oceano azul

Escrito por W. Chan Kim e René Mauborgne e publicado em 2005, “A Estratégia do Oceano Azul” é um livro que visa apresentar o investimento em mercados ainda não explorados. Apresentando novas formas de se pensar sobre estratégia de administração. Traz a separação entre novos espaços (oceano azul) e concorrência (oceano vermelho). E a partir disso, mostra como crescer explorando nichos em abertos, encontrando novos caminhos para o sucesso e tornando os concorrentes desinteressantes.

Apresenta um estudo de pesquisadores que averiguaram inúmeras marcas vencedoras e perdedoras, cujas explicações tradicionais não eram capazes de provar tais resultados satisfatórios. Provando a eficácia da estratégia apresentada. Os autores representam o The Blue Ocean Strategy Institute, escolas business prestigiada da Europa.

A estratégia a qual o livro destaca, procura um meio termo entre as duas principais buscadas pela empresa, que podem variar entre produzir algo melhor que a concorrência ou vendê-lo mais barato. A intenção e fugir delas e apresentar um modelo que una essas principais linhas de pensamentos.

Guia de Gestão Estratégia

Oceano vermelho para o oceano azul

Entendamos que o citado ‘oceano vermelho’ representa uma pequena margem de lucros em um cenário extremamente competitivo, o que pode fazer com que investimentos realizados em um determinado setor ou produto possa se tornar obsoleto e ineficaz muito rapidamente. Principalmente em razão do constante investimento dos concorrentes em pensar e produzir ideias cada vez melhores e diferentes.

Todo esse investimento está para as empresas que queiram priorizar a qualidade de serviços ou produtos, como também as que irão adotar a estratégia dos preços inferiores. Ambas as políticas causam grandes esforços operacionais, financeiros e de marketing. Assim como a investida em nichos específicos pode não render lucro suficiente se não houver conhecimento profundo do mercado.

Desta forma, os autores W. Chan Kim e René Mauborgne ensinam no livro a como identificar e explorar novos mercados. Que sejam livres da grande concorrência a proporcionem uma lucratividade maior se comparando a nichos com grande número de investidores, que divide a oferta entre inúmeras empresas. Na publicação, eles apresentam as ferramentas fundamentais básicas para qualquer investidor consiga emergir do oceano vermelho, um mar de sangue, e possa emergir no tranquilo e vantajoso oceano azul.

O livro 

No livro, aqueles que quiserem mergulhar no oceano azul, encontrarão detalhadamente os segredos dessa estratégia e as formas de a por em prática nos negócios, com exemplos de outras empresas, como o ‘Cirque du Soleil’ e explicando cada ferramenta necessária para se obter o êxito através da estratégia.

O livro foi elaborado a partir dessa estratégia com mais de um século de estudos e comprovações estratégicas em diferentes ramos empresariais. Sendo baseada em fatos concretos e de resultados cientificamente comprovados.

Sobre as máximas do baixo custo ou da diferenciação de produtos a partir da qualidade avançada, a estratégia do oceano azul visa uni-las, aproveitando-se das vantagens que cada prática possa oferecer. Somando os pontos positivos e não escolhendo entre uma ou outra.

O objetivo da estratégia é criar um novo seguimento para se explorar, e não competir diretamente com os concorrentes até que se obtenha um vencedor. Com uma perspectiva nova e um ponto de atuação fora do habitual, o concorrente torna-se irrelevante por não conseguir acompanhar essa nova linha, vertente do seguimento no mercado.

Os autores atentam que para começar a caminhar com sucesso, fugindo da competição direta e emergir-se em uma perspectiva inexplorada, é preciso estar atento, enxergando todas as oportunidades que essa nova possibilidade irá trazer e conseguir entender da mesma maneira, como fazer para poder desenvolver todas as ideias e oportunidades.

Estrutura de seis caminhos

Esse abrangente conjunto de ferramentas analíticas e estruturas escritas pelos dois autores e que as empresas interessadas em migrarem para o oceano azul são chamadas de “Six Paths Framework”. Ou seja, é uma estrutura de seis caminhos, onde apresentam alguns obstáculos a serem superados pelos diretores e gerentes empresariais ao estarem diante da estratégia citada no livro.

As seis estruturas se baseiam em examinar todos os setores alternativos e os grupos estratégicos dentro de cada setor. Além dos compradores, as ofertas de produtos e serviços complementares e os apelos dos compradores e o tempo.

Esses seis caminhos resultam em outros quatro passos bem pensados e testados minuciosamente para que se possa compreender como fazer para transformar não clientes em clientes recorrentes. Esses passos definidos pelas estratégias do livro visam no ‘despertar do visual’, que consiste em na comparação entre a sua empresa e as demais, para assim ser verificado o que precisa ser modificado.

A ‘exploração visual’ incentiva o empresário sair a campo a fim de explorar as citadas seis fronteiras e conseguir enxergar as vantagens que lhe são apropriadas e, da mesma maneira, observar o que se deve alterar, criar ou até eliminar. Outra delas é construir uma feira de avaliação de valor, o passo chamado de ‘feira de estratégia visual’, que sugere levantar alguns pontos com base no que foi visto e solicitar um feedback, ou seja, retorno, dos clientes, incluindo os seus e os dos concorrentes e até mesmo não clientes.

O último passo apresentado é o de ‘comunicação visual’, que pensa em criar e distribuir perfis estratégicos e apoiar os que podem permitir que estas estratégias sejam implementadas com sucesso.

A publicação apresenta também um ‘teste de ideias’, presente no livro. O teste é importante para ser possível testar a viabilidade das ideias no âmbito comercial e permitir se pensar em um refinamento, eliminando mais facilmente os riscos que cada uma possa apresentar e aumentando em larga escala as vantagens e possibilidades de sucesso de todas as ideias levantadas.

Todos os processos apresentados e explicações tratadas e disponíveis na publicação, são facilmente explicados e podem ser entendidas por quaisquer usuários, em uma linguagem intuitiva e moderna, possibilitando a execução de todos os pontos levantados e apresentados, devidamente comprovados, estudados e pensados, transformando desta forma, toda essa execução de ideias, levantamentos e passos em uma eficaz estratégia empresarial.

Conclusão

A estratégia Oceano Azul nada mais é portanto, uma forma de superar a concorrência a partir de estratégias inovadoras, que fogem do padrão do mercado. Portanto se você está pensando em criar novas estratégias de administração para conquistar novos clientes e vencer a concorrência, o livro “A Estratégia do Oceano Azul” é uma excelente dica de leitura a medida em que explica detalhadamente este processo e como aplica-lo na prática em seu negócio.

A publicação ensina o empreendedor a crescer no mercado a partir da exploração de nichos não explorados e então sair do chamado “Oceano Vermelho”  para o “Oceano Azul”, utilizando estratégias diferenciais e que tornem a concorrência irrelevante. Para colocar em prática essa estratégia, os diretores e gerentes comerciais das empresas precisam seguir uma estrutura de seis caminhos, as quais são chamadas de  “Six Paths Framework” que acabam resultando em alguns passos que envolvem a comparação da sua empresa com a concorrência, processo que é chamado de “despertar do visual” e o processo de criar e definir perfis estratégicos, que é o passo de “Comunicação visual”.

Conheça o eGestor. Um software online para gestão de micro e pequenas empresas.

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br