fbpx

KPI para e-commerce: Quais acompanhar

O que é KPI para e-commerce?

KPI é sigla para Key Performance Indicators, ou seja, indicadores chave de performance. Eles são métricas e indicadores usados para acompanhar o desempenho de um negócio.

Um KPI para e-commerce é um indicador que mede os principais dados de um e-commerce. Eles são importantes para, além de entender o negócio, criar novas estratégias. Ao acompanhar esses indicadores para e-commerce as decisões são tomadas com uma base mais sólida, garantindo resultados.

Para um e-commerce alcançar o que busca, é importante ter o controle de todos os KPIs de progresso.

Agora que você entende o que é um KPI, nesse artigo você irá conferir os principais KPIs de um e-commerce.

A imagem mostra uma visão de ombro de uma pessoa usando um laptop. A tela do laptop exibe um gráfico e vários pontos de dados, indicando que pode ser algum software de análise ou monitoramento de desempenho. Existem gráficos de linha mostrando tendências ao longo do tempo, valores numéricos que podem representar métricas ou KPIs (Indicadores-chave de Desempenho), e possivelmente um menu de navegação na parte superior com diferentes abas.

Os KPIs mais importantes para o seu e-commerce 

Medir resultados e metas com indicadores, acompanhando o que eles mostram, é essencial.

Abaixo, separamos os 9 KPIs de e-commerce mais importantes, confira todos a seguir.  

1. Taxa de conversão (CVR)

A taxa de conversão mede uma conquista através de uma campanha. Ela pode medir a quantidade de novos clientes ou de visitantes, por exemplo. Tudo depende do objetivo da campanha.

O principal intuito dessa meta é visualizar o retorno dos investimentos da sua empresa, seja ele de tempo ou dinheiro. Além disso, é uma ótima forma de mensurar os resultados das suas estratégias de marketing digital. 

A conversão pode variar de várias maneiras, como:

  • Inscrição em uma newsletter;
  • Preenchimento de uma formulário de cadastro; 
  • Clicar em botões como, “comprar agora” em uma landing page; 
  • Solicitação de um orçamento;

Portanto, para calcular a taxa de conversão, basta dividir o número de usuários pelo número de negócios fechados e multiplicar por 100. Desse modo: 

Número de usuários / Número de negócios fechados * 100  = Taxa de Conversão 

2. Taxa de rejeição

A taxa de rejeição é a porcentagem de quantos visitantes acessaram sua página e saíram sem fazer uma ação. Ou seja, sem comprar algo, preencher um formulário ou acessar um link. 

A definição de como conseguir essa métrica não é específica, podendo variar de ferramenta para ferramenta. Uma das ferramentas mais utilizadas para acompanhar essa taxa é o Google Analytics. 

3. Ticket médio

O ticket médio é um indicador de e-commerce para medir o valor médio de compras. Ele pode ser um indicador de valor médio de compras ou de valor médio de produtos. Assim, esse KPI mostra a média do quanto as pessoas estão gastando no e-commerce.

Para calcular o ticket médio é necessário dividir o número total da receita de vendas pelo número de clientes de um determinado período. 

Segue a fórmula abaixo:

Número total da receita de vendas/ número de cliente de um determinado período = Ticket médio

4. Carrinhos abandonados 

O indicador de carrinhos abandonados mostra a quantidade de compras que não são completadas. Com esse KPI de e-commerce se verifica o motivo que leva os usuários a desistir da compra.

Dentre os motivos mais comuns conhecidos estão:

  • Opções limitadas de pagamento;
  • Frete alto;
  • Falta de segurança;
  • Baixa facilidade de usabilidade;  

Esse indicador também gera impactos em outros KPIs, como o KPI de conversão, por exemplo.  

Para acompanhar essa métrica é necessário realizar o seguinte cálculo:

Número de compras finalizadas/ número de carrinhos iniciados. 

Uma outra alternativa é utilizar a ferramenta Google Analytics, que ajuda a entender com clareza os motivos para os abandonos de carrinhos.

5. Custo de aquisição de cliente (CAC)

O Custo de Aquisição de Cliente (CAC) é a métrica utilizada para medir quanto custa adquirir cada cliente. Através desse acompanhamento é possível entender se suas estratégias de vendas estão trazendo resultados. 

Dessa forma, para calcular, basta somar todos os investimentos com estratégias e dividir pelo número de total de clientes. 

CAC = Todos os investimentos com estratégias/ número total de clientes 

Por exemplo, se o investimento para adquirir 300 clientes for de 15.000,00, o CAC é R$ 50. 

A imagem mostra um ambiente interno que parece ser um salão de cabeleireiro, com grandes espelhos e cadeiras de salão visíveis ao fundo. Na frente, duas pessoas estão interagindo através de um balcão. A pessoa do lado esquerdo da imagem está de frente para a câmera, mostrando a tela de um tablet digital para a outra pessoa, que está do lado direito da imagem e tem as costas voltadas para a câmera. O tablet digital exibe o que parece ser uma interface de agendamento com vários horários e nomes, indicando compromissos ou reservas.

6. Taxa de rejeição (Churn rate)

A Taxa de rejeição (Churn rate) mede a porcentagem de clientes que deixam de utilizar seus produtos ou serviços por um determinado período. Basicamente, apontam a taxa de cancelamento e o abono dos clientes. 

É importante que você acompanhe essa taxa para entender o real motivo para o cliente não manter o vínculo. Assim, analisando se a causa para esse cancelamento é um problema do produto ou outro motivo.

A fórmula do cálculo é a divisão do número de clientes perdidos no período pelo número de clientes no início, multiplicado por 100.

Número de clientes perdidos no mês/ número de clientes do início do mês *100

Outra alternativa é conferir essa taxa através do Google Analytics. 

7. Retorno sobre investimento (ROI)

O Retorno sobre Investimento (ROI) é uma métrica usada para medir o quanto a empresa ganhou com um investimento. Assim, é possível identificar o que tem melhor desempenho e o que precisa ser melhorado.

Dessa forma, para calcular o ROI, é preciso dois dados: o custo total do investimento e a receita desse investimento. Então, basta deduzir o retorno do Investimento e o custo do investimento e dividir o dado pelo custo do Investimento.

Para transformar esses dados em porcentagem multiplique o número obtido por 100

Segue a fórmula da ROI abaixo: 

ROI = (Retorno do Investimento – Custo do Investimento) / Custo do Investimento * 100

8. Valor do ciclo de vida (LTV) 

O valor do ciclo de vida mede o faturamento trazido pelo usuário. A sigla LTV vem do nome em inglês: Lifetime Value. Assim, se mede quanto o usuário deixa em dinheiro no período em que é cliente.

Entender e acompanhar essa taxa é essencial para entender a capacidade de crescimento. Esse KPI de e-commerce também avalia a experiência dos clientes com o produto. Além disso, ajuda a elaborar novas estratégias e ações para a empresa atingir as metas desejadas.

Dessa forma, para medir o Valor do ciclo de vida (LTV), basta calcular: 

Ticket médio x média de compras por cliente a cada ano x média de tempo como cliente 

9. Tráfego no site (número de acessos)

Uma loja virtual precisa de visitantes. Por isso, um dos principais indicadores de e-commerce é o número de acessos. Ele também é chamado de tráfego no site, sendo o número de visitantes que acessam a página naquele período.

Esse KPI de e-commerce serve para se ter garantia que o e-commerce está atraindo visitantes e potenciais clientes.

Essa métrica permite que você acompanhe o que os seus usuários buscam, a origem dos acessos e o caminho que eles seguem. O tráfego pode ter mais de uma origem, sendo elas:

  • Tráfego Orgânico;
  • Tráfego Pago;
  • Tráfego Direto;
  • Tráfego de Referência;
  • Tráfego Social.

Dessa forma, é uma métrica importante para entender a relevância do seu site. Mas também, para otimizar as suas ações e definir estratégias que façam sentido com o seu público.

Essa métrica pode ser acompanhada através dos Google Analytics ou Google Search Console.

Importância dos KPIs para o seu e-commerce 

Os KPIs representam todos os dados de uma empresa, mostrando através de métricas se a empresa está atingindo os objetivos desejados.

Assim, auxiliando a ter uma visão detalhada e eficiente na hora de tomar decisões relacionadas a melhorias para o seu e-commerce.

Dentre as principais motivos para controlar os KPIs, estão:

  • Controle de objetivos e metas;
  • Controle de estratégias;
  • Auxílio na tomada de decisões; 
  • Correção de erros.
A imagem mostra uma visão de ombro de uma pessoa usando um laptop que exibe vários gráficos e gráficos indicando alguma forma de análise de dados ou métricas de negócios. O laptop está sobre uma superfície branca, e ao lado dele estão um par de óculos e um smartphone.

As pessoas também perguntam

Quais os principais KPIs em vendas? 

Dentre os principais KPIs de vendas, estão:

  • Número de vendas
  • Número de oportunidades de vendas
  • Tempo de venda
  • Ticket médio
  • Taxa de conversão
  • Custo de aquisição por cliente (CAC) 
  • Lifetime Value (LTV)
  • Taxa de cancelamento

Quais são as principais métricas que afetam a receita de um e-commerce?

As principais métricas que afetam a receita de um e-commerce são: 

  • Taxa de conversão (CVR)
  • Taxa de churn
  • Custo de aquisição do cliente (CAC) 
  • Taxa de rejeição
  • Taxa de retenção de clientes (CRR)
  • Valor do ciclo de vida (LTV) 
  • Taxa de conversão do carrinhos de compras (CCR)

Quais os tipos de e-commerce?

Os tipos de e-commerce são:

  • Business-to-business (B2B) 
  • Business-to-customer (B2C)
  • Customer-to-customer (C2C)
  • Customer-to-business (C2B) 
  • Business-to-government (B2G)
  • Direct-to-Consume (D2C)

O que é mais importante no e-commerce?

O mais importante no e-commerce é definir o objetivo principal. Isso é, ter um caminho claro a seguir, investir em um boa experiência para o cliente e estratégias de marketing.

Além disso, é preciso garantir segurança nas operações e transações, que são fatores importantes para o e-commerce. 

Quais são os tipos de KPIs?

Os principais tipos de KPIs são: 

  • KPIs primários: Os KPIs primários são essenciais para a empresa identificar se está tendo resultados positivos nas suas ações e estratégias. 
  • KPIs secundários: Os KPIs secundários abordam os resultados obtidos nos KPIs primários. 
  • KPIs práticos: Os KPIs práticos explicam de forma prática os resultados apontados nos KPIs primários e secundários. 
banner-para-loja-virtual
Início 9 Empreendedorismo 9 KPI para e-commerce: Quais acompanhar
Escrito em: 11/06/24
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Comentários:

Compartilhe seu comentário, dúvida ou sugestão!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar…

Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e): o que é e quem emite

A NFS-e, ou Nota Fiscal de Serviço Eletrônica, é um dos tipos de notas fiscais que existe juntamente com a nota fiscal, a nota fiscal do consumidor e o conhecimento de transporte. Elas são úteis para empresas que tem como uma das funções...

Fluxo de Caixa: Guia de como fazer o da sua empresa

O que é o fluxo de caixa?O fluxo de caixa é o controle de todos os valores que entram e saem do financeiro da empresa. Qual o objetivo do fluxo de caixa?O objetivo do fluxo de caixa é garantir a saúde financeira do negócio, assegurando...

ERP: O que é e vantagens [GUIA COMPLETO]

Teste Grátis A administração de uma empresa acontece diariamente, com processos e controle que devem ser feitos a todo momento. Esses processos são o que mantém a empresa funcionando, e esse controle é o que mantém as contas em dia e os...

NFC-e (Nota fiscal do consumidor eletrônica) [Atualizado]

A NFC-e é uma nota fiscal utilizada para registrar vendas de produtos. Ela é emitida diretamente para o consumidor final. Para emitir a NFC-e deve ser utilizado um sistema emissor de notas fiscais. Emitir NFC-e Todo produto ou serviço...

Gestão empresarial: guia definitivo para o sucesso do seu negócio

Toda empresa precisa ter um objetivo, uma missão maior que guie todas as suas atividades. Independente de qual for esse objetivo, ele tem tudo a ver com a gestão empresarial. Isso porque é através de uma gestão empresarial competente e...

Faturamento: O que é, como calcular e aumentar o seu

Porque o faturamento é tão importante para a empresa? Porque ele é o dinheiro que a empresa recebeu em um período, que mostra se ele foi bom ou não. Acompanhar o faturamento se sabe quanto a empresa pode gerar de capital. Ele também é...

Guia do MEI: Tudo sobre o Microempreendedor Individual

O MEI (Microempreendedor Individual) é um tipo de empresa voltado para formalização de profissionais autônomos. O custo para abrir um MEI é zero. Os impostos pagos pelo MEI são o ICMS, pela venda de mercadorias, o ISS, por prestação de...

Controle de Estoque: Como fazer um controle profissional

Porque o controle de estoque é tão importante para a empresa? O estoque é o principal ativo de uma empresa, sendo a forma mais importante de fazer dinheiro. Por isso, ter total atenção a gestão do estoque é de extrema importância. Se a...

Nota fiscal eletrônica: tudo o que você deve saber [ATUALIZADO]

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento cuja função é atestar a venda de um produto ou a prestação de um serviço. Ela foi desenvolvida com o objetivo de substituir alguns sistemas de impressão de documentos fiscais em papel. Assim...

Controle financeiro empresarial: Como fazer passo a passo

Passo a passo para fazer o controle financeiro empresarial Faça o controle do fluxo de caixa Separe custos e receitas Planejamento de recebimentos e pagamentos Registre todas as operações financeiras Tenha um orçamento bem estruturado...