Startup SaaS: Entenda tudo que você precisa saber para montar a sua

O empreendedorismo está em alta. Isso significa que, cada vez mais gente está buscando novas formas de inovar nos negócios. Muitas vezes esses empreendimentos ocorrem por necessidade, muitas vezes por sonho. O que importa é que ele seja sempre bem planejado e bem pensado. 

Existem diversos modelos de negócios para se escolher. Alguns dos mais fáceis, seja pelo valor investido, seja pela quantidade de trabalho, são as Startups e os SaaS. Ambos também estão em alta devido a sua facilidade e pelo fato de ser algo completamente novo.

Tá pensando em abrir uma Startup Saas? Confira tudo que você precisa saber!

O que é uma Startup

Há algum tempo as Startups explodiram. A partir do momento que o termo e o conceito ficou conhecido, muitas pessoas viram nesse modelo uma oportunidade.

Mas o que é uma Startup?

Normalmente voltada para o ramo da tecnologia, uma Startup é uma empresa emergente. Isso significa que a empresa não está totalmente pronta, ainda podem faltar alguns pontos. Esses podem ser investimento, estratégia de produção, estratégia de manutenção, ou outros.

Assim, elas estão dispostas a receber pessoas de fora. Esses podem ser investidores que entram com o capital, ou também, quem entra com a mão-de-obra.

Apesar de elas normalmente serem do ramo da tecnologia, não é algo obrigatório para essa denominação. Uma Startup pode ser um restaurante ou empresas que envolvam saúde e beleza, por exemplo.

Esse modelo de negócio também não precisa ser físico. E não falamos apenas de comércio. Uma empresa de tecnologia também precisa de uma infraestrutura. Mas essa pode ser desenvolvida dentro de uma aceleradora ou incubadora, por exemplo, ou até da sua própria casa.

O que é SaaS

SaaS é a sigla para Software as a Service. Traduzindo: software como um serviço. Essa denominação trata um software como um serviço, não como um produto.

Por exemplo: na sua máquina você provavelmente tem como sistema operacional o Windows ou o macOS. Eles não são um serviço, e sim, um produto. 

Um software se torna um SaaS quando, de certa forma, ele vira um tipo de solução. Como exemplo, o eGestor. Toda a função do sistema é passar ao cliente a segurança que a empresa precisa, controlando os dados necessários para que a mesma possa ser gerenciada com facilidade. 

Outros exemplos de SaaS que estão no nosso dia a dia são a Netflix, o serviço de streaming de séries e filmes, ou o Spotify, o serviço de streaming de músicas. 

Como montar uma Startup SaaS

Agora que você já sabe o que é uma Startup e o que é um modelo de negócio SaaS, basta juntar os dois. E sim, é fácil assim!

Mas vamos por partes. O que você precisa para montar sua Startup SaaS?

Ter uma ideia

A primeira parte de montar uma Startup SaaS é começar pela ideia. Para isso, você deve saber o que o público precisa, quais são suas necessidades e quais as chances de compra do serviço. 

Ou seja, não adianta ter uma ideia genial com um preço bom se não há público interessado no que você trabalha. 

Para conseguir as respostas dessas questões você pode utilizar diversas plataformas de pesquisas. Algumas delas podem ser pagas, mas em sua maioria, elas são gratuitas. 

Um exemplo super fácil de utilizar e gratuito, é o Google Forms. Nele, você pode montar as perguntas e selecionar até o tipo de resposta que deseja receber, seja ela objetiva ou dissertativa.

Outro exemplo de questionário é o TypeForm que também tem o mesmo intuito que o Google Forms. 

Para avaliar a aceitabilidade da empresa, você pode enviar esses formulários para seus amigos e pedir para que eles enviem a outros amigos. Assim, você consegue ter uma noção da viabilidade do negócio com respostas de várias pessoas. 

Como ganhar dinheiro

Após identificar que sua ideia é viável e que há interesse, você deve entender como monetizar. Existem diversas formas de vender o seu produto. Entre essas formas de compra estão a disponibilização gratuita com recursos pagos ou a assinatura do software, e até anúncios.

Claro, aqui é necessário entender melhor sobre os gastos e despesas da empresa para saber quais valores cobrar. Assim como também se deve considerar o valor investido para criação e o poder aquisitivo do seu público-alvo. 

Controle de informações

Outra necessidade da sua Startup SaaS é o controle de dados. Por tanto a Startup e o SaaS ser algo que normalmente é online, o controle deve ser dobrado. 

Existem algumas métricas que devem ser medidas. Alguns desses são:

  • LTV (Lifetime Value): o valor que um cliente dará a sua empresa no tempo de vida dele dentro da empresa. O cálculo a ser feito é a receita média por cliente dividido pelo Churn Rate. 

LTV = Receita Média / Churn Rate

  • Churn Rate: essa é a taxa de retenção do cliente. Seu cálculo se dá pela quantidade de cancelamentos dividido pela quantidade de clientes ativos.

Churn Rate = Quantidade de cancelamentos / Quantidade de clientes ativos

  • MRR (Monthly Recurring Revenue): é a métrica de valores de entrada e saída do cliente mensalmente. Sendo o cálculo a quantidade de clientes ativos dividido pelo valor mensal a ser pago.

MRR = Quantidade de clientes ativos / Valor mensal pago

  • CAC (Custo de Aquisição do Cliente): todos os custos referentes ao alcance de um cliente. Custo com as vendas somado a custos com marketing somado a custos com infraestrutura dividido pela quantidade de clientes adquiridos é o cálculo a ser feito para alcançar essa métrica.

CAC = (Custo de vendas + Custos com marketing + Infraestrutura) / Quantidade de clientes adquiridos

  • Growth Rate: taxa de crescimento adquirida diminuindo o valor da empresa no mês atual do mês anterior e dividindo essa resposta pelo mês anterior.

Growth Rate = (Mês anterior – Mês atual) / Mês anterior

Dicas para começar sua Startup Saas

Você não precisa de tanto dinheiro assim

Basicamente, a quantidade de dinheiro que você precisa para montar sua Startup SaaS é o que você precisa para se manter. O que queremos dizer é que não há necessidade de dispor de muito dinheiro para começar seu negócio.

Comece pensando pequeno. Você também não precisa de muitos funcionários, um escritório ou vários computadores. Basta ter o suficiente para que você consiga desenvolver seu projeto.

A questão do dinheiro é principalmente para cobrir seus gastos enquanto você cria seu projeto. Isso significa que você não precisa largar seu emprego e focar unicamente nisso. Se não existe condições para tal, é possível montar a empresa e o serviço no tempo livre.

Procure validar sua ideia antes de começar

Sabe aquela pesquisa que você fez para saber se o seu serviço é viável e terá público comprador? É basicamente disso que falamos aqui. De nada adianta ter o melhor serviço em uma área que não tem busca e você vai acabar tendo prejuízo. 

Busque saber o que as pessoas acham do seu serviço e o que elas precisam que ele tenha. Muitas vezes, o diferencial de um serviço para outra é uma das funcionalidades que ele presta. Isso pode fazer uma grande diferença no momento de escolha entre um e outro.

Mantenha o foco

Uma funcionalidade pode fazer toda diferença na hora da compra de um sistema. Mas se ela é muito específica e a grande maioria do seu público não se interessa por ela, talvez você deva focar nas mais importantes ao invés das específicas. 

Defina as prioridades do seu projeto. Primeiro estabeleça o que deve ser feito primeiro, e só depois de ter a primeira etapa pronta, passe pra segunda. E assim, siga adiante no seu projeto.

Entenda como vender seu serviço

De nada adianta ter o melhor serviço, melhor preço, melhores funcionalidades e ninguém saber da existência dele. Aqui também não é necessário dispor de altos gastos com divulgação.

Pesquise bem sobre como fazer um marketing barato e eficiente. É mais fácil do que se imagina. 

Benefícios de uma Startup SaaS

Existem diversos vantagens de montar uma Startup SaaS. alguns deles são:

Alta acessibilidade

Pelo serviço prestado ser um software cujo único requisito é estar conectado a internet, seu acesso é super fácil. E, como esse é seu único requisito, ele pode ser acessado de qualquer dispositivo conectado a internet.

Outra vantagem é que seus dados estão salvos na nuvem. 

É um modelo crescente

O mercado de SaaS é algo que vem ganhando a fama por ser algo que empresas e pessoas precisam e por trazer diversos benefícios. Dessa forma, ser um dos primeiros a entrar no ramo, pode fazer uma grande diferença. 

Custos iniciais reduzidos

Como já citado anteriormente, os custos para montar uma Startup SaaS são baixos.Muitas vezes esses valores chegam a ser nulos, sendo um dos maiores valores despendidos, seu tempo.

Não é necessário montar uma infraestrutura com muitos luxos. Começar em casa, sem funcionários, é uma forma de iniciar um negócio praticamente sem custos.

Conclusão

O modelo de negócio Startup SaaS possui muitas vantagens. Esse fenômeno crescente vem mudando o modo como as empresas funcionam e só tende a crescer mais.

Também, por não ser necessária a aplicação de muitos recursos, principalmente financeiros, é uma ótima ideia de negócio.

Teste grátis o eGestor por 15 dias!

startup saas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br