Como cancelar uma nota fiscal eletrônica? Tire suas dúvidas!

Novos empreendedores e até mesmo os mais experientes costumam ter dificuldades diante de aspectos burocráticos de seus empreendimentos. Como muitas vezes sua especialidade não é a contabilidade, eles acabam ficando em dúvida sobre uma série de elementos fundamentais para o sucesso de seu negócio. Como a nota fiscal, por exemplo.

Esse é um tema essencial, assim como outras questões. Assim como a escolha do regime tributário, como funciona a fiscalização e a Legislação que rege o trabalho, entre outros.

Normalmente quem cuida dessas tarefas é o profissional de contabilidade. Acontece que os gestores devem ter algum tipo de conhecimento sobre o assunto. Ainda mais que isso pode melhorar a gestão da empresa, independente de seu porte. Quer saber mais? Então siga lendo este artigo!

O que é a nota fiscal?

A nota fiscal é o documento que possibilita formalizar o registro de operações envolvendo produtos e serviços pelas empresas brasileiras. É através dela que o governo pode comprovar que determinada empresa realizou uma venda ou prestou algum serviço corretamente.

Assim, temos um documento que garante o registro da compra realizada para o consumidor. E, ao mesmo tempo, permite à empresa demonstrar que paga seus tributos corretamente.

Quem possui a responsabilidade sobre esse documento é a Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Ela realiza o controle e análise dos dados submetidos pelas empresas. E garante que tanto o cálculo quanto o recolhimento dos impostos sejam realizados em conformidade com as exigências da Legislação.

Ebook Nota Fiscal Eletrônica

Tipos de nota fiscal

As notas fiscais podem ser de tipos diferentes de acordo com a atividade exercida pela empresa. Alguns modelos específicos têm aplicação direcionada para a prestação de determinados serviços. Existem também atividades que exigem modelos de notas fiscais especiais.

Por isso, é importante conhecer os tipos de notas fiscais. Isso garante que o modelo utilizado em seu empreendimento é exatamente aquele que atende às exigências da atividade exercida. Assim evitando problemas fiscais para a sua empresa.

Com a maior facilidade do meio digital, a maioria das notas é emitida de forma eletrônica. Sendo assim, com emissão, envio e armazenamento online. 

Existem 5 tipos de nota fiscal:

  • NF-e: A Nota Fiscal de Produto. Utilizada para produtos e a cobrança de IPI e ICMS. Requer sistema emissor de NF-e.
  • NFS-e: A Nota Fiscal de Serviço. Utilizada por empresa que realiza serviços como atividade principal ou secundária. Requer sistema emissor de NFS-e.
  • NFC-e: A Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica. Substitui o Cupom Fiscal e é emitida para clientes finais. Requer sistema emissor de NFC-e.
  • CT-e: O Conhecimento de Transporte Eletrônico. Utilizada para reconhecer serviços de transporte de carga. 
  • MDF-e: O Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos. Utilizada para integrar movimentações mais complexas. Vincula diferentes documentos a uma unidade de carga.

A Nota Fiscal Eletrônica

Dentro do processo de modernização das obrigações envolvendo Estado e contribuinte, iniciado pelo governo brasileiro na última década, está a Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), um dos subprojetos do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Trata-se de um documento emitido e armazenado digitalmente que substitui a nota fiscal anteriormente impressa somente em papel. A legislação autoriza a emissão desse tipo de nota fiscal desde outubro de 2005 e permite seu uso em todos os estados do território brasileiro.

Essa modernização apresenta algumas vantagens como a diminuição dos gastos das empresas com a compra e armazenagem de papel, além da praticidade oferecida pelos arquivos digitais, que facilitam a organização de documentos, bem como o envio automático do arquivo XML para as partes envolvidas na operação comercial.

A Nota Fiscal para micro e pequenos empreendedores

Legalmente, não existem diferenças significativas entre o micro empreendedor que atua na internet e aquele que trabalha fora dela. Isso significa que, por lei, sempre que ocorre uma transação comercial, consequentemente deve existir a nota fiscal emitida pela empresa que vende ou presta o serviço, independentemente se a transação foi realizada via internet ou não.

Entretanto, micro e pequenos empreendedores têm a possibilidade de abrir sua empresa na categoria de Micro Empreendedores Individuais (MEI) e entre os benefícios concedidos a profissionais assim formalizados está a desburocratização oferecida pelo governo, uma vez que eles estão desobrigados a gerar nota fiscal ao vender para pessoas físicas.

Já quando a transação envolve empresas, ou seja, pessoas jurídicas, o uso da nota fiscal é obrigatório, mas facilitado, bastando simplesmente solicitar a Nota Fiscal avulsa na Sefaz do estado onde atua.

Assim, os principais tipos de notas fiscais disponíveis pelo MEI são:

  • Nota Fiscal Avulsa;
  • Nota Fiscal Avulsa Eletrônica;
  • Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e, NFC-e, NFS-e)

Como fazer a emissão de notas fiscais

Realizar qualquer transação sem utilizar a nota fiscal representa sonegação por parte do vendedor que assim procedeu. Dessa forma, o comprador também pode ser caracterizado como ente da ilegalidade, uma vez que seria o receptor da mercadoria não legalizada, caso venha a ser comprovada a fraude.

Por isso, é importante fazer a emissão das notas e cuidar para que o processo seja realizado de maneira eficiente. Assim, evitando prejuízos tanto para a empresa quanto para seus consumidores.

Empresas relacionadas a comércio ou indústria precisam solicitar autorização para emitir suas notas fiscais junto à SEFAZ. Toda a movimentação referente a esse processo pode ser realizada através da internet, bastando apenas que o responsável preencha um requerimento online.

No caso da Nota Fiscal Eletrônica, é preciso comprar um certificado digital junto a uma instituição certificadora para ter o direito de emiti-las. Além disso, é necessário pedir a autorização da emissão da nota a SEFAZ. Mas, antes de tudo, é necessário um sistema que realize a emissão das notas, uma vez que a SEFAZ não o disponibiliza.

Nota fiscal: importância para o pequeno empreendedor

Fazer a emissão de notas fiscais é um comprovante de que a sua empresa paga seus tributos corretamente, o que se converte em credibilidade, tanto para clientes quanto para possíveis colaboradores.

Além disso, estar em dia com essa obrigatoriedade garante ao empreendimento, ainda que pequeno, uma ferramenta importante para o trabalho contábil, uma vez que a nota fiscal apresenta detalhes precisos sobre as transações realizadas. Por isso, não abra mão de dar um aspecto mais profissional ao seu negócio. Trabalhe com a nota fiscal.

Você tem alguma dúvida sobre notas fiscais? Deixe um comentário para que possamos lhe ajudar!

Baixe agora um ebook gratuito sobre Nota Fiscal Eletrônica.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br