fbpx

Montar uma loja de tintas: passo a passo

Para quem gosta de mexer com tinta, não custa lembrar que manuseá-la é interagir com uma tradição quase tão antiga quanto o fogo. A tinta faz parte da vida do homem desde a pré-história. No começo era usada para fazer inscrições nas paredes das cavernas, produzida à base de materiais coloridos e água, tendo mãos e pedras como ferramentas de transformação. Pode-se dizer que, de certo modo, a tinta está na gênese da produção industrial.

O papel das tintas nos dias atuais e o Brasil

Brincadeiras à parte, o tempo passou e a tinta chegou aos dias atuais cumprindo um novo papel na sociedade humana, relacionado à estética e, em menor escala, à proteção, no caso de construções em ambientes mais agressivos.

O principal segmento do mercado de tintas é aquele voltado para a construção civil, que são as chamadas tintas imobiliárias ou arquitetônicas, também conhecidas, na maior parte, como tintas de parede, mas também para exteriores e outras finalidades dentro da mesma atividade. No Brasil, esse segmento é responsável por 80% da produção e 63% do faturamento de todo o setor. Os dados são da Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (ABRAFATI).

Há também as tintas voltadas para o mercado automotivo e as tintas industriais. No mercado automotivo, as tintas abastecem a demanda das montadoras e também das oficinas de funilaria e pintura. As tintas industriais atendem a indústria e o setor de reparos de eletrodomésticos, autopeças, indústria naval, fabricação de móveis, etc.

O faturamento líquido do setor no ano de 2012, antes da crise, é bom salientar, foi de 4,3 bilhões de dólares. Já naquele ano, porém, o setor ficou estável, sem crescimento, já sentindo os primeiros ventos que se abateram sobre a indústria de construção.

O momento atual recomenda prudência, mas um bom planejamento, uma definição clara do negócio, do público alvo e do modo de atuação podem tornar uma loja de tintas lucrativa.

As crises são, afinal, as incubadoras naturais das grandes soluções.

Soluções estéticas e relacionamento

O público para uma loja de tintas é diversificado. Pode ser pessoa física ou jurídica, leigo ou profissional. São situações diferentes. No caso de uma pessoa comum, que está procurando uma tinta para sua casa, ou para o seu veículo, o benefício buscado está ligado à estética, ao bem estar, deixar a casa mais bonita, melhorar a aparência do veículo ou do móvel, da geladeira, do fogão.

É recomendável que a loja de tintas trabalhe esse conceito no sentido de fazer com que o cliente possa ver o resultado já a partir do contato no ponto de venda. É bom cuidar da fachada e do interior da loja, ter, se possível, mostruários. Assim como é fundamental, em se tratando desse público, que o vendedor seja um verdadeiro consultor. Deve ser capaz de informar com simplicidade os atributos e benefícios de cada produto.

No caso do profissional, da pessoa jurídica, mesmo sendo o comprador direto leigo, é bom investir na tentativa de estabelecer um relacionamento de longo prazo. Boas condições de preço, crédito, desconto e até escala ajudam a fidelizar. Mesmo nesse caso, é melhor ter verdadeiros consultores atrás do balcão, capazes de impressionar até o profissional.

Planejamento e estrutura 

Há alguns detalhes que podem fazer a diferença. Por exemplo, é fundamental, por razões óbvias, que a loja de tintas tenha um estacionamento ou esteja numa área próxima a algum. Serviço de entrega também é indispensável, quase que pelas mesmas razões.

O local escolhido para a loja deve ser arejado e com boa iluminação para que haja o armazenamento adequado dos produtos. Agora, se estamos falando de uma loja exclusiva de tintas, o principal na hora de escolher o ponto é buscar uma localização onde haja concentração de comércio voltado para a construção e reformas. É muito mais fácil ser encontrado num lugar em que as pessoas vão procurar o que você tem para entregar do que num ponto aleatório.

Não se deve, também, negligenciar a tecnologia e o marketing digital como ferramentas de geração de interações e relacionamento com o cliente. A consequência de um bom trabalho feito no mundo digital é o aumento do volume de vendas.

Um blog sobre reformas e construção, ou algo criativo falando sobre as tintas numa perspectiva cultural, histórica e de consumo, enfim, o importante é que o elemento “tinta” está ligado a uma série de abordagens possíveis e muito interessantes.

Ainda que uma loja de tintas de pequeno porte possa sobreviver com poucos funcionários, com um ou dois vendedores, um entregador, um ajudante e o gerente, alguém da área de marketing é fundamental, pois o ambiente é extremamente competitivo e a busca de diferenciais deve orientar os vencedores.

Loja de tintas pode ser MEI?

Sim, uma loja de tintas com CNAE 4741-5/00 – Comércio varejista de tintas e materiais para pintura, pode ser MEI.

Use um sistema de gestão

Basicamente, o fluxo operacional de uma loja de tintas consiste na compra de produtos e administração de estoque, prateleira, atendimento, venda e entrega. É bom adotar desde o princípio um bom software de gestão, como o eGestor que absorva a rotina inicial e seja capaz de absorver o crescimento da empresa.

Uma boa ferramenta deve, no médio prazo, oferecer informações importantes para a gestão dos estoques, oferecendo dados sobre tempo de permanência de produtos no estoque. São detalhes importantes para orientar as compras e negociar escala.

Investimento para montar uma loja de tintas

Será bastante satisfatório se o sistema tiver um módulo voltado para gerar informações sobre o cliente, frequência de compra e tipo de produtos, sobretudo em se tratando de profissionais e pessoas jurídicas. A parte burocrática, de registro, da empresa é simples. Não há exigências específicas para se abrir uma loja de tintas. Tudo se resolve com a contratação de um contador hábil.

Quanto ao investimento inicial, o valor necessário é de R$ 60 mil a R$ 100 mil. O único cuidado específico, do ponto de vista legal, que deve ser tomado é com relação à venda de substâncias tóxicas, tais como: cola, redutores e solventes a menores de dezoito anos.

Os principais produtos a serem oferecidos são as tintas (acrílica, látex, especiais, esmalte, de fundo, spray e acrílica), textura acrílica, solventes e diluentes, massa corrida e acrílica, selador, acessórios de pintura, equipamentos de proteção, corante, impermeabilizante, aditivos, lixas e abrasivos.

Banner-conversao-eGestor-blog
Início 9 Empreendedorismo 9 Montar uma loja de tintas: passo a passo
Escrito em: 27/03/17
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

6 Comentários

  1. everton dos santos

    o que eu preciso mais para montar uma loja de tintas automotivas além do dinheiro me de um valor também de quanto eu vou precisa para abri um loja

    Responder
  2. Heiberson

    Ótima a instrução.

    Responder
  3. Sandro

    Legal !
    Bem esclarecedor passa uma boa informação simples e direta parabéns!
    Obrigado

    Responder
  4. luiz

    muito bom esclarecedor ,acho que e um otimo negocio a se investir

    Responder
  5. carlos rogério

    Simples e bem objetivo o texto obrigado por compartilhar essa informação .

    Responder
  6. Jose Aaprecido dos Santos

    Péssimas condições ergonômicas para o trabalhador na linha de produção, uma boa empresa tem que se preocupar também com a saúde de seus colaboradores, fica a dica!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

NFC-e (Nota fiscal de consumidor eletrônica) [Atualizado]

Emitir NFC-e Todo produto ou serviço vendido, deve ter sua comprovação fiscal e um dos meios de atestar essa transação é a nota fiscal. Afinal, ela dá segurança tanto à empresa que vende o produto, quanto ao consumidor que o compra....

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro da sua empresa Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Guia do MEI: Tudo sobre o MEI – Blog do eGestor

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...