fbpx

Loja de calçados: Como montar uma

No Brasil, todo mundo tem um pouco de empreendedor e um desejo imenso de conquistar a independência financeira por meio de um negócio próprio. Entre uma infinidade de possibilidades disponíveis, as lojas de calçados sempre surgem como uma excelente opção para quem quer se tornar o próprio chefe.

Afinal de contas, todo mundo precisa de sapatos e alguns nichos do mercado podem ser ainda mais vantajosos, já que mais do que um produto de primeira necessidade, os calçados também são foco de desejo de muita gente.

Até aqui, nenhuma novidade. Mas, afinal, como montar uma loja de calçados e alcançar o sucesso? Para ajudar você, preparamos um material completo que ajudará muito neste sentido. Veja nossas dicas a seguir e dê início ao seu sonho de forma mais assertiva e segura. Vamos lá!

Cenário das lojas de calçados no Brasil

Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), as indústrias calçadistas produzem 894 milhões de pares de calçados no Brasil. Elas obtêm um faturamento anual de R$ 12,3 bilhões. Assim, também são responsáveis pela geração de mais de 348 mil empregos no país.

Estima-se que o varejo brasileiro consome aproximadamente 780 milhões de pares de calçados anualmente. Os negócios voltados para o ramo tem passado por um intenso crescimento, sobretudo nos últimos 10 anos devido principalmente a melhoria nos processos produtivos e também a uma mudança cultural no país, já que os brasileiros de uma forma geral têm optado preferencialmente pela compra de novos calçados em detrimento do concerto de seus calçados usados.

São números que comprovam o potencial de se ingressar neste ramo e justificam que montar uma loja de calçados pode ser um ótimo negócio.

Pesquise o mercado das loja de calçados

Os calçados não são todos iguais. Há uma imensa gama de oportunidades dentro do mercado de calçados, de acordo com o tipo de produto e do público que deseja alcançar.

Por isso, o primeiro passo para este e qualquer tipo de negócio, é fazer uma longa pesquisa de mercado, avaliando quais são as opções disponíveis para os clientes hoje, quais as áreas que não estão sendo atendidas e quais oportunidades que você pode aproveitar para alcançar o máximo em resultado.

Você pode optar por uma loja multimarcas, que oferece uma ampla variedade de marcas aos clientes ou então optar por uma das opções de franquia de loja de calçados no Brasil.

Depois disso, você poderá apostar em um tipo ideal de loja de calçados, focado somente para mulheres, para ambos os sexos, para a família com opções de calçados infantis, voltados para um nicho específico como, por exemplo, para profissionais da saúde, para quem tem problemas ortopédicos, ou até abrir uma loja especializada em tamanhos especiais, sejam eles muito grandes ou muito pequenos.

Tudo dependerá da pesquisa que realizar em sua região e das necessidades que encontrar em seu público-alvo. O melhor a fazer é sempre optar por um segmento que ainda não está sendo atendido, mas possui uma grande demanda.

Planeje cada passo

Negócios que conseguem o sucesso tem uma coisa em comum: nasceram depois de muito planejamento e cuidado. Por isso, antes de sair colocando todas as suas ideias em prática, anote tudo no papel, preparando cada passo com muita atenção.

Formule metas e objetivos que deseja alcançar, prazos para conquistá-los e quais são as ações e estratégias que colocará em prática para chegar lá. Neste momento, liste também o quanto de investimento precisará para conseguir realizar tudo que deseja, desde a escolha do ponto de venda ideal, a contratação de profissionais, a compra do estoque e sua manutenção, serviços terceirizados e afins.

A escolha do ponto de vendas é o primeiro passo para o sucesso. Portanto, não faça nada sem pensar muito bem. Você precisa de um lugar movimentado, perto do seu público-alvo, com fácil acesso e, de preferência, com um bom estacionamento. É claro que também é preciso que o lugar tenha uma boa visibilidade.

Você pode instalar a sua loja de calçados em galerias, em um shopping center ou qualquer ponto comercial que esteja localizado em uma região com alto fluxo de pessoas e seja de fácil acesso, conforme falamos anteriormente.

💡 Você também pode gostar: Como abrir uma loja de roupas? Veja 7 passos!

Legalize a loja de calçados

Antes de iniciar qualquer negócio, é imprescindível realizar todo o processo burocrático que envolve a legalização do empreendimento. Confira os procedimentos necessários:

  • Registro na junta comercial de seu estado;
  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), que deve ser obtido junto a prefeitura municipal;
  • Obtenção de alvará de abertura do negócio junto a prefeitura;
  • Alvará do corpo de bombeiros;
  • Alvará de licença sanitária;
  • Registro de razão social e nome fantasia;
  • Obtenção de contrato social;

Avalie os investimentos necessários

Sem um plano de negócios bem estruturado, que faça um levantamento de todos os custos necessários para a instalação e operação do empreendimento, é impossível levar o negócio adiante.

Leve em conta os custos relacionados a compra ou aluguel do espaço físico, negociações com fornecedores para aquisição de estoque, estrutura interna, decoração do espaço, embalagens e equipamentos como balcões de atendimento, máquinas de cartão, caixa, telefone computadores, vitrines, prateleiras e sofás estofados para que os clientes possam experimentar os seus calçados, além dos custos necessários para a contratação de sua equipe e taxas de regularização do negócio junto a prefeitura e custos referentes a água, luz e telefone.

O investimento inicial poderá variar de acordo com o tamanho do estabelecimento. Para uma instalar a loja em um espaço de cerca de 100 m², o investimento gira em torno de R$ 80.000.00, levando em conta todos os fatores citados acima, além do capital de giro para arcar com as despesas variáveis que podem surgir no decorrer do negócio, que está avaliado em cerca de R$ 12.000.00.

Procure se diferenciar da concorrência

Realizado todo o processo de estudo de mercado, definição de público-alvo e do ponto de vendas, além de outras questões que envolvem o planejamento estratégico para a sua loja de calçados, é preciso pensar em formas de se destacar da concorrência. Quais os pontos fracos das lojas concorrentes que você entende que possam ser supridos pelo seu empreendimento?

Que aspectos podem ser trabalhados para tornar a sua loja mais atrativa? Oferecer uma maior variedade de formas de pagamento, ações de fidelização como descontos ou entrega de brindes aos clientes que efetuarem um determinado volume de compras, além de possuir um bom banco de dados sobre a sua clientela de forma a mantê-la informada a respeito de seus novos produtos e novas ações.

São questões que devem ser planejadas para que você aumente a empatia com o seu público, invista na fidelização e assim se diferencie da concorrência no mercado.

Invista em divulgação da loja de calçados

Investir em divulgação da forma correta não pode ser visto como um gasto pelos empreendedores, mas sim como um investimento necessário. Afinal, é a melhor forma de atingir seus clientes, informar sobre novidades, trazer mais pessoas para sua loja de calçados e fechar novas vendas.

Você pode sempre apostar em panfletos, rádios e anúncios nos jornais, mas, nos dias de hoje, a internet é um excelente canal de divulgação e que, além de muito eficaz, ainda garante investimentos muito mais baixos do que os que são necessários nos meios tradicionais.

Aposte em um bom website, em links patrocinados e faça parcerias com marcas e fornecedores para aumentar sua visibilidade e conseguir mais negócios.

Como montar uma loja de calçados

Contrate as pessoas certas e aprenda a delegar tarefas

Delegar tarefas é um dos segredos de sucesso de um gestor. Assim, ele conta com pessoas para fazer as atividades mais operacionais enquanto tem tempo suficiente para avaliar o andamento de seu negócio e tomar decisões.

Por isso, a contratação de pessoas da forma correta é primordial. Cada atividade dentro de uma loja de calçados precisa ser feita por pessoas competentes, desde a arrumação do estoque para facilitar a busca dos produtos, as vendas e o contato com os clientes, o departamento de compras e a escolha dos fornecedores e muito mais.

É essencial contratar colaboradores que sejam mestres na arte de atendimento aos clientes e tenham profundo conhecimento na área de calçados em relação aos seus mais variados modelos.

Escolha os melhores fornecedores da loja de calçados

Trabalhar com os fornecedores adequados pode fazer toda a diferença no sucesso de sua loja de calçados. Procure fornecedores que ofereçam preços acessíveis, possuam agilidade nos serviços de entrega e flexibilidade nas opções de pagamento e negociações de prazo.

É importante diversificar ao máximo a sua rede de fornecedores e assim não ficar refém de possíveis atrasos, o que pode comprometer o seu estoque e fazer com que você perca uma oportunidade de venda, decorrente da falta de itens no estoque. No Brasil, as maiores empresas produtoras de calçados estão situadas nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Bahia, Paraíba e Ceará.

Mantenha o estoque equilibrado e diversificado

Muitas lojas de calçados acabam perdendo clientes devido ao fato de não disponibilizarem determinados tamanhos e modelos específicos. Por isso, se a sua loja diversificar o estoque nestes aspectos, certamente pode se tornar um diferencial em relação à concorrência.

Mas tenha cuidado, diversificar o estoque não significa armazenar produtos em excesso. Ter uma quantidade de estoque muito superior à demanda faz com que seus produtos fiquem parados e o capital investido junto aos fornecedores demore para ser recuperado.

Portanto, procure diversificar os tamanhos e modelos de seus calçados, mas mantenha uma quantidade equilibrada, que seja a necessária para atender a sua demanda. Fazer uma projeção de vendas mensalmente de acordo com o volume de negócios realizados em determinado período, é essencial para planejar o estoque de sua loja de calçados com eficiência.

A partir de um bom sistema de controle de estoque, você pode otimizar este processo.

Como montar uma loja de calçados

Prepare-se para ser um bom gestor

Uma boa gestão de um negócio é meio caminho andado para o sucesso. Por mais que o volume de vendas seja alto, se você não controlar os gastos e investimentos, não saber precificar os produtos de forma correta, corre o risco de perder muito dinheiro sem perceber. 

Portanto, se não tem experiência com gestão, procure se especializar participando de cursos e palestras. A boa notícia é que há uma infinidade de opções na área a baixo custo e algumas até gratuitas, disponibilizadas online.

Escolha o seu regime tributário

O segmento de loja de calçados, classificado dentro da atividade de comércio varejista, poderá se enquadrar no regime do Simples Nacional, desde que não ultrapasse o faturamento anual não ultrapasse o valor de R$ 4.800.000 no caso de uma pequena empresa. O Simples Nacional é amplamente vantajoso à medida em que unifica em um único boleto, todos os tributos e contribuições que o empresário terá que arcar, que são:

  • IRPJ;
  • CSLL;
  • PIS;
  • COFINS;
  • ICMS;
  • INSS;

Loja de calçados pode ser MEI?

Sim, uma loja de calçados de CNAE 4782-2/01 – Comércio varejista de calçados, pode ser MEI.

Decore o seu espaço físico

Investir na decoração interna de sua loja com reformas, decoração, iluminação e mobiliário, além de é claro montar uma fachada de loja atrativa, é essencial para tornar o seu estabelecimento mais bonito visualmente e fazer com que o público possua uma boa experiência em sua loja de calçados.

Um bom aspecto visual também é essencial para que o público escolha a sua loja em detrimento da concorrência. Um ambiente climatizado, com ar-condicionado também é imprescindível, especialmente se a sua localidade de atuação for uma região de altas temperaturas. A decoração deve ser pensada de acordo com perfil e as características do seu público-alvo.

Contrate um sistema de gestão

Cuidar da gestão de um negócio não é uma tarefa simples. Você precisará estar atento a tudo que acontece no negócio, gastos e lucros, impostos a serem pagos, atividades dos funcionários, salários e obrigações trabalhistas, compras e estoque, entregas e muito mais.

Por isso, tomar conta de tudo isso é algo que demanda tempo, organização e um olhar atento. A melhor forma de fazer isso, portanto, é contar com um sistema de gestão integrado, que garanta uma visão macro e a tempo real de tudo que acontece no seu negócio.

Assim, você tem mais segurança de cada ação e ainda será capaz de tomar decisões de forma muito mais assertiva.

O eGestor reúne tudo em um só lugar: financeiro, vendas, controle de estoque e até o envio automático de notas fiscais eletrônicas. Assim, você consegue ter acesso a tudo na palma da sua mão, já que o eGestor funciona totalmente online e pode ser acessado de dispositivos móveis, como tablets e celulares. Você pode testar todas as funcionalidades do sistema gratuitamente durante o período de 15 dias.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Loja de calçados: Como montar uma
Escrito em: 20/05/22
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

3 Comentários

  1. DI LA MORE CALÇADOS FEMININOS

    Muito bom, gostei muito .
    Em tempos de crise devemos driblar as dificuldades e empreender para gerar uma renda familiar extra .
    Como já comentado com propriedade, para abrirmos um negócio devemos levar em consideração alguns aspectos importantes como:
    * O público que você pretende atingir ( quem será seus clientes );
    * Quais serão os seu fornecedores;
    * Qual a concorrência por região;
    * Qual o custo do negócio;
    * Qual a logística de distribuição entre outros.
    Muito bom artigo gostei, parabéns.

    Responder
  2. Nadielle Marques

    Olá gostei muito das dicas, logo por que estou querendo abrir um negócio no ramo de calçados, são dicas fundamentais quero colocar tudo em prática do que foi abordado, e acho que preciso ainda aprender bastante sobre esse ramo.

    Responder
  3. Daniella

    Quais seriam os concorrentes de uma loja de calçados?

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o acompanhamento se tem uma melhor ideia da...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...