Como montar uma empresa de venda e recarga de extintores de incêndio

Antes de tudo, vamos para a pergunta central: o que você já conhece sobre o serviço de venda e recarga de extintores de incêndio?

O fogo, desde sempre, serve para a realização de uma variedade de atividades humanas. Não à toa, é comumente utilizado no cotidiano das empresas e no próprio dia a dia em casa. No caso de emergências, apenas uma coisa pode conter o fogo (desde que ele esteja em baixas ou médias proporções): os extintores.

Os extintores de incêndio estão por todos os lados: em residências, veículos, edifícios, lojas e em estabelecimentos de todos os portes e segmentos do mercado. Os equipamentos, apesar de parecerem simples, são imprescindíveis para garantir a segurança do ambiente em casos de pequenos incêndios.

Certamente, foi ao deduzir que os extintores estão por todos os cantos que você decidiu ler um artigo sobre como montar uma empresa de venda e recarga de extintores de incêndio, não é mesmo? Se este realmente for o caso, fique com a gente neste artigo e confira um passo a passo sobre o assunto.

Como montar uma empresa de venda e recarga de extintores de incêndio?

O segmento de venda e recarga de extintores de incêndio é realmente uma boa pedida para os que buscam um setor diversificado e com altíssimo potencial de retorno para investimento.

A razão é simples. Os incêndios já causaram estragos grandiosos em âmbito nacional. Devido a este motivo a fiscalização dos extintores é rígida e extremamente frequente em condomínios, prédios, fábricas, indústrias… É um equipamento indispensável em termos de segurança para qualquer local.

Sendo assim, hoje a necessidade de abertura de empresas no segmento de venda e recarga de extintores de incêndio se faz presente, o que justifica o seu amplo mercado.

A seguir, confira quais são os principais aspectos a serem considerados antes de montar a sua empresa de venda e recarga de extintores de incêndio.

Qual será o público-alvo?

Como já destacamos, o segmento marca presença em residências, edifícios e em estabelecimentos/empresas de modo geral.

Sendo assim, donos de veículos, de edifícios (sejam eles comerciais ou residenciais), fábricas, indústrias, hotéis, escolas, clubes, lojas, academias e muitos outros serão clientes de sua empresa de venda e recarga de extintores de incêndio.

Basicamente, todo e qualquer estabelecimento ou meio de transporte precisa estar em dia com o extintor, o que faz com que o serviço da sua empresa se torne fundamental para atendê-los.

Tipos de serviços que poderão ser oferecidos

Outra dúvida que você também pode ter quando em relação à montagem da empresa de venda e recarga de extintores de incêndio é: “mas, afinal, que tipo de serviço poderei oferecer?”. Entre eles, destacamos:

  1.  Verificação do ambiente, para saber o que precisa (ou não) ser feito;
  2.  Venda do extintor que melhor se adaptar às necessidades do ambiente, considerando não só o tamanho do espaço, como também as possíveis situações emergenciais;
  3.  Treinamento para que os funcionários saibam utilizar o extintor em casos de emergência;
  4.  Manutenção, para caso haja alguma falha de funcionamento no equipamento;
  5. Recarga de extintores, que deve ser feita não só após o uso do equipamento, como também depois de passar determinado período. 

Ebook Crescimento Empresarial

Equipe de funcionários

Uma das maiores dúvidas de quem pensa em montar uma empresa de venda e recarga de extintores de incêndio é sobre qual deverá ser o tamanho da equipe de funcionários.

Basicamente, o corpo da empresa deverá ser extremamente funcional e responsável, sendo composto por seguranças do trabalho especializados no manuseio de extintores de incêndio. Os profissionais que atuam no segmento devem ser qualificados com cursos específicos.

Para uma empresa pequena, estima-se uma média de cinco funcionários: o gestor ou dono do empreendimento, um assistente administrativo, um profissional para trabalhar no atendimento e recepção e dois profissionais de segurança do trabalho para atuarem na operação.

Sobre a regulamentação do negócio

Antes mesmo de dar início às operações de venda e recarga de extintores de incêndio, é fundamental que a empresa esteja com a sua atividade regulamentada. O primeiro passo neste sentido diz respeito ao cadastro no INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

Estrutura básica para começar

Antes de começar as operações com a sua empresa de venda e recarga de extintores de incêndio você precisará de compressores de ar, aferidores para testes hidrostáticos, compressor de recarga, cabine de pintura, balanças eletrônicas, transferidor de pó a vácuo, bancada multiteste e maquinário para limpeza no interior de mangueiras hidrantes, cilindros e empatações.

Além disso, também devemos considerar o investimento no espaço para o atendimento ao cliente e escritório, que inclui a compra de mesa de computador, telefone, notebook, fax e outros.

Somando as duas áreas, o espaço deve ter, em média, 300 metros quadrados. O local para armazenamento das peças e equipamentos deve ser grande (entre 220 a 270 m²), até pela própria segurança do ambiente.

E a localização?

O mais recomendado é que a sua empresa de venda e recarga de extintores de incêndio esteja localizada na mesma região de seu público-alvo, afinal, não faz sentido nenhum instalar a empresa no centro da cidade se todos os clientes estão na área industrial, não é mesmo?

Além de manter o empreendimento perto de seu público-alvo, ofereça fácil acesso a eles (com facilidades como estacionamento, por exemplo).

Concluí-se portanto, que abrir e montar uma loja de venda e recargas de extintores de incêndio, pode se tornar um negócio lucrativo. A alta demanda por se tratar de um equipamento indispensável para a a segurança de qualquer local e a necessidade de mantê-lo em bom funcionamento são dois fatores que impulsionam a procura por este serviço. 

Decidido (a) a montar a sua empresa de venda e recarga de extintores de incêndio? O próximo passo, então, é pensar em sua gestão. Para lhe auxiliar com o controle das finanças, que tal contar com um software de gestão intuitivo, que monitora os pagamentos e recebimentos (ou seja, o que entra e sai) de seu negócio em tempo real? Para testar o software gratuitamente e sem compromisso, não hesite em acessar o eGestor.

Gostou do texto? Que tal deixar um comentário?

Ebook manual de como abrir uma empresa

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br