loja de 1,99

Entrar no empreendedorismo é arriscado de várias formas. Um dos principais pontos a se considerar quando pensamos em entrar nesse ramo é: por onde? Ou seja, qual é o mercado no qual você deve investir para ter mais chances de sucesso? A loja de 1,99 responde essa pergunta com uma palavra: todos.

Tudo bem, isso pode soar um pouco exagerado, mas a questão é que a loja de 1,99 possui dois diferenciais gritantes do que diz respeito a qualquer outro campo do comércio. Em primeiro lugar, ela oferece um preço fixo para seus produtos. O que é tanto um atrativo para os clientes quanto um risco para os lucros; mas apenas se a loja for administrada de forma incorreta. Em segundo lugar, a outra grande vantagem e perigo: a variedade enorme de produtos.

A loja de 1,99 se propõe a oferecer produtos que variam entre brinquedos, equipamentos, utensílios domésticos, itens de papelaria e até comida. Isso significa que é um lugar de conveniência para as pessoas, um local no qual elas podem ir para compras rápidas e geralmente não planejadas. Também significa que o modo como o dono se relaciona com os fornecedores não será exatamente o mesmo que outras áreas comerciais.

Ainda assim, é uma boa oportunidade de negócio, desde que você não cometa alguns erros – a maioria dos quais, bem fáceis de prevenir. Para te ajudar, separamos algumas dicas, tanto para gestão de forma geral quanto o que há de mais específico no caso de lojas de 1,99.

Ebook manual de como abrir uma empresa

Os valores

Sim, o nome é loja de 1,99, mas a grande maioria dos estabelecimentos do tipo não se atém completamente a esse preço. É difícil seguir o padrão já que a maioria dessas lojas explodiu nos anos 1990 ou começo dos anos 2000, momento bem diferente para a economia do país; isso para não falar que R$1,99 valia muito mais do que vale hoje em dia. O problema principal é que, ao perceber que o preço não era mais esse na maioria das lojas, as pessoas perderam um pouco do interesse. O apelo não estava mais lá. Então, como contornar isso e ainda sim conseguir lucrar?

Nem todos os produtos serão apenas R$1,99, isso é certo, mas uma parte pode ser. E ela será a chave para atrair clientes. O ideal é fazer uma seleção de produtos que possam ser conseguidos a preços baixos e vendê-los realmente por R$1,99. Em alguns casos, pode até compensar que seja cobrado apenas o preço de custo, se for para atrair mais clientes. Ao expôr esses produtos de forma inteligente, as pessoas serão fisgadas, e daí para frente é a disposição da loja que fará com que ela continue lá. Passe a apresentar produtos mais caros aos poucos; não adianta oferecer uma escova de dentes na vitrine e um liquidificador na primeira prateleira. Depois que o cliente estiver à vontade dentro da loja, ele vai navegar pelas diferentes categorias e descobrirá os produtos mais caros eventualmente.

Ebook Crescimento Empresarial

Local

O lugar no qual será instalada sua loja é fundamental para o sucesso. Isso é verdade tanto para o interno quanto para o externo!

A primeira coisa que você deve fazer ao escolher um imóvel para a loja é avaliar o bairro. Cheque a concorrência, procure por um lugar em que exista uma deficiência dos produtos que você pretende vender, analise o movimento na rua e nos arredores e se informe sobre a segurança. Por melhor que seja a loja, qualquer comércio depende de fatores externos para funcionar. Já percebeu como alguns imóveis estão sempre sendo realugados para todo tipo de uso? Isso é, muito provavelmente, porque aquele não é um bom ponto de venda. Não deixe que a sua loja entre nesse tipo de cilada!

Estrutura

Agora, o outro ponto importante é como será o interior do imóvel. É comum que lojas de 1,99 sejam muito pequenas e abarrotadas de prateleiras e produtos empilhados, o que torna a navegação pelos corredores bem difícil. Você não imaginaria quantas pessoas desistem de visitar um estabelecimento pela dificuldade de se locomover nele! Isso faz com que a loja perca muitos compradores casuais, e é algo a ser evitado ao máximo. Isso não significa que você precise de um imóvel enorme! Para começar, dá para trabalhar com áreas entre 50 m² e 100 m². O que é preciso lembrar é da disposição que será utilizada. Não sobrecarregue o espaço com mais do que cabe nele, mas deixe uma maior quantidade de produtos para quando você estiver crescendo e puder considerar um novo imóvel ou uma reforma no atual.

Na hora de conhecer o local a ser comprado ou alugado, tenha visão: passeie por todo o espaço disponível e traga as medidas das estantes e móveis que você já sabe que vai instalar, como balcão do caixa, por exemplo. Se possível, peça ajuda para alguém medir o ambiente e se passe por um cliente. Apenas para ter uma ideia se a situação será confortável para ele. Não esqueça que não é só ver se dá para andar: é preciso que as pessoas não se sintam sufocadas.

Aliás, não é só o espaço de vendas que constituí a loja, é claro! Não esqueça de ver se há um cômodo para estoque, banheiro e uma sala para funcionários, conforme necessário. Eles podem até ser pequenos, mas precisam existir, então nem pense em alugar apenas um galpão.

Fornecedores

Como já dissemos, a variedade de produtos é um dos grandes diferenciais das lojas de 1,99. Isso significa que você não poderá depender de apenas um fornecedor: na verdade, terá que lidar com uma boa quantidade de fornecedores diferentes, para cada tipo de produto que você deseja vender. Aliás, para decidir o que é melhor vender, também é válido visitar outras lojas de 1,99 na sua cidade e anotar não só o que está sendo vendido, mas também o que está em falta. Afinal, a sua ideia é suprir a necessidade dos clientes.

A parte da comida pode ser a mais simples, considerando que é possível encontrar empresas que fornecem alimentos diversos de uma só vez, principalmente os aperitivos que costumamos ver expostos em caixas de mercados. Para isso, é válido procurar um atacadista, por exemplo. Já para os outros itens da loja, é importante realizar uma pesquisa extensa, inclusive com donos de outras lojas de 1,99 que não sejam concorrentes.

Importação

Você perceberá que muitos deles investem na importação de produtos da China ou do Japão. Especialmente brinquedos e utensílios de cozinha. Essa pode ser uma boa oportunidade. Tanto em questão de economia quanto em quantidade. Mas é importante lembrar que você precisará de um bom espaço de estoque. O estoque é essencial de qualquer maneira, mas é ainda mais quando há dependência de fornecedores estrangeiros. Você não pode ficar sem produtos no caso de qualquer tipo de atraso, especialmente se eles estiverem atravessando um oceano!

Se optar por trabalhar com fornecedores brasileiros, concentre-se em construir boas relações. Confiança é a base de todo negócio, e nem tudo precisa ser tratado com multinacionais; às vezes, você pode estar ajudando um outro negócio a crescer junto com o seu, e as vantagens no apoio mútuo serão visíveis rapidamente em forma de resultados.

Público-alvo

A maior parte do público que entrará em uma loja de 1,99 é a população de baixa renda, justamente pelo apelo financeiro. Por isso, você precisa aprender a trabalhar com seu público, tanto em aspectos de marketing como de atendimento.

Vitrines e primeiras impressões devem ser pensadas de acordo com os desejos e necessidades dos clientes; ou seja, pode ser mais inteligente expôr uma seleção de potes de cozinha ou um brinquedo barato do que itens de papelaria, já que a quantidade de pessoas que estão procurando por cadernos e canetas é consideravelmente menor do que as que estão interessadas nesses outros. Isso varia, é claro, de acordo com épocas do ano. Em períodos de volta às aulas, é muito melhor colocar na vitrine a papelaria, enquanto que no Natal vale mais a pena expôr brinquedos e outros possíveis presentes. Não deixe que sua loja passe batida em qualquer momento do ano!

Já sobre o atendimento, é claro que simpatia é essencial em todos os comércios, mas não se pode exigir o mesmo dos atendentes de uma loja de 1,99 e de uma loja de shopping, por exemplo. É recomendável que os funcionários desse tipo de loja sejam mais calorosos, especialmente por elas estarem, geralmente, localizadas em bairros residenciais. Imagine o tipo de atendimento que você gostaria de receber ao entrar casualmente em uma loja no seu bairro, sem grandes pretensões. Se for muito frio e distante, não será memorável, certo? Parte do sucesso comercial vem da impressão que fica nas pessoas, então trabalhe bem nisso.

Controle financeiro

Como qualquer tipo de empreendedorismo, você precisa prestar bastante atenção à gestão financeira para que as coisas não saiam do controle. O fluxo de caixa pode ser significar o avanço ou a estagnação do seu negócio, se não for administrado com cuidado.

Para ter certeza de que os lucros estão se sobrepondo aos gastos, que todos os salários e despesas estão sendo pagos corretamente e que não há furos nas contas, é recomendável que você use um software de controle financeiro. Um bom exemplo é o eGestor, que também ajuda com nota fiscal eletrônica, no controle de estoque, no controle de vendas e até com emissões de relatórios.

Aliás, é importante que se avalie bem o software escolhido justamente por sua flexibilidade: não vale a pena gastar com diversos programas, cada um oferecendo um tipo de serviço ou facilidade. Ao investir em um único software que ajude em muitas áreas, você não só está economizando como também está facilitando seu próprio trabalho, tornando tudo muito mais ágil e prático.

Marketing e divulgação

Como já falamos no tópico de público-alvo, primeiras impressões são importantes. E, sim, uma loja de 1,99 possui o apelo de ser uma loja de bairro, pessoal e pequena, mas isso não significa que você deva pensar pequeno.

Aqui está um exemplo: o que é a Armarinhos Fernando? Não uma loja de 1,99, com certeza, mas uma loja muito diversificada e conhecida pelos preços baixos, acessível tanto a empreendedores quanto ao público geral. Por que você não poderia crescer de forma parecida, se os princípios são os mesmos? Considerando isso, você não deve deixar o marketing de lado. Atualize sua vitrine, pense em um nome marcante, deixe sua loja sempre inovada e atraente e, quem sabe, até crie um site e algumas páginas em redes sociais. Por que não?

De qualquer forma, a sua loja de 1,99 será um sucesso se você se esforçar, procurar aprender sempre e usar dos meios certos para fazer o seu negócio crescer. Boa sorte!

Gostou do texto? Deixe um comentário !

Planilha de controle de estoque gratuita para download

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br