Como abrir um negócio com pouco dinheiro + ideia de negócios

Abrir um negócio próprio é a vontade de muitas pessoas que sonham em trabalhar por conta própria, sem dar satisfações ao patrão ou ter que se submeter às muitas exigências e dificuldades dos trabalhos formais. No entanto, esse desejo esbarra em algo muito comum: o pouco dinheiro disponível para investir em um negócio.

Se esse também é o seu caso e você acha que não dá para fazer muita coisa com pouco dinheiro para investir, nesse artigo, vamos mostrar a você que é possível sim começar com o mínimo e melhorar a situação e o investimento no negócio à medida que ele cresce e se desenvolve. Quer saber mais sobre isso? Continue lendo.

Existem negócios para abrir com pouco dinheiro?

Sim, muitos negócios exigem do empreendedor mais disposição física e criatividade do que máquinas, espaços físicos e demais ferramentas do tipo. São exemplos os negócios digitais, que têm a internet como o principal meio de trabalho.

O ramo alimentício é outro setor que está sempre em alta e que não exige do empreendedor grandes quantias em dinheiro para crescer e se estabilizar no mercado.

Nesses e em outros casos, o que se espera é um afinco maior por parte do empreendedor, muita força de vontade, jogo de cintura e vontade de vencer para driblar as barreiras causadas pela falta de dinheiro.

O que precisa para abrir um negócio?

Abrir um negócio não é um bicho de sete cabeças, mas é uma prática que exige muito esforço do empreendedor, além da atenção às regras impostas pelo Governo. Existem três modalidades nas quais você pode se encaixar ao abrir um negócio:

  • Autônomo: qualquer pessoa que exerça uma atividade remunerada, mas sem vínculo empregatício com empresas é um autônomo. A lei exige que esse profissional contribua para o INSS para seguir as regras e também para obter os benefícios concedidos aos segurados.
  • Profissional liberal: é aquele que tem uma formação e oferece seus serviços com ou sem vínculo empregatício. Um advogado, por exemplo, pode dar aulas de consultoria por conta própria e oferecer o mesmo serviço para uma empresa, mediante um contrato de trabalho.
  • Microempreendedor individual: o MEI é a formalização do trabalhador autônomo. O interessado abre um CNPJ e oferece seus serviços como uma empresa e não mais como um profissional autônomo.

O MEI é voltado para pequenos negócios cujos empreendedores não possuem formação e nem registro profissional. É o caso da diarista, do caminhoneiro, do esteticista, do vendedor ambulante e outros.

Assim, antes de abrir um negócio, você deve saber em qual categoria se encaixa, fazer o seu registro no órgão responsável e começar a trabalhar. Os principais documentos que você deve providenciar são:

  • Registro em cartório civil com a elaboração de um contrato social;
  • Emissão de CNPJ na Junta Comercial da sua região;
  • Solicitar o alvará necessário ao desempenho do trabalho junto à prefeitura.

Como abrir um negócio?

Ter um bom negócio, mesmo com pouco dinheiro, depende da atenção a alguns requisitos e elaboração de um planejamento de ações. É a melhor maneira de começar a empreender com mais segurança e menos riscos de desistir do negócio diante da primeira dificuldade. Veja os principais passos.

O primeiro passo para abrir um negócio é decidir o que você deseja fazer.

Depois, é preciso avaliar o mercado e ver onde o seu negócio se encaixa.

Estude o mercado, o seu produto e tudo que envolve ele como fabricação, revenda, marketing, divulgação, preço, aceitação do público etc.

Defina também quais são as suas condições de trabalho e o que você pode oferecer como diferencial.

Decida como irá trabalhar, listando o que vai ofertar, como isso será feito, questões de preço, entrega, pós-venda.

Ponha a mão na massa e comece a trabalhar.

Tipos de negócio para abrir com pouco dinheiro

Muitos negócios podem começar a partir de uma quantia pequena de dinheiro. No entanto, alguns são mais simples de execução e, por isso, se desenvolvem mais rapidamente. São os negócios home office e os negócios de uma pessoa só. Confira.

Negócios home office

Negócios executados de dentro de casa exigem menos investimento do empreender porque, na maioria das vezes, têm como ferramentas utensílios e objetos já pertencentes à casa. Quem monta uma pizzaria pode usar o forno da cozinha, por exemplo.

Quem trabalha revelando fotografias pode usar a impressora e o computador de casa também. Os negócios home office são vantajosos porque o empreendedor não precisa pagar aluguel, internet ou telefone. Também não precisa se aventurar no trânsito e, assim, ganha mais tempo para se dedicar ao trabalho.

Mães com filhos pequenos também enxergam no home office uma oportunidade de ganhar dinheiro sem ter que abrir mão do convívio com o filho, principalmente quando ela não tem muitas opções de apoio para cuidar da criança.

Alguns exemplos desse tipo de negócio: escrita, nicho de marketing digital, costura, artesanato, revelação de fotos, produção de cestas etc.

Negócios de uma pessoa só

É muito comum vermos negócios que funcionam e crescem bastante contando apenas com uma “euquipe”. É como chamamos a equipe formada por uma pessoa só. Quase sempre, o próprio empreendedor é responsável pela produção, setor financeiro, negociação, divulgação do serviço e tantas outras etapas importantes dentro da empresa.

São exemplos de negócios de uma pessoa só: revenda de produtos, trabalhos com marketing digital, confeitaria, organização de festinhas etc.

Ideias de negócios para abrir com pouco dinheiro

Veja a seguir uma lista com diversas opções de negócios que você pode abrir com pouco capital. Lembrando que é muito importante seguir as suas preferências e não apenas aquilo que dá dinheiro.

Quando trabalhamos com o que gostamos, é muito mais fácil aguentar todas as dificuldades encontradas em um negócio próprio. E uma das ideias do empreendedorismo é, de fato, fazer o que se gosta. Do contrário, o trabalho formal não seria algo assim tão entediante e impensável para tantos empreendedores.

  • Bronzeamento
  • Salão de beleza especialista em um tipo de cabelo para se destacar dos demais
  • Doces gourmet
  • Organização de pequenas festas
  • Revenda e produção de itens de papelaria
  • Revenda de produtos importados
  • Artesanato
  • Produção de camisas estampadas
  • Venda de quentinhas
  • Produtos de sex shop
  • Revenda de lingeries
  • Impressão de fotos polaroid
  • Produção de cestas comemorativas
  • Produção de geleia de frutas
  • Personal trainer, desde que você seja um educador físico
  • Assistente virtual
  • Gerenciador de mídias sociais etc.

Considerações finais

Como você viu, existem sim muitas maneiras de abrir um negócio próprio com pouco dinheiro. Para isso, é preciso estudar e conhecer o mercado e o seu ramo de atuação, fazer um bom planejamento, se adequar às regras e se esforçar muito para que dê tudo certo no final.

eGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas - abrir um negócio

Escrito por eGestor
O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: https://www.egestor.com.br