Reunir informações realmente relevantes e transformá-las em recursos facilitadores da melhoria dos processos — dos mais gerais aos mais específicos — é o trabalho de uma análise de dados bem feita. E é sobre ela que vamos falar no post de hoje, apontando sua importância para os gestores de toda e qualquer empresa, independentemente de seu porte ou de sua área de atuação. Quer saber mais sobre o assunto? Então confira agora mesmo:

Operação em foco

É extremamente comum vermos alguns negócios direcionarem totalmente seu foco para a aquisição de novos clientes e para o aumento das vendas, enquanto a operação geral — o que inclui os setores financeiro, logístico e de compras, por exemplo — acaba não tendo a devida atenção.

Pois com a aplicação de uma boa análise de dados, o gestor passa a ter uma ideia muito mais precisa de como anda o comportamento da empresa perante o mercado, em um sentido mais amplo, enquanto, ao mesmo tempo, sabe como está sendo a eficiência de suas áreas internas.

Assim, em vez de ter em foco apenas o setor comercial, o gestor tem base sólida para saber quando é a hora de investir, de aumentar sua frota, quais itens precisam ser comprados com mais frequência, entre tantas outras decisões importantes para a manutenção da saúde do negócio.

Apresentação de resultados

Na rotina das inúmeras reuniões do dia a dia e das frequentes apresentações para a diretoria e a presidência da empresa, a análise de dados permite não só apresentar, mas acompanhar, minuciosamente, a evolução dos resultados.

Essa avaliação periódica dos frutos de tanto trabalho está diretamente relacionada ao processo de tomada de decisão, pois é exatamente ela que vai fornecer as informações necessárias para que novas ações sejam definidas, tanto para a melhoria pontual dos processos como para o aprimoramento da estratégia geral da empresa.

Tomada de decisões

O ideal é que os gestores, ao tomarem decisões importantes, tenham um embasamento sólido como motivação. E isso é mais que possível com a análise de dados, que fornece dados seguros e históricos relacionados a qualquer rotina a ser medida. Para isso, basta que se tenha acesso ao registro correto e periódico das informações.

Dessa forma, um gestor pode, por exemplo, tomar decisões estratégicas sobre os processos da área financeira do negócio, observando o comportamento do setor no último mês, semestre ou até mesmo ano, tanto para o mercado, como para o ambiente interno da empresa.

Guia de Otimização de Processos

Controle eficaz

Quando a análise de dados é feita periodicamente, permite que o gestor tenha maior controle sobre as operações de sua empresa. Se a análise do fluxo de caixa é feita de tempos em tempos, por exemplo, proporciona um maior conhecimento sobre as rotinas e, consequentemente, um maior controle sobre os fatores que o influenciam negativamente.

Assim, quando o gestor percebe a necessidade de comprometer seu caixa para efetuar o pagamento das contas, passa a entender melhor sua operação e a negociar prazos mais satisfatórios com seus fornecedores, gerando um maior controle sobre as contas a receber.

A análise de dados atinge desde um trabalho mais operacional, como o fluxo de entregas realizadas, até a tomada de uma decisão mais estratégica feita por parte dos diretores, como por exemplo, a decisão de investir ou não em máquinas e equipamentos. Portanto, quando a empresa adota essa prática, permite que todas as suas rotinas possam ser avaliadas e, consequentemente, melhoradas, contribuindo cada vez mais para o sucesso do negócio e permitindo seu crescimento no mercado.

Agora comente aqui e nos conte: como é feita a análise de dados em sua empresa? Como ela contribui para sua rotina e para seu crescimento? Divida suas experiências conosco e participe da conversa!

Conheça o eGestor, um software online de gestão de micro e pequenas empresas.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br