fbpx

Como montar uma loja de instrumentos musicais?

A música é uma paixão que causa as mais diversas emoções em pessoas de todos os lugares do mundo. Este interesse faz com que surjam cada vez mais músicos, sempre em busca do melhor material para produzir suas músicas com a melhor qualidade.

Desta forma, investir em uma loja de instrumentos musicais pode significar um excelente empreendimento, com chances de lucros reais. No entanto, assim como em qualquer outro empreendimento, é necessário que se estude todos os aspectos deste investimento. Analisando as diversas possibilidades e oportunidades que podem ser cruciais para o sucesso desta loja.

Análise de mercado e planejamento

O primeiro passo para a implementação de uma loja de instrumentos musicais é a definição de qual o público que esta loja irá atender. Os instrumentos musicais são divididos em diferentes tipos, como instrumentos de corda, sopro, percussão ou eletrônicos. Isto significa que uma loja pode ser especializada em um determinado tipo de instrumento ou disponibilizar todos eles a seus clientes.

Caso opte por disponibilizar apenas um destes tipos de instrumentos, a loja irá atender a um público alvo mais específico. Enquanto no caso de optar por uma variedade de instrumentos poderá contar com um público alvo maior. E  consequentemente irá atingir o máximo de clientes possíveis.

Esta definição implicará diretamente no passo seguinte, com a definição dos fornecedores. Ou seja, onde serão comprados os materiais que serão disponibilizados pela loja? É importante considerar que de acordo com o público alvo desta loja devem ser disponibilizados diferentes tipos de instrumentos. Para que possam atender tanto músicos amadores quanto profissionais. Garantindo que possam trabalhar de acordo com suas necessidades.

Loja de instrumentos musicais pode ser MEI?

Sim, a loja de instrumentos musicais de CNAE 4756-3/00 – Comércio varejista especializado de instrumentos musicais e acessórios, pode ser MEI.

Localização

A localização da loja também é fundamental para que obtenha bons resultados. Escolher  um local de fácil acesso fará com que os clientes considerem esta loja como a primeira opção para verificar os preços e materiais disponíveis. Desta forma deve haver um planejamento do local onde o empreendimento será aberto. Para isto deve-se consideradas as facilidades e dificuldades que os clientes terão para chegar à loja.

A definição da localização também deverá levar em conta o espaço físico necessário para que os instrumentos sejam dispostos da melhor forma possível na loja. Para isso será  necessário que no local escolhido possa ser instalada a loja da forma adequada. A estrutura será importantíssima para que se monte a loja de modo que, além dos produtos ficarem bem expostos, os clientes tenham espaço suficiente para observar e serem bem atendidos de maneira confortável, sem dificuldades de locomoção pela loja.

Após a definição do local e materiais que serão disponibilizados na loja, o passo seguinte é a formação da equipe que irá atuar atendendo aos clientes. A escolha da equipe de funcionários é um dos passos mais importantes passos do planejamento. É importante que se componha uma equipe de trabalho bem qualificada para realizar este atendimento. Mas além disso, que também entenda de música e saiba orientar os clientes quanto aos instrumentos disponíveis. Assim como orienta-los a escolher os mais adequados para cada caso.

Treinamento da equipe

Além desta definição da equipe, deve haver um constante treinamento, especialmente quanto às novidades e lançamentos de novos instrumentos musicais. Desta forma, é possível não apenas oferecer o melhor aos clientes, mas também informá-los sobre o funcionamento de cada instrumento disponível na loja.

Realizadas estas etapas de planejamento a loja estará pronta para começar a atender ao público. Neste momento há um novo passo a ser realizado: a divulgação. Como todo novo empreendimento, uma nova loja precisa atrair novos clientes. Ou seja, precisa  ser chamativa ao público. No início das atividades uma boa alternativa é apostar em preços promocionais e descontos que possam levar os músicos a conhecer os produtos disponíveis.

Neste ramo, na música, é fundamental que se mantenha sempre o trabalho de divulgação, mesmo após o período inicial de funcionamento. Uma opção é apostar no patrocínio e realização de eventos, os quais poderão contar inclusive com a presença de músicos clientes da loja. Esta ação vai criar um elo com seu público, podendo gerar resultados altamente positivos.

Controle financeiro e acompanhamento dos números

Mesmo após a loja iniciar seu funcionamento e estabelecer sua clientela, firmando-se no mercado, ainda existe uma etapa importante do trabalho a ser realizada, o acompanhamento financeiro. Apenas com conhecimento pleno dos números da empresa se poderá identificar se é realmente lucrativa e rentável.

No entanto, este acompanhamento financeiro pode ser trabalhoso e difícil de realizar. Para auxiliar neste trabalho existem softwares de gestão que possibilitam uma visualização mais rápida destes números. Um exemplo de software de gestão que pode ser utilizado neste trabalho é o eGestor, que também diminuirá a chance de erros de cálculos neste processo.

O controle financeiro é de fundamental importância para que uma loja de instrumentos musicais possa seguir em funcionamento por grande período de tempo, pois apenas com este controle pode se conhecer detalhadamente a saúde financeira da empresa, observando sua lucratividade e rentabilidade a cada período de tempo.

Esta prática também minimiza as chances de fracasso do negócio, pois torna possível se antecipar a possíveis erros e corrigi-los a tempo, antes que comprometam a empresa. Em contrapartida, também torna possível a identificação de futuras oportunidades que poderão contribuir para um sucesso ainda maior desta loja, solidificando-a no mercado em seu segmento.

Desta forma, aliando uma detalhada análise de mercado e um planejamento estratégico bem elaborado com um rígido e ininterrupto controle financeiro, o investimento em uma loja de instrumentos musicais pode significar um grande sucesso, com possibilidades inclusive de se tornar uma nova marca reconhecida e respeitada no mercado.

Além do mais, deve ser considerada também a importância deste segmento, a música, na sociedade, sendo um ramo do mercado que está sempre em movimento, com cada vez mais músicos lançando carreiras a fim de atender ao público em todos os lugares, sejam cidades grandes ou pequenas, que contam sempre com seguidores dos mais diversos estilos musicais.

Conclusão

Portanto, investir em uma loja de instrumentos musicais pode ser um negócio altamente lucrativo. Seja uma loja de algum instrumento específico, para um público alvo mais restrito, seja para uma loja de diversos instrumentos, para um público mais generalizado. Mas em ambas as situações, é preciso se estabelecer em um local que esteja bastante em evidência e investir em profissionais capacitados, que não sejam somente bons vendedores, mas que tenham conhecimento musical e saibam indicar os melhores instrumentos aos clientes.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Como montar uma loja de instrumentos musicais?
Escrito em: 07/04/17
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....