Cultura organizacional: como aprimorá-la em sua empresa

Escrito em: 20/01/22
Início 9 Empreendedorismo 9 Cultura organizacional: como aprimorá-la em sua empresa

O que é a cultura organizacional

Cultura organizacional, ou cultura corporativa, é a essência de qualquer empresa, definida por normas, valores e crenças da organização e pelo comportamento compartilhado por todos no ambiente de trabalho. O termo foi criado em 1982 por Edgar Schein, cientista Phd em Harvard e professor do MIT, e é dividido em 3 níveis:

  1. Artefatos: é a parte mais visível da cultura organizacional. É o nível que está ligado ao ambiente interno das empresas, como por exemplo, espaços de confraternização, videogames para a descontração de funcionários, dentre outros.
  2. Crenças e valores: é o nível que está relacionado a questões comportamentais no cotidiano da empresa, atitudes encorajadas ou que não serão toleradas pelo alto escalão, dentre outros aspectos.
  3. Suposições básicas: são sentimentos em comum entre os funcionários de uma organização, ou seja, uma visão que os profissionais possuem a respeito do ambiente empresarial. Trata-se de um nível de absoluta importância, já que a satisfação dos colaboradores com o ambiente de trabalho está diretamente ligada à alta produtividade.

Muitos argumentam que a cultura organizacional é o relacionamento entre três partes: o colaborador, o trabalho em si e o cliente. Mas como manter vivos os valores, as políticas, os sistemas, as crenças, os processos e hábitos que são cultivados desde o começo? Pois é o que você vai aprender agora mesmo, lendo esse artigo.

Antes de continuar, você também pode gostar de ouvir o nosso podcast sobre Cultura Organizacional:

Quais os tipos de cultura organizacional?

Existem 4 tipos de cultura organizacional, e muito é importante entender em qual tipo a sua empresa está inserida, antes de aprimorá-la:

  1. Cultura do poder: com a liderança geralmente focada em uma pessoa, esse tipo de cultura é mais frequente em empresas pequenas. Uma característica da cultura de poder é a falta de flexibilidade no desempenho das funções – cada um realiza apenas uma atividade, sem trabalho coletivo -, resultando em processos mais engessados, lentidão e dificultando a criação de novas ideias.
  2. Cultura de papéis: com processos bem estruturados, mas engessados e poucos flexíveis, esse tipo de cultura foca no desempenho dos colaboradores. A falta de comunicação entre setores resulta em muitos problemas internos, mas esse ainda é o tipo de cultura utilizada por grandes empresas que prezam por um fluxo de trabalho bem definido.
  3. Cultura de tarefas: com foco na solução de problemas, a empresa que opta por esse tipo de cultura trabalha com profissionais específicos para cada tarefa. Mas ao contrário do que se possa pensar, a realização das tarefas é bastante flexível, dando aos funcionários liberdade para novas ideias e soluções.
  4. Cultura de pessoas: como o próprio nome já diz, esse tipo de cultura foca nos colaboradores da empresa. Aqui a integração e desenvolvimento profissional são valorizados. Por focar muito nos funcionários, a cultura de pessoas às vezes falha em outros aspectos importantes para a empresa, como infraestrutura e relacionamento com os parceiros.

Como uma empresa pode definir sua cultura organizacional

Para a elaboração da cultura organizacional, é preciso reunir a administração da empresa e discutir sobre quais são os objetivos. Nesse encontro, será preciso conversar sobre quais valores internos são compatíveis com a meta da organização. Por exemplo, se o objetivo é atrair novos talentos profissionais, o ambiente interno terá de deixar os colaboradores encantados com a instituição.

Para isso talvez seja preciso criar uma política de benefícios e recompensas, ou investir na capacitação desses trabalhadores. De modo que os funcionários, ao se tornarem fãs da companhia em que trabalham, espalharão sua satisfação. Como consequência, a visibilidade do negócio perante o mundo corporativo aumenta, e mais talentos profissionais serão atraídos por esse brilho.

O próximo passo é deixar claro para a equipe interna as diretrizes que regerão a cultura organizacional. Isso pode ser feito por meio de palestras, treinamentos ou até simples encontros agendados previamente.

Digamos que a organização definiu que a boa comunicação interna fará parte da identidade da companhia. Assim, para promover essa interação, a gestão decidiu que um dia por semana haverá um happy hour.

Nesse caso, para que os funcionários entendam o objetivo desses eventos semanais, os gestores precisarão explicar. Então, o happy hour será apenas um símbolo de uma prática — a boa comunicação — que, aos poucos, permeará todos os tratos entre as equipes.

Por fim, solidifique a cultura organizacional. Não pense que, uma vez definidos os valores da companhia, seus efeitos serão perpétuos. Na verdade, é essencial que toda a empresa continue a ser lembrada pelos preceitos culturais da instituição.

Além disso, novas ideias devem ser implantadas. Então, com o tempo, a essência da empresa ficará tão forte que bastará olhar para o logotipo da marca para que todos saibam dizer o que há por detrás dele!

Cultura Organizacional

Características da cultura organizacional

Existem alguns aspectos essenciais para avaliar a cultura organizacional de sua empresa, são eles:

1. Inovação

Empresas inovadoras incentivam seus colaboradores a assumir riscos por buscarem novas maneiras de realizar seus serviços. E, por isso, fomentam a sua criatividade.

Assim, no atual cenário empresarial, é fundamental que a inovação esteja entre os pilares da cultura interna de uma organização.

Por outro lado, companhias que treinam seus funcionários a realizar serviços sempre da mesma forma tendem a ficar estagnadas e obsoletas, e logo desaparecem do cenário corporativo.

2. Agressividade

Algumas organizações consideram a agressividade um item primordial em seu ambiente interno. Por isso, são empresas altamente competitivas, e desejam que os seus colaboradores também o sejam.

Dessa forma, essas empresas esperam conquistar uma fatia cada vez maior do mercado em que atuam. E, uma vez que buscam superar a concorrência a todo o momento, suas estratégias são assertivas.

3. Orientação para resultados

No mundo corporativo há companhias que focam apenas nos resultados — como, por exemplo, aumentar as vendas de um determinado produto.

Por outro lado, as instituições que se preocupam com sua cultura organizacional investem no processo que levará ao seu principal objetivo.

Para isso, buscam definir suas estratégias, treinar os colaboradores, melhorar a qualidade de produtos e serviços e construir um excelente relacionamento com clientes, fornecedores e parceiros da companhia.

4. Direcionamento da equipe interna

Um item muito importante para o fortalecimento da identidade interna da empresa é manter toda a equipe bem orientada sobre os alvos da instituição.

E, para atingir esse objetivo, as companhias oferecem conselhos, sugestões e treinamento para seus colaboradores.

Logo, quando essa prática se torna habitual, o engajamento dos funcionários com a cultura organizacional é maior, pois eles se sentem cuidados e valorizados pela empresa.

5. Valorizar os detalhes

Empresas que cuidam dos detalhes de suas demandas internas também são muito bem-vistas por funcionários e por outras organizações. Afinal, dar atenção a pormenores que, geralmente, passam despercebidos significa zelo e responsabilidade.

Algumas companhias, por exemplo, dão uma recepção de boas vindas para recém-admitidos com cartões fixados por toda a mesa onde o novato trabalhará. Além disso, entregam um kit com itens personalizados de acordo com as peculiaridades do trabalhador.

É um detalhe simples, não acha? Mas imagine o impacto que essa atitude terá no novo colaborador! Com certeza, assim será mais fácil adequar a cultura interna da instituição.

Cultura Organizacional

Por que a cultura organizacional é tão importante?

Quando os colaboradores realmente entendem a cultura da empresa e acreditam nela, tornam-se mais dispostos a se sacrificar para atingir os resultados almejados. O trabalho passa a ser algo feito não só por um salário ao fim de cada mês, mas, sim, por valores e objetivos verdadeiros.

Segundo pesquisa realizada pela empresa norte-americana Gallup, funcionários mais engajados com as suas empresas, costumam apresentar índices de produtividade e aprovação por parte dos clientes muito mais elevada. Os funcionários mais felizes apresentam um rendimento 12% superior aos profissionais que estão descontentes no ambiente de trabalho.

Em meio a este cenário, as equipes se tornam mais coesas, em busca de resultados mais ousados. Por possuírem um objetivo em comum, o trabalho em grupo se torna mais prazeroso e mais engajado. Assim, a empresa inteira passa a estar direcionada a uma única meta.

Com a cultura organizacional claramente estabelecida, os colaboradores sabem que há um leque de diretrizes instituídas que os protegem de outros funcionários que queiram, com ou sem intenção, romper hábitos positivos ou fazer as coisas de forma individualista. Tem-se, aí, funcionários motivados e um rendimento cada vez mais consistente.

Além destas vantagens, uma cultura organizacional forte no ambiente empresarial reduz significativamente as chances de ocorrer turnover, isto é, o índice de profissionais que se desligam da empresa é muito menor, já que a cultura organizacional será repassada a estes profissionais desde o processo de recrutamento e seleção, até o dia-a-dia de trabalho.

Guia de Gestão de Equipes

Como identificar que a sua cultura organizacional não está saudável?

Alguns “sintomas” podem deixar absolutamente claro que a cultura organizacional de sua empresa não é satisfatória e o seu ambiente de trabalho não é agradável para os funcionários de uma forma geral:

Insatisfação e desmotivação

Se você perceber que seus funcionários estão descontentes no ambiente de trabalho e não apresentam a mesma determinação para trabalhar do que em outros períodos dentro da empresa, é sinal de que eles estão desmotivados com a sua cultura organizacional, o que pode comprometer significativamente a produtividade.

São situações que podem ocorrer em caso de os seus colaboradores perceberem que não conseguem mais enxergar perspectiva de crescimento dentro da empresa.

Sendo assim, é essencial que você os recompense a cada cumprimento de metas e estabeleça um plano de carreira, de forma a reter os profissionais por um longo prazo e mantê-los sempre motivados, com perspectiva de aumento salarial e promoção de cargo.

Ambiente de fofoca

Apesar de ser um fator extremamente negativo, o surgimento de fofocas entre funcionários no ambiente de trabalho de diversas empresas é um problema recorrente. É uma situação extremamente desagradável, que acaba expondo problemas de convivência entre os funcionários e que deve ser imediatamente reprimida pelas lideranças da empresa. 

Excesso de competição entre os colaboradores

A competição saudável no ambiente da empresa, de caráter absolutamente profissional, em que os colaboradores buscam superar-se e superar os resultados uns dos outros, pode ser extremamente positiva para o crescimento empresarial.

Entretanto, há situações em que o nível de competição é extrapolado, levando a conflitos pessoais e perdendo totalmente o sentido de coletividade, com os funcionários pensando somente de uma forma individualizada, deixando os interesses da empresa em segundo plano. 

Gestores atuando somente como chefes e não líderes

Gestores de sucesso são aqueles que fazem o uso do alto escalão que possuem dentro da empresa, como uma forma de liderar e estimular o crescimento de seus funcionários e não os que utilizam o cargo como um meio unicamente autoritário, de uma forma arrogante perante aos demais colaboradores.

É uma situação que ocorre em muitas organizações e acaba contaminando todo o ambiente de trabalho, tornando os demais colaboradores mais reprimidos e com menos liberdade para propor sugestões no dia a dia de trabalho.

Alto índice de turnover

Quando a rotatividade de funcionários se torna constante na empresa, com poucos profissionais realmente duradouros, é sinal de que algo está desagradando os colaboradores que se desligam de sua empresa, ou que em caso de serem demitidos, não estão cumprindo com os padrões da cultura organizacional estabelecida, o que pode evidenciar um problema no processo de recrutamento e seleção por parte dos gestores.

Ebook Crescimento Empresarial

Como fazer a cultura organizacional crescer?

À medida que a cultura se torna mais enraizada, não deixe de repensar os hábitos e as tradições de sua companhia. Que tradições, tanto formais como informais, você tinha no começo que podem ser transformadas para o porte da empresa que você tem hoje?

Se você está expandindo e tem a impressão de que está perdendo essa cultura, pare um pouco. Essa é a hora de ir até a fábrica, até o chão da loja, visitar seus pontos de distribuição e escutar tudo o que seus funcionários e clientes têm a dizer, por mais que sejam feedbacks negativos.

Cresça com essa experiência, fazendo os ajustes necessários, e cuide para que os mesmos erros não se repitam desse momento em diante.

Quando uma empresa tem uma cultura organizacional forte, os desafios se tornam mais fáceis de se vencer, já que os valores que regem o comportamento da organização fazem com que qualquer mudança, qualquer crise e qualquer situação sejam examinadas dentro de um contexto favorável, com diretrizes comportamentais claras e eficazes.

Assim, as decisões, mesmo que difíceis, ficam mais fáceis de serem tomadas, pois há um histórico de sucessos e fracassos que cria novos processos.

Sua competitividade no mercado, então, será mais sólida, pois os maus tempos não vão desestabilizar a essência da sua organização. Selecionamos algumas dicas que podem ser extremamente úteis para aprimorar a cultura organizacional de sua empresa e assim fazer toda a diferença no seu ambiente de trabalho:

Reúna as principais lideranças da empresa

É importante solicitar a visão de funcionários que tenham um profundo conhecimento da organização, que já possuem um maior tempo de atividade dentro da empresa e que possuem um grande espírito de liderança. Essa reunião e exposição de diferentes opiniões podem ser extremamente importantes para identificar os valores comportamentais que devem fazer parte do dia a dia da empresa.

Identifique a missão e os valores da sua empresa

Para que a sua empresa existe? Em torno de qual objetivo você reuniu profissionais em sua organização? Em que se motiva o seu empreendimento? Responder a estas perguntas é essencial para definir a missão da empresa e engajar todos os colaboradores em torno dela.

Também é impossível implementar uma boa cultura organizacional, sem que a sua equipe saiba realmente quais são os valores da sua empresa e que devem ser aplicados no dia a dia na relação com clientes e todos os seus colegas.

É importante acompanhar as ações de seus funcionários e verificar se eles estão de fato engajados com os valores estabelecidos. Pensar nos valores da empresa, é pensar no que você, como gestor, gostaria que as pessoas que trabalharam ou trabalham em sua empresa levassem consigo no dia a dia.

Não esqueça de revisar tudo o que foi discutido na cultura organizacional e a partir de então cobrar os seus colaboradores diariamente para que atuem sempre em função dos padrões estabelecidos.

Implemente canais de comunicação entre os funcionários

A interação entre os seus colaboradores é absolutamente imprescindível para uma boa cultura organizacional, não só para a rápida integração entre os novos funcionários que chegam na empresa, como também para o diálogo entre os demais colaboradores para a realização de um trabalho de equipe eficiente. Sendo assim, adotar canais voltados para a comunicação interna da empresa como chats ou e-mails corporativos pode ser uma ótima alternativa para estreitar essa relação.

Como evitar a perda da cultura organizacional a longo prazo?

Para o empreendedor cujo negócio está crescendo exponencialmente, há um risco grande de perder a cultura da empresa ao longo desse crescimento. Mas isso não pode acontecer.

Quando o empreendedor passa a lidar com números maiores, os problemas ficam igualmente mais urgentes, já que a proporção aumenta e os contatos se distanciam, em todos os sentidos.

O que antes era um contato presencial diário, tanto com o consumidor quanto com o fornecedor, passa a ser raro e às pressas ou até mesmo inexistente. E com isso a empresa perde a cultura que a levou até ali.

Para evitar essa perda de identidade da organização, uma das soluções é delegar. Dessa forma, é essencial contar com executivos de qualidade para ajudar com essas atividades mais estratégicas.

O importante é não deixar de lado esse contato com os colaboradores. Em caso de se perceber que alguns funcionários estão distantes e não estão comprometidos com a cultura organizacional, talvez seja o momento de contratar outros profissionais para o seu lugar.

Lembre-se que todo o processo de recrutamento de novos profissionais, deve deixar absolutamente claro aos candidatos como se dá o funcionamento da cultura organizacional de sua empresa.

A cultura organizacional também deve direcionar o processo de seleção de novos colaboradores, que devem se encaixar com a missão e valores do seu empreendimento, de forma que essa cultura não se perca em meio a um possível fluxo de desligamentos e chegadas de novos profissionais!

Agora comente aqui e nos conte sobre a cultura organizacional de sua empresa! Que valores norteiam suas ações? Compartilhe suas experiências conosco e enriqueça nosso post!

Conheça o eGestor, um software online de gestão de micro e pequenas empresas.

EGestor - Software online de gestão empresarial para pequenas empresas
<a href="https://blog.egestor.com.br/author/pedro-henrique-escobar/" target="_self">Pedro Henrique Escobar</a>

Pedro Henrique Escobar

Pedro Henrique Escobar é formado em Administração e gerente de marketing no eGestor. O eGestor é uma ferramenta online para gestão de micro e pequenas empresas. Teste gratuitamente em: eGestor.

Você também pode gostar…

Planilha de Custo Médio: Download Grátis

Download Grátis Quando falamos em gestão eficiente de empresas, não podemos deixar de falar em controle de estoque. Quem entende que um bom gerenciamento de produtos armazenados é fundamental para o sucesso, está no caminho certo. Afinal,...

Planilha de estoque mínimo: Como calcular [Download Grátis]

Download Grátis O estoque mínimo também é conhecido como estoque de reserva, estoque de segurança e estoque de proteção. Mas, todos esses conceitos se referem ao mesmo indicador e têm o mesmo objetivo: evitar que a empresa perca cliente...

Planilha de Frente de Caixa: Baixe o modelo grátis agora!

Download Grátis Você sabe o que é frente de caixa e por que ela é importante para o seu negócio? Apesar de muitos gestores não darem atenção a esse setor da empresa, a verdade é que a frente de caixa é um dos pontos principais da...

Planilha de Controle de Produção [Download Grátis]

Download Grátis A maioria dos produtos comprados pelos consumidores são resultados de transformações de uma matéria-prima. E alguém deve fazer essa transformação. Por isso, existem empresas responsáveis por realizar essas alterações. Elas...

Planilha de Controle de Vendas: Download Gratuito 2022

Download Grátis O faturamento gerado pelas vendas certamente é a principal fonte de receita das empresas. Tanto em relação às empresas que trabalham com produtos, quanto em relação aquelas que são prestadoras de serviços. Sendo assim, uma...

Planilha de DRE: Modelo para download [Grátis]

Download Grátis A Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) faz parte da gestão financeira de empresas e empreendedores. A sigla é bastante conhecida em escritórios de contabilidade por ajudar a manter um controle periódico de todas as...

Planilha de Cadastro de Clientes em Excel [Download grátis]

Download Grátis Todos os dias passam por uma empresa diversos dados. Acontece que, independente do tamanho dela e da quantidade de dados, estes devem ser registrados. Essa organização pode trazer grandes benefícios para a empresa tanto no...

Planilha de Comissão de Vendas – Download grátis

Download Grátis A planilha de comissão de vendas é uma ferramenta que orienta o empregador. Ela o ajuda a controlar o desempenho de todos os seus funcionários envolvidos na tarefa de vender mais. A planilha reúne diversas informações...

Planilha de contas a pagar e receber – Download gratuito 2022

Download Grátis A planilha de contas a pagar e receber do Excel, é de suma importância para planejar o orçamento de sua empresa, de forma que seu caixa esteja preparado para lidar com as despesas, assim como projetar a realização de novos...

Planilha de Ponto de equilíbrio Excel – Download Grátis 2021

Download Grátis Uma boa gestão empresarial é indissociável de uma boa contabilidade. Por isso, empresas que desejam crescer devem sempre aplicar métodos contábeis para poder ajustar as contas. Um desses é o ponto de equilíbrio, que ajuda...

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido.