Saiba qual é o melhor financiamento para o seu negócio

Assim que surge uma nova ideia de negócio — ou quando se quer expandir um empreendimento já em operação no mercado — aparece, também, a grande dúvida: mas com que dinheiro? E é nesse momento que quem está à frente da idealização precisa avaliar as fontes facilitadoras de crédito para a concretização das estratégias financeiras e de desenvolvimento que tem em mente.

O empreendedor pode fazer uso de suas próprias economias para custear as mudanças na empresa, mas isso é algo com o que dificilmente se pode contar quando se está apenas começando ou quando o recurso financeiro necessário para a alteração for alto. Quais seriam, então, as outras opções? Veja agora mesmo alguns tipos de tomadas de recursos de que um empreendedor poderia dispor e descubra aquele que seria o mais adequado para seus interesses. Confira:

Recursos pessoais

Qualquer fonte de recursos possui seu próprio conjunto de vantagens e inconveniências. Recorrer a investimentos de amigos e familiares pode ter como maior privilégio a liberdade que se terá para negociar o retorno da quantia emprestada. Deve-se evitar a todo custo, porém, que a nova relação de negócios desgaste a amizade e a boa convivência entre vocês. Uma desvantagem é que se tem a oportunidade de acessar apenas uma soma limitada de recursos dentro das possibilidades de quem aceita emprestar.

Empréstimos bancários

Trata-se de um contrato feito pelo empreendedor e uma instituição financeira, por meio do qual se recebe uma quantia previamente determinada que deverá ser restituída ao banco dentro de um prazo previsto e nas condições fixadas em contrato. A grande vantagem aqui está na ausência de destinação específica do montante emprestado, de modo que quem toma os recursos fica livre para investir a quantia recebida onde bem entender. Já a desvantagem reside, principalmente, nas altas tarifas e nos juros significativamente maiores do que outras alternativas.

Guia de Gestão Estratégia

Financiamentos

Por meio desses contratos, o empreendedor pode auferir uma quantia certa, mas com uma destinação específica e com critérios próprios de quitação do valor tomado, a posteriori, ao banco credor. Nesse caso, existe o benefício de se deparar com juros bem menores — se comparados aos dos empréstimos, por exemplo —, mas os recursos só poderão ser aplicados onde foram inicialmente projetados. Essa opção é a mais interessante, por exemplo, para adquirir veículos, máquinas e outros bens previamente conhecidos.

Leasings

Também conhecido como arrendamento mercantil, essa é outra excelente opção para quem pretende e deseja aproveitar veículos, máquinas novas e equipamentos diversos em seu negócio. O banco — ou a sociedade de arrendamento mercantil — adquire um bem escolhido pelo empreendedor, ficando este na posição de arrendatário e aquele como arrendador. A posse e o usufruto do bem, durante a vigência do contrato, são do arrendatário, mas a efetiva propriedade do recurso permanece com o arrendador, de modo que o empreendedor poderá optar por comprar ou não o bem ao final do acordo.

Cheques especiais

Essa é uma modalidade de tomação de recursos que pode ser vantajosa em algumas ocasiões, sobretudo quando o empreendedor imagina que poderá quitar a dívida em poucos dias. Tal opção é útil em situações emergenciais e, embora tenha juros altíssimos, não conta com outras cobranças, como IOF e taxas de contrato, por exemplo.

Essas são somente algumas fontes de recursos de que uma pessoa jurídica poderia aproveitar. De modo geral, a melhor opção para seu negócio é aquela que atende bem a suas demandas, dentro de uma estimativa bem feita sobre o tempo de pagamento das parcelas e das taxas de juros embutidas na subvenção. As condições de pagamento devem estar de acordo com o momento financeiro da empresa.

E você, já sabe qual seria o melhor financiamento para seu negócio? Já teve alguma experiência com alguma dessas  modalidades? Comente aqui e compartilhe conosco suas histórias e impressões!

Conheça o eGestor, um software online de gestão para micro e pequenas empresas.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br