Dropshipping: Como esse método de venda funciona - Photo by Mildlee on Unsplash

Você já ouviu falar em dropshipping? O termo em inglês vem se popularizando cada vez mais nos últimos tempos em função do avanço do comércio eletrônico. Quer saber como funciona e como começar a trabalhar com dropshipping? Continue lendo.

O que é dropshipping

O dropshipping é um método de vendas online. Ele consiste em uma parceria entre a empresa que faz a venda e a empresa que produz e mantém o estoque de produtos.

Grandes empresas da atualidade conseguiram crescer e se estabelecer no mercado usando esse modelo de negócio. Podemos citar como exemplo a Amazon, loja online que vende diversos tipos de produtos e que hoje conta com clientes fiéis.

Assim, o dropshipping é uma técnica de vendas online que se diferencia dos modelos tradicionais.

Como funciona

Apesar de parecer difícil, o processo de venda por dropshipping é bem fácil. Ele é feito com duas empresas, a que realiza a venda e a que faz a entrega. Dessa forma, não é necessário nenhum tipo de estoque.

Sempre que uma venda for realizada, a empresa vendedora entra em contato com a empresa que tem o produto. Após, esta se responsabiliza por toda a logística de entrega do item adquirido.

Desta forma, o vendedor não precisa ter um estoque de peças. Basta ter os fornecedores certos para atender aos pedidos dos seus clientes.

Assim, podemos concluir que o dropshipping é um modelo de negócio baseado em parcerias, estratégia e muita responsabilidade.

Vantagens e desvantagens

O dropshipping é um negócio que vem se destacando mais ultimamente em função das suas vantagens. Ele é uma ótima opção para quem deseja montar o próprio negócio e não tem condições financeiras para criar um estoque que atenda a demanda por completo.

Por outro lado, pode ser um jeito arriscado de investir dinheiro e tempo, uma vez que todo o processo é baseado em parcerias e compromisso com prazos e qualidade dos produtos. Afinal, os consumidores estão cada vez mais exigentes e resistentes a falhas. Essa preocupação é principalmente em relação a atrasos na entrega e até baixa qualidade do item comprado.

Veja a seguir, com mais detalhes, as principais vantagens e desvantagens do dropshipping.

Vantagens do dropshipping

Não ter que se preocupar com estoque

Essa é a vantagem mais atraente, sem dúvidas. Ao montar um negócio de venda de produtos, a única preocupação do vendedor é atrair clientes e fechar vendas. Entregas, atrasos, estornos e questões similares são responsabilidades do fornecedor.

Assim, não há necessidade de realizar o controle de estoque ou estudar métodos de gestão de estoque. Afinal, você não terá um estoque. 

Investimento financeiro reduzido

Montar um negócio é um processo que requer bastante investimento. Além de toda a parte burocrática, com impostos e tributos a pagar, o empreendedor precisa se capacitar; alugar um espaço; comprar maquinário; contratar pessoas; adquirir produtos; fechar vendas; e ainda tratar do pós-venda.

Ao optar por um negócio do tipo dropshipping, o empreendedor reduz os seus custos em uma porcentagem relativamente grande. Afinal, ele não precisa investir em matéria-prima, funcionários, aluguel etc. Dessa forma, basta se empenhar em fazer um bom trabalho nas plataformas de venda.

Maior alcance de vendas

O vendedor pode ofertar os produtos e vendê-los para qualquer lugar, uma vez que não depende dele a entrega do item adquirido. Essa é uma grande vantagem porque o vendedor não precisa se preocupar com fretes e logística, por exemplo.

Catálogo variado de ofertas

Qualquer produto que esteja disponível para vendas no estoque de uma empresa parceira pode ser vendido. E isso aumenta muito o público do vendedor. Assim, ele não precisa se limitar a um nicho de mercado, a um tipo só de produto.

Desvantagens do dropshipping

Dificuldade em encontrar fornecedores

A principal desvantagem é a dificuldade em encontrar fornecedores.

Não basta ter uma boa oferta de produtos, é preciso focar em qualidade e rapidez na entrega. Do contrário, é o nome da sua empresa que se desvaloriza.

Dificuldade de rastreamento de produtos

Com a expansão do negócio e muitas vendas realizadas, pode ser um pouco complicado gerenciar todas as negociações, rastrear produtos e atender a todas as demandas dos clientes. No caso de insatisfação, por exemplo, quem vende precisa fazer a ponte entre fornecedor e cliente para solucionar o problema.

Como trabalhar

Quem deseja começar a trabalhar com dropshipping deve, em primeiro lugar, criar uma loja virtual em alguma plataforma que ofereça esse serviço. São exemplos: Elo 7, Mercado Livre, Aliexpress, Magazine Luiza e outras.

Depois, é só investir tempo e disposição na promoção da sua loja, conquista e fidelização dos seus clientes. Mas, é claro que ser um empreendedor de sucesso exige bem mais do que o óbvio. E se você quer se destacar dos demais, temos outras dicas:

  • Escolha fornecedores honestos, com produtos de qualidade e que sejam pontuais;
  • Acompanhe a entrega do produto;
  • Estabeleça e mantenha o bom relacionamento com os seus clientes;
  • Ofereça apenas o que, de fato, está no estoque e pode ser entregue;
  • Estabeleça as regras de forma clara para os clientes, para que não restem dúvidas de como funciona o processo;
  • Lembre-se que, para o comprador, o fornecedor e o vendedor são a mesma coisa. Logo, em muitos casos, é de você que ele irá cobrar caso algo não saia como combinado. Por isso, é fundamental escolher bem seus parceiros de trabalho.

Como encontrar fornecedores

Antes de fechar parcerias com vários fornecedores, avalie o histórico e a reputação de cada um nas plataformas em que eles se encontram. Conheça e estude a política de vendas da empresa, saiba como funciona e como é a relação deles com o vendedor e também com o cliente.

Pesquise em grupos de dropshipping e até mesmo na internet sobre empresas sérias que trabalham com esse tipo de comércio e só feche um acordo após coletar informações suficientes para lhe dar segurança.

É seguro?

O dropshipping é um negócio de baixo investimento e também de baixo risco, ideal para quem está começando a empreender. Todos os dias, várias pessoas estão postando nesse novo modelo de empresa e você mesmo já deve ter utilizado esse mecanismo de venda em algum momento, na hora de adquirir um produto.

Além do mais, o dropshipping é um negócio legal, como qualquer outro. Contudo, sempre há o risco de encontrar empresas com más intenções, principalmente entre fornecedores. O ideal é começar aos poucos, estudar o mercado e começar quando se sentir seguro.

Considerações finais

Vimos que o dropshipping é um modelo de negócio que está crescendo muito no Brasil especialmente pelo baixo investimento e baixo risco apresentados. Contudo, como em todos os negócios, há vantagens e desvantagens que devem ser avaliadas com cuidado.

A dica é planejar bem o seu negócio, se atentar a todos os riscos, minimizá-los com as orientações que demos ao longo desse artigo e experimentar, com cautela, até se sentir seguro para expandir o seu trabalho.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas - Dropshipping

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br