Controle de vendas: Tudo que você precisa saber sobre

Escrito em: 26/04/22
Início 9 Empreendedorismo 9 Controle de vendas: Tudo que você precisa saber sobre

Quando falamos sobre vendas, muitas pessoas são qualificadas e têm o perfil para executar essa função com maestria. Porém

A cada dia, fala-se mais sobre o papel do controle de vendas no sucesso de uma empresa. Ou seja, é cada vez mais evidente a importância que a gerência dos dados comerciais de um negócio tem para sua obtenção de lucro. Mas como alcançar este controle tão almejado e fazer uma gestão empresarial adequada?

É preciso que todas as etapas do processo de vendas sejam acompanhadas de perto para que, assim, possam ser analisadas. Isso dará uma base apropriada para que as futuras decisões do empreendimento sejam tomadas, o que é uma peça-chave para a otimização e o triunfo do negócio.

O que é o controle de vendas?

É comum as pessoas confundirem controle de vendas com conferência de recibos, mas esse processo é mais detalhado. Ele busca conciliar o seu fluxo de caixa com os processos relacionados à venda e direcionar, programar e controlar todos os fundos do seu negócio, para que tudo funcione da maneira correta.

Basicamente, o controle de vendas é um instrumento que coleta informações de tudo o que possuir relação direta ou indireta com as vendas. Ele as coloca em um relatório gerencial que indica quais deverão ser as ações necessárias que devem ser tomadas. Assim como também aponta a melhor maneira de realizar uma redução dos custos sem nenhuma perda. Isso tudo de acordo com o perfil de cada negócio.

Como fazer o controle de vendas?

É claro que para que esse tipo de método funcione, é necessário que haja uma colaboração entre toda a equipe e uma comunicação efetiva. Essas qualidades são necessárias não só para o controle de vendas, mas para que seu negócio como um todo funcione de maneira fluída e efetiva. E também para que entregue um produto de qualidade para seus clientes.

Diferente do que se pode imaginar, esse tipo de controle não precisa ser exclusivo de grandes empresas. Ele funciona também em empresas de médio e pequeno porte. Essas ainda podem aproveitar desse método para crescerem ainda mais.

Primeiro, para começar a planejar e montar o seu controle, é necessário listar e saber todas as etapas do processo de vendas. Isso porque elas vão desde a produção e qualidade do produto, até quais serão os locais e de que maneira a venda está sendo realizada. Com tudo isso em mãos, uma ótima opção é usar softwares online. Utilizando essa ferramenta, cada processo pode ser avaliado através de um indicador e as possíveis falhas podem ser identificadas. Isso mostra qual é a deficiência da empresa e onde as melhorias devem ser trabalhadas.

Controle de Vendas

Como implantar o controle de vendas?

Tendo em vista a importância e vantagem de manter este controle, vale a pena listarmos as principais medidas para implantá-lo na sua empresa. A base de tudo, naturalmente, são os registros. E esta medida não tem apenas utilidade interna para a sua empresa: o cadastro de vendas é uma exigência fiscal.

Use notas fiscais e comandas para registrar em uma planilha de controle de vendas ou softwares de gestão as informações de vendas. Não se esqueça de anotar todas as saídas e entradas de produtos no seu estoque também. Quanto melhor for o registro documental, maiores os impactos no controle de outras áreas, como o fluxo de caixa.

Etapas essenciais no controle de vendas

Comece planejando

A utilização de softwares online para essa parte do processo é bastante útil. Além de poder colocar todas as etapas e as informações em um único local, centralizando a informação e deixando tudo mais fácil de ser acessado e visualizado, suas informações estarão seguras. Isso, pois só poderão ser acessadas através de uma senha.

Aqui você pode colocar todas as informações do processo de vendas. Entre elas, a verificação de qualidade dos produtos, marketing de vendas, quais seriam os melhores locais para a venda, quais são as metas semanais e mensais e quais os lucros e gastos que a empresa tem no final de todo o processo. A partir disso, já é possível identificar o desempenho de acordo com alguns quesitos. Como, por exemplo, a quantidade de vendas realizadas e produtos de maior lucro, comparativo de mudança de vendas, quantidade de clientes novos, quantidade de itens por venda, entre outros.

Quanto melhor for feito o planejamento, mais as mudanças a serem realizadas serão precisas e efetivas. Assim, aumentando a chance de se obter um bom resultado.

Faça uma mudança interna

Para que tudo possa ser aplicado de maneira correta, é necessário estruturar a sua empresa e a equipe. Portanto, escolha um líder que fique responsável pela gestão e possa liderar a equipe. Isso ajudará com que ela atinja os objetivos estabelecidos, procurando soluções e auxiliando membros no caminho para encontrar soluções simples e viáveis.

Com a empresa estruturada, as mudanças podem ser mais efetivas e acabam fazendo efeito, uma vez que a empresa terá suporte para sustentar e manter o que for necessário mudar. Isso acontece de maneira que tudo funcione e que a qualidade dos produtos não seja afetada por isso.

Evite erros e dores de cabeça

A utilização de softwares traz vantagens. Dentre elas, a possibilidade de realizar tarefas que podem ser demoradas ou que estão suscetíveis a erro humano. Por exemplo, o controle de vendedores e suas comissões, a emissão de venda – que garante segurança da empresa e do cliente caso aconteça algum problema. Mas também, a emissão de boletos, para que as vendas possam ser contabilizadas e controladas.

Esse tipo de gestão é essencial e pode ser realizada de maneira muito mais fácil. Liberando assim, seus funcionários, para que esses possam exercer suas atividades de maneira mais produtiva. Mas também, sem ter que realizar um trabalho manual e que pode ser repetitivo, trazendo vantagens tanto para a empresa quanto para seu colaborador.

Crie estratégias que funcionam

Uma vez que é possível controlar o estoque e todos os processos da venda, tanto a produção quanto o relacionamento com o cliente ficam melhor. Assim, a empresa pode utilizar estratégias certeiras para atingir o mercado desejado ou para que seus produtos tenham destaque. Dessa forma conseguindo executá-las de maneira mais assertiva e controlada, por saber como essa ação irá afetar e ser recebida por todas as partes do seu processo, incluindo vendedores, fornecedores e clientes.

Com um controle de vendas adequado, é possível melhorar o seu negócio. Além disso, faz com que tudo funcione da melhor maneira possível. Isso tudo de acordo com o tipo da sua empresa e o produto que você pode ofertar.

Controle de Vendas

A importância do controle de vendas para as empresas na prática

A verdade é que uma empresa que não tem um bom controle sobre os seus processos de vendas corre o risco de instabilidade financeira. São, afinal, muitas etapas em que pequenos erros podem iniciar um efeito bola de neve. Situações estas que não costumam ser percebidas à primeira vista.

Consequentemente, os produtos oferecidos acabam perdendo qualidade, os gastos aumentam e a gestão de estoque torna-se ineficaz. Apenas quando o dano causado por estas falhas já chegou a um momento difícil de reparar é que os gestores tomam conhecimento do problema. Quase sempre é tarde demais!

Isso ocorre justamente porque não acompanharam as vendas como deveriam. Para analisar de forma objetiva as operações ligadas a esta atividade, é fundamental o monitoramento. Vale ressaltar que a importância do controle de vendas para as empresas está também na visão holística que ele proporciona.

É possível analisar o todo das operações, ou cada aspecto que as constitui. Graças a isso, podemos até mesmo fornecer dados que sejam vantajosos para outros setores, como o de compras. Desta combinação, surge a busca por oportunidades, como a recorrência de fornecedores, medida que evita a ausência de mercadorias.

Fica claro, então, que o controle de vendas está intimamente ligado ao sucesso de uma organização. Afinal, ele é capaz de influenciar na forma como atuam vários departamentos do negócio. Em última instância, é também uma garantia de que as ações da empresa vão gerar lucratividade.

Principais benefícios de se realizar um bom controle de vendas

O benefício mais imediato de se adotar esta ferramenta é a melhora do planejamento financeiro. E é fácil entender como isto ocorre, já que todas as etapas de vendas são controladas. Em razão disso, gastos e deslizes saltam à vista e permitem que os gestores corrijam a rota dos negócios a tempo.

A importância do controle de vendas para as empresas também pode ser percebida nos benefícios que traz para a distribuição de mercadorias. E isso ocorre porque com esta ferramenta você não tem apenas a noção de quantos itens foram vendidos. Informações como o local onde eles têm maior saída também podem ser coletadas.

Estes dados são indissociáveis de uma boa distribuição de produtos. Assim, a empresa pode se planejar para dar maior atenção às localidades que representam mais lucro. Podem ser percebidas, ainda, as oportunidades de venda que são perdidas por falhas como exposição inadequada de produtos.

Com relação às mercadorias, um dos grandes benefícios do controle de vendas é que ele colabora na gestão de estoque. Evitamos, dentre outras coisas, depósitos cheios de produtos com baixa rotatividade e ausência de itens mais procurados. A maioria dos gestores sabe que se não cuidarem bem desta área, irão sofrer uma redução nos lucros.

Melhora no planejamento de vendas

Qual maneira melhor de criar estratégias de marketing e vendas do que estudando o que deu certo ou errado para a sua empresa?

Traçar ações de vendas e, posteriormente, analisá-las expandirá as chances de ter sucesso com sua campanha, bem como o ajudará a estabelecer metas de vendas realistas e compatíveis com seu negócio!

Maior previsibilidade financeira com o controle de vendas

A coleta de dados de vendas possibilita uma projeção daquilo que se espera lucrar nos próximos meses. Isto gera certa estabilidade financeira para o empreendedor, o qual pode planejar o quanto investirá em sua empresa no próximo período.

O empresário poderá avaliar itens, como o nível de faturamento e o grau de lucratividade do negócio, para obter resultados fiéis sobre o que esperar nos meses seguintes.

Controle mais preciso do estoque

Um bom monitoramento é fundamental para a organização da empresa, algo que também passa pelo estoque. Com o controle de seu acervo, fica mais simples prever altas e baixas nas demandas de produtos, garantindo que seu negócio tenha estoque suficiente, capaz de suprir aquelas necessidades.

Como a venda depende do estoque e vice-versa, é necessário manter uma relação consistente das informações comerciais, a fim de alcançar uma gestão de estoque efetiva. A última coisa que um empresário deseja é ter clientes que esperam comprar seu produto, mas não ter a mercadoria no depósito. O controle de vendas apropriado garante que isso não aconteça.

Fortalecimento do relacionamento com o cliente

Ter conhecimento de todas as etapas de vendas de sua empresa garante a otimização do processo. Dessa forma, com o passar do tempo, o atendimento ao cliente se tornará muito mais rápido e eficaz. Além disso, tal ação melhora consideravelmente as chances de que a sua empresa seja indicada para terceiros e fidelize os seus clientes!

Além disso, o controle de vendas também fornecerá uma lista de contato direto com o cliente, assim como suas principais informações, o que ajudará na criação de estratégias certeiras para o seu público-alvo.

Processamento de vendas e cobrança mais rápida

O controle de vendas a partir de softwares ou sites especializados fornece serviços exclusivos para o empresário. É o caso, por exemplo, da emissão automática de notas fiscais NF-e e NFS-e integradas com as vendas, além do envio de boletos bancários para os clientes. Isso economiza muito tempo dos funcionários, que poderão gastar sua energia pensando na otimização da empresa.

5 dicas para escolher um sistema de controle de vendas

Mapeie as necessidades da sua empresa

Esse é um passo muito importante na hora de eleger o sistema de controle de vendas perfeito para o seu negócio.

Entenda primeiro quais são as suas necessidades e como a sua operação funciona no dia a dia. Afinal, cada empresa tem as suas particularidades e é muito importante você, gestor ou empresário, conhecê-las a fundo. Com essas informações, fica mais fácil procurar o melhor software.

Vamos a um exemplo: você controla a sua empresa remotamente e precisa ter acesso a essas informações de diferentes locais. O ideal é contar com um sistema de controle de vendas na nuvem e que possa ser acessado de qualquer lugar, não é mesmo?

Outro ponto é analisar se o sistema é intuitivo e fácil de usar. Peça demonstrações das rotinas mais importantes na sua empresa para verificar a facilidade e rapidez com que são executadas.

E os relatórios gerados? Eles atendem às necessidades do seu negócio? São essas informações que você precisa para sentir segurança na hora de tomar decisões que impactam na operação?

Atente-se a todos esses fatores, assim o sistema de controle de vendas irá trazer inúmeros benefícios para a sua empresa.

Visão completa dos seus produtos e clientes

Para uma boa gestão de vendas e o desempenho de um plano de ação assertivo, ter em mãos dados confiáveis sobre os períodos anteriores faz toda a diferença. Não é mesmo? Dessa forma, gestores e empresários conseguem pensar com mais segurança nas estratégias, prever sazonalidades e comportamentos dos seus clientes.

Um sistema de controle de vendas bom faz isso para você. E também entrega esses relatórios completos dentro do período de tempo que você precisa. Graças a esse software, é possível identificar diversos dados. É possível identificar, por exemplo, os seus produtos mais e menos vendidos, em qual época do ano determinado produto sai mais, quais itens trazem mais lucratividade, etc.

Assim como conseguem identificar informações relevantes que ajudam na hora de decidir onde focar os investimentos. Como, por exemplo, de marketing, ou quais produtos abastecer no estoque, quais produtos devem ficar na vitrine. Assim como muitas outras decisões que esses profissionais precisam tomar no dia a dia.

Além disso, um sistema de controle de vendas também ajuda a traçar um perfil dos seus melhores clientes. Qual o seu ticket médio, quais clientes compram mais e trazem mais faturamento. A partir dessas informações, você consegue desenhar o perfil ideal do consumidor e focar seus esforços nesse tipo de cliente.

Avaliação da sua equipe de vendas

Avaliar o desempenho do seu time de vendedores e analisar a produtividade de cada colaborador, são pontos muito importantes no trabalho de um gestor de vendas. E um sistema de controle de vendas ideal traz esses relatórios completos para facilitar muito o seu dia a dia.

Com essas informações em mãos, os gestores podem, além de tomar decisões mais assertivas, traçar o perfil do vendedor ideal a partir da análise da performance dos melhores funcionários. Além de usar o comportamento e a forma de trabalhar desses colaboradores como exemplo nas conversas com os demais vendedores.

Com um perfil ideal de vendedor, torna-se mais fácil fazer futuras contratações e reduzir a rotatividade, por exemplo.

Some-se a isso outros benefícios de um sistema de controle de vendas. Como, por exemplo, conseguir organizar melhor a atuação e as responsabilidades de cada pessoa da sua equipe de vendas. Esse dado é conseguido a partir do seu desempenho individual, assim é possível fazer projeções para os próximos meses com mais segurança.

Por exemplo, se você sabe que seu melhor vendedor entrará de férias, é o momento de incentivar a equipe a dar o seu melhor para que a lucratividade do negócio não caia.

Integração com outros módulos e soluções

Um sistema de controle de vendas é importante, mas o ideal é que ele converse com outros departamentos da sua empresa. Desta maneira, você consegue ter uma visão completa do seu negócio.

Por isso, procure um software completo e robusto que agregue ainda outras soluções ao seu dia a dia. Como controle de fluxo de caixa, acompanhamento de estoque, emissão de nota fiscal, etc.

Dessa forma, você possui uma ferramenta perfeita para a sua empresa em um único local, com integração das informações e a geração de relatórios mais robustos e com dados mais completos.

Isso ajuda muito no momento de tomar decisões e encontrar problemas na sua operação. Para que, quando eles acontecerem, possam ser identificados e resolvidos no menor intervalo de tempo.

Conheça a empresa e o suporte que ela oferece

Por fim, uma dica que vale para qualquer negócio: conhecer a empresa que irá fornecer o sistema e como é o seu pós-venda. Pesquise sobre a reputação da empresa na internet, converse com outros clientes, verifique quais canais de atendimento ela disponibiliza, como ela ensina a mexer no software, etc.

Todos esses são pontos importantes, principalmente porque, caso você precise de suporte ou ajuda com o seu sistema de controle de vendas durante a utilização, é fundamental contar com uma empresa preparada para isso e com uma equipe apta a orientá-lo da melhor forma.

Controle de Vendas

5 dicas para ter sucesso no controle de vendas

1. Conheça o seu público

A primeira dica para ter o melhor controle de vendas na sua empresa é conhecer bem o seu público. Afinal, esse é o principal direcionador das atividades comerciais de todo empreendimento.

Assim, realize uma pesquisa de mercado em relação ao seu público-alvo e, no mercado em que atua ou pretende atuar. Isso vai garantir o pleno emprego dos recursos em prol das vendas e no atendimento das necessidades dos seus clientes. Afinal, eles só comprarão aquilo que desejam ou necessitam para sanarem suas dores (problemas).

Conhecer o seu público garante potencializar as receitas com base no controle de vendas inteligente. Afinal, proporciona o aumento na participação do mercado em que atua.

2. Faça um planejamento coeso

O planejamento é a palavra de ordem em toda atividade. Pois, como diz uma famosa frase: “se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. Logo, para ter um controle de vendas de forma efetiva é preciso que, após conhecer o seu público-alvo e as suas demandas, seja estabelecido um planejamento de vendas com coesão. Ou seja, um que une todas as áreas da empresa.

Com o planejamento de vendas em mãos será mais fácil visualizar o movimento das atividades comerciais de vendas. Assim, como será mais fácil se ele for integrado ao nível estratégico. E, como consequência, promove o seu controle.

Lembre-se que um planejamento de vendas deve acompanhar as mudanças do mercado e do próprio negócio — uma situação que deve ser percebida e analisada pelo controle de vendas.

3. Crie e acompanhe indicadores de desempenho

Assim como ter um caminho definido a ser trilhado com base em um planejamento, é fundamental que o controle de vendas esteja baseado no acompanhamento das suas atividades. Pois, de acordo com William Edwards Deming: “o que não é medido não é gerenciado”.

Por isso é tão importante criar e acompanhar os indicadores de desempenho. Afinal, esses fornecem informações valiosas e precisas para o controle de vendas. Esses indicadores podem, por exemplo, medir o número de leads gerados em um mês, as pré-vendas realizadas em um determinado período de tempo, o volume de vendas canceladas, o número de clientes fidelizados, as receitas totais oriundas das vendas, o custo por venda, etc.

Os indicadores de desempenho variam de acordo com o perfil do negócio e público-alvo. Mas, são a base para o controle de vendas para o sucesso operacional da sua empresa.

Além disso, eles sinalizam mudanças e ajustes nas operações que sejam necessárias para a alavancagem das vendas. Eles sempre se baseiam na causa e consequência de cada fato e cenário vivenciado pela empresa na sua trajetória diária.

4. Escolha as ferramentas corretas

Para ter informações de relevância que serão utilizadas no controle de vendas e na tomada de decisão é importante a escolha das ferramentas corretas. Afinal, elas darão todo o suporte operacional, proporcionando agilidade e precisão nas atividades.

Assim, para que a sua empresa alcance o sucesso no controle de vendas é essencial adotar um bom sistema de gestão ERP (Planejamento de Recursos Empresariais). Principalmente, se contemplar as funcionalidades de um CRM (Gestão de Relacionamento com o cliente).

Essas ferramentas armazenam todos os dados referentes aos clientes e as vendas realizadas a eles. Bem como suas intenções de compra e demais solicitações, transformando-as em informações de relevância para o controle de vendas.

Além das ferramentas disponibilizadas pela Tecnologia da Informação, é importante adotar outras ferramentas de gestão. Tais como: PDCA para o planejamento das vendas, Matriz de Causa e Efeito, Análise SWOT para a verificação do ambiente interno e externo com foco no controle de vendas e seus resultados.

5. Não deixe faltar os produtos essenciais

Por último (mas não menos importante), para ter um bom controle de vendas é essencial ter disponibilidade dos produtos essenciais, de modo que, essa atividade somente poderá ser executada se a empresa dispor dos itens demandados pelos clientes.

Dessa forma, o controle de vendas passa pela gestão eficiente do estoque, agindo em conjunto entre essas duas áreas e trocando informações entre si.

Nessa fase do controle de vendas os clientes da sua empresa sempre terão a certeza de serem atendidos das suas demandas e necessidades. Pois, o sucesso operacional de uma empresa depende da integração entre todos os setores da empresa. Principalmente, com as áreas de estoque e supply chain.

Percebeu como o sucesso da sua empresa está condicionado a vários fatores que devem agir sempre em coesão e efetividade? E para que isso ocorra é necessário o uso adequado das ferramentas de controle de vendas e das técnicas específicas para a área.

Todo esse ciclo vai além da simples transferência da posse do produto ou serviço ao consumidor final. Mas, deve estar baseado em planejamento, controle, mensuração e ajustes que orientarão as atividades de vendas na sua empresa. Sempre com o objetivo do alcance do sucesso e maior participação no mercado em que atua.

6 dicas para manter um controle de vendas efetivo

1. Registre todas as operações em seu controle de vendas

Para que você possa gerar relatórios, as informações das transações precisam estar disponíveis. Tenha em mãos o registro completo de qualquer venda realizada, incluindo dados como:

  • Produtos vendidos;
  • Preço unitário e total;
  • Forma de pagamento;
  • Dados do cliente.

Essas informações podem dar indicações sobre informações muito importantes, por exemplo:

  • Quais são os produtos mais vendidos;
  • Quais são comprados em conjunto;
  • Como seus clientes preferem pagar suas compras.

De posse desses dados, você tem um melhor planejamento de estoque, pode fazer promoções com itens combinados e ainda oferecer formas de pagamento atrativas.

2. Acompanhe no controle de vendas o desempenho da equipe

A equipe de vendas pode determinar o sucesso ou fracasso da empresa. Saber quem é o seu melhor vendedor e os canais mais efetivos são informações capazes de gerar uma grande economia na sua empresa. Quando você olha apenas o faturamento total, pode não perceber que tem vendedores de baixa performance no time ou que investe em canais que não trazem o retorno almejado.

Defina a periodicidade mais adequada de acordo com o segmento em que atua, e analise com cuidado a contribuição de cada vendedor para o resultado geral da empresa. Você pode dividir o total de vendas pelo número de vendedores para achar a média e depois comparar com o resultado de cada vendedor individualmente, por exemplo.

3. Mapeie o fluxo das vendas

No varejo, com margens de lucro cada vez mais enxutas, trabalhar com previsões é mandatório para quem deseja continuar no mercado. Algumas perguntas precisam ser respondidas para que um gestor possa ter seu negócio preparado para as demandas dos clientes:

  • Quais são as datas comemorativas que atraem meus clientes?
  • Existe sazonalidade?
  • Quais os dias da semana e do mês em que a equipe precisa estar completa na loja, por serem os mais movimentados?
  • Em que horário do dia as vendas acontecem com maior concentração?

4. Conheça seus clientes

Um atendimento encantador faz toda a diferença. Além do treinamento de vendas e pós-vendas, é essencial que você otimize o relacionamento com seus clientes. Use suas ferramentas de controle de vendas para fornecer ao seu time informações úteis sobre eles. Para que isso funcione, mantenha seus bancos de dados constantemente atualizados.

Programas de fidelização, medição de satisfação e reconhecimento do valor do relacionamento dele com a empresa podem ser um diferencial importante e fazem com que o cliente se sinta valorizado.

5. Organize sua empresa

Não importa o tamanho da sua empresa: para que suas vendas sejam efetivas, todos os processos relacionados a ela devem estar em sintonia e encadeados. Afinal, gerir o gasto com estoque otimiza o fluxo de caixa, por exemplo.

A gestão financeira da empresa também pode se beneficiar dos controles mais efetivos. Em uma empresa organizada, informações sobre produção, vendas, estoque, fechamento de caixa e resultados operacionais estão organizadas em relatórios fáceis de consultar e de entender, permitindo que o empreendedor foque cada vez mais em decidir os rumos estratégicos da empresa com mais segurança e informações precisas.

Um bom controle organizacional — além de melhorar a gestão e facilitar o controle contábil e fiscal — aumenta a credibilidade da empresa com fornecedores e instituições financeiras que valorizam as informações recebidas de forma mais profissional e estruturada.

6. Crie métricas e metas

Ninguém consegue melhorar aquilo que não consegue medir. Além das métricas tradicionais de quantidade e valor das vendas, o empreendedor deve definir quais dados necessita para ter um controle mais efetivo da performance da empresa.

Listamos alguns exemplos de indicadores que podem ser úteis para você e como calculá-los, caso você não tenha um sistema que gere automaticamente um relatório com esses dados:

Custo de aquisição de cliente (CAC)

Quanto é o desembolso de sua empresa por cada novo cliente? Esse valor é lucrativo para a empresa? Quanto tempo cada novo cliente tem que permanecer na empresa para que se torne lucrativo?

Fórmula de cálculo

CAC = investimento em marketing / quantidade de clientes

Taxa de conversão de clientes

Qual o percentual efetivo de atendimentos que geram vendas de fato? De cada novo lead recebido, quantos clientes de fato concluem a compra?

Fórmula de cálculo

Tx de conversão = número total de leads / número de vendas realizadas

Ticket médio

Qual o valor médio, em reais, de cada venda realizada?

Fórmula de cálculo

Ticket médio = faturamento total / número de vendas

Quais são os sinais que nos avisam que é preciso melhorar o controle de vendas?

Todo momento de transformação deixa latente o que é novo e o que é velho. Essa distinção é muito necessária para que não nos apeguemos às tradições ultrapassadas, que nos prendem e nos impedem o avanço. Desse modo, para que você sua empresa não fiquem estagnados, é preciso estar atento às seguintes situações e seus respectivos sinais:

1. Baixa produtividade

Como foi mencionado anteriormente, quantidade não é sinônimo de qualidade. Entretanto, quando a produtividade não alcança os resultados esperados e programados, com certeza existe algo de errado nisso.

Quando isso ocorre, é preciso analisar todos os fatores que levaram a esse resultado, tentando se esquivar ao máximo do bode expiatório. Na maioria dos casos, os múltiplos fatores que ocasionam essa baixa produtividade são oriundos de processos mal elaborados e mal estruturados.

As atividades manuais também tomam muito tempo dos colaboradores, levando-os rapidamente à exaustão e a baixa eficiência. Junto com as informações imprecisas e a burocracia na procura de dados e informações, pode gerar a receita infalível para a estagnação ou até mesmo para o retrocesso.

2. Documentos em excesso

Esse é um dos principais sintomas de que sua empresa necessita de um rigoroso controle de vendas. O acúmulo de planilhas e documentos impressos já está mais que ultrapassado. Além disso, essa pilha de papel só gera atrasos e confusões na hora de realizar o fechamento do mês.

Também no âmbito da discussão e do aprimoramento de estratégias, os documentos impressos mais atrapalham do que ajudam, visto que o momento que era para ser de elaboração e desenvolvimento de ideias, acaba se transformando em uma reunião de arquivistas.

Além de ultrapassado e infrutífero, esse procedimento abre espaço para uma sucessão de erros, oriundos da falta de organização prática. Se isso ocorrer em sua empresa, é um dos sinais mais claros de que você precisa melhorar o seu controle de vendas.

3. Onde foi que eu errei?

Quando algo não funciona no seu processo de vendas, você consegue identificar e reparar imediatamente o erro? E os gargalos do seu processo de venda, onde estão? Aquele que soube responder essa pergunta sem pestanejar, provavelmente está no caminho certo. Se você é um dos que não souberam ou ficaram em dúvida perante essas perguntas, possivelmente está com o controle de vendas prejudicado.

Mas o que isso tem a ver com o controle de vendas? Tudo! Essa ferramenta também está intimamente ligada ao planejamento, à otimização, ao controle e à identificação de falhas. Tudo isso em razão de um acompanhamento sério e constante das atividades da sua empresa.

4. Processos para inglês ver

Todo grande empresário quer melhorar sua empresa e a sua produtividade, isso é de sua natureza. Todavia, quando vamos com muita sede ao pote, podemos acabar comprando gato por lebre. Isso quer dizer que a implementação de processos complexos ou processos da moda, pode não ser o melhor caminho para atingir tais objetivos.

A complexidade em excesso acaba atrapalhando o fluir natural das atividades da empresa, transformando o que antes era uma tarefa simples em uma verdadeira dor de cabeça. Desse modo, aprimorar o que já existe e funciona pode ser o caminho mais adequado para uma melhora e um upgrade das relações negociante-consumidor.

5. Imprevisibilidade

Por mais que o mercado incentive a tomada de atitude e o correr dos riscos, toda empresa precisa de uma previsibilidade. Isso é notório, tanto para controlar o fluxo de caixa, os pagamentos e as honras financeiras, quanto para elaborar investimentos e estratégias de crescimento.

Se você não está conseguindo controlar com eficácia o seu faturamento e as suas vendas, esse é um dos sinais mais explícitos de que o controle de venda precisa ser implantado imediatamente em sua empresa.

Considerações finais

Uma das melhores maneiras de realizar um controle de vendas eficiente e seguindo todos os passos citados acima, é a partir de um sistema de gestão. Como o eGestor. Nele é possível controlar todos os seus dados, desde o controle de vendas, até financeiro, fluxo de caixa, estoque, produção e mais. E isso tudo de forma totalmente integrada.

Também, é um sistema emissor de nota fiscal de serviço eletrônica, nota fiscal eletrônica e nota fiscal do consumidor eletrônica. Além de boletos registrados e emissão de relatórios com os seus dados, de forma simples e fácil.

<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Você também pode gostar…

Planilha de Ponto de equilíbrio Excel – Download Grátis 2021

Download Grátis Uma boa gestão empresarial é indissociável de uma boa contabilidade. Por isso, empresas que desejam crescer devem sempre aplicar métodos contábeis para poder ajustar as contas. Um desses é o ponto de equilíbrio, que ajuda...

Planilha de Controle Financeiro Empresarial – Download Grátis

Download Grátis Um bom controle financeiro é imprescindível para a sobrevivência das micro e pequenas empresas. É essencial que os empresários tenham absoluta noção de que o caixa de suas empresas não pode ser propriedade individual. Não...

Planilha de Comissão de Vendas – Download grátis

Download Grátis A planilha de comissão de vendas é uma ferramenta que orienta o empregador. Ela o ajuda a controlar o desempenho de todos os seus funcionários envolvidos na tarefa de vender mais. A planilha reúne diversas informações...

Planilha financeira Excel: Download Grátis – Atualizada 2022

Download Grátis Uma planilha financeira pode melhorar o resultado de sua empresa? É de conhecimento geral que toda empresa precisa de um plano de contas, controle de gastos, controle de estoque e de um controle de fluxo de caixa. Empresas...

Planilha de Cadastro de Clientes em Excel [Download grátis]

Download Grátis Todos os dias passam por uma empresa diversos dados. Acontece que, independente do tamanho dela e da quantidade de dados, estes devem ser registrados. Essa organização pode trazer grandes benefícios para a empresa tanto no...

Planilha de Curva ABC: Download Grátis

Download Grátis A Curva ABC é uma técnica para entender o grau de importância de um produto dentro da empresa. Esse processo define quais produtos trazem mais retorno, os que trazem um retorno médio e os que trazem retorno baixo. Mas para...

Planilha de controle de estoque Excel: Download grátis [Atualizada 2022]

Receba por e-mail Receba por Whatsapp 📞 O controle de estoque é fundamental para a sobrevivência de uma micro ou pequena empresa, afinal, é com ele que você conhece sobre a reserva de produtos do negócio. Assim, uma boa gestão de estoque...

Planilha de Balanço Patrimonial Download Grátis [+DRE integrado]

Download Grátis O balanço patrimonial de uma empresa nada mais é que uma verificação do capital da empresa, sendo eles os ativos e passivos. Assim, de tempos em tempos é necessário fazer esse levantamento e analisar as informações do...

Planilha de Folha de Pagamento [Modelo para Download Grátis]

Download Grátis Toda empresa que possui funcionários tem uma folha de pagamento. Isso é um fato. Mas muitas vezes não se sabe quais impostos devem ser pagos, quais os cálculos que devem ser feitos, e outras inúmeras dúvidas. E para isso,...

Planilha de Controle de Vendas: Download Gratuito 2021

Download Grátis O faturamento gerado pelas vendas certamente é a principal fonte de receita das empresas. Tanto em relação às empresas que trabalham com produtos, quanto em relação aquelas que são prestadoras de serviços. Sendo assim, uma...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!