fbpx

Revendedor de cosméticos: tudo que você precisa saber

A revenda de cosméticos é um dos mercados menos abalados pela crise financeira no Brasil. Por isso, tem se mostrado uma excelente escolha para quem precisa complementar a renda ou investir em um novo canal. Isso acontece porque, mesmo em tempos de recessão, as pessoas não deixam de consumir seus perfumes, produtos de higiene e de beleza. E é justamente por isso que o mercado continua aquecido para este ramo, contratando novos revendedores de cosméticos em todo o território.

Mas, o que é preciso saber para ter sucesso como revendedor de cosméticos? Quais são as empresas de destaque para se trabalhar como revendedor? Veja essas informações e muitas outras dicas neste artigo e mude sua vida hoje mesmo com este tipo de empreendimento próprio!

Quero ser uma revendedor de cosméticos

Se você já tomou sua decisão, é imprescindível que avalie suas características pessoais antes de investir na carreira. Você gosta de vender? Tem simpatia e é desenvolta para explicar como os produtos agem para os clientes?

Caso a resposta foi positiva e se você já tem alguma experiência na área, agora é a hora de escolher qual empresas se cadastrar como uma revendedor de cosméticos. Confira:

Top 5 para revenda de cosméticos

Conheça as 5 principais empresas para se tornar uma revendedor de cosméticos:

1. Revendedor de cosméticos na Avon

A Avon é uma das mais conhecidas empresas americanas na área de cosméticos e utilidades. Ela tem um público bastante diversificado em mais de 100 países e atende desde pessoas mais novas até a terceira idade, com sua vasta gama de produtos.

Para ser revendedor de cosméticos da marca é necessário ter mais de 18 anos e adquirir um kit inicial. O preenchimento dos formulários cadastrais para revenda pode ser feito diretamente pelo site da empresa e é bem sucinto. Assim, todos os produtos são repassados com 30% de desconto, sendo este o seu lucro. Além de trabalhar a parte de vendas, na Avon também é possível construir sua equipe e obter lucros a partir de outros inscritos indicados para você.

2. Revendedor de cosméticos Jequiti

Mais nova entre as empresas trazidas neste artigo, a Jequiti é uma empresa nacional do Grupo Silvio Santos que tem crescido muito ao longo dos últimos anos.

Focada em perfumaria e com lançamentos mensais na área, para fazer parte da empresa também é necessário ter mais de 18 anos e adquirir um kit que, posteriormente, tem o valor pago em mercadorias.

O valor do repasse para os revendedores de cosméticos é de 30% fora os catálogos promocionais e os brindes que garantem lucros de 50 a 100% sobre a venda. O cadastro pode ser feito pelo site ou pelo 0800.

3. Revendedor de cosméticos Mary Kay

Outra americana de renome no Brasil, é a Mary Kay que está aqui há vários anos e tem construído sua história. Mais do que fazer vendas, a missão da empresa é inspirar vidas e nutrir relacionamentos. Portanto, é mais do que uma venda de porta em porta e sim, uma consultoria em maquiagem e cosméticos.

Os lucros para quem se torna uma consultora da empresa variam de 25 a 40% conforme o valor do pedido passado, e todos os meses é possível contar com várias promoções.

Além deste canal de enriquecimento, a Mary Kay ainda tem uma forte filosofia de passar a oportunidade para outras pessoas criando-se equipes e posteriores unidades que rendem muito para quem está a frente.

Vale destacar que, para ser uma consultora Mary Kay, é indispensável receber a indicação de outra consultora que já esteja na empresa, não sendo possível fazer a solicitação via internet.

 4. Revendedor de cosméticos Natura

Entre as empresas brasileiras de cosméticos, a Natura é, sem sombra de dúvidas, a que mais se destaca no setor, tendo uma história solidificada e de muitos anos à frente neste mercado tão amplo.

Para ser consultora é necessário preencher o formulário virtual, entretanto, atente-se aos pré-requisitos como ter mais 18 anos para dar continuidade, por exemplo.

A porcentagem de ganho da Natura também é de 30% sobre o valor de catálogo, vale ressaltar que os produtos são muito conhecidos e conceituados.

5. Revendedor de cosméticos O Boticário

A última marca trazida neste Top 5 é a “O Boticário” que, recentemente, abriu este novo canal de vendas para que mais pessoas tenham acesso prático aos seus cosméticos.

Para se tornar revendedor da empresa, é possível fazer o cadastro pelo site e aguardar um período de até 30 dias para obter retorno. Os dados solicitados são pessoais e bastante simples para facilitar este cadastro.

O lucro para revendedores da O Boticário, entretanto, é o menor entre todas essas empresas, apenas 15% sobre os valores de venda mais as promoções exclusivas que garantem um retorno maior.

Revendedor de cosmético pode ser MEI?

Sim, um revendedor de cosméticos com CNAE 4772-5/00 – Comércio varejista de cosméticos, produtos de perfumaria e de higiene pessoal, pode ser MEI.

Dicas para ser uma revendedor de cosméticos de sucesso

Agora que você já viu quais são as melhores opções para se tornar revendedor de cosméticos e já se decidiu por qual optar, aproveite para tomar nota de algumas dicas que com certeza farão a diferença no dia a dia do seu trabalho como vendedora.

É essencial ter objetivos e se cobrar

A revenda de cosméticos pode tanto ser um extra na sua renda como sua única fonte de ganhos, tudo depende dos seus objetivos, é claro.

Assim, para ter sucesso, é essencial definir metas como o valor que você deseja ganhar mensalmente com este trabalho.

Veja quanto será necessário vender para ter seu objetivo concretizado, e determine o número total de vendas por semana e por dia para conquistar, com notoriedade, a sua meta.

Seja bastante profissional

Um erro comum entre revendedores de cosméticos é simplesmente deixar o catálogo e tirar pedidos, algo que hoje em dia já não dá mais certo.

Conheça o seu negócio, saiba sobre cada um dos produtos e encante seu cliente de modo que ele não queira mais comprar com outra pessoa a não ser você.

Vista-se bem, trabalhe com formas de pagamento profissionais como crédito e débito, e seja sempre bastante organizada!

Use os produtos para vender mais

Sim! Usar os produtos que você revende evidentemente lhe dará maior confiança para indicá-lo aos clientes. Além disso, tratando-se de cosméticos, não existe melhor propaganda do que o outro ver um tom novo de batom na sua boca ou na sua unha!

Outro ponto é que, para você, os produtos sairão mais em conta, enquanto fica mais bela com as tendências, faz propaganda por um baixíssimo investimento e ainda lucra com as vendas. Pra que melhor?

Estude o máximo que puder

Independente da marca escolhida para revenda, com certeza você não conseguirá usar absolutamente todos os produtos. Ainda assim, é importante que você conheça cada um deles para saber a quem indicar.

Neste contexto, estude para que serve cada cosmético, como ele deve ser aplicado e quais são as principais recomendações para uso.

Seus conhecimentos gerarão um maior número de vendas e, consequentemente, melhores lucros também!

Saiba administrar o dinheiro das vendas

Por fim, a última dica é que você separe sempre o dinheiro das suas vendas do seu pessoal, afinal, apesar da maioria das pessoas não considerarem as vendas diretas como um negócio sólido, ele é tanto quanto uma empresa.

Administre cada recebimento, reserve a porcentagem investida para a compra de novos produtos e deixe o seu lucro livre.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Revendedor de cosméticos: tudo que você precisa saber
Escrito em: 20/06/20
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

1 Comentário

  1. Laysla nunes da costa

    Eu tenho um sonho de revender esse produtos cosmeticos

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o acompanhamento se tem uma melhor ideia da...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...