Tabelas INSS: O que muda nos valores e alíquotas

Escrito em: 05/01/21
Início 9 Sistema de Gestão 9 Controle Financeiro 9 Tabelas INSS: O que muda nos valores e alíquotas

A Reforma da Previdência foi aprovada e as novas tabelas INSS de alíquotas entraram em vigor em 2020. Essas mudanças trouxeram também muitas dúvidas para aqueles que precisam contribuir para o INSS e assim ter os seus direitos e benefícios garantidos quando necessário.

Mas você sabe como funciona o sistema do INSS e como essa nova tabela impacta na sua vida como trabalhador autônomo? Hoje vamos falar mais sobre isso e tirar algumas dúvidas a respeito. Confira.

O que é o INSS

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é um órgão do Ministério da Economia, ligado ao Governo Federal. Ele é responsável pelo recebimento das contribuições realizadas pelas várias classes de trabalhadores, além da concessão de aposentadorias e outros direitos.

Também é o INSS que mantém o Regime da Previdência Social. Assim, é ele que garante a proteção aos brasileiros por meio de oferta de benefícios e reconhecimento de direitos.

O INSS está espalhado por todo o Brasil, com atendimento em agências físicas, através do telefone 135, por meio do aplicativo Meu INSS e também através do site oficial do órgão.

Quem paga o INSS tem direito a vários benefícios, como:

  • Aposentadoria;
  • Auxílio doença;
  • Auxílio reclusão;
  • Pensão por morte;
  • Salário maternidade e muitos outros.

A contribuição acontece de forma obrigatória, quando o trabalhador trabalha de carteira assinada ou como autônomo. Ou seja, quem exerce qualquer atividade remunerada deve fazer a sua contribuição junto ao INSS.

Outra forma de contribuição é a facultativa, quando o contribuinte é estudante, desempregado, dono ou dona de casa e deseja pagar o INSS para garantir direitos no futuro. Porém, para realizar a contribuição facultativa, o contribuinte precisa ter mais de 16 anos.

Já quem nunca contribuiu para o INSS ou não realizou contribuições suficientes pode receber um benefício chamado de BPC (Benefício da Prestação Continuada). Esse é concedido a idosos, com mais de 65 anos, deficientes e incapazes para o trabalho que tenham renda per capta de até meio salário mínimo.

Novas tabelas INSS

Antes da nova tabela do INSS, a contribuição acontecia de acordo com três faixas salariais e sua alíquota:

Salário Alíquota
De 0,00 a R$ 1.830,29 8%
R$ 1.830,30 e R$ 3.050,52 9%
R$ 3.050,52 e R$ 6.101,06 11%

Mas, com a mudança, o valor da contribuição deixou de ser fixo e se tornou progressivo, de acordo com a seguinte tabela:

Salário Alíquota
de 0,00 a R$ 1.045,00 7,5%
R$ 1.045,01 e R$ 2.089,60 9%
R$ 2.089,61 a R$ 3.134,40 12%
$ 3.134,41 e R$ 6.101,06 14%

Como funciona o cálculo progressivo nas tabelas INSS

O cálculo funciona da seguinte forma: o valor da contribuição é determinado de acordo com a parcela do salário que se encaixar em determinada faixa. Ou seja, a alíquota não incide diretamente sobre o valor total do salário mensal, seguindo uma única taxa. Mas, essa é de acordo com o enquadramento desse salário nas várias faixas.

Por exemplo, uma pessoa que recebe R$ 2.000,00 por mês não terá sua contribuição determinada apenas pela alíquota de 9%, referente à faixa na qual ela se encaixa. Assim, a contribuição será o somatório da incidência de todas as alíquotas que interferem no seu salário. Veja só:

Na primeira faixa, a alíquota incide sobre o valor do salário mínimo, que fica assim:

R$ 1.045,00 x 7% = 78,37;

Na segunda faixa, a alíquota incide sobre a diferença da renda mínima e máxima

(2.089,60 – 1.045,00 = 1.044,60)

e fica assim:

1.044,60 x 9% = 94,01.

Então, somando 78,37 e 94,01, temos o total de 172,38. Essa será a contribuição do trabalhador ao INSS.

A ideia dessa mudança na tabela e aplicação do cálculo progressivo foi fazer uma cobrança mais justa, exigindo mais imposto de quem ganha mais. Dessa forma, quem ganha menos paga menos também.

Guia INSS autônomo

A Guia INSS Autônomo é um carnê de pagamento da contribuição devida ao INSS para aqueles trabalhadores que, como o próprio nome já diz, trabalham por conta própria. Assim, para emitir a guia é preciso estar inscrito no INSS, gerando o NIT – Número de Inscrição do Trabalhador.

A emissão da guia acontece por meio do site da Receita Federal, após o preenchimento de dados como:

  • Classificação do trabalhador: contribuinte individual, empregado doméstico, contribuinte facultativo ou segurado especial;
  • Número do NIT;

O vencimento da guia tem datas diferentes, de acordo com o tipo do segurado. Trabalhadores formais devem lançar suas contribuições até o dia 20 do mês subsequente, porém, essa é uma tarefa do empregador.

Quem é MEI (Microempreendedor Individual) também tem o mesmo prazo para pagamento, ou seja, dia 20 de cada mês.

O contribuinte individual e facultativo, que são os trabalhadores autônomos, domésticos, estudantes e desempregados podem pagar a sua guia até o dia 15 de cada mês.

Já o empregado doméstico deve realizar a sua contribuição até o dia 7.

Lembrando que se a data prevista cair em um feriado ou final de semana, o pagamento deve ser realizado no próximo dia útil.

Outro ponto muito importante que deve ser destacado é que a contribuição para quem é autônomo é obrigatória e não facultativa. A regra do INSS é clara quanto a isso: quem exerce atividade remunerada deve pagar ao INSS o que é devido.

Então, quem não fizer isso pode ser enquadrado em crime de sonegação fiscal e ainda ser obrigado a quitar a dívida passada.

Considerações finais

O INSS é o órgão responsável pelo recolhimento mensal das contribuições obrigatórias e facultativas dos segurados. Assim, essa contribuição garante inúmeros direitos como aposentadorias, pensões e auxílios. Então, quem não contribui, pode solicitar a concessão de um benefício no valor de um salário mínimo chamado BPC.

Também é importante ficar atento às novas mudanças ocasionadas pela Reforma da Previdência. Essa alterou a aplicação das alíquotas em cima das faixas salariais. Assim, a cobrança acontece agora de forma progressiva.

E, para realizar esse pagamento, é preciso emitir a Guia do INSS para autônomo diretamente no site da Receita Federal. Assim, basta realizar o pagamento até a data de vencimento.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas - Tabelas INSS

<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Você também pode gostar…

Planilha de Preço de Venda e Promoção: Calcule grátis

Download Grátis Definir o preço de venda e promoção de um produto até parece ser uma tarefa fácil, mas quem é empreendedor sabe que é uma responsabilidade enorme. Isso porque um cálculo errado pode atrapalhar os lucros do negócio, mesmo...

Planilha de Orçamento Empresarial [DOWNLOAD GRÁTIS]

Download Grátis Orçamento, segundo o dicionário é o ato de orçar, ou seja, fazer um cálculo para chegar a estimativa de gasto de um projeto. Esse projeto pode ser de vários tipos. Ele pode ser orçamento para uma viagem, para um casamento,...

Planilha de DRE: Modelo para download [Grátis]

Download Grátis A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) faz parte da gestão financeira de empresas e empreendedores. A sigla é bastante conhecida em escritórios de contabilidade por ajudar a manter um controle periódico de todas as...

Planilha de contas a pagar e receber – Download gratuito 2022

Download Grátis A planilha de contas a pagar e receber do Excel, é de suma importância para planejar o orçamento de sua empresa, de forma que seu caixa esteja preparado para lidar com as despesas, assim como projetar a realização de novos...

Planilha de preço de venda [Download Grátis]

Download Grátis Se você é empreendedor e está começando um novo negócio, já sabe que inúmeros desafios te esperam. Assim, uma das dúvidas mais frequentes de novos empresários é em relação aos lucros.  Vários fatores influenciam no...

Planilha de Cadastro de Clientes em Excel [Download grátis]

Download Grátis Todos os dias passam por uma empresa diversos dados. Acontece que, independente do tamanho dela e da quantidade de dados, estes devem ser registrados. Essa organização pode trazer grandes benefícios para a empresa tanto no...

Planilha de Controle de Vendas: Download Gratuito 2022

Download Grátis O faturamento gerado pelas vendas certamente é a principal fonte de receita das empresas. Tanto em relação às empresas que trabalham com produtos, quanto em relação aquelas que são prestadoras de serviços. Sendo assim, uma...

Planilha de Frente de Caixa: Baixe o modelo grátis agora!

Download Grátis Você sabe o que é frente de caixa e por que ela é importante para o seu negócio? Apesar de muitos gestores não darem atenção a esse setor da empresa, a verdade é que a frente de caixa é um dos pontos principais da...

Planilha 5W2H: baixe grátis e aumente sua produtividade

Download Grátis O nome pode soar um pouco estranho, mas o 5W2H nada mais é do que uma ferramenta usada no gerenciamento de projetos. Quando estamos diante de um grande plano a ser realizado, é muito comum o surgimento de dúvidas,...

Planilha de Fluxo de Caixa 2022 – Grátis e fácil

Download Grátis O download da planilha de Fluxo de Caixa é grátis? Sim, o download da planilha de fluxo de caixa do eGestor é totalmente gratuito. Para evitar problemas relacionados à versão do Excel, sugerimos a utilização no Google...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido.