empreendedorismo no Brasil

O administrador consiste em um profissional de nível superior que trabalha na gestão, planejamento e controle das atividades de empresas de diferentes portes e segmentos do mercado.

O administrador pode ser colaborador de uma instituição, pode gerenciar seu próprio negócio ou se tornar um consultor de maneira independente.

As atividades exercidas por esse profissional são bem variadas, nos setores de comércio, economia, serviços, indústria, setor público, saúde, hotelaria e muitos outros.

Neste artigo, conheça mais sobre os administradores e sobre quanto esse profissional ganha no Brasil.

Quais são as funções do administrador?

As principais funções do profissional administrador são: planejamento estratégico, controladoria, gestão financeira, administração de RH (recursos humanos), comércio exterior, marketing, gestão de informações, administração ambiental, logística, gestão de processos, desenvolvimento de plano de negócios, pesquisa de mercado, controle de produção e assim por diante.

Guia de Gestão de Equipes

Quanto ganha um administrador no Brasil?

Nos dias de hoje, não há regulamentado um piso salarial mínimo para administradores no Brasil. Porém, de acordo com o CFA (Conselho Federal de Administração), a sugestão é a seguinte:

  • Salário no valor de R$2458,00 para os que acabaram de se formar e estão iniciando a carreira;
  • Salário no valor de R$5977,00 para os que estão no mercado há mais de 2 anos completos.

A FENAD (Federação Nacional dos Administradores), por sua vez, publicou uma tabela para orientar os profissionais administradores sobre quanto cobrar para cada serviço técnico prestado.

A tabela, denominada “Tabela de Orientação sobre a Cobrança de Honorários referentes à Prestação de Serviços Técnicos pelo Administrador” tem hora técnica (HR) que varia de R$224 a R$312. Tudo vai depender, basicamente, do tipo de serviço prestado pelo administrador. Os principais deles são: estudos e pesquisas, trabalhos de pesquisa, seleção de pessoas, planejamentos, administração de produção, organização e outros.

A hora técnica corresponde, basicamente, a 60 minutos de prestação de serviços. Sendo assim, a cada hora de serviço o valor a ser pago varia de R$224 a R$312.

Atualmente existe ainda um projeto de lei (em tramitação no Senado Federal) que visa fixar um piso salarial mínimo em âmbito nacional. A ideia é fixá-lo em R$4500 para empresas de médio e grande porte.

Alguns estados já fixaram um piso salarial mínimo para a categoria. No Rio de Janeiro, por exemplo, ele é no valor de R$2.432 de acordo com a Lei Estadual de número 6.702/14.

Já a Associação de Administradores de Campinas (no estado de São Paulo) determinou o piso salarial mínimo no valor de R$1.918, além do benefício de vale alimentação de, pelo menos, R$19,56 por dia trabalhado. O CRA-PE (Conselho Regional de Administração de Pernambuco) também estabeleceu um valor mínimo de salário para estes profissionais, sendo ele de R$2.458.

Qual é a média de salário do profissional administrador no Brasil?

Como já discutimos anteriormente, o profissional administrador de empresas pode atuar em diferentes funções e departamentos da instituição pela qual presta serviços.

Ele pode ser assistente, analista, diretor, coordenador e é claro, até mesmo presidente. De acordo com o Guia de Salários e Profissionais da Catho, as médias salariais para tais cargos são as seguintes:

  • Analistas de custos: R$3.560;
  • Analistas de salários e cargos: R$3.260;
  • Analistas de suprimentos e logística: R$2.480;
  • Analistas financeiros ou econômicos: R$4.075;
  • Analistas de mercado: R$3.028;
  • Assistentes financeiros: R$1.672;
  • Assistentes administrativos: R$1.569;
  • Chefes de produção: R$4.733;
  • Gerentes de RH ou de pessoal: R$4.620;
  • Gerentes de tesouraria: R$7.293;
  • Supervisores de projetos, supervisores administrativos, supervisores de vendas, supervisores de auditoria e supervisores de RH: entre R$2.800 a R$4.600;
  • Gerentes de RH (recursos humanos), gerentes de orçamento e de planejamento financeiro, gerentes comerciais e gerentes de produtos: entre R$4.800 a R$7.840;
  • Diretores comerciais, diretores de RH, diretores financeiros e diretores presidentes: entre R$13.928 a R$20.596.
  • Profissionais de nível técnico (tais como técnicos ou assistentes) têm como média salarial R$2400.• Média nacional salário de administradores

Estima-se que os administradores tenham salário médio nacional de R$2.384. Porém, essa média varia de região para região. Confira a seguir qual é ela.

  • Minas Gerais: média de R$2.633;
  • São Paulo: média de R$1789;
  • Bahia: média de R$1.579;
  • Rio de Janeiro: média de R$2.306;
  • Paraná: média de R$1.822.

Já de acordo com uma pesquisa realizada pela Consultoria Robert Half em parceria com a Revista Exame, os administradores que recebem os melhores salários estão nas seguintes áreas:

  • Diretores de Aquisições e Fusões – com salários que vão de 35 a 50 mil por mês;
  • Diretores de Financiamento de Projetos e de Operações Estruturadas: com salários que vão de 25 a 37 mil;
  • Superintendentes de Operações Financeiras e Econômicas: com salários que vão de 18 a 25 mil;
  • Gerentes de informações gerenciais: com salários que variam de 11 a 17 mil.

Concurso público para administrador é uma boa opção?

Já os concursos públicos no segmento de administração oferecem salários que vão de R$2 a R$12 mil. As oportunidades englobam instituições e órgãos públicos.

Alguns exemplos de concursos na área de administração realizados recentemente são:

  • Concurso para a Advocacia Geral da União, com salários de R$8.567 para administradores;
  • Concurso para o Correios, com salários de R$6.493 para administradores;
  • Concurso para a Petrobras, com salários de R$11.300 para administradores;
  • Concurso para o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), com salários de R$11.000 para administradores;
  • Concurso para o Ministério da Saúde, com salários de R$6.775 para administradores;
  • Concurso para a ANA – Agência Nacional de Águas, com salários de R$ 12.100 para administradores.• Quanto ganha um docente na área de administração?

Para os que preferirem seguir o caminho da docência, os salários também são atrativos.

Para dar aula na UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) o administrador receberá salário de R$5.303. Já na UFBA (Universidade Federal da Bahia) a média salarial para professores universitários é de R$6.700. Na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP (Universidade de São Paulo), a média salarial de docentes de administração é a mais alta, sendo ela de R$9.600.

Uma ferramente de suma importância para um administrador é um sistema de gestão financeira, como o eGestor. Com ele você pode automatizar os processos de controle de fluxo de caixa e de estoque da sua empresa, além de poder realizar a emissão de notas fiscais eletrônicas e relatórios. 

Agora que você já conhece sobre a remuneração e o mercado de trabalho para um administrador, você se interessou pela área? Deixe um comentário.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br