fbpx

Plano de negócios: o que é, como fazer e sua importância

O plano de negócios é um documento que ajuda o gestor a ter uma visão mais ampla do seu empreendimento.

Com ele é possível executar qualquer tipo de projeto, devido a existência de vários modelos. Você coloca todas as informações necessárias do seu projeto, assim como todas as etapas para realização.

E ele apresenta todos os aspectos para execução e ajuda a visualizar possíveis cenários podendo prever imprevistos minimizando as chances de falha.

Do mesmo modo que um guia de atividades, ao realizar cada etapa é possível avaliar as consequências. E por ser flexível, pode ajustar ou remodelar para atender às necessidades da empresa.

O que é um plano de negócios?

Plano de negócios é um documento que estrutura estratégias para administrar uma empresa. A realização de um amplia a visão sobre vários aspectos que estão ao entorno da empresa. Desde suas necessidades para abertura da empresa, bem como estratégias de longo prazo para se solidificar no mercado.

Para que serve?

O plano de negócios serve para orientar o gestor a dar o próximo passo. Ele é realizável em qualquer fase da empresa, mas é imprescindível realizar na fase inicial, porque ele ajuda a entender as necessidades do cliente, identificar concorrentes e traçar estratégias de marketing.

Qual é o objetivo?

O objetivo do plano de negócios é auxiliar o gestor nas suas operações diárias através do planejamento das atividades, na hora de administrar uma empresa.

O gestor elenca nele informações sobre finanças, gestão e marketing para traçar suas metas e objetivos de longo, médio e curto prazo.

Dessa forma, é realizável planejar novas estratégias, remodelar e prever possíveis instabilidade na empresa.

Plano de negócios

Como fazer um plano de negócios?

Fazer um plano de negócios varia de acordo com o modelo, mas assim como os principais elementos, ele também tem uma base que todos os planos devem ter.

  • Sumário executivo: é um resumo de todas as ideias contidas no plano de negócios, elencando os principais pontos.
  • Equipe de gestão: designar quem irá realizar cada etapa do plano de negócios é importante para concretização do projeto.
  • Pesquisa de mercado: ajuda a entender o que os consumidores querem e o que eles precisam, juntamente com o nível de aceitação do produto ou serviço no mercado. Além de poder analisar as tendências e inovações para o seguimento.
  • Análise financeira: saber todos os gastos envolvidos para realização do projeto, assim como o retorno que ele pode trazer. Qual o valor do investimento e se será externo ou interno e a necessidade de capital de giro.
  • Análise logística e operacional: voltado à execução do plano, verificar se precisará de armazenamento, deslocamento, maquinário, capacidade produtiva, entre outros fatores.
  • Produtos e serviços: elencar os produtos e serviços para realização do projeto e avaliar as melhores opções. Assim como, deve ser analisado os produtos e serviços que serão realizados no projeto.
  • Marketing: definir estratégias de marketing para ter maior visibilidade e focar no cliente ideal. Implementar algumas ferramentas de marketing para ter maior sucesso na execução, como por exemplo, os 4Ps: preço, praça, produto e promoção.
  • Concorrência: avaliar quem são os concorrentes, quais são os pontos fortes e fracos para traçar estratégias mais assertivas.
  • Fornecedores: avaliar quem são os fornecedores para produção do serviço ou produto, estabelecer uma relação próxima para ter prioridade de negociação.
  • Implementação: fazer um levantamento do possíveis cenários internos e externos para implementar do projeto. Nessa etapa podem ser usadas algumas ferramentas de administração, como análise SWOT, por exemplo.
Plano de negócios

Quais são os tipos de plano de negócio?

Existem alguns tipos de plano de negócios que podem ser utilizados. Contudo, é importante identificar qual melhor para o projeto.

Para a escolha é importante considerar qual objetivo deseja alcançar e para que ele será utilizado. Abaixo listamos alguns planos:

  • Plano de inicialização: é utilizado para definir as linhas do novo empreendimento que deseja realizar, seja abertura de empresa ou novo projeto. É possível fazer uma análise sobre o segmento da empresa em todos os aspectos.
  • Plano de viabilidade: o plano de viabilidade serve para avaliar como o mercado responde a um determinado produto ou serviço. Normalmente utilizado para lançamentos, porque analisa o quão viável poderá ser e se o mercado aceitará bem.
  • Plano de expansão ou crescimento: normalmente é feito quando se pretende expandir a empresa, como por exemplo, abrir uma filial. Bem como, também para produtos, compra de maquinários ou mesmo mudar alguma estrutura da empresa, seja física, operacional ou de gestão.
  • Plano estratégico: utilizado internamente ou externamente. É um plano muito flexível, porque serve para reposicionar a empresa perante o mercado, seja consumidor ou investidor.
  • Plano operacional: direcionado a equipes e gestores para a execução das atividades diárias. Nele pode ser colocado metas de trabalho, objetivos e outros aspectos relacionados à produção do serviço ou produto.
  • Plano de reestruturação: normalmente é utilizado para reestruturar a empresa ou alguma parte dela. É um plano utilizado para normalizar alguma situação que não teve bom desempenho ou para mudar algo.
Plano de negócios

Quais são os principais elementos do plano de negócios?

Os principais elementos do plano de negócios vai depender muito do modelo escolhido e os motivos que levaram a fazer determinado planejamento, assim como o objetivo que deseja alcançar. Contudo, existe uma base que todo plano deve ter.

  • Resumo executivo: um resumo completo do que deseja fazer baseado no tipo de plano que escolheu.
  • Descrição do negócio: descrever mais especificamente o plano com todos os detalhes para execução.
  • Ideias centrais do negócio: escrever qual a principal ideia do plano de negócios e as demais que surgirem.
  • Metas e objetivos: escrever as metas e objetivos do plano de negócios e o que quer alcançar com ele.
  • Fatores financeiros: detalhar e analisar todos os gastos envolvidos para execução do plano de negócios, inclusive imprevistos financeiros que podem surgir.
  • Estudo de viabilidade: verificar o custo benefício que a execução do plano de negócios vai trazer. Fazer algumas perguntas, como por exemplo, Quais os benefícios? Quais os malefícios? Qual o retorno financeiro que vai trazer? Gera bem estar?, entre outras perguntas e fazer análise sobre elas.
  • Métricas: as métricas servem para avaliar se os objetivos do plano de negócios foram alcançados ou não. É muito importante usar métricas, principalmente para analisar o impacto que a execução teve com as pessoas e fatores envolvidos.
  • Espaço para ajustes e flexibilização: mesmo planejando todos os detalhes as vezes acontecem imprevistos e é importante deixar espaço no plano de negócios para isso. Na hora de montar escreva possíveis imprevistos que podem surgir e suas soluções. Deixe uma margem de tempo e dinheiro para problemas que surgirem e para resoluções dos mesmos.

Por que fazer um plano de negócios?

Fazer um plano de negócio facilita a enxergar situações que ainda não foram materializadas. Ao listar todas as ideias para realizar o projeto no plano, fica palpável avaliar todos os aspectos envolvidos para execução do projeto .

O plano de negócios não vai evitar que a empresa passe por momentos ruins, mas vai amenizar esses momentos por já ter visualizado antecipadamente vários aspectos da situação no plano.

Quais vantagens e desvantagens em fazer um plano de negócios?

As vantagens de fazer são:

  • Otimização de tempo
  • Acompanhamento dos resultados
  • Vantagem competitiva
  • Ganho de mais conhecimento sobre o negócio e mercado

As desvantagens de fazer são:

  • Tempo para realizar o plano de negócios
  • Custo de contratar um especialista para ajudar
  • Identificação de problemas
  • Dificuldade de implementação

Qual a importância de um plano de negócios para o empreendedor?

O plano de negócios é importante para o empreendedor, porque mostra as possibilidades e versatilidade do empreendimento. Principalmente quando é feito para abrir uma empresa ou iniciar um novo projeto.

Como mencionado anteriormente, ele é uma ferramenta que ajuda o gestor a concretizar suas estratégias e planejamentos. Dessa forma, consegue visualizar cenários diversos amenizando imprevistos para empresas.

Perguntas frequentes

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é um projeto da empresa, que ajuda a definir o seu modelo e as estratégias operacionais, de marketing, financeira e outras necessárias para uma empresa.

Investir em um plano de negócios é garantia de sucesso?

Não, não há como garantir o sucesso porque não é possível controlar e prever tudo o que pode acontecer. O plano de negócio ajuda a prevenir algumas situações ruins e amenizar desconfortos durante a realização do projeto.

Quando fazer um plano de negócios?

É feito em qualquer momento que empresa esteja. Contudo, é imprescindível fazer um plano para abertura de uma empresa ou para um projeto novo.

Quanto tempo leva para fazer um plano de negócios?

O tempo para elaborar um plano de negócios depende do modelo que vai utilizar, podendo demorar de algumas semanas a meses.

Quais informações devem estar no plano de negócios?

As informações que devem estar no plano de negócios são todas sobre o projeto que deseja realizar, seja abertura de empresa ou outra atividade. Em suma, quanto mais informações e detalhes melhor será a análise sobre as possibilidades que o projeto pode fazer e o retorno que vai gerar.

Início 9 Empreendedorismo 9 Plano de negócios: o que é, como fazer e sua importância
Escrito em: 16/03/23
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

2 Comentários

  1. Ludgero Marques

    muito me foi elucidado

    Responder
  2. João Correia

    Conteúdo e informação de muito valor ! obrigado

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? O faturamento é importante para a empresa porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...