Empréstimos para PME: conheça suas opções

Conseguir capital de terceiros para alavancar resultados de uma empresa pode ser essencial para seu crescimento. Até mesmo em negócios que têm uma boa gestão de contas, eventualmente, a ajuda será necessária para tirar planos do papel. Nesse momento, conhecer as melhores opções de empréstimos para PME evita endividamentos desnecessários.

Nos momentos de aperto, a grande maioria dos empresários acaba optando por utilizar o cheque especial ou cartão de crédito para financiar as necessidades da instituição. Porém, essa é uma das piores escolhas a se fazer, pois ambos têm taxas de juros altíssimas, de 12% ao mês, em média. Assim, o administrador desperdiça dinheiro com pagamento de juros.

Para fazer uma escolha eficiente, o ideal é buscar as taxas de juros mais baixas disponíveis para a sua empresa. Além disso, é preciso levar em consideração os objetivos do empréstimo, checando se o retorno que eles oferecem justifica contrair a dívida.

Nos casos em que essa avaliação já foi feita e o resultado é positivo, o empreendedor pode escolher entre as seguintes linhas de crédito:

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é uma instituição criada com o intuito de financiar a compra de bens por empresas. Ou seja, quando a empresa precisa adquirir um novo equipamento para executar suas funções, pode pedir financiamento pelo BNDES.

As micro, pequenas e médias empresas contam com taxas e condições especiais e podem solicitar os empréstimos diretamente em uma instituição financeira cadastrada, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.

Microcrédito Produtivo Orientado

É uma linha de crédito oferecida pela Caixa Econômica Federal a micro e pequenos empresários. Por isso, o valor máximo do financiamento é de 15 mil reais. Como em todas as opções citadas neste texto, a aprovação do crédito depende da capacidade de pagamento do negócio.

Com uma taxa de juros bastante acessível — 2,95% ao mês — e sem a incidência de IOF sobre a operação, essa linha de empréstimos se destaca por ter apenas uma Taxa de Abertura de Crédito de 3% sobre o valor do contrato. O montante deve ser pago em quatro a 24 meses.

Proger Urbano — Capital de Giro

Se o seu objetivo ao contratar o empréstimo for gerar ou manter empregos, o Proger Urbano pode ser uma opção atrativa. Oferecida pelo Banco do Brasil em parceria com o BNDES e Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), o Proger oferece empréstimos de até R$ 200 mil para empresários que não demitirem nenhum funcionário no prazo de um ano.

A contratação é realizada na agência, mas promete burocracia simplificada. O empresário deve começar a pagar a dívida em até seis meses, podendo parcelar em até 24 vezes. É cobrada a taxa de 3% sobre o contrato, isento de IOF, mas as taxas de juros são atrativas.

Um alerta: o Proger Urbano só está disponível para empresas que faturam até 360 mil reais.

eBook capital de giro

Antecipação de recebíveis e desconto de duplicatas

A grande burocracia que envolve um pedido de empréstimo bancário pode ser um fator de impedimento para que as empresas busquem esse tipo de crédito. Nesse caso, dar uma garantia pode ser uma forma mais prática de obter o dinheiro necessário.

Duas opções são a antecipação de recebíveis, disponível para compras feitas pelo cartão de crédito, e o desconto de duplicatas, para as empresas que vendem em longo prazo. As tarifas médias para ambos os serviços costumam ficar entre 3% ao mês, mas vale a pena pesquisar para obter a melhor taxa: algumas instituições financeiras podem cobrar aproximadamente 1,5% a.m.

Refinanciamento de imóvel

Outra forma de oferecer segurança ao banco no ato do empréstimo é dar um imóvel próprio como garantia. As taxas dessa modalidade também são atrativas e, dependendo da instituição financeira, podem estar entre as mais baixas do mercado, com taxas nominais de 2%, em média.

O único “porém” é que, se o empresário não honrar sua dívida, perde o imóvel. Além disso, durante o pagamento do empréstimo, o imóvel fica em nome do banco, e a papelada de mudança de proprietário eleva muito os custos da transação, podendo torná-la inviável.

Crédito consignado

Essa linha de crédito para pessoas físicas pode ser uma boa opção se o empresário for pensionista ou aposentado pelo INSS. Pouco acima dos 2% ao mês, essa linha de crédito se torna segura para as instituições financeiras, pois o valor da parcela é descontado diretamente na folha de pagamento.

A opção é especialmente interessante para microempresas em que o proprietário é o único funcionário. Porém, é importante relembrar que não é indicado misturar finanças pessoais com as da empresa. Utilize empréstimos pessoais apenas se as modalidades de crédito empresariais não estiverem disponíveis.

BÔNUS: Cuidados especiais!

Um dos principais conselhos para quem deseja adquirir crédito de forma consciente é avaliar com calma as opções disponíveis. Peça simulações nos bancos e confira o Custo Efetivo de cada transação, pois é esse valor que mostra quanto sua empresa realmente está pagando pelo empréstimo, com todas as taxas incluídas.

Além disso, certifique-se de que as finanças do negócio estão em ordem. Bancos são criteriosos ao fornecer crédito empresarial e podem, inclusive, verificar se os sócios não têm CPF cadastrado no SPC e Serasa.

Por último, verifique se não há outra possibilidade para suprir suas necessidades. Quando o empréstimo serve para trazer capital de giro, você pode tentar negociar novas formas de pagamento com seus fornecedores ou oferecer descontos para agilizar a venda de seus estoques. Essas manobras podem fazer com que sua empresa evite contrair uma dívida e tenha mais saúde financeira.

Agora que você já conhece as melhores opções de empréstimos, pode buscar a que melhor se encaixe em suas necessidades. Não se esqueça: contar com esse tipo de aporte financeiro é normal em todas as empresas, mas certifique-se de que o comprometimento vale a pena.

Com esse tipo de atitude consciente, fica muito mais fácil gerir as finanças do negócio, construindo uma empresa sólida e financeiramente saudável. Assim, quando você precisar de empréstimos para PME, seu crédito será aprovado com muito mais facilidade.

Quer otimizar o controle das finanças de sua empresa? Baixe gratuitamente a nossa planilha de controle financeiro!

Planilha de controle Financeiro gratuita

 

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br