Realizar a gestão de pessoas é um trabalho árduo para gestores que atuam em empresas de todos os portes e segmentos. Para o micro e pequeno empreendedor, é um desafio ainda maior, pois exige conhecimentos e habilidades para a gestão de equipes pequenas, além dos necessários para a administração dos negócios.

Você não precisa ter uma área de Recursos Humanos para que sua companhia esteja em dia e realize uma gestão de pessoas eficiente. É importante ter um responsável pelas ações de RH e esse profissional pode ser você mesmo.

Como fazer a gestão de equipes pequenas

Considerar os funcionários um ativo de sua organização e não um gasto é um grande diferencial diante da concorrência. Pois outra empresa até pode fornecer os mesmos produtos ou serviços, mas não por intermédio da mesma equipe que você possui. Independentemente do tamanho da sua firma, o profissionalismo é a chave do sucesso.

Conheça 7 dicas que vão ajudar a gerir sua equipe de forma profissional e competente:

1. Forme uma boa equipe

No momento da contratação de seus funcionários, tenha em mente qual é o perfil que mais combina com os seus valores e com os da sua empresa.

Os empregados precisam ter um algo a mais, além da experiência anterior. Uma característica que agregue valor para o seu negócio. Pode ser o jeito simpático de lidar com o público, um perfil de líder, a curiosidade ou uma sede por inovação.

É essencial que o colaborador dê conta de suas tarefas, seja responsável, demonstre comprometimento e tenha postura no ambiente de trabalho. Não se trata de ser alguém perfeito. Mas, a pessoa deve mostrar vontade de melhorar seus pontos fracos.

2. Defina um líder para cada tarefa

Por mais que as ações tenham que ser realizadas em equipe, nomeie um responsável pela entrega final de cada tarefa. Esse funcionário vai trabalhar para que as coisas se mantenham no lugar, no decorrer do trabalho.

Também deverá ter clareza total da atividade e qual o papel de cada um para o sucesso dela.

Aproveite ao máximo quem você tem. A cada atividade, delegue a função de líder a um colaborador diferente. Extraia o melhor de seus empregados.

Dê a chance para que cada um exerça a sua liderança, sempre observando os pontos fortes dos funcionários e escolhendo a tarefa que mais combina com as qualidades do líder em questão.

3. Trate todos de forma igual

Um dos erros mais comuns quando se tem uma equipe pequena é eleger os preferidos e tratar de uma forma melhor os funcionários prediletos.

É natural se identificar mais com um colaborador do que com outro. Porém, para o sucesso de seu negócio, é essencial que na relação profissional todos sejam tratados igualmente.

O modo como você se aproxima das pessoas e as lidera é que dá o tom da sua empresa. Direcione o seu foco para a equipe como um todo e da forma mais imparcial possível.

Eles vão se sentir mais fortalecidos como time, mais ligados à companhia e empenhados nas tarefas que executam para você como gestor.

4. Elabore o planejamento estratégico com a sua equipe

Se quer que sua equipe alcance excelentes resultados, é essencial trabalhar com eles para obter um plano estratégico claro e conciso. O fato de eles participarem desta etapa vai engajá-los para o alcance dos objetivos e reduzirá as chances de resistência.

Inclua o que você espera da corporação no futuro (em curto, médio e longo prazos), quais os objetivos e como pretende chegar lá. Estabeleça metas realistas (recomenda-se de 3 a 5 para cada trimestre). Mostre a diferença que o trabalho de cada um faz para obtê-las.

No fim, incentive para que cada um execute seus próprios planos de ação que ajudarão a empresa a conquistar o objetivo final, incluindo as tarefas diárias necessárias para o seu alcance.

eBook guia de gestão empresarial

5. Comunique com clareza

Você não precisa contar exatamente tudo para os seus empregados – há informações de que eles não devem saber mesmo. Também não deve ter o perfil introvertido e calado que não comunica absolutamente nada.

Busque o equilíbrio e informe os pontos importantes com clareza: quais são as metas do período, os prazos, as suas expectativas (e do cliente) e qual o papel de cada um.

Estimule para que todos façam perguntas e contribuam com ideias que facilitem e/ou agilizem as tarefas. Seja específico e didático, sempre. Comunique-se como se estivesse dando explicações a uma criança.

Não dê espaço para adivinhações ou para a “rádio peão”. Funcionários informados produzem mais e melhor, além de serem mais motivados.

6. Utilize a tecnologia a seu favor

Em sua empresa, caso muitas tarefas sejam realizadas em equipe, recomenda-se o uso de um software de gestão de projetos. Atualmente, há várias opções no mercado, inclusive muitas gratuitas.

Um sistema permite que todos os envolvidos tenham uma visão detalhada da tarefa, além de que o acesso pode ser feito de qualquer lugar, em qualquer momento.

A centralização das informações agiliza os processos, aumenta a organização, reduz as chances de erro e evita desperdícios. Dependendo da ferramenta escolhida, é possível receber e-mail ou notificações que avisam mudanças, os prazos das tarefas, atrasos, ações concluídas e demais atividades.

Guia de Otimização de Processos

7. Mostre os benefícios das equipes menores

Em uma equipe pequena, as decisões demoram menos tempo para serem tomadas. Além disso, o trabalho de cada um ganha mais visibilidade. E as ações e os processos costumam ser menos burocráticos.

As mudanças acontecem mais rapidamente e todos possuem mais oportunidades para mostrar suas habilidades e crescer com mais rapidez dentro da companhia. E, por fim, há bem menos ruídos de comunicação.

Inclusive, grandes corporações já adotam a tática de dividir seus grandes times em grupos menores para facilitar o gerenciamento e poder usufruir dos benefícios das equipes pequenas.

Porém, há vantagens que apenas pequenas e médias empresas conseguem proporcionar para seus colaboradores.

Enfim, com estas 7 dicas de gestão de equipes pequenas, você vai conseguir extrair o melhor de cada um de seus funcionários e alcançará resultados extraordinários.

Equipes menores não são sinônimo de times menos profissionais, muito pelo contrário, é possível ser ainda mais produtivo e conquistar um engajamento ainda maior.

Agora que você leu este post sobre gestão de pessoas, que tal conferir o nosso guia completo sobre este assunto:

Guia de Gestão de Equipes

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br