fbpx

Como abrir empresa online: confira o passo a passo

O que é uma empresa online?

As empresas online são negócios que realizam as suas atividades de forma totalmente digital. Assim, ao abrir uma empresa online você pode comercializar diferentes tipos de produtos e serviços.

Um dos principais benefícios de uma empresa online é poder vender a todo momento, sem precisar de um vendedor de plantão.

Como abrir uma empresa online?

Para abrir uma empresa online é necessário realizar um planejamento antecipadamente, uma vez que é um processo que requer procedimentos específicos.

Assim, elaboramos um passo a passo que irá te ajudar a abrir seu online.

Passo a passo para abrir uma empresa online

1. Separe a documentação

Para abrir uma empresa online é necessário que você separe toda a documentação exigida.

Dessa forma, a documentação exigida pela Receita Federal pode variar de acordo com sua empresa e o estado que você mora.

Assim, normalmente os documentos solicitados são:

  • Requerimento do Empresário individual ou Contrato Social (três vias)
  • Requerimento padrão: Capa da Junta Comercial (uma via)
  • Ficha de cadastro nacional (FCN) modelo um e dois (uma via)
  • Pagamento de taxas por meio do documento de arrecadação da receita federal (DARF)
  • Cópia autenticada da identidade (RG) e do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do dono ou dos sócios da empresa, se houver;

⚠️ Atenção: Todos os documentos devem ser digitalizados e anexados no portal da Junta Comercial.

2. Realize o registro na junta comercial

Após ter em mãos todos os documentos necessários, a próxima etapa para abrir uma empresa online é criar um cadastro na junta comercial do seu estado. Assim, a partir desse cadastro será gerado o Número de Identificação de Registro da Empresa (NIRE), que deve ser guardado para fins fiscais.

3. Estabeleça a atividade principal do seu negócio

É extremamente importante que, ao abrir uma empresa online, seja definido sua atividade principal, uma vez que é ela quem caracteriza a empresa e cria padrões de funcionamento.

A definição da atividade da empresa é feita através da Classificação Nacional de Atividades Econômicas, ou CNAE. Essa classificação é um código de 7 números que define qual atividade é exercida pelo seu negócio

Vale lembrar que a empresa pode ter mais de um CNAE, porque ela pode ter mais de uma atividade. Assim, existe um CNAE principal e um secundário, assim como a atividade.

Atualmente existem cerca de 1.332 subclasses de CNAE, por isso, é importante identificar qual a classe da sua atividade. Portanto, para encontrar o CNAE da sua empresa você pode ver aqui ou pelo site do IBGE.

4. Crie um CNPJ

O CNPJ, ou Cadastro Nacional das Pessoas Jurídicas, tem como finalidade regularizar o seu negócio junto à Receita Federal. Ele é um número de identificação que identifica a empresa, como um documento de identidade, por exemplo. Por isso, para abrir uma empresa online você precisa fazer o registro.

Assim, para abrir um CNPJ você deve:

  • Gerar o Documento Básico de Entrada (DBE)
  • Apresentar documentação no órgão de registro
  • Abrir o processo digital
  • Solicitar juntada de documentos
  • Acompanhar o processo
  • Obter o resultado

Gerar o Documento Básico de Entrada (DBE)

  • Realizar a consulta da viabilidade e fornecer as informações para “Registro” e “Inscrição Tributária” no coletor nacional da Redesim.
  • Realizar o preenchimento dos dados e enviá-los
  • Emitir o recibo de solicitação de pedido do DBE

Esse processo leva em torno de 3 dias para ser concluído.

Apresentar documentação no órgão de registro

Nessa etapa você deverá imprimir o DBE e juntar os documentos necessários para efetivar o registro.

Se estiver integrado à Redesim, o órgão de registro realizará automaticamente o cadastro do CNPJ para abrir uma empresa online, caso contrário, os documentos devem ser encaminhados à Receita Federal.

Dentre os documentos exigidos estão:

  • Documento Básico de Entrada (DBE) ou Protocolo de Transmissão da Ficha Cadastral da Pessoa Jurídica (FCPJ)
  • Ato constitutivo ou alterador, como, ata, estatuto ou contrato social.
  • Documento de identificação oficial do responsável
  • Outros documentos podem ser necessários de acordo com a localidade

Em caso de DBE destinado à Receita Federal

As etapas citadas a seguir só serão necessárias quando o DBE for destinado à Receita Federal.

Abrir o processo digital
  • Acessar o sistema Processos Digitais
  • Selecione a opção Solicitar serviço via processo digital.
  • Entre na área cadastros e selecione o serviço desejado.

Vale lembrar que é necessário abrir um processo específico para cada pedido que for solicitado.

Solicitar juntada de documentos

Para realizar a junta dos pedidos, você precisa seguir esse processo:

  • Utilize o documento o Documento Básico de Entrada (DBE)
  • Informe o número de recibo e identificação.
  • Inserir os demais documentos separados e classificados.
Acompanhar o processo

Após serem realizadas todas as etapas, você deve acompanhar todo o processo realizado, que pode ser consultado nos seguintes portais:

Obter o resultado

Para consultar o resultado do seu processo, você pode conferir no aplicativo ou site, em:

  • Meus processos
  • Ou inativos, em caso do processo ser arquivado após a decisão

5. Defina o formato e objetivos da sua empresa

O formato da sua empresa pode variar de acordo com os seus objetivos e atividades que realiza.

Dessa forma, para abrir uma empresa online essa etapa é de extrema importância, pois com essa definição será possível realizar a regulamentação de partes burocráticas.

Dentre as opções estão:

  • MEI (Microempreendedor Individual)
  • El (Empresário Individual)
  • SLU ( Sociedade Limitada Unipessoal)
  • LTDA (Sociedade Empresária Limitada)
  • Sociedade Simples
  • S.A. (Sociedade Anônima).

6. Escolha o regime tributário

O regime tributário é o que irá determinar como a empresa paga seus impostos.

Desse modo, realizar a definição do regime tributário é essencial para se manter regularizado diante de órgãos fiscais e realizar os pagamentos impostos de forma correta.

Dentre os regimes tributários estão:

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário responsável pela arrecadação de impostos de empresas que faturam menos de R$ 4,8 milhões por ano. Esse é o regime tributário mais indicado na hora de abrir uma empresa online, porque ele simplifica os tributos, facilitando o pagamento e diminuindo seus valores.

Desse modo, podem aderir ao Simples Nacional as empresas que se enquadram nas seguintes categorias:

  • Microempreendedor Individual (MEI)
  • Microempresa (ME)
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP)

Lucro presumido

O lucro presumido é um regime tributário onde a base do cálculo é determinada a partir do imposto de renda da empresa e o valor pago de Contribuição Sobre o Lucro Líquido (CSLL).

Entretanto, esse regime é utilizado por empresas maiores, que já possuem um faturamento estabelecido, uma vez que não podem optar por ele empresas que faturam menos que R$ 78 milhões anualmente. Ainda, comparado com o Simples Nacional, nesse regime são pagos valores mais altos de impostos.

Lucro Real

O Lucro Real é um regime de tributação em que o cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) se baseia no lucro real da empresa.

Dessa forma, o lucro presumido é aplicado, obrigatoriamente, para as empresas que faturam mais de R$78 milhões anuais.

7. Faça a inscrição estadual

A inscrição estadual tem como objetivo o recolhimento do ICMS, também permitindo que a empresa possa emitir notas fiscais.

Desse modo, a inscrição estadual é essencial para regulamentar toda a empresa. Entretanto, ela não é obrigatória para todas as empresas, apenas para as que contribuem com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Assim, é possível obter a inscrição estadual através do seguinte processo:

  1. Acessar o site da Secretaria da Fazenda (Sefaz) do seu estado
  2. Ter em mãos os documentos necessários
    • RG
    • CPF
    • E-mail
    • Fotos do estabelecimento ou residência
    • Alvará de funcionamento
    • Comprovante de endereço da empresa
    • Certificado de microempreendedor individual
  3. Realizar as orientações informadas

Dessa forma, após ser realizado o processo de inscrição, basta acompanhar seu status através do site da Sintegra.

  1. Consulte o andamento através do site da Sintegra
  2. Clique no seu estado no mapa exibido no site
  3. Digite o CNPJ da sua empresa
  4. Confira se sua IE está validada

8. Adquira o certificado digital

O certificado digital é a identidade eletrônica de uma empresa, sendo extremamente necessário para a identificação virtual. Ele é o que permite que alguns procedimentos sejam realizados, em função da sua atribuição como assinatura digital, por exemplo.

Ele é o responsável por atestar a veracidade das notas fiscais emitidas pela empresa.

Os certificados digitais podem ser encontrados de duas formas, o A1 que é digital e pode ser replicado; e o A3 que é um token e só pode ser utilizado em um dispositivo por vez. Ainda, a validade do certificado digital de modelo A1 é de 12 meses e a do modelo A3 é de 36 meses, ou 5 anos.

9. Tire o alvará de funcionamento

O alvará de funcionamento é um documento que autoriza as atividades da empresa em determinado local.

Dessa forma, exceto o MEI (Microempreendedor Individual), todas as empresas físicas ou virtuais precisam do alvará de funcionamento.

Que tipo de negócio abrir online?

Está cada vez mais fácil abrir uma empresa online, tendo em vista que existe uma ampla variedade de modalidades que podem ser exploradas.

Dessa forma, se você quer se jogar no mundo dos negócios digitais, é essencial que realize uma pesquisa de mercado e aplique a pesquisa nas áreas que você possui interesse.

Assim, separamos uma lista de opções que podem te ajudar a tomar essa decisão.

  • Site de e-commerce
  • Design gráfico
  • Loja virtual
  • Vendas pelo Marketplace
  • Venda de serviços online
  • Revenda produtos

Quanto custa abrir uma empresa online?

O custo de abrir uma empresa online pode variar de acordo com as especificações e tamanho. Por isso, para entender o custo de cada empresa é preciso entender sobre o mercado que você está inserido.

Entretanto, o valor médio para abrir uma empresa online, considerando os custos de abertura, giram em torno de R$ 1.500. Já o MEI tem seu processo de abertura gratuito através do Portal do Empreendedor.

Assim, é possível que você analise os custos através do levantamento de alguns dados, como:

  • Custo de hospedagem de sites
  • Custo de domínio da empresa
  • Custos de mercadorias e fornecedores
  • Custo de manutenção
  • Custo de anúncios e estratégias de marketing.

É possível abrir uma empresa online gratuitamente?

Sim, se você deseja abrir um MEI o processo é totalmente gratuito. Entretanto, se você deseja abrir um outro tipo de empresa elas têm custos.

Quais são as vantagens de abrir uma empresa online?

Abrir uma empresa online traz diversos benefícios para quem deseja começar um empreendimento ou para quem já possui uma empresa física e quer ampliar seu alcance.

As principais vantagens de abrir uma empresa online:

  • Baixo custo de manutenção
  • Canal aberto 24h
  • Facilitar a divulgação
  • Maior alcance de público alvo
  • Otimizar o processo de vendas

As pessoas também perguntam

É preciso CNPJ para loja virtual?

Sim, para ter uma loja virtual é preciso de um CNPJ. Se sua loja virtual deseja vender digitalmente é necessário um CNPJ para emitir notas fiscais e garantir a sua segurança e a dos seus fornecedores.

Quanto tempo demora para abrir o CNPJ?

Abrir um CNPJ pode levar até 30 dias.

Precisa de alvará para loja virtual?

Sim, comércios físicos e virtuais precisam de alvará de funcionamento.

Início 9 E-commerce 9 Como abrir empresa online: confira o passo a passo
Escrito em: 28/11/23
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? O faturamento é importante para a empresa porque ele é o valor, em dinheiro, que a empresa recebeu em um período. Assim, ele demonstra se o resultado foi satisfatório ou não. Com o...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...