Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano, mais conhecida como a dona do Magazine Luiza, é considerada uma das mulheres mais importantes e ricas do país. E não é por menos. Luiza foi responsável pelo crescimento fenomenal de uma loja de família, transformando-a em uma das maiores redes de varejo do Brasil. Na área social, Luiza criou projetos de combate à violência doméstica dentro da empresa e se dispôs a ajudar pequenas empresas no enfrentamento da pandemia. Conheça agora um pouco mais sobre a história da mulher que se tornou um ícone na área de gestão.

Biografia de Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano nasceu em nove de outubro de 1951, em Franca, uma cidade do interior de São Paulo. Aos 12 anos começou a auxiliar os tios em um pequeno comércio da família, chamado de Cristaleira. Aos 18 anos, Luiza Helena começou a trabalhar de forma efetiva na loja, na área de cobrança e caixa.

Luiza é formada em Direito pela Faculdade de Direito de Franca e durante todo o tempo atuou dentro da loja dos tios, ocupando funções diversas. Aos 40 anos, em 1991, foi alçada ao cargo de líder da loja.

O cargo de presidência chegou em 2008, posição que Luiza ocupou por 8 anos. Em 2016, passou o comando para um de seus filhos.

Luiza Helena, no entanto, nunca se afastou dos negócios da família. Sempre esteve presente, pensando em como ampliar a loja e também em como criar uma estrutura melhor de trabalho para seus colaboradores.

Trabalho humanizado

O Magazine Luiza é conhecido pela forma diferenciada de acolher e cuidar dos seus funcionários. A empresa de varejo foi a primeira considerada um dos melhores lugares para trabalhar em uma pesquisa realizada pelo Great Places to Work.

Luiza implantou ao longo do tempo, projetos e programas de retenção de talentos, oferecendo capacitações em áreas diversas para seus colaboradores para que eles aperfeiçoassem o conhecimento e pudessem aplicar no seu ambiente de trabalho, potencializando o negócio.

Instalou um programa de Disque denúncia dentro da loja para que mulheres vítimas de violência doméstica pudessem denunciar seus agressores.

Nas redes sociais, Luiza Helena Trajano também se aproxima de seus clientes, respondendo a questionamentos e solucionando problemas com compras e entrega de produtos.

Magazine Luiza de Luiza Helena Trajano

De onde veio o nome Magazine Luiza? O nome da loja dos tios de Luiza era Cristaleira. A pequena loja de presentes foi comprada pela família e tinha muitos clientes locais.

Algum tempo depois, Luiza Trajano Donato, tia de Luiza Helena Trajano, pensou em uma estratégia de marketing para chamar a atenção para o negócio. Criou um concurso cultural para que os clientes escolhessem um nome novo para a loja. Lançou o concurso na rádio local e veio, então, o resultado.

Magazine Luiza foi o nome mais votado pelos ouvintes e clientes da antiga Cristaleira, em referência ao nome da tia de Luiza. Em 2018, a empresa adota uma outra nomenclatura, gerando mais intimidade com o público: o Magalu.

Loja virtual

O conceito de loja virtual também surgiu através de Luiza Helena Trajano, um ano depois que ela se tornou líder do Magazine Luiza. A ideia era fazer com que os clientes pudessem adquirir móveis, eletrodomésticos e outros produtos através de um catálogo no computador. Assim, não haveria necessidade de manter o produto ali, na loja física.

O vendedor ia até a casa do cliente e apresentava a ele um catálogo virtual. A compra era realizada e a loja se encarregava de fazer a entrega. Assim, surgiu o que conhecemos hoje como loja virtual ou comércio eletrônico.

Em 2000, o site eletrônico do Magazine Luiza foi criado e, desde então, a empresa faz parte das lojas que mais vendem pela internet, junto com outros grandes nomes, como Mercado Livre, Casas Bahia, Americanas e a Ponto Frio, que passou a se chamar Ponto.

A entrega rápida, a oferta variada de produtos e as muitas promoções realizadas pela empresa fazem com que o Magazine Luiza ocupe uma posição de destaque dentre tantas lojas virtuais.

Dropshipping Magalu

Em 2020, para ajudar pequenos negócios a se manterem ativos mesmo na pandemia, o Magazine Luiza reforçou o programa Parceiro Magalu. O interessado cria uma conta na loja, recebe um link de vendas, divulga os produtos e recebe a porcentagem em cima de cada venda realizada.

O projeto também possibilita que outras empresas vendam seus produtos através do Magazine Luiza, com entrega realizada pelo Magalu.

Expansão do Magazine Luiza

A expansão do Magazine Luiza começou em 1976, quando a empresa comprou a rede de Lojas Mercantil, também localizada no interior de São Paulo. Em 1983, o Magazine chegou ao estado de Minas Gerais. Paraná e Mato Grosso do Sul entraram na rota em 1996.

Nessa época, a empresa já realizava as famosas promoções, chamadas de “Só amanhã” e “Liquidação Fantástica”, conhecidas e aplicadas até hoje nas estratégias de vendas da marca. Como o site já estava funcionando, o alcance da empresa foi gigantesco.

Em 2001, o Magazine oferece um novo serviço aos seus clientes: o Luizacred, um cartão próprio do Magazine Luiza em parceria com o Banco Itaú. Nesse mesmo ano, a rede de Luiza Helena Trajano compra a rede Wanel, se instalando na região de Sorocaba, também em São Paulo.

Em 2003, são adquiridas as lojas Líder, na região de Campinas, São Paulo. No ano seguinte, é a vez das lojas Arno, no Rio Grande do Sul, serem incorporadas à empresa. A expansão continuou na região com a aquisição de vários comércios locais.

Em 2008, a rede de varejo conquistou mais de um milhão de novos consumidores com a instalação de mais de 40 lojas em São Paulo. Em 2010, o Magazine chega de vez na região Nordeste ao adquirir mais de 130 lojas, antes pertencentes às Lojas Maia.

Em 2010, o Magazine Luiza implementou novos centros de distribuição, acelerando a entrega das mercadorias. E, em 2015, foi lançado o aplicativo da loja para facilitar as compras online, tornando-se um dos mais utilizados e mais efetivos.

Em 2018, a empresa adquire uma startup de logística, a Logbee. A milésima loja do Magazine Luiza é inaugurada com a compra da gigantesca Netshoes em 2019.

Finalizando a enorme expansão da rede, pelo menos por enquanto, em 2020, foi a vez do site de compra e venda de livros novos e usados, Estante Virtual, ser adquirido pela loja da Luiza Helena Trajano.

Conclusão

Como vimos, a trajetória de sucesso de Luiza Helena Trajano começou quando ainda era criança e se desenvolveu à medida que ela foi se especializando e ganhando experiência na área. Mais do que isso, Luiza sempre teve um olhar apurado para os negócios, com foco em crescimento e expansão, mas sem deixar de lado o seu lado humano no contato com clientes, colaboradores e na criação de projetos de grande alcance social.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas - Luiza Helena Trajano

 

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br