Como montar uma vidraçaria

O vidro, nos dias de hoje, é um dos produtos mais utilizados em comércios, lojas, residências e empresas de todos os portes e segmentos do mercado. O que justifica isso é bem compreensível. Sendo que o vidro está por todos os cantos: em tampos de mesas, prateleiras, portas, janelas e muito mais.

Além disso, o vidro também é complementar à decoração. E podem ser personalizados de acordo com o gosto pessoal do morador ou empreendedor. Resumidamente, o vidro é um artigo que nunca sai de cena. E não à toa, reflete uma ótima oportunidade para aqueles que estão pensando em empreender. Se você também faz parte deste grupo, confira neste artigo tudo o que você precisa saber sobre como montar uma vidraçaria.

Como montar uma vidraçaria

Certamente, o fator mais benéfico encontrado no estudo de como montar uma vidraçaria está no fato de que não é preciso um grande investimento para começar. Mas por outro lado, uma boa cartela de clientes só aparecerá caso o atendimento e o serviço sejam primorosos.

E para não errar na mão na montagem da sua vidraçaria, pesquise como ter controle de seus gastos, estoque e fluxo de caixa. Afinal, não queremos uma surpresa no fim do mês.

A seguir, confira quais são os aspectos que você deve atentar antes de começar o seu negócio na área.

1. Invista em conhecimento técnico

Seja sincero(a) consigo mesmo: o quanto você conhece sobre vidros?

Existem no mercado atual uma grande variedade de tipos de vidros. Eles são: vidros temperados, vidros para banheiro e box, vidro jateado, vidro laminado, vidro especial para controle de luminosidade, vidro de segurança e muitos outros.

E, na hora que o cliente chegar e pedir um vidro 1800mm x 1000mm x 10mm temperado e com controle de luminosidade, você deverá responder com um orçamento, quase que imediatamente. Além disso, há também os entusiastas que querem decorar suas casas com a matéria-prima, mas que não entendem nada sobre a mesma.

Em ambos os casos, a questão é: já se sente preparado(a) para isso?

Ademais, vidraçarias também comercializam espelhos. Dentre esses, há espelho planos e periféricos. Também avalie a necessidade de vender espelhos com molduras. Ou invista na colocação de molduras.

Portanto, lembre-se que conhecer o próprio mercado de atuação é o primeiro passo na aprendizagem de como montar uma vidraçaria. Para assim oferecer serviços confiáveis, de alta qualidade e superiores ao da concorrência.

2. E falando em concorrência…

Outro ponto positivo de montar uma vidraçaria tem relação com a concorrência. Já que o mercado não é assim tão disputado. Sendo assim, sempre há um espacinho para o novo empreendedor. 

Contudo, mais uma vez vale reforçar a importância da oferta de serviços de extrema qualidade. Que sejam, no mínimo, iguais (e preferencialmente superiores) aos serviços já oferecidos pelos concorrentes.

Ebook Crescimento Empresarial

3. A localização também conta (e muito)!

Basicamente, uma vidraçaria deve estar localizada em um ambiente de fácil acesso e com boa circulação de pessoas. Além disso, é ideal que haja espaço para estacionar em suas proximidades (se esse não for o caso, apostar em um estacionamento pode ser uma ótima pedida).

Muitos questionam se montar uma vidraçaria em bairros essencialmente residenciais é uma furada, e a resposta é: definitivamente não. Entretanto, ela também pode ser instalada em avenidas ou ruas mais movimentadas.

Há também a vantagem econômica no caso de instalar a sua vidraçaria em um bairro mais afastado, já que tanto o aluguel como a compra do galpão serão mais em conta.

Quando decidir e terminar o estudo de como montar uma vidraçaria faça um estudo das áreas da cidade onde ela será montada. E então, escolha o prédio, avaliando seu interior. 

4. Qual é a estrutura básica?

Uma vidraçaria geralmente é dividida em dois ambientes diferentes. Na frente, onde as vendas acontecem, deverão ficar as amostras do que é comercializado. Nos fundos é onde a “mágica” ocorre, sendo essa área reservada para o processamento e para a própria estocagem do vidro.

A parte do fundo deve ser maior, uma vez que é neste espaço que ocorrerá a fabricação das peças. Estima-se, em média, de 50 a 70 m² para o ambiente. Por outro lado, a parte da frente do galpão pode ser pequena, do tamanho de uma sala comercial.

E não, você não precisará de tanta coisa assim. Mesa de madeira, lixadeiras, diamantes para corte e furadeira serão as quatro ferramentas mais importantes para o galpão. Além disso, um veículo para transporte também pode já ser o suficiente para dar início aos trabalhos. Não se esqueça, por fim, do investimento com os móveis de escritório.

Considerando o maquinário, ferramentas e móveis de escritório, estima-se, em média, gastos de R$ 40 mil para montar uma vidraçaria de médio porte. Já o capital de giro mensal fica em torno de R$ 15 mil e o retorno do que fora investido varia de 18 meses a até dois anos.

5. Equipe de funcionários necessária

Uma vidraçaria não precisa de tantos funcionários. Considerando a pesquisa de como montar uma vidraçaria, o dono do negócio também poderá ser administrador e/ou gerente. Assim, a contratação de alguns funcionários treinados para fabricação das peças é suficiente para uma vidraçaria de pequeno ou médio porte.

Em épocas em que a demanda é muito alta, a contratação de funcionários temporários pode ser uma boa jogada.

É um trabalho que envolve bastante cuidado e precisão. Portanto, é muito importante que seus funcionários tenham cursos e preparação para o trabalho. 

6. Investimento

Os custos iniciais para como montar uma vidraçaria não são tão altos. No caso de se montar uma grande vidraçaria, o valor estimado de investimento gira em torno de R$ 40.000.00. Já para um estabelecimento de médio ou pequeno porte, os custos iniciais ficarão em torno de R$ 10 e R$ 15 mil.

Nestes valores estarão incluídos gastos com funcionários, compra de equipamentos, mercadoria e estoque. Assim, também tenha atenção aos gastos fixos mensais como água, luz e telefone.

7. Divulgação é tudo

Por fim, o que você já deveria imaginar: se você quer que a sua vidraçaria seja um sucesso, divulgá-la será fundamental. Os meios digitais como as redes sociais são a melhor forma para isso, devido ao seu grande alcance. 

A nossa primeira dica é: aposte em uma fachada chamativa e deixe o telefone em um tamanho grande, que seja facilmente reconhecido por quem passa de carro na frente do lugar.

Além disso, é recomendável dar uma grande atenção as redes sociais. Tenha uma página da vidraçaria no Facebook ou um perfil no Instagram e mantenha as páginas atualizadas. Postando informações sobre o serviço, fotos de produtos e suas especificidades. Sempre buscando atingir o maior número de pessoas. Assim, se potencializa muito a chance de conquistar mais clientes.

Considerações finais

Fatores como o baixo custo de abertura, uma concorrência nem tão grande no mercado e a possibilidade poder trabalhar com uma equipe enxuta de funcionários são motivadores para começar este empreendimento. Não se esqueça de fazer um estudo sobre seu produto, a concorrência, e a localização. Pesquise como escolher um nome e como fazer o marketing ideal da sua vidraçaria.

Animado(a) para montar a sua própria vidraçaria? Temos certeza que sim. Mas antes mesmo de começar o seu negócio, lembre-se da importância de controlar as finanças. Com a ajuda do software de gestão eGestor você monitora as entradas e as saídas de dinheiro de sua vidraçaria em tempo real e de maneira totalmente intuitiva. Ficou interessado(a)? Não deixe de acessar o link e testar o serviço gratuitamente por até 15 dias.

Ebook manual de como abrir uma empresa

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br