negócios que não são lucrativos. Algumas, em especial as digitais, escolhem um modelo ainda mais radical: sem receita alguma, esperando gerar valor através de um grande número de usuários. Na prática, acabam falhando mais rápido do que esperam, sem dar tempo do mercado realmente decidir se a ideia é boa ou não.

Assim, quando for desenvolver o seu modelo de negócios, tenha em mente a possibilidade escalá-lo. Para isso, é fundamental que você entenda esse conceito e, principalmente, saiba como chegar lá. A seguir, em 3 tópicos, entenda o que é escalabilidade e porque ela é importante para o seu negócio.

O que é escalabilidade?

O conceito de escalabilidade surgiu na engenharia de software para definir uma característica muito desejável no sistema: a habilidade de manipular uma porção crescente de trabalho de maneira uniforme. Na prática, isso significa que o sistema precisa estar pronto para crescer.

No mundo dos negócios, escalabilidade se refere à capacidade de uma empresa de crescer a sua receita sem que os custos da operação cresçam na mesma ordem. Ou seja, você deve ser capaz de faturar mais sem gastar mais por isso. Em geral, a escalabilidade se dá em um segundo estágio, quando o modelo de negócios já foi comprovado com alguns clientes e a estrutura operacional já é capaz de suportar novos usuários.

Por que ela é importante para o meu negócio?

Se entendermos que a escalabilidade só é alcançada após o modelo de negócios ser testado e comprovado, podemos deduzir que empresas com modelos de negócios frágeis ou inexistentes terão mais dificuldade para escalar. Isso não significa que não conseguirão, apenas que terão uma jornada com mais obstáculos. Dessa forma, escalabilidade é importante também para apontar o futuro da empresa.

Além disso, há o lado comercial da escalabilidade: se o seu negócio já consegue faturar mais do que gastar, significa que você alcançou uma maturidade que boa parte das empresas não conseguirão. Na prática, o seu negócio está pronto para buscar um novo estágio, seja ele um investimento para ampliar – e até dominar – o mercado ou então uma venda para uma outra empresa.

Guia de Gestão Estratégia

Como ampliar a escalabilidade da minha empresa?

Há várias formas de se ampliar a escalabilidade da sua empresa, mas a mais eficaz delas é controlar o custo de aquisição do usuário (CAC) e o tempo de vida dele como cliente (LTV). Uma empresa em busca de escalabilidade precisa ter um LTV três vezes maior que o CAC.

Isso significa que você precisa conhecer profundamente os números do seu negócio. Quanto cada campanha custa, quanto custa cada vendedor, fornecedores, comissões. Além disso, precisa relacionar tudo isso ao quanto cada cliente deixa no seu caixa. A busca por um grande LTV e um baixo CAC será o caminho para a escalabilidade.

Dúvidas sobre escalabilidade? Deixe a sua pergunta nos comentários abaixo.

Conheça o eGestor, um software online para gestão de micro e pequenas empresas.

Ebook Crescimento Empresarial

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br