crowdfunding

Um fator absolutamente crucial para o sucesso de qualquer negócio, é a captação de recursos, tanto para a abertura da empresa, quanto para o crescimento. Capital próprio, empréstimos bancários, sociedade ou ajuda de investidores? Muitos empreendedores possuem dúvidas a respeito da viabilidade e vantagens de cada opção. Você já ouviu falar no termo crowdfunding? Crowdfunding é uma espécie de financiamento coletivo, processo no qual vamos falar de uma forma mais aprofundada a partir de agora neste artigo. Siga com a gente!

Afinal, o que é o crowdfunding?

Além de ser uma ótima alternativa para divulgação do negócio e captação de novos clientes, a internet também pode ser uma ferramenta poderosíssima para a captação de investimentos para a sua empresa. Crowdfunding são plataformas online, em que os empreendedores se cadastram e procuram o apoio de investidores para os seus projetos. É uma espécie de financiamento coletivo para a viabilidade de novos negócios. São ferramentas de extrema relevância para que o seu negócio saia efetivamente do papel.

Como surgiram essas plataformas no Brasil?

Esse tipo de projeto surgiu no Brasil a partir de dois jovens empreendedores: Dorly Neto e Diego Reeberg. Dorly estuda relações públicas na Faculdade Integrada Hélio Alonso no Rio de Janeiro, e é especialista em Redes Sociais e Inovação Digital pela faculdade ESPM-SP. O projeto de engajamento e financiamento coletivo desenvolvido por Dorly é o site Benfeitoria.com que já foi responsável pela viabilidade de mais de 1.700 projetos e por mais de R$ 29 milhões de arrecadação, a partir do auxílio de mais de 228 mil colaboradores.

Já Diego Reeberg cursa administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas, de São Paulo, e fundou a plataforma catarse.me, que foi a plataforma pioneira em engajamento coletivo no país e já ajudou a financiar mais de 1.800 projetos no Brasil, a partir do auxílio de mais de 216 mil apoiadores e investimentos de mais de R$ 31 milhões.

Como funcionam as plataformas de crowdfunding?

Esses sites funcionam de uma forma bastante simples. O empreendedor informa o valor necessário para a realização do seu projeto, descreve a sua ideia de negócio e informa a data limite em que deseja viabilizar o projeto em questão. 

No caso de o projeto atingir o seu objetivo e alcançar os investimentos planejados, a plataforma de crowdfunding na qual o empreendedor obteve o financiamento coletivo, recebe uma porcentagem de 5% do valor arrecadado, referente a viabilidade do negócio. Em caso de essa porcentagem não ser destinada ao site, o empreendedor sai sem levar nada do que foi arrecadado e os valores são devolvidos aos apoiadores do projeto.

As plataformas de crowdfunding podem ser utilizadas para a viabilidade de negócios em qualquer segmento de mercado. Conforme falamos inicialmente neste artigo, são plataformas que atendem a diferentes tipos de clientes, tanto empreendedores que não possuem dinheiro para abrir o seu negócio, quanto pessoas que precisam levantar um valor elevado para expandir a sua empresa, apesar de que no caso de valores mais elevados, as chances de viabilidade são reduzidas.

Para que possam obter o total arrecadado para o seu projeto, o candidato deve obrigatoriamente comprovar o registro de sua candidatura na plataforma em questão, que deve estar devidamente cadastrada na Justiça Federal e deve informar aos órgãos públicos a quantia arrecadada por meio do site e o nome das pessoas que colaboraram com o projeto. 

O crowdfunding se baseia na vontade de diversas pessoas em contribuir para a viabilidade de um determinado negócio. Mais do que uma plataforma voltada para financiamentos coletivos, os sites de crowdfunding são voltados para pessoas que acreditam em uma ideia.

A recompensa aos investidores depende da quantia investida. Ela pode ser em forma de recompensas ou brindes, que é o crowdfunding tradicional ou com uma efetiva participação nos lucros da empresa financiada, no caso do Equity Crowdfunding. Veja alguns sites de crowdfunding no Brasil que você deve conhecer, além do Catarse e Benfeitoria:

    • Senso incomum;
    • Vakinha;
    • Multidão;
    • MovereME;
    • Incentivador;

eBook guia de gestão empresarial

Quais as vantagens do crowdfunding?

Além de possibilitar ao empreendedor meios para a viabilização de seu projeto a partir do auxílio coletivo de diferentes usuários, as plataformas de crowdfunding também são ótimas ferramentas de divulgação de um projeto, de uma forma totalmente online e sem custos.

A outra vantagem do crowdfunding é o fato de ser voltada para qualquer empresa e também facilitar a vida de investidores que desejam ingressar em determinado tipo de negócio. Os diferentes tipos de projetos nas plataformas de crowdfunding, possibilitam aos investidores a realização de um estudo a respeito de cada um deles, para possam avaliar a melhor opção de investimento.

E as desvantagens?

O crowdfunding nem sempre pode ser eficaz no caso da viabilidade de projetos que necessitam de um valor muito elevado de financiamento, conforme falamos anteriormente.

No caso de não se obter a viabilidade de um determinado projeto, o empreendedor corre o risco de ter a sua ideia copiada na plataforma, que posteriormente pode vir a ser efetivada por outro empreendedor.

O risco de fraude é bastante pequeno, mas já existem casos de que os fundos foram destinados a empreendedores mesmo sem chegar ao valor total necessário. Por isso é importante certificar-se de que a plataforma de crowdfunding adotada é segura e possui credibilidade. Os sites citados anteriormente neste artigo, como Benfeitoria, Catarse, Senso Incomum, Vakinha, Multidão, MovereME e incentivador são extremamente confiáveis e já contribuíram para a execução de inúmeros projetos no Brasil!

Gostou do texto? Está buscando fundos para tirar o seu projeto do papel? Que tal apostar em uma plataforma de crowdfunding? Deixe um comentário para gente!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Por Gabriel Pfeifer, em 09/07/2018

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br