ideias de negócio

Atualmente, mesmo com o mercado em crise, é possível aprimorar o “target” do seu negócio e aumentar o número de clientes sem gastar muito? É possível sim, e veja como!

Todo grande empreendedor, um dia, já começou pequenino no segmento onde atua. Aos poucos, até que o empreendimento ganhasse projeção e a confiança dos clientes, o trabalho exige muita renúncia e luta constante. Exije um exercício total de amor e dedicação ao negócio que se deseja abraçar. É quando a vontade de crescer é maior do que o medo e as dificuldades ao tentar empreender.

Quando por fim o negócio prospera, há sempre o desejo de se dar um passo a frente. E fique tranquilo, não é errado desejar crescer sempre mais. Muito pelo contrário: errado é achar que já alcançou todo sucesso esperado e, portanto, não há mais nada que possa ser feito a não ser aproveitar a clientela já conquistada e os retornos do negócio.

Trata-se de um erro fatal a uma empresa, e pode esperar: na primeira crise que chegar, o empresário vai pagar caro a conta. Assim, quando se tem a possibilidade, deve-se empreender e investir sempre mais e melhor no negócio. A fim de garantir um retorno maior. Mais clientes, mais trabalho, mais empregos, uma história de vida mais longa.

Mas, mesmo aqueles que investem e acreditam no potencial crescente do negócio, é possível aumentar o número de clientes mesmo em tempos difíceis como estes? É possível sim, e existem três pontos a serem trabalhados: Projeção dos Negócios com ações no PDV – Ponto de Venda – caso exista; Marketing de relacionamento com os clientes e Estudos e análises de SEO – otimização de acessos em site e buscadores na internet.

Projeção dos Negócios e com ação no PDV

A sua marca é conhecida? Tem certeza? Geralmente, não é o que parece. Caso tenha um ponto de vendas, faça uma pesquisa nas redondezas. Peça para alguém de confiança, se posicionar em uma determinada localidade, e perguntar aos residentes daquele lugar aonde haveria uma loja mais próxima que ofereça justamente o seu produto. Se mais de 50% indicarem a sua loja, já é um bom começo. Se nem 30% souber dizer, ou indicar a concorrente, algo está errado.

Aproveite em seguida e mapeie a concorrência também. Veja quem são e o que fazem de diferente. Feito isso, é preciso investir na marca do seu negócio. Tanto na internet quando no espaço físico. A melhor maneira de se conseguir isso é buscar parcerias nos comércios próximos. Principalmente através de promoções que sejam atraentes a ambos os segmentos.

Em seguida, saiba que a internet possui uma força extraordinária. Não possuir um site nos dias de hoje é ficar bem pra trás dos concorrentes. Através da internet é possível interagir com o seu público alvo, e encontrá-lo mais facilmente em buscadores como o Google ou em sites de relacionamento como o Facebook. Com o nome mais bem projetado, é aí que começa o seu trabalho para aumentar o seu número de clientes.

Ebook Crescimento Empresarial

SEO

Não se esqueça de aprimorar as buscas de seu negócio por meio das palavras chaves. Ao postar fotos, textos e vídeos, use palavras chaves que liguem tais informações ao seu negócio. Se você vende esfiha e quibe, e o nome da loja é Arábia, por exemplo, coloque: “esfihas e quibes da ‘Arábia'”.

Não poupe palavras, mas use e repita de forma que não canse o usuário. Pesquise e estude este público que acessa ao seu negócio, e verifique de onde é. Nada adiante ter cinco mil pessoas a mais, sendo que 4.500 estão em outro Estado?

Marketing de Relacionamento

As redes sociais são grandes centros de consumo, não apenas de produtos, mas também de entretenimento e informação. Assim, com um conteúdo de qualidade, é possível aproximar a sua marca do seu público alvo mais facilmente. Desta forma, é possível que haja um compartilhamento maior de informações que certamente vão atrair gente nova para o seu comércio. Seja ele apenas online ou físico também.

Percebe a necessidade de manter um site ativo a médio e longo prazo? Até lá, abra uma página no Facebook e comece a divulgar rápido e interagir com o público. A interação anima e atrai clientes muito mais rápido do que um link patrocinado. Tanto no Google como na rede social, é possível ainda manter propagandas e promoções gratuitas. Graças a recursos como o “Google Meu Negócio” ou a “promoção de anúncios do Facebook”.

Existem milhares de grupos de usuários separados por interesses diversos. Nestes grupos, universos de mais de 50, 100, 500 mil pessoas. Tudo dentro do alcance desejado no qual a sua loja pretende atender. Este é um lado do relacionamento com os clientes, que vai ajudar você a aumentar o seu número de clientes.

Existem ainda o mail-marketing e o whatsapp marketing: São recursos do marketing digital para abordar clientes que já consumiram. Para tanto, é necessário separar estas abordagens nos seguintes tipos de perfis de clientes: Vip; Frequente; Regular, esporádico e ex-cliente.

Aos Vips é necessário mantê-los, oferecendo promoções bem atraentes. Aos frequentes, é preciso ver o que lhes chama mais atenção e o que gostam de consumir. Ofereça mais do mesmo e convide para experimentar novidades. Aos regulares e esporádicos, crie mecanismos de cadastro e cupons de promoção que incentivem o cliente a frequentar mais o espaço.

Já aos ex-clientes, é preciso conversar e entender o que saiu errado em sua última experiência de compra. Crie canais onde não apenas estes, mas todos os clientes possam fazer reclamações e sugestões a respeito do produto ou serviço oferecido. Não poupe esforços em anunciar que “a experiência de consumo há de ser ainda melhor que a da última vez”.

Lembra que recomendamos a você mapear também a concorrência? Então, verifique o que eles estão fazendo e tente oferecer algo mais. Você certamente conseguirá converter a taxa de frequência em seu negócio, sem grandes investimentos. O sucesso só depende de você!

Agora que você já sabe como aumentar o seu número de clientes, execute as nossas dicas em sua empresa e conte-nos os resultados!

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas

Escrito por eGestor

O eGestor é um software online para gestão de micro e pequenas empresas.
Teste gratuitamente em http://www.egestor.com.br