Como me diferenciar no mercado?

Se manter competitivo no mercado é uma das ambições de qualquer empreendimento. No entanto, nem todas as empresas conseguem os diferenciais necessários para se destacar e conseguir atrair a atenção do público-alvo. Para ter sucesso, um empreendedor tem que pensar fora da caixa. E não se engane: colocar o adjetivo “diferenciado” para descrever os seus produtos ou serviços não é o suficiente. É preciso adotar estratégias firmes e oferecer soluções reais para os problemas das pessoas.

Segundo pesquisa do Serasa Experien, cerca de 7 milhões de novas empresas foram inauguradas no Brasil nos últimos quatro anos, ou seja, uma média anual de 1,75 milhão. Com o aumento da concorrência, vem o dever de estudar o mercado e o próprio negócio para articular o crescimento da empresa. Mas como fazer isso? Resolvemos abordar nesse post as principais medidas que devem ser adotadas para se diferenciar no mercado. Confira a seguir!

Precificação: a importância do gerenciamento estratégico de custos

Quando o consumidor procura por um produto ou serviço, ele avalia diversos critérios para fazer a sua escolha. Um dos principais deles, sem dúvida, são os preços. No entanto, nem sempre o empreendedor consegue baixá-los para torná-los mais competitivos. Acontece que, em muitos desses casos, a dificuldade se dá pela má administração financeira.

Realizar um gerenciamento estratégico de custos é a primeira coisa que o empresário deve fazer para conseguir esse importante diferencial. É preciso fazer um levantamento de todas as despesas para verificar se não há desperdícios, e negociar valores com fornecedores que o impacto se dê no preço do produto final.

Planilha de controle Financeiro gratuita

Marketing: uma ferramenta de fidelização

Apostar em estratégias de marketing sem dúvidas traz um reflexo positivo para os negócios. Existem inúmeras ações que podem ser elaboradas com o intuito de se aproximar do público ou oferecer vantagens para ele. Criar um programa de recompensas baseado no volume de compras feitos pelo cliente, por exemplo, é um é uma estratégia bastante indicada para o comércio.

Por outro lado, se a sua empresa trabalha com prestação de serviços, elaborar estratégias de marketing de conteúdo, como usar blogs e mídias sociais, pode servir para tirar dúvidas dos clientes e mostrar que você domina o assunto.

Atendimento: trabalhando a satisfação do cliente

Oferecer um atendimento de qualidade é um dos pontos fracos da maioria das empresas, mas não pode ser o seu. De acordo com uma pesquisa feita pelo Portal do Consumidor, que consultou consumidores de todo o país, 44,6% das pessoas acreditam que a principal falha das empresas é nessa área, principalmente no pós-venda.

É preciso procurar os seus clientes para saber quais foram as suas experiências com os serviços ou produtos oferecidos, e sempre estar disposto a ouví-los e resolver concretamente quaisquer problemas. Em um cenário ideal, essa é uma obrigação de qualquer empresa, mas, infelizmente, devemos apontar essa qualidade como um diferencial.

Benchmarking: uma avaliação fundamental

Para concluir, podemos citar o Benchmarking como estratégia de diferenciação. Não há como saber o que será um diferencial sem saber exatamente como as outras empresas do seu setor estão trabalhando. Fazer uma pesquisa de mercado certamente mostrará quais são os aspectos que precisam ser melhorados nos seus produtos ou serviços.

E você? Como tem se articulado para diferenciar a sua empresa das outras? Deixe o seu comentário! Não se esqueça de acessar o nosso Facebook para ficar por dentro de mais novidades!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br